1. Spirit Fanfics >
  2. Ego >
  3. Fogo

História Ego - Capítulo 5


Escrita por: smoke__machine

Notas do Autor


Heyy, deixem suas opiniões

Capítulo 5 - Fogo


Fanfic / Fanfiction Ego - Capítulo 5 - Fogo

POV< Giovanni Santori 



O celular de Fred não parava de tocar, então acabei atendendo por ele, e agora estou aqui com a amiga dele dentro do quarto olhando pra minha cara.


– Ele bebeu demais dessa vez...- Ela diz com um tom desapontada.


– “Dessa vez”?


– Sim, ou você queria que tivesse sido pior? O cara não bate bem.


– Eu já sabia disso, mas... 


– Olha, Giovanni, você é um cara legal e eu agradeço muito por ter feito tudo isso. Mas eu assumo daqui.


– O que?! Não! Fui eu que encontrei ele, a responsabilidade é minha.


– Você vai atrair problemas pra si mesmo...


– Eu não ligo- Falei curto e grosso e ela olha para mim – Eu sinto que sou responsável por isso, por ter brigado com ele hoje na aula.


– Você é burro?! Vai ficar atraindo problemas pra si mesmo por causa de um bêbado? Ele é meu amigo, você não é nada pra ele.


– Pode ser que por enquanto não, mas eu escutei sobre a história toda dele estar aqui. Eu quero ajudar. 


– ... Hum... E eu passei um inferno na terra só pra vir pro prédio dos dormitórios masculinos. Qualquer coisa dá uma ligada pro Enzo, ele pode ajudar.


– Enzo? 


– Sim, o filho do diretor que se formou ano passado.


– Hm.


– Que foi?- Ela pergunta e logo me olha com um sorrisinho malicioso – Ciuminho hein? 


– O que?! Eu?! Por quê?!


– Você e ele tem alguma coisa pra rolar esse ciúme todo? Ele não me conta as coisas.


– E-eu sou Hétero! 


– Sei sei... Hétero Flex.


– Caralho loira, eu tô falando que gosto de mulher...


– Se eu quiser te pegar agora, porque claro, você é bonitinho e tal.


– O que?- Sinto meu rosto esquentar – E-eu não vou querer... Mas isso não tem nada a ver! 


– Eu tô te zoando, seu virgem- Falou rindo e me dando um tapão nas costas – Vamos jogar cartas até esse cachaceiro acordar.


(...)



POV< Frederick Thomas 



Eu estou aqui de novo, nesse sonho de merda, olhando pro rosto da pessoa que eu mais desprezo nesse mundo. 


– Você saiu pra dar essa bunda de novo pelas minhas costas, não é?!- Ele grita como se fosse algo da conta dele, respirei fundo ciente de que isso é só um maldito sonho se repetindo.


– Nós terminamos faz tempo, isso não é da sua conta... 


– EU SOU O ÚNICO! VOCÊ DISSE QUE EU ERA O ÚNICO!- Gritou colocando as mãos sob os cabelos, os puxando para trás – Você é meu.


– Você não pode querer ser dono de alguém como se fossem sua propriedade, Leo- Falei suando frio e vendo sua expressão me assustar cada vez mais – Eu não sou sua propriedade! 


– Ah? Não?- Ele diz se aproximando de mim, começo a andar para trás em defesa.


– N-não... Se afasta!- Logo vejo que ele já estava com seu famoso punhal em mãos. 


– Se eu não posso ter você... - Logo ele me agarra pelo pescoço e me prensa de costas para ele na parede, me apunhalando na cintura – ... Ninguém mais pode...


Acordei na cama em um pulo, coloquei uma de minhas mãos na cintura e respirei aliviado por ter finalmente acabado, logo olho para o lado e vejo Josie e Giovanni jogando cartas sentados no chão do quarto. 


– Finalmente a princesa acordou!- Diz Josie em um tom sarcástico – Podia ter dado um gole, dois, talvez uns três, mas não, decidiu virar a garrafa inteira.


– Onde eu tô? E por que eu tô pelado? 


– Agradece o Giovanni, mal educado, o cara te deu banho e cedeu a cama dele pra você- Ela diz revirando os olhos, olhei para Giovanni e ele estava corado. Me levantei da cama e me ajoelhei em frente a ele, olhando no fundo de seus olhos. Ainda estou um pouco tonto por causa da bebida.


– Gio...- Falei em um tom neutro – ... O-obrigado- Agradeci e dei um beijo em sua bochecha. 


– Ah... D-de nada, Fred- Falou levando uma de suas mãos à sua bochecha arrancando um sorriso de meu rosto. 



Na hora escutamos o alarme de incêndio tocar, as luzes de emergência se acenderam na hora.


– Cadê minha roupa?- Perguntei.


