1. Spirit Fanfics >
  2. É errado me apaixonar por você? (NaruHina) >
  3. Capítulo Quarenta e cinco.

História É errado me apaixonar por você? (NaruHina) - Capítulo 45


Escrita por:


Notas do Autor


Espero que goste!! ❤❤💕💕

Capítulo 45 - Capítulo Quarenta e cinco.


Fanfic / Fanfiction É errado me apaixonar por você? (NaruHina) - Capítulo 45 - Capítulo Quarenta e cinco.

Hinata.


Ai meu Kami, o nosso casamento é amanhã e eu acho que não estou preparada pra tanta emoção. Sabe, e pensar que a Hinata malvadona vai se casar com o policial metido que tentou pegar o último chocolate de uma dama como eu.


Não sei se é só comigo, mas quanto mais nós queremos que chegue o dia tão esperado, parece que o tempo passa três vezes mais lento. E assim foi a semana toda. E sabe que dia é hoje?


Dia das meninaas!!


Sim, convoquei todas as garotas para uma tarde maravilhosa no shopping, com direito a spa e tudo para sairmos perfeitas para o nosso par.


- Ai Hina, já estou até vendo o quão maravilhoso amanhã será. O Sai vai me pedir em casamento assim que ver o vestido que eu comprei. - a Ino está empolgada desde que chegamos, não para de pular, sorrir e principalmente de falar. Mas é bom vê-la desse jeito.


- Dona Kushina, conta pra gente como o senhor Minato te pediu em casamento? - Sakura surge do nada e coloca o braço atrás da minha sogrinha.


- Nossa, foi um dia tão maluco. - ela para de andar e dá um longo suspiro apaixonado. - Nós dois nos conhecemos na escola, eu sofria muito bullying e o Minato...


- Te salvou dessas pessoas más! - Hanabi grita no meio do shopping e todos olham para a gente.


- Não, na verdade ele só olhava, eu que batia nos garotos. Mas enfim, vou pra parte do pedido. Nós tínhamos vinte e dois anos e estávamos no nosso aniversário de sete anos de namoro em um parque de diversões. O senhor Minato teve a brilhante ideia de irmos em uma roda gigante, só que eu sempre tive muito medo de altura, mas como eu era jovem e estava muito apaixonada acabei aceitando. Então nós entramos, e sem brincadeira meninas, quase que eu quebrei a mão dele de tão apertado que segurei. Até que estava legalzinho, mas pro meu azar, ou sorte, a roda para, e a gente estava bem no topo. Eu estava me tremendo de medo, mas pra minha surpresa o maluco do loirinho conquistador de corações do colegial retira o cinto de segurança e fica de pé, pegando algo do bolso.


- Ele não vai fazer isso né, sogra? - pergunto receosa e ela sorri.


- Vocês nem imaginam o que aconteceu. O maluco do seu sogro, Hinata, se ajoelhou no pequeno espaço que tinha e me pediu em casamento. Ele fez uma linda declaração, sem dúvida nenhuma foi um dos dias mais felizes da minha vida. Mas não parou por aí, quando aceitei e ele foi colocar o anel no meu dedo... - ela para de falar e olha pra cada uma de nós. - A roda gigante volta a girar e o lindíssimo anel cai lá em baixo, junto com a moral do Minato, pois ele caiu no chão da cabine e bateu a cabeça no banco. Ficou com um galo por duas semanas.


- Tadinho dele, Kushina. O que você fez depois? - minha mãe pergunta.


- Não me julguem, mas eu começei a rir muito. - ninguém aguenta e todas nós gargalhamos.


- Caramba, eu nunca imaginaria algo assim. - Sakura grita tanto que parece uma sirene.


- Duvido que as senhoritas não ririam também na hora. - a ruivinha acaba soltando e depois tapa a boca.


- Meninas, andamos tanto que chegamos... Cacete... No sex shop daquele magrelinho? -  um flashback passa na minha cabeça e eu começo a lembrar de tudo.


- Que magrelinho? - Hanabi, dona Kushina e minha mãe falam juntas.


