História Daddy - Imagine Jungkook - Capítulo 49


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bts, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Romance, Suga, Taehyung
Visualizações 248
Palavras 1.077
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ecchi, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Aqui está o capitulo chuchus! desculpa a demora, ontem fiquei o dia todo fora.

Capítulo 49 - Isso é verdade?


Fanfic / Fanfiction Daddy - Imagine Jungkook - Capítulo 49 - Isso é verdade?

“Porque ninguém te conhece, baby, do jeito que eu conheço e ninguém te ama, baby, do jeito que eu amo. Faz tanto tempo, faz tanto tempo. Talvez você seja à prova de fogo porque ninguém me salva, baby, como você me salva” - Fireproof – One Direction  

 

 

Jungkook decidiu passar na empresa para ver se estava tudo bem, afinal ele tirou uma “folga” para ficar comigo, eu estava arrumando a cozinha quando a campainha toca e eu vou ver quem é. 

-Olá. -Fala a Mi-cha. 

Olho para ela com uma cara confusa. 

-Jungkook pediu para eu passar aqui, pra pegar minhas roupas... -Fala se explicando. 

-Ah sim. -Falo saindo da frente da porta. 

Eu estava me sentindo desconfortável com a presença dela ali, ela vai até a cadeira e pega suas coisas. 

-Sabe Dara...deve ser dificil para você. -Fala se virando e olhando para mim 

-Desculpa... não entendi.  

-Deve ser dificil, você devia ser sentir mal por destruir noivados das pessoas... Mas se você não se sente, deve ser porque você é uma vadia.  

Eu não acreditei no que eu ouvi da boca daquela mulher. 

-Olha Mi-cha, eu estive aqui bem antes de você. Aconteceram coisas que fez eu e Jeon nos separarem, mas o que importa é que eu estou aqui e ele me quer. -Falo “peitando” Mi-cha. 

-Não pense que acabou, afinal ele tem uma parceria com meu pai. Vamos ver quem sai melhor.  

Mi-cha saiu daquele apartamento, tranquei a porta e sentei no sofá cheia de raiva, então decidir ligar a TV um pouco.  

 

[...] 

 

Escuto barulho de chaves, logo vejo Jungkook entrar com um sorriso no rosto e sacos de lanche do Mc Donalts. 

-Oi meu amor. -Fala se aproximando e deixando o saco na mesa de centro. 

-Oi... -Falo meio desanimada. 

-Aconteceu algo? Parece triste. -Fala sentando ao meu lado. 

-Mi-cha... veio aqui. -Falo olhando em seus olhos. 

-Eu pedi para que viesse, ela tinha que pegar essas roupas.  

-Você e o pai dela... são sócios um do outro? -Pergunto. 

-Sim... Mas eu estou resolvendo isso. Não se preocupe. -Fala dando um beijo na minha testa. 

 

Eu me senti aliviada por Jungkook estar ali e ao mesmo tempo aflita, pois Mi-cha me demostrava ameaça... Eu estou com medo, estou com medo de perde-lo.  

 

-Olha, trouxe lanche para você. Vamos comer. -Fala estendendo o braço até a mesa e pegando as sacolas.  

-Vamos! -Falo sorrindo.  

-Está tudo certo, você vai começar a trabalhar comigo amanhã -Fala pegando o hamburguer. 

-Amanhã? Eu estava pensando em pegar algumas coisas na casa do Tae.  

-Então pega, quando terminar passa lá na empresa. 

-Ta bom. -Falo dando uma mordida na batata frita.  

O tempo passou voando, Jungkook cochilou no sofá, então aproveitei para ligar para Tae que me atende preocupado. 

-Sandara! Aonde você está? Está tudo bem? -Fala Tae desesperado. 

-Oi Tae! -Falo rindo. -Desculpa não dar notícias... 

-Ele te sequestrou, não foi? -Pergunta Tae me fazendo rir. 

-Não! Ou  quase...  

-O que? -Grita do outro lado da linha. 

-Calma! Eu vou explicar... decidimos morar juntos novamente.  

