História Eu queria voltar no tempo. - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jungkook, Suga, V
Tags Bts, Gay, Mistério, Romance, Taekook, Vkook
Visualizações 231
Palavras 3.868
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, LGBT, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi oi oi, um capítulo grande aqui pra vocês Haha (POR ISSO DEMOREI MUITO!)

LEMBRANDO QUE NÃO SEI NADA (N-A-D-A) DE MEDICINA, ENTÃO SE HOUVER ALGO ERRADO, ME DESCULPEM!

Capítulo 5 - O gesto de amor


Os dois vão a sala e Taehyung procura por um filme.

—Tenho apenas de… Romance (?). Minha mãe é a única que assiste filmes aqui.—Diz Taehyung.

—Pode ser.—Diz Jungkook já comendo o CupCake.

—Tem certeza? Você gosta de filmes românticos?— Pergunta Taehyung.

—Sim, gosto, eu vejo minha mãe assistindo, mas ela não me deixa assistir com ela, então as vezes preciso assistir escondido.— Diz Jungkook.

Taehyung coloca um filme romântico e se senta ao lado de Jungkook, no sofá. O filme começa e Taehyung já fica ansioso sem saber se dizia algo ou se apenas esperava o filme começar, Jungkook só comia seu Cupcake e assistia com um rosto alegre.

Passaram-se alguns minutos de filme e quase no final, os personagens se beijam, Jungkook fica com suas bochechas vermelhas e Taehyung também, Jungkook coloca sua mão no sofá, mas sente a mão de Taehyung, e em seguida tira sua mão rapidamente.

—Desculpe—Diz Jungkook envergonhado.

—Tudo bem—Diz Taehyung pegando na mão de Jungkook.

Jungkook fica envergonhado, mas não impede de Taehyung segurar sua mão, Tae olha pra ele e ele olha de volta, os dois ficam paralisados ao se olharem, e automaticamente Taehyung ia chegando cada vez mais perto do rosto de Jungkook, quanto mais perto Taehyung chegava, os olhos de Jungkook se fechavam, até que o momento esperado, Taehyung beija Jungkook, um selinho demorado, então 'cai a ficha', e Jungkook abre os olhos rapidamente e surpreso coloca a mão na boca. Taehyung fica sem palavras, mas tenta dizer algo.

—E-Eu …. M-Me desculpe! —Diz Taehyung.

Jungkook estava tão envergonhado que abaixa a cabeça e faz o gesto de "Sim" com a cabeça.

—Olhe pra mim, não me deixa ficar mais envergonhado — Diz Taehyung tentando levantar a cabeça de Jungkook pelo queixo, até que Jungkook se levanta e Taehyung percebe um sorriso no rosto dele, e então fica feliz. —Eu devo te pedir desculpas outra vez??

—Não precisa.—Diz Jungkook tentando disfarçar o sorriso com a mão na boca.

—Por quê não??— Pergunta Taehyung.

Jungkook fica mais envergonhado, sem saber oque dizer e então acaba soltando uma risadinha rápida.

—Esta rindo???—Pergunta Taehyung tentando fazer Jungkook sorrir ainda mais.

—E-Eu?? Não.—Diz Jungkook virando o rosto pra Taehyung não o ver sorrindo.

—Não adianta disfarçar, Kookie! Olhe pra mim denovo!!—Diz Taehyung sorrindo.

Jungkook olha pra Taehyung, mas não conseguia parar de sorrir, foi ai que Taehyung o segura pelo rosto da um longo selinho novamente, mas dessa vez, Jungkook não para o beijo. Após o beijo, Taehyung Diz:

— Não quero te deixar envergonhado, mas é o melhor momento pra te dizer que…. Eu te amo, Jungkook, te amo tanto, você não sabe o quanto!! —Diz Taehyung emocionado com aquele momento.

