1. Spirit Fanfics >
  2. Duality (이중성) >
  3. Tome Cuidado, Jimin

História Duality (이중성) - Capítulo 13


Escrita por:


Notas do Autor


Boa leitura!!

Capítulo 13 - Tome Cuidado, Jimin


Fanfic / Fanfiction Duality (이중성) - Capítulo 13 - Tome Cuidado, Jimin

Jungkook chega no hotel em que Suga está hospedado às duas da tarde, foi até lá dirigindo o carro que divide com Jimin e estacionou um pouco distante do local. Dessa vez, o hotel era bem menos luxuoso que o anterior, mas parecia ser bom o suficiente para que Yoongi ficasse escondido. Após subir o elevador e checar o número do quarto no qual o mais velho disse que estaria, é atendido por este. Ao entrar, vê Namjoon ali também, sentado numa pequena mesa no canto do quarto:

     - Por que ele está aqui? - Questiona o mais novo.

     - Boa tarde, Jungkook. - Diz Kim Namjoon, por pura educação. Era inegável que ele não gostava nem um pouco do menino. Apesar de já ter deixado claro para Yoongi que não sente confiança em Jeon, continuava sentindo ciúmes e tendo medo de perder o cargo que tem nos negócios. Maior que isso, só o medo dele de perder os lucros que tem tido pela boate.

     - Para a infelicidade de vocês, temos que resolver isso tudo juntos. - Explica Min, passando seus olhos, que estavam em JK, por RM. - Senta aqui, Kook. - Ele puxa a cadeira ao seu lado depois de sentar, estava concentrado na tela do computador. - Estamos tentando resolver as coisas do baile. 

     Jungkook obedece, sentando ao lado de Yoongi, ficando no meio entre ele e Namjoon. Os papeis espalhados na mesa continham desenhos variados e inúmeras palavras sobre o assunto. No notebook, Suga estava pesquisandk sobre o governador, mas desfocou-se um pouco para explicar à Kook como tudo seria feito:

     - Seokjin irá cuidar da decoração da festa, como sempre. Vai ser algo bem classudo, do jeitinho que a elite gosta. -Ri depois de dizer isso, fazendo Kim soltar certo riso em conjunto. - RM pensou em anunciarmos o baile como um evento beneficente... No nome dele, é claro. - Suga então olha para RM, que permanecia em silêncio. - Explica pro menino. - Pede, queria ver uma provocação entre eles.

     - Com um evento beneficente não corremos risco da polícia aparecer. Mesmo que eu tenha contato com alguns, não são todos que lidam bem com eventos grandes assim. Além disso, é uma possibilidade de pessoas mais importantes surgirem. Como Suga disse, a elite adora os clássicos.

     - Mas e... - Jeon tenta falar algo, mas Namjoon não deixa.

     - Garoto, eu não terminei. - Grosseiramente, diz. - Eu e Suga pensamos que seria melhor deixar as coisas em meu nome, porque se o dono do evento beneficente não mostrasse o rosto, teriam motivo pra suspeitar de algo.  Como eu já sou um rosto conhecido, acho que seria a melhor opção e assim ninguém vai ficar fazendo perguntas.- Ele bebe um gole da água que estava no copo em sua frente antes de terminar. - Além disso posso usar o restaurante como um bom alicerce nisso tudo, o plano é esse.

     - Vocês pensaram em como vão reconhecer e recompensar os membros? - Pergunta Jungkook. 

      - Oh! Ainda não. - Se lembra Yoongi. - Tem alguma ideia, Jungkook? - O mais novo imediatamente da de ombros, mas após pensar um pouco, decide:

     - Vai ter uma lista de convidados, certo? - Pergunta. Suga e RM afirmam. -  E se entregarmos uma chave de um quarto pra eles na entrada, com uma mensagem em cada? - Os dos mais velhos não responderam nada de imediato, então ele continua a falar -Suga disse que conseguiria mulheres ocidentais. Cada quarto pode ter uma pra satisfazer os membros.

     - Eu não estou sabendo de mulheres ocidentais. - Questiona RM, encarando Suga.

     - É que não tive tempo de te contar. - Responde Yoongi, com um sorriso de canto de boca- Mas... Isso tudo é baboseira, coisinha que da pra resolver em dois dias. - Revira os olhos. - Será que a gente pode falar do governador? 

     - Ahm... - RM acabara de receber uma mensagem. - Podem passar o plano entre vocês dois, eu vou precisar voltar pro restaurante, me mandaram uma mensagem dizendo que precisam de mim na boate. - Diz antes de sair apressado.

     [...]

     Hoseok conseguiu deixar Park Jimin no restaurante antes que seu horário de almoço acabasse, o que fez com que ele tivesse tempo de explorar o local para tentar, antes de tomar qualquer atitude com relação à Min Yoongi e seu namorado, achar a boate clandestina. 

     Diferentemente do que ele estava acostumado, Namjoon não estava ali, nem o garçon simpático Jin. Caminhando pelo restaurante e pensando em seu futuro plano, ele não encontra nada suspeito por ali. “No estacionamento”, pensa consigo mesmo e desce a escada que dava para o local coberto. Ao chegar ali, ouve a voz de Jin:

     - Pode trazer essas caixas pra esse caminhão. - Gritava Seokjin para alguns homens, acelerando eles. Então, em silêncio e tentando se manter escondido, Jimin chega mais perto, passa por alguns veículos que ali estavam e se esconde atrás de um que estava bem do lado de Jin, podia ouvir perfeitamente o que ele dizia enquanto um homem perguntava algumas coisas a ele. - Não, as mulheres daqui não sou eu quem vou transportar. - Ele fala em um tom bem mais baixo, como se aquilo fosse um segredo. Após ouvir isso, ele percebe uma escada longa atrás de Jin e pensa se seria ali o local da boate, mas também pensa que, se for, eles não estão sendo discretos o suficiente.

     Jin ainda fica mais um tempo ali, mandando e desmandando nos homens que transportavam as caixas que estavam lá embaixo até o caminhão. Quando este ficou cheio e saiu dali, Seokjin subiu de volta ao restaurante e deu uma brecha para que Park conseguisse descer as escadas. Enquanto descia, decide ligar parar J-Hope, caso algo de pior acontecesse, pelo menos ele saberia onde ele esteve pela ultima vez:

     - Hoseok, você estava certo. A boate é no restaurante. - Ele diz ao ser atendido, já estava no final da escada e podia ver o local. - Fica no estacionamento do Gippeum, meio escondido. - Explica caminhando pelo local que está sendo desmontado, não havia ninguém ali, só os sofás e a má iluminação. Todos os enfeites, móveis e bebidas estavam no caminhão que acabara de sair, indo para o sítio de Jungkook. - Ou pelo menos era...

     - Como assim era? - Pergunta J-Hope. Jimin caminha por um corredor com várias portas e em cada uma havia uma cama e um banheiro.

     - Estão mudando tudo, um caminhão acabou de sair lotado de coisas e... - Ele paralisa ao se deparar com o que havia na última porta. Estava trancada, mas alguém esquecera a chave na fechadura. - Meu Deus... - Ele arregala os olhos e desliga o celular sem explicar nada mais a Hoseok ao ver aquilo.


Notas Finais


Oieee!!!
Vou confessar: EU SMO DEIXAR VOCÊS CURIOSOS hahahaha
O que será que Jimin achou ai em?
E porque será que mandaram mensagem pro RM??

*Queria informar também que eu estou MUITO ansiosa pra postar os capítulos do baile e já vou pedir pra vocês prepararem os coraçõezinhos de vocês, ta?? Vai ser muita emoção!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...