História ESPERANDO POR VOCÊ - JB - GOT7 - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Blackpink, Got7, Neo Culture Technology (NCT), Stray Kids, TWICE, Wanna One
Personagens Bang Chan, Dahyun, Jackson, JB, Jennie, Jeon Jungkook (Jungkook), Jihyo, Jisoo, Kang Daniel, Lisa, Lucas, Min Yoongi (Suga), Rosé
Tags Got7
Visualizações 43
Palavras 1.374
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpem qualquer erro!
Boa leitura 💜💜💜💜

Capítulo 11 - Acidente?


Fanfic / Fanfiction ESPERANDO POR VOCÊ - JB - GOT7 - Capítulo 11 - Acidente?

Pov's s/n

Já se passou uma semana e eu e jb não nos falávamos, aquilo era muito estranho e chegava a ser constrangedor as vezes, como na hora de sentar perto dele por não ter carteiras sobrando, ou quando o professor fez um sorteio para apresentar um seminário e caímos no mesmo grupo por puro azar.

Devo confessar que ta sendo muito difícil ver as todas as garotas da universidade dando em cima dele, principalmente a jisoo, mas graças aos céus eu sempre tive o apoio dos meus amigos. Era sexta feira, uma hora da manhã, e eu estava deitada na minha cama falando no celular com Jihyo e Dahyun.

Ligação on//

~ s/n você não acha que já deu castigo demais no jb ignorando ele a semana toda? - Jihyo perguntou.

~ Jihyo tem razão s/n, querendo ou não vocês se gostam demais, e ele tava com bastante raiva. Mas óbvio que se vocês conversarem pede pra ele tentar melhorar no ciúmes. - Dahyun disse.

~ Vocês tão defendendo muito ele não acham?

~ Jihyo pode trancar eles dois em uma sala também? - Dahyun-ah brincou e rimos todas juntas.

Pov's jb

Era madrugada e eu não conseguia dormir pensando na s/n. Ela me ignorou por completo durante toda essa semana, mas eu não tiro a razão dela, é merecido por tudo que eu fiz ela passar naquele dia. A gorota que eu amava era bem difícil de se lidar às vezes mas eu entendo o lado dela. Eu ia tentar melhorar meu ciúmes a todo custo, não sei por que agi de forma tão impulsiva com ela, totalmente cego e influenciado pela jisoo.

Olhei meu celular e vi que s/n estava online, estranhei por que se tinha que aquela menina amava era dormir. Passei vários minutos pensando se eu deveria ou não ligar pra ela, e tentar me desculpar pela milésima vez. Eu sentia muito a falta dela, de como ela conseguia mudar minha rotina do nada, de como ela dava alegria pra minha vida.

- Dane-se eu vou ligar - disse a mim mesmo.

Pov's s/n

As meninas já tinham desligado mas eu continuava online vendo as postagens das pessoas. Me surpreendi quando vi o nome de jaebum na tela do celular, minhas mãos começaram a soar e meu coração acelerar. Podia ser uma simples ligação mas eu me sentia estranhamente nervosa, fazia dias que eu não falava com ele. Resolvi atender e saber o que ele queria.

Ligação on//

~ S/n? - a voz de jb soou grave e eu não pude controlar os arrepios em minha pele.

~ o-oi jb - respondi com uma ponta de nervosismo.

~ eu queria falar com você.

~ okay, pode começar.

~ eu queria te pedir desculpa de novo por tudo que aconteceu, eu pensei bastante sobre minha atitude e percebi que eu sou mesmo um idiota por ter sido manipulado pela jisoo.

~ pelo menos você reconhece isso.

Resolvi testar jaebum, talvez ele estivesse falando tudo aquilo só por que tinha medo de eu ter ficado com outra pessoa ou algo do tipo.

~ jb eu fiquei com alguém. - disse sentindo um enorme frio na barriga. Um pequeno silêncio se instaurou até ele responder.

~ você fez isso por que tava com raiva?

~ sim.

~ okay, não estavamos juntos, de certa forma, então...

~ quer dizer que você também ficou com outras garotas? - disse já querendo jogar meu celular na parede.

~ só por que você fez isso e eu não tô surtando com você, não significa que eu eu também fiquei com outras pessoas. - suspirou e continuou

~ eu fiz muitas coisas erradas na hora da raiva também então eu sou a última pessoa que pode te culpar por isso. Já disse que vou melhorar por você.

~ você é inacreditável

~ me perdoa?

~ sim jaebum eu te perdoou

Passamos horas conversando sobre várias coisas e quando finalmente o sono chegou até nós, nos despedimos.