- Uma longa história, depois eu conto. - digo sem graça e tento dar meia volta para sairmos desse lugar. Mas a Hanabi me puxa com delicadeza.


- Você traiu o Naruto, Hinata? - ela pergunta baixinho no meu ouvido e eu sem nem pensar duas vezes nego.


- Claro que não, ficou louca? Eu nunca faria isso, foi só um dia meio anormal. - tento novamente ir embora mas me puxam de novo.


- Minha querida amiga, já que estamos aqui em frente... Nós podíamos... sabe... - Sakura diz, ou tenta dizer, algo mas não termina.


- Não sabia que você curtia isso, Haruno. - Ino provoca rindo e recebe uma olhada de morte.


- É que o Sasuke anda trabalhando muito, e quando chega em casa quase não tem disposição pra nada. Então eu queria apimentar um pouco as coisas. - ela faz uma carinha de triste e abaixa a cabeça.


- Vamos sim, Saky, a Hinata está de palhaçada. - Kushina diz e me pega de surpresa.


- Até a senhora, sogra? - ela coloca as mãos na cintura e me olha.


- Querida, com a Páscoa chegando o Minato está agindo como um velho ultimamente. A loja está vendendo muito. Pra vocês terem uma noção, a última fez que fizemos sexo foi...


- Que isso, sogra?! - é surreal, elas falam com uma naturalidade tão grande.


- Com o Sai está a mesma coisa, essa semana transamos apenas cinco vezes, vê se é normal? Eu não aguento essa vida. - tá de sacanagem, né?


- Vamos parar de falar das nossas intimidades? Mãe, Hanabi, falem pra elas o que nós achamos. - cruzo os braços e espero elas começarem.


- Eu conheci um carinha muito fofo outro dia, irmã. E digamos que ele não seja tão bom na cama quanto o Suigetso mas... - como? - Quer dizer, eu estou com as meninas, maninha.


- Mãe? Vai deixar isso? - ela ia falar algo mas a interrompo. - CALMA, a senhora está com alguém, mãe?


- Que isso, filha? Eu estou sozinha sim, mas aquele Asuma era um gostoso, né meninas? - já chega disso.


- Eu já estou lá dentro. - corro o mais rápido possível pra loja. Entro e já sou atendida por aquele cara magrelo.


- Boa tarde moça... Nossa, a senhora é aquela mulher do mal entendido! Me desculpe. Aqueles seguranças apontaram várias armas pra uma grávida? Que horror!


- Já passou, o importante é que nós dois estamos bem e não aconteceu nada de ruim, apenas susto. - ele sorri e olha pra trás de mim.


- E aí, Hinata, achou algo de interessante? - as meninas chegam e ficam ao meu lado.


- São suas acompanhantes? - afirmo com a cabeça. - Que legal, já sei. Tive uma ideia pra te compensar pelo ocorrido, vou dar 70% de desconto pra todas vocês aqui na loja.


- Uhul, aí eu vi vantagem. - Ino grita e sai correndo atrás de uns... Deixa pra lá.


- Não sei o que aconteceu entre vocês mas o senhor é bem generoso. - dona Kushina fala sorrindo e vai andando.


E eu me achando a pervertida...


Olhei pra trás e todas tinham sumido, decido então andar... Mas é só pra ver... Até porque eu nunca compraria algo desse tipo...


- Hinataa, vem aqui rapidão. - ouço a voz da Sakura e a localizo, todas estavam juntas.


- O que foi? - elas me olham com uma cara maliciosa e apontam para o lado.


- Qual tamanho parece com o do Naruto? - que isso Sakuraaa?!


- Eu não vou expor o meu noivo assim. - onde já se viu isso? Dizer sobre os documentos do meu príncipe, claro que não!


- Você está chata hoje. - Ino diz e se vira pro lugar vergonhoso. - O do Sai é mais ou menos esse.


- 17 cm, só? O do Sasuke é 18. - virou competição?


- Do Minato é 19. - como elas sabem tão perfeitamente assim?


