História Entre a vida e a morte. - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias Depois das Onze, Lucas "Luba" Feuerschütte, Lucas "T3ddy" Olioti, Neagle, Rafael "CellBit" Lange
Personagens Gabriel "Neox" Soares, Personagens Originais
Visualizações 52
Palavras 1.872
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Hentai, LGBT, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Survival, Suspense, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 8 - Lembranças...


Fanfic / Fanfiction Entre a vida e a morte. - Capítulo 8 - Lembranças...

   05 de fevereiro de 2016 23:02

                      (Avião)

Finalmente pousamos depois de quase oito horas de voo direto estamos em terra firme ou melhor, estamos no Brasil.

Desembarcamos do avião e estávamos a espera das nossas malas, eu estava com uma sensação de ter deixado algo lá em Orlando, algo especial, algo importante para mim mas não faço ideia do que é.

Quando chegamos na casa de Lindsey, que era mais moderna comparada à casa de Orlando, ela me mostrou meu quarto provisório. Desmanchei todas as minhas malas, tudo estava lá, roupas, sapatos, eletrônicos... Não faltava nada... "Estou ficando louca, só pode..." Pensei, mas a sensação não passava.

  05 de fevereiro de 2016 00:04

          (Neaglehouse)

*Neox on*

Todos tinham ido dormir e eu também, mas eu não conseguia pregar o olho, era uma sensação terrível como se eu tivesse perdido algo... "Mais do que eu perdi, impossível..." Falei pra mim mesmo.

Quando finalmente pego no sono o despertador toca, "Só pode ser brincadeira". Me levantei e fui no banheiro fazer minha higiene matinal, tomei um banho, me arrumei e fui para o curso. O Eagle não fazia aula comigo então fui sozinho, com minha bike e meu fone de ouvido.

Cheguei em cima da hora quase junto com a professora, queria conversar com a Sarah sobre a noite da balada, mas não cheguei a tempo. Então sentei ao lado do Luca, meu melhor amigo.

#quebradetempo#

A aula tinha acabado e eu ainda não tinha falado com ela.

(Sarah) - Gabriel, oi - ela estava estava com a respiração pesada como se tivesse corrido -... Rapidinho deixa eu recuperar meu fôlego, você anda mais rápido do que parece *risos*. Então queria conversar com você sabe... Aquela noite e tals... - ela estava nervosa? Parecia que sim, mas deixei pra lá - se quiser podemos ir caminhando nossas casas são na mesma direção...

(Neox) - Ok...

(Sarah) - Na verdade... Eu queria te perguntar uma coisa, mas se não quiser entrar no assunto tudo bem eu entendo... - e lá vamos nos...- eu soube que você namorava a Malia...

(Neox) - Sim, nós namorávamos. Porque?

(Sarah) - Ah sei lá, é que eu fiquei curiosa... Como se conheceram?

(Neox) - Bom... Estudávamos juntos, ela me odiava, eu detestava ela, e em uma festa ela tinha feito uma aposta de pular do primeiro andar em uma piscina, ela perdeu e pulou mas bateu a cabeça e num piscar de olhos eu me joguei na piscina para salva-la, depois disso ela me beijou e nós ficamos, até em um dia eu pedir ela em namoro... - ela escutava tudo isso com a boca entre-aberta.

(Sarah) - Nossa, é sério? Que demais.

(Neox) - Você realmente acreditou? É claro que não. *Risos* - ela me deu um soco no ombro que doeu pra caralho mas fingi qua nada tinha acontecido.

(Sarah) - É claro que eu acreditei seu idiota.

(Neox) - Sendo sincero, a parte que a gente se odiava no começo era verdade, mas uma vez a professora fez um trabalho em dupla e ela tinha me colocado junto com a Malia, porque eu não sei... Nós só descutiamos todo santo dia... - eu sorria lembrando das cenas.

*Flashback on*

A sirene tinha tocado, avisando que a aula já começou, e como sempre eu estava atrasado.

(Professora) - Atrasado de novo Gabriel? Dá próxima vez você não entra, já sabe disso não é?

(Neox) - Sim.

(Malia) - Nossa... O que será que esse menino faz todo dia pra chegar atrasado desse jeito? - ela dizia olhando para suas amigas movimentando sua mão pra cima e pra baixo.

