História Fantasy - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias EXO
Personagens D.O
Tags Exo, Festival, K-pop, Kyungsoo, Quatre2sep
Visualizações 6
Palavras 1.058
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Aventura, Fantasia, Ficção, Luta, Magia, Sci-Fi, Sobrenatural, Universo Alternativo

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Não é minha primeira fic, mas é a primeira postada aqui <3
Boa leitura ! !

Capítulo 1 - Ao anoitecer


Seus olhos se abrem aos poucos, sua cabeça doía no lado direito. Ele se levanta do chão devagar, olhando atentamente seu redor e estranhando o local aonde se encontrava. Ele aperta seus olhos para tentar enxergar. Quando se dá conta, está em envolto de paredes grandes que levam para diversos caminhos. Labirinto. Ele percebeu que estava dentro de um imenso labirinto, gritou duas a três vezes porém não recebeu resposta. Não encontrava o Sol para se orientar, então decide ir de acordo com sua intuição. Pegando o caminho da direita, ele anda rapidamente para saber aonde estaria indo. Depois de muito andar, ele começa a escutar pessoas no seu lado esquerdo. Esperançoso, ele tenta caminhos para a direção que lhe guiaria para um possível contato. À medida que as vozes ficavam mais próximas, ele aumentava os passos. Até que reconhece uma voz dentre elas, começa a chamar o apelido do dono daquela vez. E quando apenas uma parede separa ele daquelas pessoas, ele vê sua saída no lado esquerdo e corre como se sua vida dependesse da velocidade. Kyungsoo então é cegado por uma luz brilhante que não o permite abrir seus olhos, mas isso não o impede de continuar a correr, mesmo com seus olhos semi cerrados.
...

Kyungsoo acorda mais uma vez no chão aonde, dessa vez é uma grama com algumas linhas em branco, mesmo sendo de noite. Ele conseguiu identificar o local aonde se encontrava. Um estádio de futebol americano. Ele se limpa daquela grama, procura a saída e atravessa o campo à caminho da saída. Ele apressa seus passos assim que escuta vozes e identifica uma delas, dessa vez uma voz diferente da outra, bem aguda mas ainda sim masculina. Ele desce os degraus para entrar no vestiário daquele local e então um flash vindo de dentro o cega por alguns segundos, o deixando tonto.

...  

Dessa vez, ele se encontrava em uma superfície muito macia, seus dedos apertavam o colchão e então ele deduziu estar em sua cama. Ao abrir os olhos, ele se viu em um lugar muito semelhante a um hospital, porém algo estava errado. Ele não estava doente, muito menos era um hospital convencional de sua cidade. Ao se levantar da cama, uma mulher vestida de branco veio a sua direção com um sorriso gentil o pedindo calmamente para deitar-se novamente. Negando seu pedido, ele retira um tubo que estava em seu braço, se levanta da cama e avista a mesma mulher chamar por mais enfermeiras para o colocá-lo na maca. Revoltado, ele sai na única saída daquela sala e avista duas enfermeiras o olhar surpresas e a andar em sua direção. Kyungsoo começa a correr na outra direção, e então ouve os saltos daquelas mulheres se apressarem, o impulsionando a forçar ainda mais suas pernas. Ele se vê dividido em dois caminhos, sem pensar vai pelo da direita, não diminuindo a velocidade e sem conhecer aquele lugar. Ao passar em uma das salas, ele viu uma figura alta muito semelhante a um conhecido seu. Mas ele não tinha como voltar, pois ao se virar ele viu aquelas mesmas mulheres colocarem algo em uma injeção, não deixando escolha para ele a não ser fugir delas. Quando virou para o corredor esquerdo, ele viu um elevador a sua frente, o apertou e parou um pouco. Suas mãos nos joelhos, tentando normalizar sua respiração que estava ofegante. Se encostou em uma porta que estava a frente daquele elevador. Como se acontecesse em um segundo, Kyungsoo sentiu a porta se abrir rapidamente e o puxarem para dentro daquela sala aonde ele novamente sairia daquele universo. 

...

Kyungsoo foi acordado por fracos raios daquele pôr-do-sol que escapava da sombra em que ele se encontrava debaixo daquelas árvores. Escutava pássaros cantarem de um modo nada sincronizado, mas ainda sim conseguia ser melódico. Ele se limpa da terra que estava na sua calça jeans e tenta se localizar. Andando por um tempo, ele saí da mata fechada e se vê em um campo aberto, com o verde a sua volta. Avistando um galpão, ele anda em direção do mesmo. Vê um carro antigo azul estacionado em frente a entrada e segue em frente. Adentrando no lugar, ele encontra uma mesa com quatro xícaras em pires servidas com uma substância desconhecida por ele, no centro da mesa há um prato com apenas um doce. Ele pega esse doce, cheira, o analisa mas ainda não consegue identificar a marca. Deixando o doce no lugar, ele continua a explorar o lugar, porém dentro dali não há muito o que ver. Com um suspiro, ele sai do galpão e segue para o caminho oposto a mata fechada, aonde ele avista fogos de artifício. E é em direção à eles que ele caminha. Ao se aproximar, ele sente duas mãos cobrirem seus olhos e então sua consciência foi se esvaindo aos poucos.

...

Foi com um barulho muito alto que Kyungsoo foi acordado. Ele estava sentado com a alça de uma arma no seu pescoço, ele ouve uma voz o mandando atirar contra o inimigo, aonde essa voz liderava todas as ações daquele grupo. Então ele se levanta e olha por fora da barreira aonde estava se protegendo. Avistando criaturas que tentavam se aproximar deles. Assustado, ele não sabia como atirar ou o que deveria fazer no meio daquela batalha. Então apenas observa aquelas pessoas ao longe lutando com o oponente. Quando finalmente conseguiram derrotar aqueles pequenos monstrinhos, ele correu para aqueles que o protegeu. Um sorriso nasceu nos seus lábios com formato de coração quando finalmente conseguiu ver o rosto daquelas pessoas. Então ele parou abruptamente ao escutar uma explosão a sua frente e então aquelas pessoas começaram a correr em sua direção o mandando correr também. Suas pernas eram curtas, porém ele era ágil e conseguiu correr com todas suas forças. Ele olhava preocupado para os outros que estavam atrás dele. Ao se virar ele se depara com um daqueles monstrinhos novamente e então fecha seus olhos novamente, já tendo a confiança naqueles se sempre o protegeriam e estariam com ele para qualquer tipo de situação.

...

Com sua respiração alterada, ele acorda assustado de um sonho olha ao redor, vê seus amigos dormindo calmamente. Lapsos do seu sonho passa na mente de Kyungsoo, arqueando uma sobrancelha. Então se vira e aos poucos retorna ao mundo dos sonhos.
 


Notas Finais


Reviews são bem-vindos <3
xoxo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...