História Different worlds, love in common - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias NU'EST
Personagens Aron, Baekho, Jason, Jr, Minhyun, Personagens Originais, Ren
Tags Minren, Nu'est
Visualizações 8
Palavras 1.429
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, LGBT, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi pessoal. Voltei!
Então, desse capítulo para a frente, aparece uma aproximação de Minki e Minhyun, mas como o loiro é bipolar, nunca se sabe o que vai acontecer.
Espero que gostem.
Boa leitura!

Capítulo 4 - Sobremesa!


Fanfic / Fanfiction Different worlds, love in common - Capítulo 4 - Sobremesa!

Hany levou o que Minki pediu, ao seu quarto, mas o jovem estava dormindo, então ela resolveu deixar as coisas encima de sua mesa. Ao voltar para a cozinha, viu que Minhyun andava de um lado para o outro, com medo de fazer algo errado no preparo do alimento.

-Enquanto seu amigo não chega, arrume o que precisa, a cozinha é sua. - Hany disse lhe dando um avental e uma touca de cozinha.

-Obrigado. - O mesmo vestiu-se e arrumou tudo o que precisava, enquanto sua tia foi comprar algumas coisas para o jantar. Uma hora depois, Jonghyun adentrou a porta dos fundo da cozinha, acompanhado de Hany, os dois conversavam e o jovem parecia alegre.

-Minhyun! - Gritou o mais velho, correndo para o abraçar, e Minhyun retribuiu.

-Saudade de suas loucuras. - Disse Minhyun, rindo.

-Onde está meu novo amiguinho? Qual a idade dele? - Perguntou JR, tirando da mochila o que Minhyun havia pedido.

-Seu amiguinho tem 16 anos, e está dormindo. - Disse Minhyun.

-Nossa, mas então ele pode ser mais velho que eu?

-Ele faz 17 anos, dia 03 de novembro. - Disse Hany.

-Sou mais velho. - JR estufou o peito.

-Grande coisa. - Minhyun riu.

-Comece logo, ou não ficará pronto até o jantar. - Disse Hany. - Irei limpar os quartos, não explodam a cozinha.

-Okay. - Minhyun prontificou-se a começar o preparo da sobremesa. Jonghyun ficou o observando, como se assistisse um filme.

Enquanto o doce era preparado, Minki começava a ter um pesadelo, sonhava com Mang, em um acidente, nas ruas movimentadas de Seoul. O jovem passou a debater-se enquanto dormia, em seu pesadelo, a irmã estava morta, ensanguentada e caída na rua.

-Mang! - Gritou Minki, acordando assustado, logo encolheu-se, começando a chorar.

Hany entrou no quarto ao ouvir a voz do rapaz e o olhou assustada, dificilmente via o mesmo chorar.

-O que houve? - Perguntou aproximando-se e tocando os fios do menor.

-E-eu, tive um p-pesadelo. -Gaguejou o mesmo.

-Quer me contar?

-A M-Mang estava m-morta, tinha s-sangue... - Minki colocou a mão no rosto chorando mais.

-Está tudo bem, foi apenas um sonho ruim, Mang está bem. - Hany acariciou seus fios.

-Ela não pode morar com o appa, ela vai sofrer acidente, é um aviso, é um aviso! - O loiro segurou as mãos de Hany e a balançou.

-Foi só um sonho, você sonhou porque não está falando com ela, está muito preocupado, ela vai ficar bem.

-Não quero que nada de mal ocorra com ela. - Chorou o rapaz.

-Converse com ela. - Hany olhou para a porta e no canto da mesma, estava Mang, observando, tentando esconder-se. - Venha, mocinha.

Mang correu até Minki e o abraçou apertado, o garoto retribuiu e encostou a testa na testa dela.

-Não chora, o-bba. - Disse ela. - E não se preocupe, eu vou tomar todo o cuidado para não me machucar.

-Jura? - Perguntou Minki, ainda com voz de choro.

-Juro de dedinho. - A pequena esticou o dedo mindinho para o mais velho.

-De dedinho. - Ele entrelaçou o dedo no dela.

-Beijinhos. - Mang distribuiu beijos pelo rosto do mais velho, que sorriu. Neste momento Hany saiu, sabia que tudo estava resolvido.

Minki e Mang passaram o fim de tarde juntos, a menor amava maquiar o irmão e mexer em seus fios loiros. Enquanto isso, Minhyun terminou a sobremesa, ele e JR foram para a casa no fundo do quintal, ficaram conversando e jogando até antes do jantar, quando Minhyun tomou um banho e vestiu algo mais cordial para a ocasião.

Acompanhado de JR, Minhyun foi para a mansão, encontrou sua tia que avisou que a senhora Choi já estava na sala de jantar, então os dois rapazes foram até o local.

-Boa noite, senhora Soomin. - Disse Minhyun.

-Boa noite, Minhyun. - Ela encarou JR. - Olá...?

-Jonghyun. - Disse JR. - Me chamo Jonghyun, mas se quiser pode me chamar de JR.

-É uma honra que venha jantar conosco e um prazer lhe conhecer, JR.

-O prazer é todo meu, senhora Soomin. - Disse o garoto.