(Neox) - Fica na sua garota. - elas riem da minha cara.

(Professora) - pessoal parem com isso, srta. Malia por favor saia de cima da mesa. - ela fala e Malia desce com a as duas mãos para cima como se tivesse sido pega. - vamos começar, livros na pág. 34.

(Malia) - Amanhã acorda 15 minutos mais cedo, vai ajudar juro - ela sussurra no meu ouvido, o que me faz arrepiar.

(Luca) - Cara, não liga pra isso... Sabe como a Malia é. - Luca era meu melhor amigo, sempre fazíamos tudo juntos e como não podia deixar isso em branco Malia dizia que fazíamos um belo casal, mal sabia ela que ele tinha uma namorada.

(Professora) - Alunos hoje eu vou passar um trabalho em dupla para vocês, fiquem a vontade para escolherem... Menos vocês dois, Gabriel e Malia vocês farão o trabalho juntos.

(Malia) - Mas pro...

(Professora) - Nada de "mas...", vocês irão fazer juntos e pronto.

(Malia) - Ok. - ela fala derrotada.

(Professora) - Eu quero pra próxima aula, sem falta. O tema está no quadro anotem.

(Malia) - Amanhã na minha casa umas 14h beleza?

(Neox) - Pode ser.

A aula já tinha acabado então fui até o bicicletário e finalmente casa. O Eagle provavelmente já tinha saído para o seu curso e ia demorar mais um pouco para voltar.

Passo a tarde inteira sem fazer nada apenas pedi o meu almoço, mas comi em casa mesmo. Quando Eagle chegou eu contei pra ele o que aconteceu no curso.

(Eagle) - Você vai ter que fazer o trabalho com a Malia?

(Neox) - Sim...

(Eagle) - Posso saber qual é o problema?

(Neox) - Como assim "qual é o problema"? É a Malia, Malia Platten.

(Eagle) - Eu conversei com ela uma vez, ela foi bem legal comigo. Não sei porque tem tanta raiva dela.

(Neox) - vai ficar do lado dela agora? Pensei que fossemos primos. Não só primos, melhores amigos e é isso que você me diz?

(Eagle) - Para de drama Neox, olha se serve de consolo, vai ser apenas um trabalho que não vai demorar nem vinte minutos.

(Neox) - Você que pensa, eu fui dar uma olhada no tema e é muita, muita, MUITA coisa.

(Eagle) - ... - ele riu, não só riu ele quase morreu de tanto rir. - foi mal cara, é que... Você se fodeu...

(Neox) - Jura? Não sabia...

(Eagle) - Tenta ser legal com ela, o máximo que ela pode fazer é de dar um soco.

(Neox) - Ajudou muito.

(Eagle) - Eu ainda não entendi porque vocês se odeiam.

(Neox) - Sei lá, é-é que ela vive pegando no meu pé e isso é estúpido e acaba me irritando.

(Eagle) - Posso fazer uma pergunta? - já sabia do que se tratava.

(Neox) - Não.

(Eagle) - Você é afim dela?

(Neox) - Eu tinha dito que não era pra fazer a pergunta.

(Eagle) - Por isso que você "odeia" ela, você é afim dela!

(Neox) - Não dá pra conversar com você.

(Eagle) - Conta pra ela.

(Neox) - Você tá louco, ela me zoa naturalmente imagina se eu dissesse que gosto dela.

(Eagle) - Você acabou de admitir, que gosta dela.

(Neox) - Ah, vai se foder Eagle. Quer saber vou ir pro meu quarto, amanhã vai ser um longo dia...

#quebradetempo#

Acordei com o despertador tocando, mas como hoje era sábado então podia dormir mais um pouco. Porém minha glória não durou muito, o Eagle me acordou com mais uma prank, às vezes eu odeio essa merda. Aproveitei e fui me ajeitar faltava duas horas ainda para eu ir na casa da Malia. Almocei junto com o Eagle e o Filipe e quando faltava uns quinze minutos eu fui ao encontro dela.

Conferi se estava tudo em ordem e finalmente toquei a campainha.

(Malia) - Tô indo.