Jungkook esquece a timidez e diz o que sente, mas claro, com uma voz ainda tímida, mas olhando bem nos olhos de Taehyung.

—Eu… Eu também te amo! Mas não sabia quando eu iria conseguir dizer isso, obrigado por me amar, pois só você me ama, ninguém gosta de mim.— Diz Jungkook também quase chorando.

— Ninguém?? Mas eu te amo e sempre vou te amar! — Diz Taehyung acariciando o cabelo de JK.

— E-Eu também vou sempre te amar.— Diz Jungkook apoiando sua cabeça no peito de Taehyung.

Os dois continuam o filme bem felizes e rapidamente acabam dormindo juntos. Novamente Taehyung tem um sonho, dessa vez, diferente.

No sonho, ele estava sozinho, em uma casa escura, parecia ter sido queimada, havia madeiras no chao, portas queimadas, janelas quebradas e pelas janelas só era possivel ver arvores e mais arvores, estava de noite, chovendo e era solitario, até que aparece uma voz, parecida com a de Jungkook dizendo: "Me ajude, por favor, eu confio em você! ". Ainda no sonho, Taehyung procurava por essa voz, mas parecia vim da sua cabeça, então Taehyung grita: " JUNGKOOK!!! ONDE VOCÊ ESTA?" ele gritava tanto é então consegue ouvir novamente a voz : "Estou aqui!". Essa voz dizia isso várias e várias vezes, até que ficou cada vez mais e mais alta, até que Taehyung acorda e vê Jungkook em sua frente.

—Estou aqui! Acorda!—Diz Jungkook .

—Ãhn??—Pergunta Taehyung sem entender nada.

—…Enquanto dormia, você estava falando meu nome e perguntando onde eu estava, era pesadelo?—pergunta Jungkook.

—Ah sim, foi um pesadelo… —Diz Taehyung ainda meio assustado. —Por acaso você estava me pedindo pra te ajudar??

—Não… Eu só falei " Eu estou aqui", Por quê?—Pergunta Jungkook.

—Ufa!… Não é nada não! Só acho que estou ouvindo coisas.—Diz Taehyung que em seguida começa a olhar em volta —Parece que dormimos no sofá, né?

—Pois é, e dormimos muito! Já são 15:40 ( 3h e quarenta da tarde)— Diz Jungkook.

— Ainda está cedo, pode ficar aqui comigo. — Diz Taehyung.

— Não.. A aula acaba 16:00, então preciso estar em casa no mesmo horário de sempre pra minha mãe não desconfiar. — Diz Jungkook.

— Aish, não deveríamos ter dormido, perdemos a tarde inteira dormindo. — Diz Taehyung.

— Tudo bem… Eu posso vir aqui amanhã.—Diz Jungkook colocando seu casaco.

— Mas teríamos que faltar novamente na aula.—Diz Taehyung.

—Só amanhã não vai fazer mal, eu acho— Diz Jungkook fechando o zíper do casaco.

—Tudo bem, então… Tchau— Diz Taehyung se levantando pra se despedir de Jungkook.

Após se levantar, Taehyung fica confuso em como se despedir, com um outro beijo ou apenas um abraço??, O beijo teria sido apenas uma coisa sem amor ou seria algo a mais?? As declarações mudaram algo ou continuam amigos como antes?? Várias perguntas vieram a cabeça de Taehyung naquele milésimo segundo.

Mas sem medo, Taehyung resolve se despedir do jeito que ele sempre quis, com um outro selinho, pegando novamente Jungkook de surpresa e o deixando envergonhado, mas sempre mostrando que gostou com aquele sorriso tímido.

—E-Eu vou pegar minha bolsa no quarto.—Diz Jungkook ainda sorrindo e indo rapidamente pro quarto.

Taehyung fica feliz por estar finalmente conseguindo conquistar Jungkook.

—Finalmente as coisas estão se resolvendo aos poucos.— Pensa Taehyung.