-Ah... -Fala meio desanimado. 

-Será melhor para você , terá sua privacidade de volta. 

-Nada a ver Sandara. Eu me acostumei com você, agora sem você eu irei me sentir sozinho... e com medo.  

-Taehyung! Eu não vou poder ficar com você para sempre. Está na hora se arranjar uma namorada. Não acha?! -Falo.  

-Talvez. 

-Engraçadinho. -Dou risadas. -Amanhã eu vou ai pegar algumas coisas. 

-Ta ok, te espero.  

-Beijos! 

-Bye bye. 

 

Desligo o celular, olho para trás e vejo Kook me olhando com cara de safado.  

-O que é? -Pergunto com um sorriso no rosto. 

-Você fica tão sexy assim. -Fala mordendo os lábios. 

-Ah não! -Falo rindo. 

Jungkook caminha rápido em minha direção, me pega no colo e me leva até o quarto. E lá se foi mais uma noite de amor.  

 

[...] 

 

Acordamos com aquele despertador barulhento, fomos tomar banho juntos. Assim que terminamos, Kook colocou seu terno, com gravata azul marinho e eu coloquei um simples vestido rosa.  

-Sabe quem está com saudades suas? -Fala colocando seu sapato. 

-Quem? -Pergunto curiosa. 

-Minha mãe, falei para ela que você voltou... estava pensando em fazer uma visita para ela, o que acha?! -Pergunta me encarando. 

-Eu acho ótimo, também estou com saudade de sua mãe. -Falo sorrindo. 

Fomos até a cozinha tomar o café, assim que acabamos Jeon me deixou no apartamento de Tae para eu pegar minhas coisas e ele foi para a empresa. Me despedi com um selinho e caminhei até o prédio de Tae.  

Por incrível que pareça Taehyung estava acordado, ele me ajudou com algumas coisas e assim que terminamos ele me levou de volta para o apartamento de Kook.  

-Qualquer coisa me liga, sabe que poderá voltar a hora que quiser. -Fala Tae com o vidro do carro abaixando. 

-Pode deixar, Tae. Eu ligo sim. -Falo sorrindo.  

-Vou indo, tchau! -Fala acenando.  

-Tchau! -Aceno de volta.  

Vou até o apartamento e começo a arrumar as minhas coisas.  

 

JUNGKOOK – POV  

Eu estava atolado de papelada, minha deixa no contrato com o pai de Mi-cha está me deixando com dor de cabeça. Muitas empresas souberam que eu e o Sr. Lee estamos em processo de cancelamento, então estou recebendo várias propostas... isso esta me deixando mais ocupado. Em meios de pensamentos fui atrapalhado por alguem que batia em minha porta. 

-Sr. Jeon? -Fala a senhorita Hani. -A sua noiva está ai. -Complementa.  

-Hani, ela não é mais a minha noiva. -Falo calmo. -Mande ela entrar. 

-Ah sim... desculpe, só um minuto. -Fala fechando a porta.  

2 minutos depois entra Mi-cha em minha sala e senta na minha frente. 

-O que você quer? -Pergunto a desafiando. 

-Pare de me tratar assim Jeon, estou aqui para algo do seu interesse e não brigar. -Fala me entregando um convite. 

Pego o convite e abro. 

-Você sabe, é a confraternização da empresa. Como você e papai são sócios um do outro, você ainda tem que comparecer. -Fala. 

-Você veio aqui só para me entregar isso? Eu já estava sabendo, não precisava do esforço. -Falo sério. 

-Não é só isso Jeon... na verdade eu estava desconfiando desde quando você foi para Atlanta da ultima vez. -Fala com um semblante triste. 

-Como assim? -Falo preocupado. 

-Eu estou grávida, Jeon. 3 meses e 2 semanas. -Fala me encarando.  

-Como!? -Pergunto de novo não acreditando no que eu havia escutado. 

Era notável, a Mi-cha havia engordado um pouco, mas não parecia com gravides...E agora?! 


Notas Finais


desculpe pelos errinhos que as vezes passam despercebidos.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...