-Sentem-se, logo todos estarão aqui. - Soomin disse e os mesmos sentaram-se.

-Ai droga. - Minhyun colocou as mãos no rosto. - Minki não quer jantar.

-Mas ele não queria sua famosa sobremesa brasileira?

-Sim, eu disse que levaria a ele. - Minhyun disse envergonhado por de certo modo incentivar o menor a não comparecer ao jantar.

-Entendo, bom, quando for o momento da sobremesa você leva a ele.

Neste instante Mang e Jimin entraram na sala e cumprimentaram a todos, a mais nova, como de costume, começou a fazer milhões de perguntas a JR, que divertia-se com a situação. Quando o jantar foi servido, Hany avisou que havia levado comida a Minki e que o mesmo comeu tudo, o que era quase um milagre, pois nos dias que o loiro não queria sair do quarto, quase não alimentava-se.

-Mas se ele comeu, significa que não precisa da sobremesa para abrir o apetite. - Disse Minhyun, enquanto comia.

-Acho que ele ficou tão animado que esqueceu que não estava bem. - Disse Jimin.

-Bom, levarei a sobremesa para ele, depois.

Mang foi a que mais demorou a comer, pois não ficava quieta, sempre falava algo, seu sorriso e animação por ter se conciliado com o irmão eram impressionantes, e aquilo havia despertado adrenalina em seu corpo, pois ela estava muito "elétrica".

Quando enfim todos comeram, Hany serviu a sobremesa e pediu para que Minhyun dissesse o nome da mesma.

-É um nome muito estranho. - Alegou o rapaz. - Sagu.

-Suco? - Perguntou Mang.

-Sagu! - Retrucou Jimin e todos riram.

-Vou levar ao Minki. - Minhyun colocou a sobremesa em um potinho e saiu do local, indo para o quarto do jovem, havia esquecido de perguntar onde era, então foi abrindo porta por porta, até que uma estava trancada, o mesmo bateu levemente na mesma. - Minki-ah? Trouxe sua sobremesa.

Em segundos a porta foi destrancada e abriu-se uma fresta, o rosto de Minki apareceu na mesma.

-Passa ai. - Disse o rapaz e Minhyun lhe entregou o pote. - Obrigado.

-De nada, ah...JR queria te conhecer, por que não vem jantar conosco?

-Depois eu desço, mas não quero ir lá, aliás, se eu morrer por causa de sua sobremesa, volto para puxar seu pé. - Então o loiro fechou a porta e Minhyun voltou ao jantar, um pouco decepcionado por não conseguir levar o jovem até lá.

Minki sentou-se no chão e começou a comer a sobremesa, primeiramente com receio, mas quando o sabor doce preencheu sua boca, o menor passou a comer com vontade e indagar que estava muito bom, agradecendo por ninguém estar por perto para ouvir. Quando terminou, ficou pensando no que fazer para conseguir mais, levantou-se e soltou os cabelos, os penteou e foi para a sala de jantar.

Minhyun assustou-se quando a porta abriu-se e todos olharam para Minki, que adentrava a sala, JR o analisou e cochichou para Minhyun.

-Quem é esta garota?

-É o Minki. - Respondeu o rapaz, dando-lhe uma cotovelada.

-Eita, por essa eu não esperava. - JR resmungou e arrumou-se no acento.

-Minki! Você venho jantar com sua irmãzinha linda? - Perguntou Mang.

-Não, eu vim...confiscar a sobremesa.

-O que? Por que? - Indagou Minhyun.

-Porque... - Minki ficou pensando em uma resposta. - Isso está horrível, você quer matar minha família? 

-Está ruim? - Minhyun pegou um pouco da sobremesa e comeu. - Não há nada de errado nela.

-Ele quer a levar para comer sozinho! - Repreendeu-o, Mang e Minki deixou um novo bico formar-se em seus lábios.

-Minki, você quer mais? - Perguntou Soomin.

-Uhum... - Respondeu o menor de mal gosto.

-Para comer mais vai ter que ficar conosco aqui.

-Mas omma! - Disse o mesmo, manhento.

-Isso, ou nada feito.

-Okay... - Ele sentou-se ao lado de Minhyun.

-Oi, Minki. - Cumprimentou JR.

-Oi, JR. - Disse ele sorrindo.

-Minki, porque está sorrindo? - Perguntou Mang.

-Posso mais sorrir não? - O loiro perguntou sarcástico.

-Você odeia pessoas novas.

-Amigos do Minhyun, são meus amigos. - Sua voz ficava cada vez mais sarcástica.

-O que achou da sobremesa? - Perguntou Jonghyun, enquanto Minki começava a comer mais.

-Está boa. - Respondeu o loiro.

-Maravilhosamente boa? - Perguntou Minhyun.

-Hum...talvez. - Continuou comendo.

Mang e JR pareciam dois papagaios conversando, não pararam de falar o resto do jantar, Minki apenas falava quando algo era dirigido a si, e Minhyun fazia o mesmo, rindo as vezes de seu amigo.


Notas Finais


Queria dizer que eu estava com fome quando escrevi esse capítulo hehe.
Eu gosto muito desse doce, então resolvi colocar aqui kkk
Espero que tenham gostado do capítulo e até o próximo. Beijos de luz e tchau.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...