Jungkook pega suas coisas no quarto e abre a porta pra ir embora, mas Taehyung pergunta:

—Você não quer que eu te leve?

—Não precisa, Obrigado.—Diz Jungkook.

—Serio? Então está bem, te vejo amanhã, Tchau. —Diz Taehyung.

—Tchau…—Diz Jungkook Prestes a sair, mas Taehyung pergunta:

—Você irá ter muito cuidado, né?

—Sim, não se preocupe, posso ir? — pergunta Jungkook.

—Ah, sim, claro, Tchau!—Diz Taehyung fazendo o gesto de "Tchau" com a mão.

Enfim Jungkook vai embora pra casa e Taehyung se joga no sofá relembrando as cenas de beijo.

—Ele me ama! Ele me ama! Eu não acredito nisso!!!! Enfim conquistei quem eu sempre amei. Não consigo me lembrar como eu conseguia viver sem o Jungkook, mas agora eu preciso salva-lo, eu vou conseguir!—Pensa Taehyung.

No dia seguinte:

Taehyung acordou tão feliz, ansioso pra reencontrar com Jungkook, se arrumou muito bem, sua mãe fez seu café da manhã e percebeu a felicidade de Taehyung.

—Tudo bem, filho?—Pergunta a mãe.

—Sim, por quê eu não estaria?—Pergunta Taehyung.

—Voce parece mais feliz que o normal, aconteceu algo ontem?— Pergunta a mãe.

—Ah, mãe… Talvez.—Diz Taehyung.

—Não vai me contar oque aconteceu? Estou curiosa!—Diz a mãe.

—Não, por enquanto não, vou pra escola agora, talvez eu te conte mais tarde, ok? Beijo!—Diz Taehyung se levantando da cadeira e vestindo seu casaco.

—Ja vai? Faltam 5 Minutos pra você sair.—Diz a mãe.

—Idai? Estou ansioso.—Diz Taehyung dando um beijo em sua mãe e saindo.

Taehyung pega o metrô e lembra que o policial iria inventar um novo plano pra achar as pistas sobre a mãe de Jungkook.

— Ah, essa não!! Jungkook não vai poder ir pra minha casa, preciso ficar com o policial pra ajuda-lo, então vou ter que inventar uma desculpa pra Jungkook. — Pensa Taehyung.

Minutos depois, andando em direção a porta da escola, Taehyung respirava fundo e pensava em algumas desculpas. Na sala de aula, Taehyung vê Jungkook ali, logo cedo, sem atraso, ao lado de sua mesa.

—O-oi!—Diz Taehyung.

Jungkook muito tímido, se aproxima de Taehyung e da um selinho muito rápido, abaixa a cabeça envergonhado e Diz:

—Oi….

Taehyung fica surpreso com o selinho de Jungkook e mal conseguia falar.

—Q-que legal, é a primeira vez que….. Que… você chega cedo na aula.…—Diz Taehyung.

—Eu estou pronto pra ir a sua casa—Diz Jungkook ainda com a cabeça baixa.

Então, Taehyung respira fundo e levanta a cabeça de Jungkook.

—Jungkook, infelizmente não poderei te levar pra casa, ok? Talvez amanhã à gente até vá, mas hoje não, desculpe.—Diz Taehyung.

—Uhn? Por quê? —Pergunta Jungkook com sua voz tímida.

—Por que…. Por que…. Hoje… ééé…. Minha mãe vai ficar em casa e ela não pode saber.— Diz Taehyung se esforçando para Jungkook não desconfiar.

—Então tudo bem.—Diz Jungkook triste se sentando na cadeira e colocando uma sacola na mesa de Taehyung.

—Não fique triste! O que tem na sacola?—Pergunta Taehyung.

—Algumas coisas que comprei.— Diz Jungkook.

