História Ela não vai acabar com esse amor - Capítulo 9


Escrita por:

Postado
Categorias Orgulho e Paixão
Personagens Aurélio Cavalcante, Julieta Sampaio Bittencourt "Rainha do Café"
Tags Amor, Aurélio, Aurieta, Eduarda, Julieta, Love, Orgulhoepaixão, Romance, Vitoria
Visualizações 225
Palavras 1.318
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


OIEEEEEEEEEE voltei desculpa os ERROS e COMENTEM por favor

Capítulo 9 - O vestido e a morte


Fanfic / Fanfiction Ela não vai acabar com esse amor - Capítulo 9 - O vestido e a morte

Passou um dia , uma semana , um mês e nada , ele só mandava cartas para ema falando como era tudo muito lindo onde ele estava falava dos amigos que conhecia e algumas vezes de mulheres que tentavam se aproximar dele mais ele não ligava , quando completou um mês que ele partiu Aurélio se arriscou e comprou um vestido vermelho vinho comprido de mangas longas tinha um tecido macio , e pela primeira vez enviou algo para o amor da sua vida ....sim ele enfim tomou coragem e mandou algo para Julieta ele não podia se arriscar muito não colocou nome só enxarco o vestido com seu perfume com sorte ela perceberia o seu cheiro ali naquele vestido se o cheiro ficar até chegar ao Brasil sim ele estava fora morando em Londres

Vou explicar a você leitor como eram feitas as cartas que Aurélio mandava a ema ele somente mandava sem dizer de onde é a carta como ele sabia que ela e o pai estavam morando na fazenda de Maria Luísa sempre mandavam a carta para lá por isso ema não tinha como ir atrás dele ou pelalmenos mandar uma carta a seu pai

O vestido enfim chegou a fazenda Bittencourt e quem recebeu foi Eduarda

- meu Deus que vestido lindo- Eduarda fica surpresa e com dúvida

-minha filha Mercedes falou que chegou .... - Julieta para ao ver o vestido - que lindo vestido

- você comprou esse vestido? - tinha o nome de Julieta escrito em dourado na caixa Aurélio era muito romântico

- não , sabes que não isso cores , não é seu? - Julieta fica curiosa

- não mamãe tem seu nome enorme na caixa olhe- Eduarda pega a caixa que havia esquecido no sofá da sala e mostra para a mãe

-mais eu não comprei nem um vestido e ainda mais sem se preto - Julieta pega o vestido

- e se alguém mandou não tem cartão ou carta nem um nomezinho de quem lhe presentearia com vestido tão lindo- Eduarda sorria para a Mae

- quem mandaria , melhor quem mandou não sabe que eu não uso cores - Julieta decorava o vestido tão lindo

- você não tem nem ideia de quem lhe daria esse vestido ?- Julieta entrega o vestido para Eduarda

- não , não consigo imaginar quem me mandaria - Eduarda se aproxima de Julieta colocando o vestido em seu corpo

- mais ficaria lindo em você mamãe - as duas ri

- não , nao .... Vou ficar com meu preto mesmo - Julieta sorri enquanto Eduarda pegava o vestido - EDUARDA , trás aqui esse vestido

- certo, calma - Eduarda se assusta

Quando Eduarda tirou o vestido de perto sentiu aquele cheiro , pode até ter passado um mês mais não esqueceria era tão marcante e doce

- Aurélio....- Julieta fala em um sorriso enquando cheirava o vestido

- meu pai? - Eduarda não entendia

- sim , minha filha foi seu pai que mandou - Julieta sorria boba olhando pro vestido

- mais como a senhora sabe? - Eduarda ria da mãe que olhava apaixonada para o vestido vinho

- tem o cheiro dele - Julieta deixa o vestido na caixa e senta triste

- o que aconteceu mamãe ? - Eduarda se ajoelha perto da mãe

- saudades , estou com saudades do seu pai - Julieta fica com os olhos marejados - ainda não consigo Acreditar que ele tenha... Melhor nunca tenha me amado

- mãe eu tenho certeza como ele lhe amava , o jeito que ele lhe admirava falava da senhora era impossíveis ele não lhe amar- Eduarda fala tentando consolar a mãe

Batem na porta e Mercedes vai abrir

- bom dia - era ema toda vez que chegava carta do pai ela ia a casa de Julieta - olhem o que chegou

- uhul uma carta - Eduarda fala animada

- ema olhe - Julieta aponta para o vestido

- meu Deus que ...lindo é maravilhoso a pessoa que escolheu tem mesmo um ótimo gosto de quem é? - ema se aproxima do vestido e o admira

- o bom gosto é de nosso pai , ema - Eduarda é quem responde

- e o vestido é meu - Julieta fala logo após

- meu pai? Ele que mandou ?

