História Daddy (Im)Perfeito - Capítulo 20


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Babyboy, Daddy, Homofobia, Jikook, Jimin!bottom, Jungkook!top, Kookmin, Message, Namjin, Nochikook, Sexting, Slice Of Life, Taeyoonseok, Vhope, Yoonkook, Yoonmin
Visualizações 1.412
Palavras 1.211
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishounen, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Festa, Ficção Adolescente, Fluffy, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Slash, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Então... EU VOLTEI P*HA! Bem antes do que o previsto, afinal eu pretendia voltar lá no meio de Janeiro, mas... COMO SE EU FOSSE DEIXAR UMA DESILUSÃO AMOROSA ME AFETAR TANTO ASSIM K.

Hiatus? Não! — Amém seja Bunny e Meg —

Cheguei chegando novamente com esse capítulo que vocês tanto queriam, peço desculpas pelo "Hiatus" que não durou nem uma semana - graças a deus - nhonhonho eu não poderia deixar vocês esperando né?

Saindo do Hiatus com felicidades de alguns e de outros nem tanto.

Não vou falar: "não gostou pega no meu pau", pois isso já está brega.

VOU FALAR NÃO GOSTOU? PEGA NO MEU PINTO, eh isto.

eu estou energética, ok.

Divirtam-se lendo, vou passar de mil favoritos graças a vocês <3 eu estou feliz pra p*oha, não mt pq fiquei de recuperação em matemática hahahhaaha, tô rindo, mas tô chorando.

Capítulo 20 - Diga xisss, hyung!


Fanfic / Fanfiction Daddy (Im)Perfeito - Capítulo 20 - Diga xisss, hyung!

Jeon Jungkook POV

— Precisamos conversar, mochi. — Digo selando nossos lábios com um beijo calmo enquanto apertava a sua cintura. — Precisamos conversar, mas só depois que nós transarmos. — Falo mais uma vez descendo minha mão para as suas nádegas fartas.

Por sorte encontrei essa única sala de aula aberta nesse período.

Vejo-o corar ao saber que lhe chamei novamente de mochi. Ele deveria estar pensando: — "Por que mochi? Apelido sem noção que esse babaca me deu" — Mas na verdade eu dei esse apelido por um único motivo...

— Eu prefiro conversar Jeon — Falou convicto apoiando suas palmas sobre meu peitoral e empurrando um pouco para descolar nossos corpos, mas minhas mãos permaneciam firmes em suas nádegas até que as deslizo para dentro do bolso de trás da calça de couro, que por sorte marcava bem suas coxas, expondo cada detalhe. Me incomodo um pouco com o metal que senti ao enfiar a mão em seu bolso, mas ignoro e volto a prestar atenção em Park.

— Você não sabe o que prefere — Solto um sorrisinho encantador, fito-o nos olhos lançando pequenos olhares de malícia, esperando que correspondesse da mesma forma, só que com carícias sexuais.

Eu sei exatamente o que quero, quero é foder Park Jimin mais uma vez e dizer no final que tenho um babyboy, ou melhor, dois agora.

— Eu não posso sucumbir novamente hum...— Murmurou constrangido sentindo suas nádegas sendo apertadas com gosto e ao fechar os olhos com meus chupões diretamente no seu pescoço, meus lábios grudavam e sugavam a pele do mais novo deixando várias marcas rosadas que mais tarde ficariam roxas.— Céus, me foda logo Kook-ah... — Pediu com o riso borbulhando e enlaçando meu pescoço.

Nunca poderei me arrepender disso.

— Como quiser mochi. — Assenti levando os lábios até sua orelha e as mordiscando. Depois desferi inúmeros selinhos no maxilar, descendo lentamente para o pescoço mais uma vez até chegar ao seu abdômen o qual já havia tirado a blusa, a trilha de beijos que fazia ia descendo cada vez mais, chegando ainda mais perto de seu membro e fazendo com que abrisse o zíper lentamente com os dentes enquanto o fitava, seus olhos não se desviaram nenhum segundo dos meus.

— Se vamos fazer isso de novo, vamos fazer certo. — Disse Jimin segurando meu ombro com a intenção de que eu parasse com o que estava fazendo.

Ele não quer mais? — Penso observando seu olhar de reprovação, eu estava de joelhos, quase despido e com cara de tacho, sem graça e meio gago com sua atitude inesperada.

— Você já me deu prazer o suficiente, agora é minha vez Kook-ah... — Disse se aproximando lentamente com a boca aberta, cheia de salivas extremamente visíveis aponto de caírem em minha face antes de iniciar seu beijo provocante. Dominou a minha língua em segundos, sua língua explorava cada canto de minha boca, era tão intenso que estávamos alí trocando salivas por longos minutos intensos.

Ele sabia provocar.

Acabamos nos sentando um pouco por falta de ar, Jimin se sentou no meu colo ofegante quando finalizou a osculação intensa e prazerosa. Cito que quando cessou o beijo, pude sentir nossas salivas se multiplicando e descendo pelos nossos corpos, escorregando até o abdômen...