Taehyung curiosamente abre a sacola e vê duas pulseiras e dois anéis. Ainda sem entender nada, Taehyung tira as pulseiras e os anéis da sacola e vê que em cada pulseira e anel estava escrito: "Jungkook & Taehyung" com um lindo coração ao lado.

— V-você comprou isso??— Pergunta Taehyung.

—Sim.. eu… iria te dar quando estivéssemos na sua casa. Você gostou?—Pergunta Jungkook.

—Sim, amei! Mas… Pra que isso?—Pergunta Taehyung.

—É porque…. —Diz Jungkook, mas sua timidez não o deixa terminar de falar, então ele pega um papel e escreve: "É porque estamos namorando, né?"

Taehyung fica mais feliz ainda por saber que aqueles beijos e declarações haviam tido um significado e então responde escrevendo no papel:

"Sim, somos namorados, te amo!”. Os dois colocam as pulseiras e os anéis e ficam a aula inteira se olhando, fazendo brincadeiras encondidos etc. Até que antes do intervalo, o professor chama por Tae e Jungkook.

—Hey, vocês dois!—Diz o professor.

—Oi?—Pergunta Taehyung.

—Preciso que recolham todos os dinheiros de quem vai querer comprar os lanches da escola.—Diz o professor.

—A gente?—Pergunta Taehyung.

—Sim, vamos!, vamos!—Diz o professor. —  cada um dos dois peguem uma caixa aqui e vão passando nas mesas para os alunos colocarem o dinheiro.

Taehyung e Jungkook vão recolhendo cada dinheiro dos alunos e em seguida guardam o dinheiro de baixo de suas mesas, passam-se alguns minutos e finalmente bate o sinal para o intervalo. Taehyung olhe de baixo da mesa, não vê a caixa com os dinheiros.

—Professor! Eu acho que... Roubaram os dinheiros —Diz Taehyung.

Todos os alunos começaram a xingar Taehyung.

—Voce é burro? Como pode ser tão descuidado?

—Aish seu burro! Vai ter que devolver todos os dinheiros!

—Idiota! Como conseguiu perder em apenas alguns minutos?

Mas Jungkook não estava gostando nada daquilo, a vontade de gritar com todos era muito, mas a timidez e o medo não deixou.

—Não ligue…—Sussura Jungkook pra Taehyung.

Um garoto, que senta em frente à Jungkook, defende Taehyung e Diz:

— CALMA GENTE, JA SEI MUITO BEM QUEM ROUBOU OS DINHEIROS!— Diz o garoto.

— QUEM!?— Pergunta todos.

—OBVIAMENTE O ESTRANHO DO JUNGKOOK!! APÓSTO QUE FOI ELE, EU VI.— Diz o garoto.

Taehyung se irrita e diz:

—Hey, Cala essa boca! Como você tem tanta certeza assim? Jungkook nunca roubaria!—Diz Taehyung.

—Shhh, Taehyung, vamos descobrir isso agora. Jungkook abra sua bolsa, por favor.—Diz o professor.

Jungkook já com medo, abre a bolsa e vê lá a caixa com todos os dinheiros, Taehyung fica surpreso mas não acreditava que Jungkook faria isso.

—Viu? Esse estranho também é um ladrão! —Diz o garoto.

—Aiiish Cale a boca!!! Como você sabia que ele havia pegado? Provávelmente você que colocou na bolsa dele.—Diz Taehyung.

—Euuu?? Hahaha está defendendo ele, né? Aposto que o ajudou a roubar.—Diz o garoto.

—JA CHEGA VOCÊS DOIS! Jungkook, você irá pra diretoria, já.—Diz o professor.

Taehyung não estava suportando a injustiça que estavam fazendo com Jungkook, pois ele sabia que Jungkook não havia roubado e não merecia aquilo.

—NÃO! Eu vou no lugar dele, mas ele não tem culpa de nada.—Diz Taehyung.

Jungkook não dizia nada, apenas ficava de cabeça baixa, com medo.