Ela abriu a porta e pediu para que eu entrasse, ela usava um short jeans, uma blusa larga, um rabo de cavalo mal feito e um casaco de moletom, não entendi o porquê do casaco tava um calor do inferno, como ela aguentava? E estava com um prato raso cheio de biscoitos e doces.

(Malia) - Oi, bem vindo ao meu cafofo, quer um? - ela pergunta esticando o prato. Recusei.

(Malia) - Não seja tímido, desculpa a demora eu tava assistindo filme com minha irmãzinha.

(Neox) - Não sabia que tinha uma irmã.

(Malia) - Bem... Agora sabe.

(Malia) - Mia eu vou fazer um trabalho, tente não quebrar nada... - ela disse para a pequena.

(Mia) - Ok - ela ajoelhou no sofá e virou para a nossa direção - Esse é o seu namorado? - eu corei na hora.

(Malia) - N-não mia, ele é só um amigo, eu não tenho namorado.

(Mia) - É que eu escutei você conversando com a Clara que...

(Malia) - Porque estava escutando nossa conversa? - ela interrompeu a irmã.

(Mia) - Opa... - a Malia revira os olhos.

(Malia) - Vem Gabriel, vamos pra o meu quarto. - concordei com a cabeça e antes de subir-mos, Mia me cumprimenta com um chauzinho, apenas sorri e fiz o mesmo.

(Malia) - Desculpa pela minha irmã, ela é sem noção.

(Neox) - Não fala assim dela, ela parece ser um anjinho.

(Malia) - Isso porque você não mora com ela. - Nós rimos, o Eagle estava certo até que não tá sendo tão ruim assim... Pelo menos não agora.

Ela procurava alguma coisa, enquanto isso sentei em sua cama e fiquei esperando.

(Malia) - Só um minuto, eu vou ver onde está meu notebook.

(Neox) - Tá. - ela saiu do quarto, o que me deu mais tempo para observar, seu quarto era bem legal até. Era claro, na janela tinha uma cortina branca um pouco transparente, também tinha uma mesinha que provavelmente era onde ela estudava, um guarda roupas e uma cômoda com espelho, mas o que mais chamou minha atenção foi um pedaço de uma das paredes ser preta com desenhos, frases e assinaturas escritas em giz colorido.

(Malia) - Quer assinar também? - estava tão concentrado lendo que nem percebi quando ela entrou. - a caixinha de giz tá aí do lado.

(Neox) - Posso mesmo?

(Malia) - Claro, todo mundo que já veio aqui assinou. Porque você ficaria de fora.

(Neox) - Talvez porque você me odeie - sussurrei.

(Malia) - Olha... Eu não te odeio tá, eu só gosto de pegar no seu pé... Mas se quiser eu paro com isso.

(Neox) - Porque faz isso? - ela me encarou por um tempo.

(Malia) - É que você quase não fala, sempre ficou muito na sua... Não sei se você lembra mas eu já tentei te juntar ao grupo, mas você sempre ficou no seu cantinho. Essa foi a única forma de escutarmos sua voz.

Sem pensar muito eu a beijei, era pra ser um simples selinho, mas acabou virando um beijo calmo mas com desejo, desejo dos dois lados. Ela queria aquilo tanto quanto eu.

(Mia) - Você disse que ele não era o seu namorado. - ficamos encarando a garotinha e seu coelho de pelúcia assustados.

(Malia) - MIA!! - a mesma sai correndo escada a baixo.

Malia me encarava, ela estava vermelha e com certeza eu estava da mesma forma. Rir era a única coisa que conseguimos fazer.

(Malia) - Vamos terminar logo esse trabalho...

*Flashback off*

(Sarah) - Gabriel? Está me ouvindo?

(Neox) - O-oi - falei ao sair do meu transe.

(Sarah) - Escutou alguma coisa que eu falei? - não sabia o que falar.

(Sarah) - Deixa pra lá, bom minha casa fica do lado de lá então já vou indo.

(Neox) - Beleza. - antes de virar ela me dá um selinho.

(Sarah) - A gente se vê amanhã. - ela acena.

(Neox) - Até. - repito seu gesto.

Quando Sarah finalmente sai do meu campo de visão, subo na bicicleta e vou em direção a minha casa. Almocei, esperei o Eagle e fomos fazer nossos afazeres.

*Neox off*


Notas Finais


Boa noite! 😇 🌃


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...