1. Spirit Fanfics >
  2. For Sujeong (Lovelyz - Yejeong) >
  3. Sem Título

História For Sujeong (Lovelyz - Yejeong) - Capítulo 1


Escrita por:


Capítulo 1 - Sem Título


26 Dezembro de 2018 - 04:56 da madrugada


Nova Mensagem

De: Jung Yein

Para: Ryu Sujeong


Sem título


Na manhã de ontem eu acordei com o barulho que transmitia através da janela que se encontrava meia aberta. O dia estava frio e o sol ainda não havia aparecido, quem sabe naquela manhã as grossas nuvens de chuva não deixariam os raios solares se exibirem para aquecer as ruas novamente?


Saltei da cama em direção a janela com o objetivo de silenciar qualquer requisito de barulho que viessem da rua, contudo, me perdi na visão dos carros que passavam e, novamente, senti sua falta.


Possivelmente, dentro de cada veículo que eu vi passar, houvesse alguém indo de encontro com alguém especial para comemorar a noite de natal ou, talvez, estivessem indo encontrar sua cama quentinha em meio ao breu de um quarto pra passar a noite de natal como o meu: solitário.


Pensando sobre ontem, me recordei do natal de 2015. Passamos a virada em um karaokê e quando deu meia-noite finalizamos nos braços uma da outra. Você costumava dizer que, para decidir sobre uma escolha, eu deveria fazer "bem me quer, mal me quer" e, então, tomar uma decisão. Foi assim que nos beijamos pela primeira vez, em um dia 26, quando, depois de um "bem me quer, mal me quer" com um pedaço de papel, eu decidi falar sobre meus sentimentos por você.


Ri da lembrança para logo em seguida as lágrimas virem com força. O inverno parece que nunca vai acabar e a saudade que sinto de você parece que nunca vai passar e tudo isso por causa de decisões que tomamos. Há um poema que diz: “Segundos viram minutos, minutos viram horas, horas viram dias, dias viram semanas, semanas viram meses e meses viram anos”, só que a angústia que sinto, quando me lembro de tudo que aconteceu, faz minutos virarem segundos que nunca se passaram.


— Depois que a estação do inverno acabar, estaremos novamente nos braços uma da outra. Por favor, espere por mim, Yein.


Foram as drogas das suas palavras! Só que você levou a primavera consigo, me deixando no inverno mais álgido à procura de seus braços para me esquentar.  Sim, você me deixou, Sujeong, mas já não sinto mais rancor de nada disso, tudo o que me restou foram arrependimentos e saudades.


Outro dia vi um vídeo seu no instagram, suas habilidades no violão melhoraram tanto e sua voz ainda transmite a mesma melodia rouca a qual sempre me fez ter uma queda por você. Minhas mãos tremiam, eu precisava elogiar, dizer alguma coisa. Fiquei a cada dois minutos conferindo se você teria alguma ação diante do meu comentário. Logo quando você respondeu, uma ansiedade inexplicável me devastou e eu recaí novamente. Invejo o fato de como você conseguiu seguir.


Ainda em meu delírio, eu sinto o seu perfume e escuto sua risada. Talvez tenhamos deixado as razões falarem mais alto e os sentimentos ficaram de lado seguindo caminhos opostos daquele que tanto planejamos.


Eu ainda te amo, você sempre será minha melhor amiga mesmo que você prefira estar distante. Estarei guardando o que ainda sinto por você escondido atrás de todas as confissões esboçais, esperando o momento certo para serem jogados na lixeira e deletados para sempre.


Minhas palavras se perdem assim como me perco nos pensamentos mais profundos e lógicos que posso ter. No final desse dia ainda vou estar pensando em você, ainda estarei com meu pijama enquanto fumo observando o movimento das ruas, e sinto o frio congelar minhas mãos e rosto.


Nenhuma palavra será capaz de descrever surpresa fora a minha quando, ao ligar a tela do celular, vi que depois de meses havia finalmente uma mensagem sua.

Ryuvely: Feliz Natal!! Ho Ho Ho. Espero que esteja se divertindo bastante nesta noite!! Não esqueça de se aquecer para não ficar resfriada. Tenha boas festas!! Bjss

Ainda não tive forças para poder te responder, e não sei se em algum momento irei ter. Mesmo que já tenha se passado algumas horas desde o ocorrido, ainda sinto a ansiedade e a adrenalina em minhas veias.


No meu momento mais sufocante, eu desabafei com você. Eu deixei que você soubesse dos tormentos que eu estava vivendo e suas palavras foram únicas: "Você não deve se sentir dessa maneira. Está tudo bem, pois tudo tá no passado. Eu te perdoo, mas sinto muito se as coisas não poderão voltar como antes. Você precisa recomeçar um novo capítulo na sua vida e eu não poderei protagonizar essas páginas em branco.”


Eu só queria que você entendesse que, mil vezes que eu abri uma página em branco para recomeçar esse novo capítulo na minha vida, o inverno que ainda mora dentro de mim derreterá a sua geleira em forma de lágrimas, e mais uma vez molharei esse capítulos com lembranças suas.


Há meses eu tento ser alguém melhor. Não sei se é para mim mesma ou pra terceiros, mas suas palavras ecoam em minha mente me atormentando. Eu me pergunto o significado delas pois não foram agressivas, mas me fizeram refletir sobre aquele dia e perceber como não soube usar as palavras; me fazem voltar naquele momento e perceber que você também se machucou e que eu não fui a única a sair ferida. Entretanto, do contrário, eu ainda estou toda machucada por não conseguir me perdoar.


Eu juro que estou tentando ser uma nova eu, não mais chorar por você; não me sentir mais insegura quando vejo fotos suas ou seus tweets. Quero apenas respirar fundo e lidar sem me afetar por você estar vivendo bons momentos.


Ainda não consegui dormir e, assim como nos últimos 273 dias, estou novamente escrevendo para você desabafando sobre tudo o que sinto e como evoluí meus pontos de vista sobre o que aconteceu no passado. Saí da minha própria bolha para ser alguém em quem você confiaria novamente, mas essa não é a companhia que você quer, essa não seria a verdadeira eu. Nada voltará a ser como antes, você tem razão, Sujeong, nenhum "mas" jamais vai justificar tudo o que aconteceu, tudo o que esvaziei em um momento sensível da nossa relação.


O passado ficou no passado e nada voltará a ser como antes. Palavras magoam e eu te magoei demais, Sujeong.



[ Descartar ]


[ Você deseja descartar esse e-mail? ]


[ Cancelar | OK ]


[ Esse e-mail foi deletado. ]


Notas Finais


Eu escrevi essa fanfic para um projeto, em 2018, mas eles apagaram a conta do projeto e levaram a estória junto. Eu tomei coragem de pegar meu pendrive e transferir o arquivo e, numa madrugada agitada, eu reescrevi e adicionei bastante coisas. Espero que tenham gostado! Mas se quiserem uma história apimentadinha Yejeong, também encontraram em meu perfil.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...