—Taehyung, você não é uma criança, já deveria saber que "quem planta, colhe", não tente defender um ladrão. —Diz o professor.

—Ladrao?? Ladrão?? Você enlouqueceu? Você não sabe ao menos se foi realmente o Jungkook, está o acusando só porque esse… esse metido aí disse que foi ele— Diz Taehyung já vermelho de raiva.

Todos da sala ficam bravos e começam a xingar Taehyung.

—Metido? Eu? Hahaha, você é tão ridículo quanto ele—Diz o garoto.

—Ja chega! Taehyung cale a boca antes que eu te dou uma suspensão. —Diz o professor.

Taehyung fica calado, tenta segurar sua raiva e silenciosamente conversa com Jungkook.

—Jungkook, por quê não se defende?—Pergunta Taehyung.

—N-não gosto de brigas…—Diz Jungkook.

—Não… Não é briga, você estaria apenas se defendendo, todos tem direito de se defender. Você não roubou o dinheiro, né? —Pergunta Taehyung.

—Não, eu não sei nem como ele foi parar na minha bolsa—Diz Jungkook com sua voz tímida.

—Sabia! Não se preocupe, você irá pra diretoria, mas se orgulhe pois quem fez isso com você vai pagar caro.—Diz Taehyung.

—Vai?—Pergunta Jungkook.

—Sim, vai. Saiba que todos que fazem mal pra outra pessoa, acabam levando coisa pior em troca.—Diz Taehyung.

—Mas minha mãe nunca teve nada pior em troca.—Diz Jungkook já triste.

—Não acontecerá necessariamente agora, mas talvez no futuro.—Diz Taehyung.

—Espero que sim.—Diz Jungkook.

Todos saem pro intervalo, Taehyung e Jungkook ficam na sala de aula, mas o professor chama por Jungkook.

—Vamos, Jungkook, venha comigo.—Diz o professor.

Jungkook se levanta e Taehyung se levanta junto.

—Não, você não Taehyung, apenas o Jungkook. —Diz o professor.

—AISHH!—Resmunga Taehyung.

Taehyung vai pro Pátio e fica encarando o garoto que 'dedurou' Jungkook. Taehyung começou a perceber que todos os alunos da sala de aula estavam ao redor do garoto.

—Ele deve ser popular, ando tão preocupado com JK que não percebo quase nada.—Pensa Taehyung.

Yoongi e Jimin se aproximam e se sentam ao lado de Taehyung.

—Oi!—Diz Jimin e Yoongi.

—Oi.—Diz Taehyung com uma voz fria e um olhar serio.

—Você está bem?—Pergunta Jimin.

—Estou, por quê?—Pergunta Taehyung.

—Parece meio bravo…—Diz Jimin.

—Aish! Por quê será né? Grr..—Diz Taehyung com irônia.

—Obviamente por causa do Jungkook ter roubado o dinh...—Diz Yoongi que é interrompido

—Ele não roubou!! É difícil entender isso?—Pergunta Taehyung.

—Como tem tanta certeza? Ele tem aquela cara de santo mas não é nenhum santo.—Diz Yoongi.

—Aish, Por quê vocês dois o odeiam tanto? O que ele te fez? Grrr gente chata!—Diz Taehyung já com raiva.

—Não nos fez nada, mas ele é estranho, não gosta de ninguém —Diz Jimin.

—Ele gosta de todos, mas ele tem medo de todos o odiarem, mas vejo que todos já o odeiam, né? Isso é tão injusto com ele, ele é tão legal, aliás, mesmo que ninguém goste dele, eu o amo e sei que ele também me ama.—Diz Taehyung no tom de voz alta e brava.

Todos por perto ficam em silêncio, até que aquele garoto começa a rir e se aproxima.

—Do que está rindo, babaca?—Pergunta Taehyung.

—Quem você pensa que está chamando de babaca?—Pergunta o garoto.

