História Don't Forget - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias The Vampire Diaries
Personagens Bonnie Bennett, Caroline Forbes, Damon Salvatore, Elena Gilbert
Tags Nanopad, Romance, The Vampire Diaries
Visualizações 65
Palavras 974
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção Adolescente, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Saga, Suspense, Terror e Horror
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 3 - Onde Você Mora?


Fanfic / Fanfiction Don't Forget - Capítulo 3 - Onde Você Mora?

-Eu topo -Ele caminha até uma mesa e afasta os caras que jogavam ali -Muito convencida essa sua namorada hein -diz ele a Kaio,que só me olha,começamos a jogar,na primeira jogada já mostro pra ele que sou boa nisso -Sorte de principiante -Diz ele desdenhando
Ganhei a primeira partido e todo mundo ficou zoando ele:
-Te desafio a uma revanche -disse ele
-Não queira passar vergonha
-Não irei pode ter certeza,eu me chamo Lucas e você?Jogamos uma partida inteira e eu ainda nem sei seu nome
-Elena
-Muito prazer Elena,aceita o desafio ou tá com medo?
-Aceito,vamos lá,Kaio pega outra cerveja pra mim -peço sorrindo
-Já te trago
Antes de começarmos a jogar Kaio me trouxe a cerveja:
-Obrigado
Venço de novo,saio dali muito contente,peço outra cerveja no bar,bebo e vou pra pista dançar,Kaio vem comigo,dançamos até me acabar,não sei quantas cervejas já tomei mas me sinto bem alegrinha
-Vamos pessoal,venha -Estimulo o grupo que está dançando a invadir a sala de jogos que a essa altura já está vazia,subo em cima de uma das mesas e começo a dançar,com certeza essa festa sim é bem mais divertida,acabo tirando minha blusa sensualizando como em um striptease,a jogo longe em quanto continuo dançando,sinto alguém me puxando e olho pra trás,é minha irmã:
-Desce daí -diz ela com uma cara de alguém que ao contrário de mim,não está se divertindo tanto assim
Desço da mesa e me afasto dali com ela,que fica me puxando pra um lugar mais calmo
-Você já bebeu demais
-E o que tem isso?
-Vamos pra casa,o Cláudio já foi buscar o carro dele
-Não!estou me divertindo aqui
-Você está bêbada Elena
-E você está chata,meu Deus,tá pior que a mamãe,ainda bem que eu vou embora amanhã e não vou precisar mais te aguentar
-Nossa,então é ruim me aguentar agora?
-é,um porre
-Então tá fica aí sozinha,eu vou embora,cansei de você,menina mimada
-Eu fico com ela -disse Kaio chegando -Eu a levo pra casa,não se preocupe
-Não acha que você também já tá bêbado demais;azar de vocês,tô indo -disse ela saindo
-Chata,credo -volto para o bar e continuamos bebendo,fico olhando a multidão que aos poucos vai se dissipando,tenho a impressão de ter visto Damon,mas quando volto a olhar não vejo mais:
-Acho que eu já bebi demais -Falo a Kaio que está do meu lado no bar
-Porque?
-Tô,tô tonta e enjoada,eu preciso ir ao banheiro -vou até o banheiro,acabo vomitando lá,realmente já tô bem enjoada,acho que bebi muito,lavo o rosto e volto,vejo Kaio dançando com umas meninas,com certeza ele tá pior que eu,nitidamente ele estava bêbado,tento ir até ele,mas sinto minha cabeça girando,quase caio,mas sinto alguém me segurando:
-Damon! -Viro e vejo Damon lá,me segurando
-Vamos sair daqui,você já bebeu demais e se lugar,é perigoso,vamos -diz ele me arrastando pra algum lugar,eu não quero e também nem tenho forças pra reagir,ele me leva até o carro dele,abre a porta e me ajuda a entrar,coloca o meu cinto e fecha a porta,depois entra no carro:
-Vou te levar pra casa -diz ele ligando o carro,vejo luzes  e ouço ao longe
-Onde você mora?
Não lembro de mais nada...Acordo em um lugar diferente,estou deitada em um sofá:
-Acordou -Ouvi uma voz conhecida,me fazendo abrir os olhos rapidamente -Damon!Onde eu tô?
-Você está aqui na minha casa,que não é uma casa,é só um quarto de hotel,eu ia te levar pra sua casa,mas você dormiu no meu carro,ainda bem que não vomitou
-Que engraçado -falo sentando
-Você está bem?
-Minha cabeça tá explodindo,você tem uma sala no seu quarto de hotel?
-Tenho,é uma suíte,nunca ficou em uma?
-Não
-Espera aqui eu já volto -disse ele saindo,não demorou para ele voltar -Te trouxe um café forte,toma,vai te ajudar
-Obrigada,eu posso te pedir uma coisa?
-Pede,se puder ajudar
-Eu...posso passar a noite aqui?Eu não queria voltar pra casa nesse estado,eu prometo não incomodar
-Claro,pode ficar aí no sofá
-Obrigado -disse entregando a caneca a ele e me deitando encolhida,de costas pra ele,ouvi ele falar antes de sair
-Só o que me falta agora cuidar de uma adolescente bêbada -disse ele saindo
Fiquei morrendo de vergonha e me encolhi mais ainda,queria sumir naquela hora,o que ele devia estar pensando de mim,que sou uma alcoólatra louca e pior adolescente,lá eu tenho cara de adolescente,ouço ele voltando,coloca algo pesado em cima de mim,me cobrindo e sai novamente,seria engraçado se não fosse trágico....
Acordo com Damon me sacudindo:
-Acorda,já amanheceu
Abra os olhos e  sinto muita dor de cabeça,ele me traz outra xícara de café:
-Te trouxe um café
-Nunca tomei tanto café na minha vida
-Toma aí e não reclama,pelo menos já se lembra onde mora?
-Lembro,claro
-Eu te levo pra casa
-Não precisa,eu pego um táxi
-Eu te levo,estou com um carro;se sente melhor?
-Um pouco,obrigada de novo -falo sorrindo meio sem jeito
-Imagina,eu vou me arrumar enquanto você toma café,já volto -disse ele saindo,aliás ele tá mais bonito ainda,vestindo uma camiseta cinza e uma calça de moletom,com o cabelo despenteado,me distraio pensando nisso,até meu celular vibrar,visualizo uma mensagem de Bianca perguntando onde eu estava e se estava tudo bem,responde que estou bem e envio,tomo o restante do café e ouço Damon me chamando,levanto e caminho até ele:
-O que foi?
 -Se quiser tomar um banho,fica a vontade -disse ele sem camisa,secando o cabelo,que músculos,penso tentando disfarçar a olhada
-Não,mas se eu puder ir até o banheiro,me arrumar um pouco
-Fica a vontade -me diz ele,me dando passagem
Entro passando próximo a ele e vou até o banheiro,tranco a porta e me olho no espelho,como estou horrível,penso ao ver aquela maquiagem borrada e meus cabelos sem pentear,termino de me ajeitar um pouco e volto para sala,ele está dobrando a coberta que estava me cobrindo
-Vamos -diz ele assim que me vê
-Vamos -digo sem mais nenhuma vontade,se um dia eu tivesse chances com esse cara,agora já não tenho mais...
 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...