1. Spirit Fanfics >
  2. Entwined souls (Gtop - Zikwon - Namjin) >
  3. Capítulo - 18

História Entwined souls (Gtop - Zikwon - Namjin) - Capítulo 42


Escrita por:


Notas do Autor


Boa leitura meus demoninhos♡

Capítulo 42 - Capítulo - 18



Do mesmo jeito que o humor de todos mudou, o clima quente também se modificou, o céu antes limpo e com um sol brilhante, virou cinzento e chuvoso


Seunghyun andava de um lado para o outro, não conseguia pensar direito e nem se concentrar, seu marido e seu filho tinham sumido sem deixar pistas


Os pequenos gêmeos estavam sob os cuidados dos avós, Seunghyun não tinha condições de cuidar dos filhos nesse momento, a única pessoa que fazia companhia para o alfa era seu pai que estava sentado no sofá tentando compreender o que aconteceu com o genro e o neto


O silêncio foi quebrado com o celular de Seunghyun, era uma mensagem de texto. O alfa mais novo olhou para o pai que assentiu e se aproximou de si


"Olá Seungie, a quanto tempo alfa. Sei que seu marido e o bastardo que você chama de filho sumiram, gostaria de os encontrar? Venha na cabana abandonada da floresta, mas sozinho"


Seunghyun suspirou irritado, era um número desconhecido. Tentou ligar mas só caia na caixa postal


O celular quebrou quando foi jogado com raiva contra a parede, Siwon olhou preocupado para o filho que logo sumiu de sua vista


Siwon procurou pelo filho e o viu colocando um casado grosso e pegando um outro


—Eu vou, voxe vai voltar e ficar com a mamãe - Seunghyun diz saindo do quarto e sendo seguido pelo pai


—É perigoso ir sozinho Seunghyun - Siwon fala sério —Não vou deixar você se colocar em risco assim


Seunghyun se virou para o pai, podia ver pelo olhar do mesmo que a preocupação era enorme


Siwon estava na porta do quarto do filho e suspirou aliviado ao levo se aproximar de si


—Me desculpa pai - Seunghyun sussurra


Siwon fica confuso, mas antes que pergunte algo sente seu corpo ser empurrado para trás até cair sentado no chão do quarto, viu a porta ser fechada com força e rapidez


Seunghyun suspirou ao trancar a porta com o casaco que tinha nas mãos, conseguiu amarra na fechadura e a outra ponta na mesa que tinha ao lado, seu pai demoraria para entender com o estava preso e isso o atrasaria. Não podia deixar seu pai ir junto, não sabia o que poderia acontecer e não o colocaria em perigo por nada


As batidas que seu pai dava na porta foram ao vidas até que estivesse fora do apartamento, trancou a porta da entrada e foi direto para o elevador, mas o mesmo estava demorando, Seunghyun correu até as escadas e as desceu com rapidez, não tinha tempo para pensar em nada naquele momento



(...)



O silêncio preenchia o carro, Seunghyun olhava para a floresta por alguns segundos antes de sair do carro e correr floresta a dentro, a chuva estava forte mas na o atrapalhava, estava focado em chegar na cabana e ver se sua família estava bem


A corrida levou alguns minutos, seus olhos estavam vermelhos, seu lobo podia sentir o cheiro do seu amado ômega e seu filhote, mas o cheiro de Luhan que também foi notado o fez uivar irritado. Seunghyun parou na frente da porta, havia um cheiro forte ali, um cheiro nunca sentido por si, era um alfa e isso o irritou ainda mais


A porta foi aberta com brutalidade, a escuridão banhava a maior parte da cabana, mas o meio era, mau, iluminado pelo velas, ali estava Jiyong abraçado com Chanyeol, o pequeno alfa olhou aliviado para Seunghyun, mas mudou seu foco quando passos foram ouvidos


Seunghyun olhou para o lado de Chanyeol e pode ver um corpo saindo das sombras, ele era o alfa. Não demorou muito para Seunghyun notar o medo que seu marido sentia do outro, logo constatou quem era o maldito alfa


Para seu marido, só havia um alfa capaz de fazê-lo tremer daquele cheiro


—Você


Todos ali presentes puderam sentir a raiva na voz de Seunghyun, mas diferente dos outros, o alfa do passado de Jiyong riu


—Você é esperto - Leo falou e olhou para Chanyeol que o olhava sem emoção —Você é o marido então


Seunghyun não respondeu, notou Luhan atrás do outro alfa


—É muita coragem sua ter assumido um ômega tão sujo - Leo diz e olha para Seunghyun —E de brinde ganhou um bastardo que deveria estar morto igual ao irmão


A fala irritou Seunghyun, mas a risada que o outro deu no final da sua fala, fez seu lobo o dominar completamente


—Solte os dois - a voz mais grossa qeu pertencia ao alfa lúpus fez os Ômegas se arrepiarem e se encolheram assustados


Ao ver Leo se aproximar de Seunghyun, Jiyong soube que algo de ruim poderia acontecer a qualquer momento



•••



Seokjin estava preocupado com Jiyong e Chanyeol, torcia para que os dois estivessem bem e que voltassem logo


O ômega suspirou ao ver que a chuva não passaria, olhou as horas, cinco e vinte, estava na hora de ir pegar Joo no parquinho


Namjoon e sua família moravam perto que um parque onde os pais levavam seus filhos e deixavam eles brincando com três betas que cuidam das crianças, as três eram conhecidas e cuidavam de crianças a muito tempo