Os alunos fazem uma roda em volta dos dois, torcendo pra que briguem.

—Você mesmo, e chamo mais, seu idiota, metido, mentiroso, Ridiculo!—Diz Taehyung se aproximando do garoto.

—Oh, coitadinho! Está achando que vai me ofender assim? Pois sei te ofender com apenas 3 letras : G-A-Y.—Diz o garoto que em seguida começa a rir e todos em volta riem também exeto Yoongi e Jimin.

Taehyung fica sério mas pra provocar ainda mais, da um sorriso.

—Haha… Serio?? "Gay"? Acha que isso me ofendeu? Tenho tanta dó de você, se você acha que " Gay" é um xingamento, então... Acho que devo te xingar de GAY, né? Seu gay!—Diz Taehyung o provocando.

O garoto já fica muito estressado com isso, e então parte pra agressão, da um soco no rosto de Taehyung e todos em volta começam a gritar "Briga!" .

—Ah é? Isso não vai ficar assim!—Diz Taehyung após levar o soco.

Taehyung parte pra cima do garoto e então da um soco bem ao lado do olho, deixando roxo. Todos em volta ficam calados e então chega mais 2 garotos fortes e grandes e começam a bater em Taehyung.

Sem poder se defender, Taehyung leva uma 'rasteira' de um dos garoto e acaba caindo no chão, então a única defesa foi tampar seu rosto com suas mãos, e torcer pra que aquela agressão acabasse logo. Foram vários chutes, ponta-pés e socos, Taehyung já estava prestes a desmaiar, Jimin e Yoongi correram pra diretoria, viram Jungkook sentado sozinho em uma cadeira na frente da sala dos professores.

—Ai meu Deus, Cadê o professor? Cadê o professor?—Pergunta Jimin muito desesperado.

Jungkook não diz nada e apenas aponta pra sala dos professores, Jimin abre a porta e Diz:

—Professor, Professor, por favor nos ajude! Taehyung está apanhando muito de 3 garotos lá fora, ninguém está o ajudando, rápido.—Diz Jimin.

—O que? Calma, calma.—Diz o professor se levantando da cadeira e colocando seu copo de café na mesa.

Jungkook após ouvir o que Jimin disse, não pensa duas vezes e corre pro Pátio antes do professor, ele vê Taehyung todo machucado no chão e um dos garoto indo até uma árvore e pegando uma grande pedra que havia lá perto.

—A-Ai não!!!—Pensa Jungkook sem saber oque fazer.

O garoto estava se aproximando com a pedra e pronto pra jogar em Taehyung.

—Vamos contar até 3 e você joga a pedra.—Diz um dos garoto. —1….

Jungkook estava ansioso e sem saber o que fazer, tentou se aproximar mas estava com medo.

—2!….

Jungkook começa a vencer o medo é se aproxima cada vez mais e mais rápido e com muito medo de algo ruim acontecer com Taehyung.

—E… 3! JA!

O garoto quase joga a pedra em Taehyung, mas Jungkook pula em cima de Taehyung e a grande pedra acaba caindo em suas pernas.

—O que!!!? Você denovo seu idiota? —Pergunta o garoto.

Jungkook começa a chorar de dor, Taehyung já estava praticamente desmaiado naquele momento, sangrando pelo nariz e orelha. Suas mãos, rosto e costas estavam totalmente machucados.

O professor, a coordenadora e a diretora finalmente chegam no pátio e se deparam com a cena triste, os garotos sem medo algum ficam de braços cruzados, rindo.

—MAS O QUE É ISSO?? MEU DEUS!—Grita a coordenadora.

—Eu vou chamar uma ambulância. —Diz o professor.

— Eu cuido desses mal educados!— Diz a diretora. — Já para minha sala, AGORA!!

— Ui, ui, ui que ' meda' —Diz um dos garotos.

Os garotos vão pra diretoria enquanto a coordenadora organizavam os outros alunos, e o professor ligava pra uma ambulância.

