História Fred e Hermione - Amor e Mais!!! - Capítulo 20


Escrita por:

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Fred Weasley, Hermione Granger
Tags Fred, Harry, Hermione, Potter, Romance, Rony
Visualizações 125
Palavras 1.662
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 20 - Seguindo em frente


Flashback 

 

_Não é uma historia de amor, é uma historia de tragédia  e dor! Porque mulheres gostam disso?- Fred disse a ela, juntos, sentados no jardim de Hogwarts e ela estava com um livro em mais, Hermione sorriu com o comentário, ele não lera mas pediu para que ela resumisse e ele ficou chocado. 

_ Acho que deveria ler!- disse e sorriu tentou entregar-lhe o livro mas ele negou-se como repulsa. 

_ Para que? Você já me contou a história e não gostei nem um pouco, essas historias de trouxas são muito dramáticas não. – Hermione sorriu e guardou o livro em sua pequena bolsa. - _ Me prometa que voce nunca vai ser dramática assim? chorosa e depressiva! Voce é forte, é uma guerreira! Esse tipo de imagem não lhe cai bem. 

_ Nossa e quem esta sendo dramático agora?- Hermione disse e sorriu - _ Ok, acho que as mulheres gostam porque tem muito amor envolvido ah é literatura Fred. 

_ Seu eu morrer, não quero saber de atitudes do tipo pelo amor de Merlin! Sei que não é desse tipo. 

_ Quer dizer que se eu morrer não nem chorar?- 

_ Nem penso nisso e além do mais você é muito inteligente para morrer em uma guerra dessas! – ele disse e a abraçou e sorriram. - _ Muito bonita também, esse é seu único perigo, ainda bem que estará com meu irmão. 

Hermione revirou os olhos achando irrelevante e pouco produtivo, já que defendiam- por igual. 

Flashback off

_ Não quero nenhum evento por favor ministro, e tao pouco seria necessário um reconhecimento publico fico feliz termos resolvido a questão dos centauros. 

_ É assim com a dos elfos  e dos lobisomens, de jeito nenhum esses feitos podem ficar apenas em uma nota nos jornais, mudou a vida de vários seres mágicos Hermione. 

_ Fico satisfeita, tenho que ir agora, preciso assinar mais alguma coisa? – 

_ Somente mais esses aqui- apontou onde assinar e ela o fez. - _ Muito obrigado pela contribuição, lastimo uma entrega de titulo sem tanta pompa mas compreendo. 

_ Pronto! – ela disse e deixou a caneta sobre os papeis, pegou seu casaco aprontando-se para sair. – Qualquer interveio me deixe informada por favor. 

_ Claro e sei que é cedo para tratar o assunto mas, sei que é muito boa com leis da magia se tiver interesse futuro a um cargo no setor de Departamento de Execução das Leis da Magia, como disse se lhe interessar após o nascimento do seu filho, esta proximo não?- disse e sorriu em simpatia quando indicando o tamanho excessivo de sua barriga. 

_ Falta pouco sim, mas preciso me manter ocupada, se houver algo em que possa ajudar!!- disse e sorriu com a mão sobre o ventre. - _ Gostaria mesmo de conversa melhor sobre  algum cargo para mim no setor, fico muito agradecida.

Todos os Weasleys sabiam que ela teria uma carreira no setor, Harry já trabalhava na sua formação de auror e Rony ainda estava na loja com o irmão. 

Muito tempo parece pouco e ainda que demore ele corre e corre rápido, passando por átrio, a nova recepção com louros e logos do novo tempo, um tempo sem guerra e com esperança viva para todos. 

Esperança que não lhe era mais necessária, a certeza do futuro próximo era a única coisa em que pensava, poder ver os olhos de seu bebê, logo estaria  com ele em seus braços. 

.

_ Olá mamãe, olá Hermione!!- Gina disse entrando ao fim da tarde- _ Estou morta de fome!! – 

_ Sente querida e coma alguma coisa antes do jantar, Hermione estava dizendo que vai passar a noite na casa de seus pais. – Molly disse com expressão de desgosto mas Gina sorriu 

_ Eles veem jantar com a gente antes?- perguntou e sorriu sentando-se de frente a amiga, sentiu um chute em seus pés o olhou para a morena um pouco surpresa. Mas Gina sabia que se não fossem agora teriam que ir, Molly nunca a deixaria sair antes de jantar. 

_ Eles vem ver vocês mas não vamos jantar com vocês hoje. 

_ Ah tudo bem querida. Volta na semana que vem? -  

_ Com certeza! – Hermione confirmou e saíram para o quarto que ela ocupava, enquanto arrumava algumas coisas para levar consigo, conversavam sobre o bebê.

_ Como pode não ceder a uns lanchinhos gostosos, assim você não ajuda meu sobrinho não? Tenho certeza que ele gosta de uns doces ai!!!- Gina disse em brincadeiras 

Gina comia chocolates e balas e doces enquanto ajudava entre uma peça e outra de roupa. 

_ Eu não preciso ele, não precisa!!! Mas e você ein que coisa!!! Vai jantar daqui a pouco sabia? Como voce consegue? 

_ Eu como a sobremesa antes do jantar, sou excêntrica horas!!- disse e sorriu mordendo mais um pedaço de chocolate _ Você nasceu para ser mae mesmo mesmo ein. - Hermione sorriu. - _ Alem do mais preciso de energia, sabe que o jogo de hoje me deixou faminta, mas me conta, como foi la no ministério? 