– Usa uma minha- Giovanni responde – Acho que tá tendo um incêndio.


– Você acha?! Mas tu é um animal mesmo. Se veste, Fred! 


(...)



Corremos para o lado de fora da escola, o fogo não foi tão grande assim, mas é estranho pois começou bem na sala do diretor. Só consigo pensar no Enzo quando algo relacionado a fogo acaba acontecendo. 


– Tsc... Incendiário do caralho...- Falei com um sorriso no rosto, Josie olhou para mim na hora.


– Eu não achei que ele faria isso aqui- Ela diz.


– O cara é louco, óbvio que faria.


– Quem é Enzo?- Giovanni pergunta.


– É o peguete do Fred- Josie responde e eu arregalo os olhos – Mas é verdade ué, vocês são o que então? 


– Não somos nada- Respondi seco – Porém...


– Eitaaa.


– E falar nesse maluco, cadê ele?- Perguntei.


– Tô atrás de você- Escuto a voz de Enzo e levo um susto – Não sou nada seu, porém...


– Vai pro inferno- Falei o empurrando.


– Se eu não sou nada seu...- Fala baixando seu tom de voz e me puxando pela cintura – ... Como você explica isso aqui?- Perguntou me beijando logo em seguida, um beijo que se desenvolveu e ficou extremamente erótico em pouco tempo. 


– Uau...- Josie fala – Usando a língua desse jeito eu só posso imaginar uma coisa...- Diz mordendo o lábio inferior. Nos separamos e ele olha para Josie da cabeça aos pés.


– Eu não sou gay, sabe?- Enzo diz – Eu só não poderia perder a oportunidade de foder um cara como ele.


– E-ei!- Dei um tapa em seu ombro, ele riu em resposta.


– Vocês três querem dar uma fugida daqui?- Enzo sugere.


– E ir pra onde?- Giovanni pergunta seco.


– Sei lá, qualquer lugar que não seja um internato pegando fogo.


– VOCÊ QUE...- Logo ele coloca o dedo indicador na frente de minha boca.


– Shhhh... Ninguém mais sabe disso, fica quietinho- Falou piscando pra mim e dando um meio sorriso.


– Caralho...- Diz Josie praticamente devorando Enzo com os olhos, olhei para Giovanni e ele estava apenas sério de braços cruzados olhando a situação.


– Bom... Não sei vocês, mas eu vou levar esse daqui comigo- Disse jogando o braço em volta de meu pescoço.


– Eu falei que vou em algum lugar com você?- Perguntei olhando para ele.


– Sua amiga provavelmente vai querer ir- Falou Enzo olhando para Josie – Ela até elogiou meus movimentos com a língua. Você vai, não é, loira? 


– V-vou... Nós vamos, não é?- Josie diz cutucando Giovanni com o cotovelo.


– Hm? É... Claro... 


– Viu? Seus amigos vem, por falar em amigos, nunca ouvi falar desse loiro aí- Provocou Enzo.


– Engraçado, eu também nunca tinha ouvido falar de você, pelo visto o Fred não te menciona muito nas nossas conversas- Retrucou Giovanni, frio e áspero. 


– Nós não conversamos muito, ele gosta mais quando eu uso minha boca pra outras coisas... Você não entenderia antes de realmente provar a fruta, ele me lembra um morango- Corei quando Enzo retrucou Giovanni dessa forma, nem consegui falar nada. 


– Ah é?- Giovanni se aproxima de Enzo e o empurra para longe de mim, segurando meu rosto com uma de suas mãos e se aproximando lentamente. Fodeu, fodeu, fodeu, fodeu, fodeu – Vou experimentar esse “morango” então...- Sussurrou e me deu um selinho longo, mas não parou por aí, ele passa a língua em meus lábios e o beijo foi se aprofundando lentamente, ouvi Josie dar um gritinho e um mini surto do nosso lado, mas não me importei.



Fechei meus olhos e me deixei levar, entrelaçando nossas línguas deixando o beijo cada vez mais quente, Giovanni sorriu no meio do beijo e agarrou em meus cabelos me puxando mais para perto, percebi que ele dava umas olhadas implicantes para Enzo enquanto me beijava, logo nos separamos e ele limpa sua saliva de meus lábios com o polegar ainda me olhando.


– Giovanni?- Interroguei o olhando, eu realmente não esperava isso dele. 


– Agora até eu vou querer te beijar- Enzo implicou – Nós não namoramos, só fodemos, eu tava te zoando. 


– Boa zoada, consegui um beijo- Disse com um meio sorriso no rosto e logo em seguida olha para mim, merda, que pânico todo é esse? Parece que minhas personalidades estão brigando dentro da minha cabeça pela reação certa nesse momento. 



Notas Finais


Boa noite 💖


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...