Minutos de espera, a ambulância chega, ainda com Taehyung desmaiado e Jungkook chorando muito por causa de suas pernas, a ambulância os levam para o hospital imediatamente.

No hospital, cada um fica em salas diferentes, Jungkook vai para uma sala de cirurgia, sem entender nada, ele Pergunta:

—P-Por que estou aqui?

—Infelizmente, você teve muito peso em suas pernas, oque fez seus ossos não aguentarem e acabarem se entortando um pouco, isso nas duas pernas, então você fará uma cirurgia e ficará algumas semanas de cadeira de rodas.— Diz o médico.

Jungkook estava tão preocupado que até havia esquecido sua timidez e fez algumas perguntas ao médio:

—E… E o Tae? Ele está bem? Por que ele não estava acordado antes?

—Fique tranquilo, seu amigo vai…—Diz o médico que é interrompido

—Meu namorado*—Diz Jungkook corrigindo o médico.

—Ahn… OK, seu namorado desmaiou, mas ele está bem, vão apenas fazer alguns pontos em alguns cortes profundos.—Diz o médico.

—Ufa..—Diz Jungkook aliviado.

—"Ufa"? Por quê "Ufa"? Seu amig… Ou melhor.. Namorado, está bem, mas você irá ficar algumas semanas de cadeira de roda, não vai ficar triste?—Pergunta o médico.

— Eu não ligo… Já passei por coisas piores.—Diz Jungkook.

—Tudo bem, não fique triste.— Diz o medico.

Enquanto isso, Taehyung fica mais alguns minutos desacordado, mas acorda minutos depois e pergunta a médica que estava colocando suas luvas:

—O-onde estou?— Pergunta Taehyung olhando para todos os lados.

—No Hospital, não se preocupe, você ficará bem, só terá alguns pontos em seus cortes, Já seu namorado ficará algumas semanas de cadeira de rodas—Diz a médica.

—….. M-Meu namorado? Jungkook? O que aconteceu com ele???? Ele está bem??—Pergunta Taehyung já desesperado.

—Calma, calma! O osso da perna dele apenas saiu do lugar, ele está em uma cirurgia agora.—Diz a médica.

—Ta, Tá! Mas como isso aconteceu?—Pergunta Taehyung.

—E-Eu não sei moço, ele não é meu paciente, mas provavelmente o médico dele sabe a causa.—Diz a médica.    —Irei pergunta-lo.

—Ok..—Diz Taehyung.

A médica sai, e então é aí que Taehyung percebe as dores em suas costas, cabeça, braço etc.

—Estou tão machucado, será Jungkook tentou me proteger de algo?… Ou talvez não, ele nem estava lá pra me salvar.—Pensa Taehyung.

Enquanto isso, a médica vai ao quarto onde está Jungkook e o vê deitado na maca enquanto o médico aplicava uma anestesia.

—Com licença, posso saber oque causou no seu paciente?— Pergunta a médica de Taehyung

— Uhn? Por quê? —Pergunta o médico de Jungkook.

—O namorado do seu paciente está desesperado querendo saber.— Diz a médica.

—TAEHYUNG?—Surpreso, Grita Jungkook que se levanta da cama rapidamente, mas cai pois não sentia suas perna.

A médica e o médico Rápidamente o ajuda a se deitar na cama novamente.

— Calma, Senhor Jungkook, você está anestesiado, aliás, não pode colocar força em suas pernas. — Diz o médico.

—Desculpe….—Diz Jungkook envergonhado.

—Então, continuando, o senhor Taehyung está desesperado pra saber sobre Jungkook.— Diz a médica.

— Hmmm, OK, vou procurar uns documentos aqui — Diz o médico indo em direção a mesa.

— Ele está bem? — Pergunta Jungkook com sua voz tímida.

—Sim, acordou agora pouco, não se preocupe.— Diz a médica.