- Fala o do Naruto! Fala Hinata, fala, fala, fala, por favor? - que saco isso.


- Tá, parece com aquele. - aponto para um, elas olham e se viram pra mim de boca aberta.


- Puta merda, aquele é de 22 cm... Sério isso? - qual a surpresa, gente?


- O mais parecido é esse, eu também não peguei uma régua e medi, caramba.


- O meu filho mudou bastante.


Agora eu vou chorar....




...



- Não vou deixar o Sasuke dormir hoje, pelo menos não com esses produtinhos. - esse flamingo safadinho sai saltitando como se não houvesse nada importante para fazer.


- Pessoal, vamos voltar pros planos de hoje? Amanhã é o meu tão esperado casamento e nós não fizemos NADA ainda. - Chamo a atenção delas e finalmente parecem voltar ao mundo real.


- Tem razão, partiu pra manicure! Estão prontas meninas? - Hanabi puxa o bonde.


- Estamos capitã! - todas repetem.


- O que vocês tomaram ou cheiraram antes se sair de casa? Não é possível, parece até que eu sou a única normal aqui. - elas fazem um trenzinho humano e começam a andar assim no shopping.


- Para de ser chata, o seu casamento é amanhã. Vamos aproveitar! - Sakura diz enquanto todos olham para nós, vamos ser expulsas desse jeito. - Hinata! Hinata! Hinata! Uhull!


Puta que pariu, eu não mereço isso não...


Depois de uma vergonha de brinde, nós chegamos, graças a Kami, no nosso destino. Esse é o meu lugar favorito para fazer as unhas, as mulheres são incríveis.


- Olá senhora Hyuga, trouxe companhia hoje? - já ia soltar o verbo sobre elas, mas quando eu olho pro lado as pestinhas estão parecendo anjinhos sentados.


Suas falsas, agora estão dando de comportadas, né?



Naruto


- Com certeza, elas são assim. Um dia eu fui sair com meu amigo e a Kushina implicou comigo por causa da fama de pegador dele. Achando que eu iria pegar essa doença também. - meu pai desabafa e dá uma tacada.


- A Hinata nunca foi assim, pra dizer a verdade, acho que eu que sou mais capaz de fazer isso. - é minha vez na partida e eu acerto no buraco.


- Que sorte, irmão, a Sakura semana passada quase me socou por causa de uma foto que curti sem querer. - você não me engana.


- Sem querer, Sasuke? Eu não caio nessas desculpinhas não. - ele me dá um tapa e um dedo do meio.


- Enquanto a gente está aqui jogando sinuca de boa, elas devem estar se produzindo pra uma festa de gala. - Sai já está super bêbado, jogando e cambaleando pro lado, nunca vi alguém tão fraco pra álcool.


- Mas acima de tudo, nós temos um amor gigante por elas. - digo e todos tiram sarro de mim.


- O meu filhão está apaixonado, que coisa linda. - vai me zuar mesmo?


- Limpa essa sua boca aí, porque está babando pela Hinata. - até o Sasuke?


- Eu não posso fazer nada se tenho uma mulher incrível do meu lado e eu sei dar valor! Vou me casar com ela amanhã e estou caidinho sim pela minha noiva perfeita. - digo bem alto pra eles ficarem sabendo que não tenho vergonha de falar isso. Todos me encaram em silêncio.


- Abraço coletivo no Naruto! - Sai grita e corre na minha direção. Meu pai vem também, mas o implicante desse Uchiha fica parado de braços cruzados.


- Eu não vou fazer isso, de jeito nenhum. - e agora quem faz questão sou eu. Vou em direção a ele e o puxo pra um abraço. - Eu quero ver você fazendo a Hinata muito feliz, tá me ouvindo?


- Pode deixar, essa é a minha prioridade número um, junto com o Borutinho.  - ele me abraça mais forte.


- Parabéns, dobe. Vocês merecem tudo de melhor.





Notas Finais


Uma pequena diversão deles antes do grande dia.

Espero que tenha gostado e obrigada por ler!! ❤❤💞💞


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...