-sim- Eduarda e Julieta respondem em armonia

- acho que ele aprendeu algumas coisas comigo - todas ri

- o que diz a carta ? - Eduarda estava curiosa

- ah sim achei tao lindo o vestido que me perdi vou ler para vocês-todas se setam e ema começa a ler

Carta &&&&&&&&&&&

Ema Cavalcante

Minha amada filha lhe escrevo de novo e novamento peço desculpa por não mandar meu endereço para você poder me mandar notícias mais tenho maneiras de descobrir tudo que aconteceu aí mas , mudando de assunto hoje fui a um museu muito belo e no caminho vi várias vitrines com vários vestidos lindos lembrei de você eram claros e cheios de renda como você gosta e em uma das vitrines tinha um vestido vinho lindo de mangas compridas , seria um sonho ver Julieta nele então decidi comprar a carta vai chegar junto com o vestido espero que ela goste e quarde mesmo que só use preto , beijos te amo

Aurélio Cavalcante

&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&

- foi ele mesmo que mandou - Eduarda , ema e Julieta estavam muito felizes

Ernesto entra correndo na casa de julieta

- meu amor o que acontece? - ema fala a Ernesto que estava ofegante

- meu Deus Ernesto está tudo bem ? - Julieta fica preocupada

- comigo sim mais com Xavier .... - todos se olham

- esse Ernesto foi aquele monstro que me sequestro não foi? - Eduarda nunca havia visto Xavier , quando foi sequestrada ele não ia vê ela

- sim foi ele - Julieta responde

- - então o que aconteceu - ema e todos na sala estavam atentos ao o que Ernesto falaria

- Xavier foi assassinado - todos ficam surpresos e de boca aberta não esperavam tal coisa

&&&&&& LONDRES &&&&&&&&&

- AURELIO.....Aurélio - Vitório desce as escadas iqual doido quando Aurélio chega na casa

- calma amigo calma o que aconteceu? - Aurélio fala caminhando até o sofá e tirando o paletó

- meu amigo , tenho notícias do vale - Vitório era um amigo se Aurélio ele era novo e tinha a mesma idade que Eduarda

- o que aconteceu no parque vale do café? - Aurélio senta e aponta para a cadeira e Vitório senta

- lembra de Xavier Vidal? - Vitório sabia de tudo

- mais é claro , ele acabou com minha vida - Aurélio não tinha como esquecer

- pois é , então mataram Xavier Vidal - Aurélio arregala os olhos

- co como? Xavier morto ? Não acredito - Aurélio solta um sorriso - não era pra mim estar feliz mais.... Isso quer dizer que posso enfim voltar ao vale do café

Os dois se levantam e se abraçam Aurélio solta risos enquando levanta o mais novo

- e você vai comigo para o vale estou doido para rever meu vale - Aurélio estava com uma felicidade sem tamanho

- enfim vou conhecer o tão bem falado vale do café - Vitório esse sim era alguém fiel e muito amigo

Vitório era como secretário de Aurélio nos negócios com cavalos e gados em Londres , ele era moreno alto e muito , bem bonito

- você vai amar o campo e aliás podemos cuidar dos negócios de lá

- e Julieta ?

- acho que ela não vai querer me ver , me despedi dela de uma forma muito fria duvido que ela ainda queira me ter ao seu lado

- ela nao deve ser ... Tão assim como fala, aposto como ela ainda te espera

-mais não vou desistir de tela , já tive seu amor uma vez e se for preciso vou conquistar de novo e posso passar por tudo

CONTINUAAA


Notas Finais


Espero que gostem e comentem e favoritem por favor isso me anima muito


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...