1. Spirit Fanfics >
  2. Floral And Fading >
  3. Cap.11

História Floral And Fading - Capítulo 11


Escrita por: DJhenny

Notas do Autor


Oii galera, tudo bem? Espero que estejam curtindo a história ;) não esqueçam de comentar, ler a opinião de vocês é bastante importante!! Boa leitura.

Capítulo 11 - Cap.11


Fanfic / Fanfiction Floral And Fading - Capítulo 11 - Cap.11


Acordei confuso, alguns minutos antes de meu despertador tocar, uma música já  estava tocando no quarto de Mike (que no qual parecia animado cantarolando junto). Qual é, ainda são seis e meia!

Levantei meio desnorteado e entrei no quarto.

Mike, o que você está fazendo?

Bom dia, rato! Eu tô me arrumando pra sair com o Tonyo mesmo disse sorridente enquanto fazia poses estranhas na frente do espelho.

Hoje temos aula...e eu não me pareço com um rato.

Cruzei os braços e me apoiei na parede esperando até o momento em que tivéssemos contato visual direto.

Falou a pessoa que saiu ontem para um encontro. Só um dia não vai me matar.

Quem vê pensa que vou à encontros.revirei os olhos e saí em seguida   Bom passeio pra vocês dois, seja lá onde  forem.

 Voltei para meu quarto, durante isso o mais novo continuou cantarolando animado.

“Quebra de tempo// Escola”

Fiquei a manhã toda apenas com o Jaime, o coitado estava bastante decepcionado por Tony estar saindo mais com o Mike do que com ele mesmo. Sinceramente, eu não o julgo. Tony e Jaime sempre foram melhores amigos inseparáveis.

Minhas duas últimas aulas são  Educação Física, por sorte, Kellin tem aula junto comigo, não conseguimos conversar muito no decorrer do dia e realmente o que eu mais quero é conversar com ele.

•••

A turma foi separada em times de futebol para os garotos e vôlei para as garotas. Kellin ficou no time adversário, algo que me deixou muito mais competitivo

Já sabem as regras. Nada de empurrões, mordidas ou brigas. Estarei de olho em vocês, quero um jogo justo!

O professor apitou e a correria começou. Nunca fui bom de futebol, mas a única vontade que eu tinha era de esfregar minha Vitória no lindo rosto de Kellin.

Você nunca irá me vencer QuinnSorri desafiador tentando marcar a área do garoto

Isso é o que veremos, Fuentes.

A disputa estava bem acirrada, por pouco quase ganhamos...Kells marcou pelo menos dois gols, valeu à pena perder apenas porque o sorriso de conquista que ele esboçava no rosto era lindo, de qualquer forma eu saí ganhando.

Até que você mandou bem, Vic! — O outro disse sarcástico.

Você é um metido, mas pelo menos marcou dois gols.Sorri dando um soquinho fraco em seu braço.

 Sentei nas arquibancadas do fundo da quadra apenas observando todos irem embora, Kellin se sentou no meu lado em silêncio, também prestando atenção no movimento. Até que ele se pronunciou:

O que ficou fazendo ontem?

Engoli o seco apenas de lembrar que passei a noite junto com Oliver...

Eu dei uma volta no shopping e você?

Fiquei em casa fazendo vários nadas uma risadinha fofa esvaiu e senti meu rosto ficar vermelho.

 Eu estava me arriscando, não queria comentar o que rolou com o Oliver, mesmo sabendo que eu e Kellin não temos nada a mais que uma amizade, estou me apaixonando por ele de verdade...aquele beijo que tive com Oli foi apenas por comida  todos nós cometemos loucuras por comida...né?

Eu vou tomar um banho, você vem?Me levantei da arquibancada limpando minha bermuda de Educação física (que graças a Deus não era curta) em seguida, tentando ao máximo fugir do assunto.

Eu vou ficar aqui mais um tempinho

Dei um aceno com a cabeça e desci degrau por degrau até chegar no vestiário, mais uma vez vazio. Peguei algumas roupas que deixei no armário ainda ontem (depois do que aconteceu no refeitório...nunca mais.) e fui até uma das cabines. Em menos de cinco minutos eu já estava pronto, enrolei a toalha na cintura e justo quando eu estava saindo, Kellin surgiu à minha procura.

