História Good Boy-IMAGINE Jeon Jungkook - Capítulo 13


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, Jeon Jeongguk (Jungkook), Jinyoung, Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Youngjae, Yugyeom
Tags Bissexualidade, Bts, Comedia, Imagine +18, Insinuação De Sexo, Jungkook, Linguagem Imprópria, Sexo
Visualizações 69
Palavras 1.459
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), FemmeSlash, Festa, Hentai, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


HELLO:3
OEE, OLHA QUEM VOLTOOOU
EEEI, espero que tenham curtido a capa nova, me esforcei pra fazer ;-;
Não tenho muito oq falar, então vamos pro cap!
Aproveitem e me desculpem por qualquer erro, não revisei pela pressa, tô com fic atrasada sksksk

Capítulo 13 - Garoto estranho e lindo, uma seringa.


Fanfic / Fanfiction Good Boy-IMAGINE Jeon Jungkook - Capítulo 13 - Garoto estranho e lindo, uma seringa.

POV S/N

Ah, cadê esses meninos que não chegam nunca? Eles vão acabar com a minha paciência desse jeito! Eu já tô pronta há vinte minutos aqui, parada esperando.

A porta é aberta, revelando os garotos, finalmente. Antes de falar algo, confiro se estão mesmo todos ali. Vai que esqueceram o Taehyung no caminho né, idiotas do jeito que são.

-Eu pensei que tinham se perdido!-falo sarcástica, revirando os olhos

-Mas isso não é possível S/N-fala Taehyung, confuso

-Ela está sendo sarcástica Taehyung. É porque está irritada já que demoramos-explica Hoseok.

-Aaaata-ele concorda.

-Vamos de uma vez-fala Mark, batendo na própria testa.-Vai primeiro Jack-empurra o moreno, o fazendo pular a janela rapidamente.

Depois que o mesmo se encontrava do lado de fora, Mark pula a janela também, logo depois vou eu, Jinyoung, Jimin, Youngjae, JB, Yugyeom, Bambam, Seokjin, Taehyung, Namjoon e por fim Jungkook, sendo que estes eu não vi saírem.(afinal saíram depois de mim)

Já do lado de fora, Mark e Jackson, ao meu lado, conferem se está limpo para que passássemos. Tudo ok, corremos em meio as árvores e seguimos pulando o muro, saidno daquele lugar infernal. As árvores estavam com as copas cheias, é devido a isso, não tivemos o risco de os seguranças nos verem pulando o muro.

-Todos aqui, certo?-confirmo. Não podíamos arriscar deixar Jungkook para trás, isso certamente acabaria com a noite.

-Sim-concorda Mark.

-Certo. E onde está Jeon?-pergunto, não vendo o menino presente ali.

-Aqui!-fala Taehyung, apontando para os meninos.

-Saiam da frente-reviro os olhos, empurrando os meninos para os lados.

-Poha S/N!-reclama Yoongi, assim que é empurrado.

Assim que observo Jungkook, em minha frente, fico estática com uma careta que nem eu conseguiria descrever.

-O-o que fizeram com ele?-gaguejo, ainda em choque com a cena.

-Olha, eu demorei muito tempo pra deixar ele assim, então faz o favor e diz que gostou-reclama Seokjin, me encarando.

-Como assim, dizer que gostei?-pergunto, confusa.

-Fizemos por sua causa-fala Taehyung, com um sorriso enorme no rosto.

-Que....?-pergunto, ainda mais confusa.

-É....nada!-Hoseok bate na cabeça de Taehyung, fazendo o mesmo criar uma careta de dor.

-Então, o que achou?-pergunto Jungkook, que havia se mantido calado até o momento. 

Aquela foi a primeira frase que eu escutei sair da boca dele depois de hoje mais cedo. Ele não costumava falar e nem ficar muito tempo os meninos, isso me está muito estranho.

-Bem, não tenho como dizer que não-rio para mim mesma.-Mas porque isso, assim do nada?-claro que não era do nada, estávamos namorando agora. O único problema era, os meninos não sabiam, porque o vistiram assim?

-Agora não é hora para joguinhos. Fique com ele, é por isso que o vestimos assim!-fala Taehyung.