Park não parava por aí, apenas observei o que iria aprontar logo em seguida: havia dito que como o fiz perder aula, eu iria lhe recompensar com leite. Nesse momento o moreno morde o lábio inferior e retira meus sapatos jogando em algum canto qualquer da sala de aula caliginosa e vazia, com apenas a presença de nós dois ali brincando de impurezas. Ao tirar os meus sapatos eu não dava nem um pio, pois de imediato retirou meu jeans seguido de minha cueca, ocasionando no meu membro totalmente exposto, pulsante e moderadamente ereto.

— Minnie quer leitinho. — Pediu com voz de criança, estava de joelhos e com a boca aberta e a língua para fora. Ele parecia uma criança de mais ou menos dez anos pedindo isso.

— V-Você pode ter leitinho... — Afirmei relativamente corado, isso estava ficando muito errado. — Vem buscar com seu Daddy. — Ordenei apontando para meu membro, ainda constrangido pela sua atitude brusca. Ele estava falando sério?

O mais novo sorri mostrando os dentes quase com os olhos totalmente negros, eu não tinha visão alguma de sua pupila, mesmo assim abocanhou meu membro, dirigindo seu olhar à mim enquanto chupava lentamente. Jimin não desviava o olhar um segundo sequer, me encarava severamente fazendo seus movimento com lentidão, parecia um ninfomaníaco assim.

— Kook quando o leitinho vai sair? Você está bem duro.— Perguntou despejando saliva por toda extensão de meu membro e lubrificando o restante fazendo movimentos de vai e vem com as mãos. Eu não conseguia responder sua pergunta evidente, soltava apenas pequenas arfadas após cessar os movimentos de vai e vem e iniciar suas lambidas na glande e chupadas curtas e rápidas, os barulhos que faziam eram excitantes demais.

— Kook-ah... Você está bem duro, eu não consigo enfiar inteiro na minha garganta — Murmurou soltando pequenos risinhos em tom infantil. Meu rosto se encontrava totalmente acerejado, escondi meu semblante entre meus braços deixando apenas uma pequena abertura para poder fitar Jimin, estava envergonhado demais para olhá-lo daquele jeito. Não que antes fosse diferente, mas me sinto mais submisso com ele dominando tudo, com ele me deitando no chão agora, prendendo as minhas mãos com sua camisa próximo a uma mesa e ficando por cima.....

Espera quê?

Ele estava ficando por cima demais.

— Ah hyung, você que começou com essa brincadeirinha de querer conversar. — Mencionou retirando sua cueca e a enrolando num formato de bola. — Agora você vai ver Kook-ah. — Suspendeu a voz infantil que fazia e a engrossou, um pouco diferente da sua normal. — Acha mesmo que eu me submeteria a você depois de tudo o que fez? Por exemplo arruinar a vida de meu amigo? Mas não se preocupe... — Disse se aproximando calmamente e preensado minhas bochechas fazendo com que eu fizesse um biquinho forçado. — Nossa brincadeira de conversar só está começando.

— Eu até diria que o jogo virou, mas na verdade o jogo nunca esteve do seu lado. — Tocou a ponta do meu nariz e cruzou as pernas. — Quem você acha que deixou essa sala aberta? Afinal foi muita sorte minha ter passado por aqui e você meio que me puxar para essa sala e me assediar. Foi tudo programado bobinho. — Jimin se levanta e vai até a porta da mesma, fechando e trancando com a chave que retirara de seu bolso detrás. Logo caminha em minha direção, ficando de joelhos e abrindo um enorme sorriso sedento por vingança.

— Jimin, eu não tinha intenção alguma de — Amordaça a minha boca com sua cueca, enfiando o rolinho para dentro e batendo fraco nas minhas maçãs avermelhadas da face.

— Shhh... Hyung Kook-ah — Puxou o "a" fazendo um gemido num tom bem excitante de maneira provocativa. — Você vai adorar essa brincadeira, afinal foi você que a propôs, só vou te marcar um pouquinho, mas tenho certeza de que vai ser divertida. Pelo menos para mim, já você eu não sei. — Sorriu sadicamente pegando seu celular de dentro do tênis e tirando uma foto, o flash estava ligado. — Diga xissss, hyung!

Xissss.....


Notas Finais


O capítulo ficou curto, pois foi uma leve introduçãozinha de que voltei e ainda tem muito mais para vir! Amanhã é a minha última prova - eu espero - então estarei livre para escrever!

Eu até mandaria o link do grupo do Whatsapp, mas acontece que eu saí e me isolei do mundo rsrs.

ENTÃO VAMOS ME SEGUIR NO SPIRIT PQ SOU DESSAS E LER MAIS OBRAS MINHAS ABAIXO:

Pá pá pá: https://www.spiritfanfiction.com/historia/risco-tentador-10051944


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...