Por sorte tinha uma área que era coberta, então Joo pode simplesmente ir brincar com seus vizinhos


Seokjin andava com cuidado, a chuva estava forte e as pessoas que estavam passando por si estavam apressadas. Sorriu ao ver um conhecido se aproximar enquanto seu alfa segurava o filho de ambos


—Esta indo buscar a Joo? - o ômega perguntou assim que se cumprimentaram


Seokjin assente mas estranha a expressão confusa do outro


—Achei que você tinha mandado alguém - explica


—Porque acha isso? - Seokjin pergunta confuso


—Vimos um homem com a Joo


A informação fez Seokjin se preocupar, em passos rápidos chegou na porquinho e nem notou que havia jogado no chão o guarda-chuva


A cena que viu fez seu coração acelerar, sua pequena flor estava nos braços de outro homem e assim que notou quem era, Seokjin se aproximou rapidamente e tirou Joo dos braços do outro


—O que você está fazendo aqui? - Seokjin pergunta se afastando do alfa


Seokjin sentia seu corpo tremer, aquele que estava a sua frente era Ken, seu antigo e abusivo namorado


Ken sorriu ao ver Seokjin


—Achei que iria demorar mais para chegar - o alfa falou se aproximando


Seokjin acaba de afastando ainda mais até sentir suas costas baterem contra algo, o ômega escorrega até o chão e se encolhe abraçando sua filha. Lágrimas caem dos olhos de Seokjin, as lembranças do relacionamento abusivo vieram como tiros em sua mente, a peses e o medo que sentia do outro vieram à tona


Joo olhava para Seokjin confusa, não entendia porque sua mãe estava chorando assim


Seokjin levantou a cabeça quando sentiu alguém se aproximar


Namjoon se agachou ao ver o marido chorando, abraçou os dois Ômegas e esperou Seokjin se acalmar


—O que aconteceu Jin? - Namjoon perguntou


Seokjin negou com a cabeça e voltou a abraçar Namjoon com força enquanto deixava Joo em segurança no meio ambos


—Vamos para casa, depois conversamos - Namjoon fala calmo


Seokjin se levanta e vê Namjoon pegar a filha com um dos braços e logo segurou a mão do marido com a livre



(...)



—Está mais calmo? - Namjoon pergunta baixo perto do ouvido do ômega


O alfa estava sentado na cama de casal com Seokjin em seu colo, Joo estava no colo do ômega, a pequena estava entretida com algo no celular de Namjoon


Seokjin olha para o alfa e assente


—Vai me contar o que aconteceu? - Namjoon pergunta


Seokjin suspira e acaricia o cabelo liso e fino da fina


—Ken estava com a Joo quando eu cheguei no parquinho - Seokjin diz baixo, se Namjoon não estivesse tão próximo, era possível que nem ouvisse o que o outro disse


—Ken, aquele Ken? - o alfa pergunta baixo


O lobo de Namjoon se irrita quando Seokjin confirma com a cabeça


—Eu vou resolver isso tá? Não se preocupe - Namjoon fala baixo e beija a testa do marido



•••



Yukwon olhava Jiho se arrumar rapidamente, estava preocupado que seu alfa


—Acho melhor você ficar Jiho - Yukwon fala


—Eu sinto que algo está prestes a acontecer Yu, só não sei o que - Jiho fala e olha para o ômega sentado na cama o observando preocupado —Só vou ver se todos estão bem, logo eu volto e vamos ficar no nosso quarto com os meninos, estava bem?


O alfa para na frente do noivo que se levanta e o abraça com força


—Uma hora - Yukwon sussurra —Quero você de volta em uma hora no máximo


Jiho sorri fraco, beija o noivo calmamente, pega seu celular e sai do quarto


Sehun e Youjin estavam no sofá, ambos olham para Jiho curiosos. Um beijo do alfa mais velho é depositado em cada testa antes de pegar o capacete da moto e sair apressado


Yukwon aparece na sala logo depois da porta se fechar


—Onde o pai foi? - Sehun pergunta olhando para o ômega


Yukwon suspira


—Não se preocupe, logo ele volta - Yukwon fala e pega Youjin nos braços —Que tal irmos assistir um filme lá no meu quarto?


Youjin assente animado, Sehun encara Yukwon e depois a porta


—Vamos Hunnie, vocês podem escolher o filme enquanto eu pego algumas coisas para comer - Yukwon fala chamando a atenção do filho mais velho


Sehun se levanta e segue Yukwon até o quarto, podia apostar que algo estava acontecendo e quem ninguém iria lhe dizer nada, torcia para que Chanyeol lhe respondesse logo para mostrar que estava errado, mas o primo não o respondia e nem recebia as mensagens


O alfa tinha até mandado mensagem para Kyungsoo, mas o outro respondeu que também não era respondido e nem suas ligações eram atendidas


Um trovão algo fez Sehun olhar para a janela que tinha no quarto de seus pais, enquanto seu ouvido mantinha atenção em seu irmão e pai, seus olhos observavam a chuva cair furiosamente do lado de fora





Notas Finais


Espero que tenham gostado e desculpem os erros♡

Jiyong sentindo que algo está prestes a acontecer 😶

Ken fez nosso Seokie chorar💔

Jiho saiu para ver se todos estavam bem, será que ele vai ajudar o tio Siwon?🤔


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...