-TAEHYUNG!-todos gritam em coro, como se aquela informação não devesse sair naquele momento.

-O que?! Vão dizer que é mentira? É verdade S/N, acredite em dois idiotas que não sabem mentir.-fala Jackson.

-Ta, pra mim deu. É isso S/N. Tivemos que mentir pra ele também, então não culpe o garoto. Fizemos isso pra ver se ele deixa de ser virjão, por que virgens não andam conosco-fala Yugyeom.

-Como vocês são machistas, porra-reviro os olhos.-Vamos, já devíamos ter ido-repondo ignorando totalmente suas falas.

-Vai simplesmente fazer isso? Vai despensar o garoto dessa forma?!-Jimin brota ao meu lado, fazendo-se de inconformado.

-ESTAMOS ATRASADOS, VAMOS LOGO!-revira os olhos, indo na frente enquanto puxava Jungkook junto de mim, deixando todos um tanto animados com aquilo.

****

-Então quer dizer que vai tirar a virgindade dele?-pergunta Youngjae, animado.

-Diz que simmmm-fala Bambam, manhoso. 

-Eu nunca vi vocês tão animados pra que eu transasse com alguém. Na verdade, vocês nunca se animam quando sabem dessas coisas-rio.

-Pois é, mas acontece eu não quero um virgem no nosso grupo de amigos-fala Jinyoung.-Sem ofensas, Jungkook-finaliza.

-Tudo bem, Jinyoung-ri Jeon, como se estivesse tentando não falar nada para não dizer que já não era virgem.-Então, pra onde estamos indo mesmo?-pergunta.

-Digamos que vai ter uma festinha na casa de Jimin hoje-rio.

-Como assim, na MINHA casa?-pergunta Jimin, inconformado.

-Seu irmão me disse que seus pais estão viajando, e deixariam a casa vazia. Ele organizou uma festa, e é isso. Convidou todos nós, é claro que eu disse, por educação, que iríamos todos.

-Pelo menos estamos arrumados para ir a uma festa-ri Namjoon.

-Ta, ta. Mas é por qual motivo, razão ou circunstância o meu irmãozinho mais novo, não me avisou disso? E como você tem o número dele?!-pergunta indignado.

-Não importa, e sobre o número, foi ele que passou pra mim-rio.

-Não vai me dizer que....-fala Hoseok, assustado.

-Não, não! Credo!-falo rindo alto.-Irmão do Jimin, gente. Eu não poderia-rio.

-Ueee, não era ela que dava pra quem quisesse?-Seokjin zoa.

-Ta, ok. Eu transei com ele sim. -confirmo, escondendo o rosto.

-O MEU PRÓPRIO IRMÃO S/N, MEU IRMÃO MAIS NOVO! COMO VOU OLHAR PRA ELE AGORA?-pergunta Jimin totalmente inconformado.

-Olha, eu espero que não seja da mensagem forma que eu vejo....-rio, provocando o garoto.

-AAAAAAAA, EU VOU TE MATAR!-ele bufa, enquanto corria atrás de mim. 

-Qual é Chimchim, fiz tudo pensando em você-mando um beijo pra ele, me escondendo atrás de Namjoon.

-EU SIMPLESMENTE NÃO ACREDITO QUE PASSOU UMA NOITE COM O MEU IRMÃO MAS NÃO PASSOU UMA COMIGO, SOMOS MELHORES AMIGOS A DEZ ANOS S/N!!-continuava irritado.

Ah, essa noite vai ser longa.

****

POV JUNGKOOK

Chegamos em frente a casa de Jimin, e não foi muito difícil para mim reconhece-la, menso nunca estando nela. Afinal, não era para menos.  A casa estava com as luzes acesas, som alto e parecia que já estava fora de controle. E olha que ainda são 2:45 da manhã.

Entramos rapidamente, a porta estava aberta. Assim que entramos eu só consegui observar tudo ali. Haviam bebidas, gente bêbada se pegando, e até mesmo drogas. Como arrumam isso, Deus?

Confesso que estou me sentindo feliz por estar em uma festa dessas, é a minha primeira vez. Todos têm dessas, segundo Bambam se você está vivendo sem loucuras, você não está vivendo. O som ali presente era extremamente alto, e a melodia da guitarra de Jimmy Hendrix adentrava nossos ouvidos, sinceramente, fazendo com que tivéssemos orgasmos pelos ouvidos. 