Jungkook sorri discretamente.

—ACHEI!— Diz o médico pegando um papel. — Aqui Diz a causa. Basicamente, Jungkook tentou proteger Taehyung de uma pedra que ia ser atacada por um garoto, e então acabou atingido. Foi um lindo gesto de amor, Sr. Jungkook. —Diz o médico.

Jungkook fica corado ( Suas bochechas ficam vermelhas) e então abaixa sua cabeça com vergonha.

— Obrigado doutor! Realmente foi um gesto de amor.— Diz a médica saindo do Quarto.

A médica volta pro quarto de Taehyung.

—E então?— Pergunta Taehyung.

—Pelo que parece, Jungkook te salvou. Ele te protegeu de uma pedra que um garoto ia atacar em você e então ele acabou sendo atingindo.—Diz a médica.

Os olhos de Taehyung se enchem de lágrimas só de imaginar a cena.

—Preciso ve-lo.—Diz Taehyung.

—Não da, ele está começando uma cirurgia agora e eu preciso fechar seus cortes.—Diz a médica.

Taehyung fica triste mas obedece. Passam-se 30 minutos, todos os cortes já estavam com os pontos, mas a médica ainda dá alguns remédios para as dores e pras manchas roxas dos chutes e socos.

—Então, te darei uns remédios pra amenizar as dores e clarear mais essas manchas —Diz a médica.

—Você sabe se Jungkook já acabou a cirurgia?—Pergunta Taehyung.

—Não, provavelmente vá demorar um pouco.— Diz a médica.

—Ja são 10:30, desde as 10:00 estou aqui, quando vamos poder ir embora? —Pergunta Taehyung.

—Você poderá ir embora daqui a pouco, após tomar esses remédios e assinar um papel, mas seu namorado ficará aqui até os ossos dele se concertarem e podermos coloca-lo em uma cadeira de rodas.—Diz a médica.

—Então eu não vou embora. —Diz Taehyung.

—Mas, moço, seu namorado irá demorar muito, provavelmente até 12:00h (Meio dia) Tem certeza?—Pergunta a médica.

—O que?! 12:00? Aish!—Diz Taehyung.

Taehyung toma os remédios e sai da sala com algumas dores, ele assina alguns papéis e liga pra sua mãe.

—Alô? —Diz a mãe.

—Oi, mãe! Ninguém te ligou, não? —Pergunta Taehyung.

—Não, por quê?—Pergunta a mãe de Taehyung.

Taehyung Pensa em falar oque havia acontecido, mas ele talvez seria melhor não preocupar mais ninguém.

—Ahn… Nada não, eu quero dizer que te amo!—Diz Taehyung.

—Ah, filho, eu também te amo, mas por quê isso agora?—Pergunta a mãe.

—Nada não, mãe, tchau!— Diz Taehyung que desliga em seguida.

Taehyung não sabia se saia do hospital ou se esperava por Jungkook, mas ele lembra que Jungkook demoraria muito, então ele resolve ir ver como Jungkook estava.

Em frente à porta do quarto onde está Jungkook, Taehyung é impedido de entrar por um médico.

—Senhor, não pode entrar, estão fazendo uma cirurgia.—Diz um médico.

—Mas eu quero ver Jungkook.—Diz Taehyung.

—Não pode, moço, avisaremos quando acabar a cirurgia.—Diz o médico —Pode ir pra casa e ficar tranquilo.

—Ok.—Diz Taehyung que já estava ficando bravo com a situação.


Notas Finais


Olá VKOOKAS(OS) Eu demorei muito pois estava tentando terminar essa FANFIC nesse Episódio, mas como podem ver, não consegui pois ele está ficando muito grande e tem muito mais coisa pra escrever, então talvez no próximo Capítulo eu consiga terminar a FANFIC. Tchauu! (DESCULPEM OS ERROS DE DIGITAÇÕES!)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...