~ Eu senti sua falta - jb disse com voz sonolenta, eu tinha que admitir que aquilo acabava comigo por inteira.

~ Eu também. E ah, jaebum?

~ hum?

~ eu não fiquei com ninguém só queria ver a sua reação - sorri de forma nasal

~ woah, você mente muito bem, eu acreditei de verdade...

~ durma bem amor, até amanhã - ele disse e eu sentia como se eu estive mais apaixonada a cada milésimo.

~ Tchau amor. - disse desligando a ligação 

Ligação off//

Jb e eu tínhamos combinado de que eu iria passar o sábado na casa dele então tratei de dormir logo para que amanhecesse rapidamente.

Amanheceu e me arrumei rapidamente, coloquei uma calça moletom que era meu vício e uma blusa mais curta de manga. Logo desci para tomar o café da manhã junto com minha mãe.

Ouvi a campainha tocar com certeza era jaebum, dei um pulo da cadeira e fui logo abrie a porta. Jb estava lindo com uma blusa vermelha, uma calça preta rasgada e de boné. Woah ele de fato ficava bem naquilo.

O abracei com vontade e ele retribuiu, aliás faziam dias que não nos tocávamos.

Pedi pra ele entrar e conversar com minha mãe enquanto eu ia buscar minha bolsa no meu quarto.

- Mãe o jb ta na sala, faz companhia a ele. - gritei subindo as escadas enquanto sorria pro garoto que parecia desesperado por conhecer minha mãe.

Quando descia, vi os dois sentados no sofá conversando e rindo bastante, sorri ao ver a cena. Fui descendo os degraus pisei em falso e cai de uma altura relevante, senti minha cabeça se chocar no chão, minha visão escurecer e apaguei.

Pov's jb

A mãe da s/n era certamente legal como eu havia pensado, era brincalhona e super autêntica. Ouvi passos apressados descendo a escada quando escutei o som de algo caindo da escada, era s/n, arregalei os olhos quando vi que a mesma tinha batido a cabeça e se encontrava desacordada.

- S/n - eu e a mãe dela gritamos em uníssono.

Peguei ela nos braços e levei até meu carro desesperado por medo de ter acontecido algo grave com ela. A mãe de s/n entrou no carro e ficou na parte de trás juntamente com a filha já chorando desesperadamente. Acelerei o carro indo o mais rápido possível até o hospital mais próximo.

Chegando lá ela foi levada ao centro de emergência. Eu tentava acalmar a minha futura sogra o máximo que podia, torcendo pra que nada de ruim tivesse acontecido com a mulher que eu tanto amava. Passamos uma hora e meia até podermos ver s/n no quarto. Ela estava desacordada ainda, mas a enfermeira disse que a qualquer momento ela poderia acordar.

Liguei pra Dahyun explicando tudo que tinha acontecido e pedi pra que ela avisasse aos outros amigos e que viessem vê-la e dar apoio a mãe dela.

Eu estava sozinho no quarto com s/n, sua mãe tinha ido comer alguma coisa. Eu estava ao lado da maca segurando sua mão, senti ela apertar meus dedos e levemente abrir seus olhos.

- O que... Ai - s/n passou a mão pela cabeça com feitio doloroso.

- Graças a deus. Você tá bem? - abracei a garota a minha frente e gritei para que o médico viesse ver o estado dela.

O médico examinou-a e viu que estava tudo bem com ela. Fiquei aliviado e pedi para que se a enfermeira visse a mãe de s/n avisasse que ela acordou.

- Nunca mais me assuste desse jeito - disse abraçando ela novamente.

- Você pensou que eu ia morrer? Eu sou indestrutível - ela disse sorrindo.

- Nem fala isso, já disse que não vou deixar você ir nunca mais.

- Ta bom agora pode me soltar.

- Eu não vou te soltar.

Ela acabou não podendo fazer nada para que eu a soltasse afinal ela estava fraca demais pra isso. S/n acariciava meus cabelos enquanto eu a puxava cada vez mais pra perto de mim cessando toda distância existente. Eu fiquei muito assustado com tudo que tinha acabado de acontecer e percebi que eu precisava protegê-la de tudo, por mínimo que fosse, pois o medo que eu senti hoje de perde-la pra sempre me fez perceber que eu não posso mais viver sem ela.


Notas Finais


Não tem como não perdoar Im Jaebum né mores. ❤❤❤
Esse descuido da S/n na escada pode causar um problemão...
Espero que tenham gostado e até a próxima💜💜💜💜💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...