_ Ai graças  a Deus!! Você é uma das poucas pessoas que falam comigo normalmente e não somente sobre o bebê!- Hermione disse com certa urgência e alivio, Gina sorriu 

_ Porque ainda me surpreendo?- você não consegue não é? Já saiu de lá com mais algumas ideias para defender alguma lei ou alguma criatura mágica?

_ Ainda não! Sabe que preciso ocupar minha mente e ler não tem que ser a única opção, tenho que fazer algo com o que leio. 

_ E qual o assunto da vez!!!? 

_ Preciso que você fale com o Harry, para isso?- 

_ Eu?? Ah nem comece eu não... 

_ Não estou pedindo para falar sobre suas coisas. 

_ E porque eu falaria de minhas coisas com o Potter?- perguntou com tom sério em sua voz. A desde o fim da guerra os dois praticamente não se falavam e não por falta de tempo ou vontade. Como duas pessoas que se gostam podem se ignorar por tanto tempo ela não poderia entender. 

_ Não peço que fale das suas coisas, quero que fale das minhas! Por favor me deve!!!- usou  o artificio como chantagem

_ E lhe devo o que posso saber?- 

_ O que não me deve nada!! Mas por favor é importante par mim, e não é porque estou lhe pedindo um favor que quero usar de sua piedade pelo meu estado!-  disse ressentida e ambas sabiam o porque, durante meses era citada nos jornais como a herói de guerra que merecia piedade, Hermione odiava isso. 

_ Jura que não é mais nenhuma tentativa sua de... 

_ Eu prometo- nas primeiras semanas tentou fazer com que se falassem mas seus sentimentos a impediram de olhar adiante e quando voltou a fazer-lo, nenhum dos amigos a ouviam. 

_ Diga do que se trata- 

_ Quero que o convença me deixar participar de algum caso no departamento de .....

_ Pode parar!- Gina disse erguendo a mão, esta louca, por acaso sabe que o Potter trabalha?

_ Ajudar intelectualmente ok, não sou inconsequente. 

_ Hum olha, de qualquer maneira nem mesmo eu sei se acho isso legal Hermione, auror lembra, não gostaria que você lesse casos pesados e pensasse em coisas ruins, porque voce quer isso? ninguém deveria querer isso, principalmente  vocês três. 

Gina disse com tom emocionado em sua voz e Hermione por um instante arrependeu-se de pedir. 

_ Ainda existe leis e pessoas para ajudar, isso só depende de como queremos levar a vida e o que nos faz bem Gin, é por isso que tem ressentimentos por ele? Harry só... 

_ Não tenho ressentimentos por ele!!!- interrompeu abruptamente mas exaltou-se - _ E tão pouco por você, independente do que escolha fazer, só.... ai porque você....

_ Prometo que não vou me colocar em risco. 

_ Nem poderia, Harry não deixaria, alias ninguém iria concordar com isso. 

_ Mas voce me apoia não é? -  perguntou com tom de piedade 

_ Claro que sim, claro que sim Mione!- Gina suspirou e abraçou a amiga - _ Mas, me fala porque? E não me venha com esse assunto de continuar ajudando as pessoas que isso já sei! Porque a lei não te atrai mais? Quer virar auror agora é isso? 

_ Não quero virar auror e não tenho interesse nisso nem agora nem depois- deixou claro que não faria mesmo depois do bebe nascer. - _ O ministro insinuou que posso ter um cargo garantido no departamento de leis no futuro e me interesso nisso. 

_ E voce ainda tinha alguma duvida! Mas que maravilha agora o que isso tem haver com o quartel gerenal?- disse e Hermione sorriu, o termo “quartel gerenal” que usou 

_ Tem tudo haver com as leis e quero saber como se aplica aos casos de aurores só isso. 

_ Plausível, mas não posso pedir isso ao Potter ...

_ Fala Harry vai!!- Hermione pediu e sorriu ao provocar, Gina fingiu ao ouvir com sempre fazia. 

_ Não vou convencer ele disso, não vou nem saber explicar tudo isso ai, mesmo por que não sei a gravidade desses casos. 

Ouviram pessoas entrarem no andar de baixo e suas vozes, Harry e Rony falavam com Molly.  

Gina saiu do quarto e apoiou-se a segurança das escadas e o chamou. 

Todos ficaram atentos pois não era fato que se via acontecer ele subiu e quando todos pensaram que fosse algo particular. 

_ Você esta bem?- 

_ Sim, estou e você?- 

_ Desculpe-me te chamar assim é que ouvi sua voz e....

_ Não tem problema. 

_ Bem você sequer descansou, acabou de chegar, entre por favor- indicou o quarto- disse tudo muito rápido - _Hermione precisa falar com você, ela tem algo a te pedir. – saiu deixando-os a sós mesmo quando a amiga chamou seu nome. 

Gina chegou a cozinha, sua mãe a encarou 

_ Hermione precisava falar com ele- respondeu a pergunta clara em seu olhar. 


Notas Finais


Queridos leitores, ai esta mais um capitulo depois de tanto tempo, quero pedir desculpa pela demora e agradecer aos comentarios e os pedidos de continuação, saibam que isso é muito importante, portanto =) deixe seu comentario ai em baixo ok bjinhos.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...