S/N e os outros foram procurar por Jihyun e me deixaram sozinho aqui, (Acho que eu deveria ter ido junto, e não esperado que me levassem) mas tudo bem. Me esforço na bancada da pia, cruzando os braços e observando as coisas por ali.

-Ei, garoto -escuto uma voz masculina me chamar- O que está fazendo?-pergunta. Era um garoto moreno, de pele negra. Tinha cachos perfeitos, e estranhamente falando, seus olhos eram verdes como esmeraldas.

-Nada, pra falar a verdade-dou de ombros, tentando não parecer nervoso por ter contato com alguém desconhecido naquela festa de loucos.

-Quer um pouco?-estende o copo que estava na sua mão.

-O que é isso?-pergunto, enquanto já segurava o copo.

-Vodka pura. Vai, toma logo!-ri ele, e eu viro um gole daquela coisa. 

Credo.

Isso é tudo o que consigo pensar, Credo. Aquela coisa, que parecia água mas cheirava a álcool, desceu queimando na minha garganta, fazendo com que o meu corpo de esquentadosse de imediato. 

-Wow, isso é bom-rio. O que eu estou dizendo? Isso é horrível! Queimou minha garganta! Mas.... Não é tão ruim assim.

Estou confuso, alguém me ajude.

-Nunca bebeu?-ele ri

-Não-rio envergonhado. Vai que ele pensa que eu sou virgem também, né?

-Olha, já que você é novo aqui, eu vou lhe dar uma coisinha. Você vai gostei-sorri sorri. Deus, eu nunca vi um garoto com um sorriso lindo desse jeito.

Não, eu não sou gay.

-É mesmo?-sorrio de lado.

-Isso. Aqui está, é fácil de usar. Você pega a seringa e injeta na sua veia, sacou?-me entrega uma seringa com um líquido quente e marrom. 

-Certo, entendi. Mas, o que afinal é isso?-pergunto.

-Como é inocente menino!-ri- Isso é heroína.-explica.

-Ah, entendi. -concordo. Pego a seringa, arremangando minha manga ali mesmo é apertando meu pulso, para que as veias saltassem.

-Ow, seus braços são fortes-sorri.

-Ah, nem tanto-falo envergonhado com o comentário, e logo procuro uma veia onde possa injetar o líquido.

Assim que a encontro, enfio a agulha em meu braço, apertando a seringa em seguida. Assim que o líquido quente entra em minhas veias, sinto uma sensação estranhamente muito boa percorrer meu corpo. 

Era como se eu estivesse no Paraíso, por um momento meu coração acelerou e eu nem percebi. Depois disso, sinto meu corpo inteiro ficar imóvel e caio sentado, me escorando no balcão.

-O-oque está acontecendo comigo?-pergunto, sentindo meus olhos focando pesados.

-Isso é normal cara. Vai apagar por uns dois minutos, mas vai acordar bem. Até mais, bro-ele sai andando, me deixando sentado ali no chão.

Droga, acho que vou morrer.... Mas me sinto tão bem..... Meu corpo está leve, eu já não sinto mais nada. A música que antes era maravilhosa, agora se tornou ainda amei prazerosa, eu sentia que podia transar ouvindo ela. 

Já estou completamente fora de mim, quero me levantar mas não consigo, meu corpo está adormecido pelo efeito do narcótico.

Sinto meus olhos cada vez mais pesados, e minhas pálpebras superiores vão se fechando lentamente, até que eu apague totalmente, meus olhos se fecham, meu corpo fica totalmente frágil e tudo o que enxergo é um total breu.


Notas Finais


Então babys, foi isso! Sksjsksj
Eu sei, o cap ficou com um final bem pesado mesmo, mas não se preocupem e não surtem não, amo vcs♥️
Eras, desculpem qualquer erro, comentem oq ué acharam, porque é importante pra mim, e comentem também o que acharam da nova capa! Ela eu fiz com muito amor, espero do fundo do meu core, que gostem dela. PS-JK DA FESTA FOI O JK DA CAPA DO CAPÍTULO KKKK
BYEE:3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...