1. Spirit Fanfics >
  2. Fragmentos de uma história por contar >
  3. Cacofónico

História Fragmentos de uma história por contar - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


Cinco euros pela tequila!

Capítulo 3 - Cacofónico


Jaehyun estava sentado perto do bar. Mexia suavemente com um palito o seu whisky sem gelo. Os olhos postos no nada, e o seu sorriso não tinha traços de felicidade. Preso em memórias que não eram suas, não se apercebeu de nada à sua volta. 

A música demasiado alta, demasiado cacofónica, um ruído brusco a que ele não dá sequer a mínima atenção. Tinha sido ideia de Johnny celebrar a promoção num club apinhado de gente jovem e, honestamente, embriagada até aos ossos. Não era nada o tipo de ambiente que ele gostava, mas lá estava; surpresas feitas por amigos tinham destas coisas. Jae não tinha sido o único a ser promovido no grupo, então o único meio termo que envolvesse cerveja, música e boa companhia que o grupo apreciasse era apenas aquele sítio. Suspirou (na sua mente, Sooyoung inspirava) o resto da amargura e decidiu aproveitar um pouco da vida. Como só um trintão solteiro conseguia fazer. 

E foi naquele momento, enquanto se virava para finalmente dançar, que a viu. As luzes azuis adornando-lhe o rosto, transitando de puros lilases até darem espaço aos intensos vermelhos.  Os seus cabelos ligeiramente desgrenhados, de uma forma não proposital, com as faces ruborizadas do álcool e os olhos à beira das lágrimas. Sooyoung não parecia o seu usual. 

 

Enquanto ele avança com a perna direita, ela avança com a esquerda, encontrando-se a meio termo. Soo deixou-se finalmente chorar, fixando o rosto de Jae. Os lábios, bonitos, tremiam, e as lágrimas caíam-lhe pelo rosto abaixo. Tinha na mão uma garrafa de cerveja importada. 

 

— Ele é casado… — Soo bateu com a testa no peito de Jaehyun, agarrando-se com a mão livre à camisa preta dele.

Não precisou dizer mais nada. Jaehyun envolveu os seus grandes braços à volta do pequeno corpo dela, aconchegando-a no espaço mais estranho do mundo. Novamente desajustados da realidade. Sooyoung e Jaehyun partilhavam mais um daqueles seus momentos; enquanto ela chorava, o coração dele partia-se. Enquanto ela expirava a sua angústia, Jae inspirava a sua raiva. 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...