Vic, eu est...

A expressão de seu rosto em míseros  segundos, mudou para algo receoso e um pouco corado.

D-desculpa, eu não sabia que v-você estava se trocandoO garoto desviou o olhar para a entrada e deu uma tossida. Isso me deu uma breve suposição.

Ah, tudo bem Kells dei um passo em sua direção, como resposta o mesmo recuou Somos próximos agora, pensei que não fosse um problema para você... arrisquei e me aproximei ainda mais, ele não tinha como se afastar porquê atrás dele haviam alguns armários. Olhei fundo em seus olhos brilhantes, queria tentar ler seus pensamentos...por fim um dos meus neurônios ainda estava funcionando, estava mais do que claro a pressão que eu mesmo estava colocando.

Me afastei de seu corpo e voltei a  atenção para as roupas que eu tinha que pegar.

Não é isso, eu só fiquei meio... o garoto começou.

Meio... com certeza quero ver até onde isso vai!

Esquece...eu vim tomar um banho. Você me espera sair? Kells perguntou tirando a camiseta.

Respondi que sim e entrei em uma cabine de banheiro normal para me vestir.

Ao momento que sai ele estava vestindo sua última peça de roupa- uma calça skinny azul escura-, passei reto em direção ao meu armário tentando não encarar muito. Deixei a roupa usada lá dentro, e então me lembrei da toalha que esqueci no banheiro.

Me virei bruscamente e tropecei em Kellin que estava indo em minha direção. Tentei me segurar, mas nesse ato acabei levando nós dois ao chão. Nossos rostos estavam próximos, meu corpo perfeitamente encaixado acima do dele. Droga, eu queria senti-lo...

Em um impulso selei nossos lábios em um selinho demorado. No momento que a ficha caiu levantei assustado.

Não. Creio. Que. Fiz. isso!

 Kellin me olhava surpreso, com uma entonação quase apavorada. Ele ainda estava no chão e eu de pé vendo aquela situação rolar diante dos meus olhos. Apenas dei alguns passos para trás, tomei coragem e...eu fugi.

Merda, merda, merda! Você assustou ele Victor.

Fui até o meu armário e peguei minhas coisas, inclusive meu celular. No caminho até o carro tentei ligar para o Nick e nada dele atender, nem mesmo as mensagens aquele corno estava recebendo.

Entrei no carro e acelerei quase mordendo o meio fio, tentei colocar uma música pra relaxar, mas da mesma forma o clima parecia pesado.

10 min. Depois

Finalmente cheguei em casa, meu cérebro quase latejando de tanto pensar na besteira que fiz alguns minutos atrás. Tony e Mike estavam no sofá abraçados, quando entrei os vi quase pular de susto (isso seguido de  uma tentativa de disfarçar).

VIC!? Que susto! Não sabia que ia voltar tão cedo da escola, ainda tem mais vinte minutos de aula... Mike falou quase suando frio...se é que ele já não estava.

O-oi, eu vou dar uma volta. Só vim aqui pra deixar o carro e minhas coisas

Saí novamente de casa. Estava um pouco frio, mas o vento não me afetava muito por causa do moletom que coloquei.

Segui em direção à uma praça em que eu e Mike sempre íamos quando éramos crianças, sentei embaixo de uma árvore alta. Olhei em volta e havia apenas eu na praça. Fiquei um tempo encarando meus cadarços até tomar coragem para mandar mensagem pro garoto.

Suspirei fundo e peguei meu celular entrando na conversa com Kellin.

“Mensagem/On"

Me: Oi Kells...

Me: Me desculpa por aquele beijo. Eu fiz sem pensar, podemos conversar amanhã?

Me: Quando der me responde, okay?

“Mensagem/Off"

Kellin apenas visualizava sem digitar nenhuma resposta, talvez estivesse irritado comigo.

Coloquei o telefone de volta no bolso e me levantei pra ir embora, não adiantaria eu falar as coisas pelo celular.

Amanhã eu vou falar com ele!


Notas Finais


Espero que tenham gostado u.u vejo vocês no próximo Capítulo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...