História Grávida de um Estranho (Park Jimin) - Capítulo 28


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Red Velvet
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Joy, Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Fanfic Hetéro Jimin, Jimin, Myodesigners, Park Jimin
Visualizações 326
Palavras 1.067
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura❤
- Hemyn

Capítulo 28 - Tão fofo!


— Sim, eu vou falar para ela, você é uma boa pessoa tenho certeza que  ela vai gostar de te conhecer—Falei e ele esboçou um sorriso e olhou pra baixo— Ei, oque foi?—Perguntei levantando o rosto dele e os olhinhos pequenos estavam marejados — Você está chorando?

 

— Talvez essa seja a primeira vez que alguém diz que eu sou uma boa pessoa—Ele disse esfregando os olhos— Você sabia que eu fui expulso de casa e chamado de ingrato após falar para os meus pais que não iria herdar a empresa deles? Como alguém ousaria dizer que sou alguem bom após desapontar meus pais* —Ele falou e eu senti como se ele tivesse retirado um peso enorme das suas próprias costas.

 

— Você é uma boa pessoa sim, não é por causa de uma escolha que isso vai mudar.

 

— Você é um amor.

•••

Abracei o pequeno Gook-Doo enquanto ouvia da minha mãe um discurso de o quanto eu avia sido indelicada ao não contar imediatamente para ela sobre o Park  e sobre o quanto é perigoso eu deixar a pequena Bong falar com o Jimin.

 

— Mãe, eu sou adulta e sou eu quem cuido dos assuntos da Haeun. A senhora não prescisa ter medo do Jimin sequestrar a nossa filha eu e ele estamos de acordo sobre a criação da bebê.

 

— Que intimidade é essa Bong S/n? No meu tempo não era assim, era bem melhor!

 

— Mãe, eu tenho vinte e cinco anos e só tenho uma filha de quatro anos. Com vinte e quatro anos você já tinha seus seis filhos com a mais velha tendo nove anos, tem certeza que seu tempo era melhor?—Perguntei soando retórica e minha mãe suspirou e se encostou na parede.

 

— Quero conhecê-lo antes do bebê da Nayeon nascer.—Ela disse simplista e saiu me deixando sozinha com meu irmão mais novo.

 

— Noona, se apresse pois o bebê da noona Yeon vai nascer daqui a quatro meses.

 

— É verdade! Doo, você sabe se é um menino ou uma menina?

 

— a noona yeon vai descobrir no parto!

 

— Que coragem a dela, não é pitico?—Perguntei e ele balançou a cabeça em confirmação— Eu nunca conseguiria aguentar até o parto para saber o sexo do bebê.

 

— A shark tá no quarto com a noona sunmi e o Hyung, vamos chamar ela?—Assenti e coloquei o meu irmão mais novo no chão antes de vê-lo correr até o quarto do Kai.

 

— Bong, vamos que a sua dinda vai levar você e o seu tio para aquela sala de dança com as estrelinhas.

 

Haeun logo se soltou dos braços do Kai e veio até mim para irmos embora.

Coloquei as duas crianças nas suas retrospectivas cadeirinhas e sai em direção ao apartamento dos Jeon's e do Park. Peguei o carro da Soo-Young emprestado pois ainda não tive dinheiro e nem tempo pra colocar gasolina no meu carro, então a gente vive assim, não é mesmo?

 

Após chegarmos os Jeon's logo sairam com as duas crianças me deixando sozinha no prédio.

 

Subi as escadas em direção ao apartamento deles e bati na porta na esperança de que Jimin ainda estivesse em casa.

 

— Você voltou.— Park disse assim que abriu a porta.

 

— Eu deixei a minha bolsa no quarto da Haeun—Fale sorrindo amarelo e ele deu espaço pra mim passar.

 

— Eu só vou tomar banho pra ir pro hospital, me espera que eu vou te levar.

 

— Não. Eu vou ir a pé, fazer caminhada—Falei pegando minhas coisas e esticando os braços.

 

— Você vai esperar sim!—Ele disse me arrastando para o sofá enquanto fazia um biquinho de criança mimada, logo depois deu as costas e foi para o banheiro.

 

Eu até que poderia ir embora, mas não estou com vontade por algum motivo imaginável. Motivo esse que esse prédio é mais de oito quadras de distância da minha casa e eu não estou animada suficiente para caminhar.

 

Rolei o feed do instagram em busca de alguma coisa e parei quando encontrei alguns vídeos de pessoas talentosas cozinhando comidas saudáveis e totalmente sem gosto.

 

Estava prestes a descer a timeline novamente quando ouvi um som absurdo de despertador e vi Jimin aparecer na minha frente de toalha procurando o celular.

 

Se está cena tivesse acontecido alguns anos atrás eu certamente teria enlouquecido, porém a vida me fez aprender que homens sem camisa é algo mais natural que o imaginado -Deixando claro que isto não muda o fato de que é uma delícia-.

 

Jimin ficou de costas para mim e atendeu o telefone. Alguns milésimos de segundos depois de atender ele se virou pra mim e colocou no viva-voz.

 

— Vocês são os pais da Bong Haeun do segundo período do Jardim da Infância, certo? Ou é a madrinha e a mãe da Bong?

 

— Nós somos os pais—Falei fitando o número brilhante na tela do aparelho.

 

— Isto é bom. O vestido da formatura da sua filha já está pronto, pode ir pegar ele a partir de amanhã. Quando for buscar, a senhora já leva o dinheiro e o comprovante de inscrição.

 

 

— Tudo bem, obrigada.—Ouvi o som do "bip" de chamada desligada e sorri de orelha a orelha.— O vestido da minha filha está pronto!—Falei sorrindo e Jimin sorriu de volta, porém não tão animado quanto eu, afinal, ele não sabe oque é trabalhar oito meses para conseguir pagar o vestido da formatura. Ele é medico!

 

— Você quem vai pagar o vestido?—Ele perguntou colocando o celular sobre uma mesa de canto.

 

— Sim. Eu trabalhei nos últimos para isso—Falei estreitando os olhos com a animação de ir buscar o vestido da Eun.

 

— Eu vou comprar o anel da formatura e a tiara de brilhantes para ela, está bem?—Ele perguntou com os olhos brilhando.

 

—  Você pode comprar o anel se quiser. Fala com a Eun sobre a tiara, ela não gosta muito de tiaras, então ela deve escolher alguma que goste ou nem sequer vai usar—Falei sendo o mais sincera possível para ele não jogar dinheiro no lixo ao comprar a tiara e Haeun se negar a usar.

 

— Ah sim, vou falar com ela depois.

 

— Park Jimin, você molhou o tapete inteiro!—Falei olhando pro chão e vendo o tanto de água que tinha por onde Jimin avia passado.

 

— Ah, eu vou me trocar.— O Park disse e cobriu a barriga com as mãos após o rosto dele ficar violentamente vermelho. Tão fofo!

 

 

 

 


Notas Finais


Atualização na data certinha para vocês acordarem e depois de escovar os dentes ler tudinho e dizer oq achou🖒

Sábado que vem ( 18/10 ) certamente não vai ter atualização, vou me esforçar para tentar, porém vai ser um dia corrido e temo não ter tempo pra postar. Se Deus quiser eu posto antes, se não, me desculpem ;)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...