História Hospital Bangtan - Capítulo 10


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Visualizações 27
Palavras 1.426
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ficção Científica, Romance e Novela

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 10 - II- Jung Hoseok


Fanfic / Fanfiction Hospital Bangtan - Capítulo 10 - II- Jung Hoseok

- Onde me meti ? nesse momento a sindica , o psicopata e meu vizinho estão em minha sala enquanto tenta esclarecer aquela situação nem um pouco comum. O senhor Jung parecia conhecer muito bem o tal Namjoon , um fato que me despertava curiosidade, que tipo de pessoas são eles ?

_ Eu sinto muito Dr kim , não tinha avisado que a pessoa era o senhor então provavelmente isso assustou a senhorita SN. Desculpe-me!

_ Dr...?_ sussurro enquanto o encaro de longe.

_ SN... então esse é seu nome._ sorri e me olha _ Desculpa ter a assustado , devemos nos dar bem já que vamos dividir o mesmo apartamento , senhorita SN.

_ O q...que? _ o senhor Jung nos olha surpresos _ Namjoon , o que faz aqui ? 

_ Acredita em coincidência  ?  Estava atrás de um apartamento para alugar quando encontrei a sindica , ela me disse que tava prestes a expulsar alguém por falta de pagamento..._me olha.

_ O q...que ? 

_ I-Isso não vem ao caso agora , o fato é , será apenas por um mês senhorita , se não quiser pode desocupar o nosso prédio. 

_ NÃO ! quer dizer... eu atrasei sim o pagamento mas... esta bem , será apenas um mês né ?

_ Então esta tudo certo , vou deixar vocês se conhecerem agora._ levanta _ tenham uma boa noite! _ sorri e sai .

_ Ter uma boa noite ? há como isso vai ser possível com esse... _ sussurro.

_ Ela me xinga até em pensamentos..,

_ Namjoon , não esta exagerando não ? morar com ela isso vai a deixar desconfortável. 

_ Finalmente alguém sensato por aqui._ me sento.

_ Hyung! eu não vou fazer nada com..._ me olha _ quer dizer , só se ela quiser .

_ VOCÊ FICOU LOUCO?_ o encaro.

_ D-Desculpa senhorita SN , acredite ele não é o que pensa .

_ Não se preocupar com um homem que me perseguiu no mercado e logo no prédio que moro também , saber que ele vai dormir debaixo do mesmo teto que eu ?

_ iriamos ter noites inesquecíveis... se eu não tivesse plantão a noite , inclusive estou atrasado._ levanta _ tenha bom sonhos e te vejo amanha , colega de quarto . _ sorri e sai em direção ao banheiro.

_ Namjoon... Nam... aish , maluco. _ me olha _ como eu disse não tem o que se preocupar , ele é meio maluco mas é um homem decente , nunca vai tentar nada que você... n-não queira._ sorri sem jeito.

_ A-Ah... esta bem , será apenas um mês certo? 

_ Sim , melhor eu ir..._ levanta _ tenho que visitar alguém ainda hoje , tenha uma boa noite , senhorita. 

_ Oh sim... _ me levanto e o levo até a porta _ Tchau ! 

- Depois dele entrar deixo a porta entre aberta e olho em direção ao banheiro o qual se ouvia a água do chuveiro cair , corro em direção ao meu quarto e me tranco no mesmo. 

_ Okay... só preciso esperar ele sair ._ falo encostada na porta.

- Mesmo depois do que o senhor Jung ter me dito não consegui ter total confiança e estava muito desconfortável em ter um estranho no meu apartamento então queria evitar qualquer contato visual. 

~ Algumas horas depois ~ 

Me pego cochilando no pé da porta , de tanto o esperar acabei dormindo ali no chão . Me levanto  do mesmo ainda sonolenta e saio do quarto , estava tudo escuro e silencioso , eu finalmente estava sozinha .

_ E-Ele já foi ? _ dou alguns passos em direção ao outro quarto e nem sinal de vida _ Finalmente ! _ suspiro aliviada. 

Ando até a geladeira com um sorriso no rosto e pego uma garrafa de água , era minha primeira vez morando sozinha e agora que vem me cair a ficha . Olho para todos os cômodos que quase não era possível ver por conta da escuridão e sinto um calafrio pelo meu corpo. 

_ E-Eu estou sozinha... a-aqui? 

- Vou atrás das luzes para tentar me acalmar mas ao chagar la e tentar ligar não acendia , faço o mesmo com todos os interruptores do apartamento mas nenhum acendia .

_ Não tem luz? o que , e agora... c-calma , você já é grande o suficiente para ter medo do escuro , não vai acontecer nada..._ ouço um barulho de algo quebrando e logo um grito vindo do apartamento do senhor Jung. _ AI QUE SUSTO !! o que aconteceu ? 

- Corro em direção a porta e ao sair me deparo com a porta dele entreaberta , era possível ouvi-lo gritar e logo mais um barulho de coisa quebrando.

_ EU ODEIO TODOS!! 

_ O que esta acontecendo ? _ paro diante da sua porta .

- Sem pensar mais entro no apartamento e me deparo com o mesmo diante de uma parede onde mirava outra garrafa de bebida em direção a parede , suas mãos sangravam , ele apertava com tanta força aquele caco de vidro em suas mão que só o fazia machucar ainda mais. Sem saber o que fazer me aproximo devagar e tento o acalmar.

_ S-Senho Jung... se acalme , me deixe o ajudar você esta se machucando. 

Ele vira em minha direção com , seu rosto encharcado de lágrimas e sua expressão tão triste me cortavam profundamente . Ele volta a olhar para aquela parede e mirra o ultimo caco de vidro em suas mãos.

_ PARA!! por favor... para.

_ Desculpa..._ me olha _ mas tenho que descontar a raiva que sinto em algo..._ vira novamente me direção a parede.

-Antes que ele pudesse jogar novamente seguro firme em seu braço , já com os olhos cheio de lágrimas o imploro para parar outra vez.

_ Para , você esta se machucando... _ ele me olha _ Quer descontar a raiva ? então... faça isso , desconte em mim. _ fecho os olhos e baixo a cabeça.

- Não acredito que disse aquilo , agora só esperava receber algo como um empurrão , um tapa ou até uma garrafa na cabeça . Estava com tanto medo que não conseguia sair de perto dele e nem o olhar nos olhos , só ouço quando ele larga a garrafa de suas mãos e logo depois sinto um abraço apertado.

_ Eu te assustei ? desculpa... não tinha intensão mas obrigado por se preocupar comigo , SN.

- O braço de volta , ele chorava em meu ombro sem vergonha alguma , estava colocando para fora toda aquela raiva que sentia , por um momento a sua dor se tornou a minha dor. 

~ Minutos depois ~

- Finalmente as coisas tinham se acalmado , agora ele estava ao meu lado gemendo de dor enquanto fazia um curativo em sua mão , o olhava tão curiosa para saber qual o motivo de sua dor mas tinha medo de tocar outra vez naquela ferida que não tinha curativo que resolvesse.

_ Pergunte logo ! _ fala de uma hora para outra .

_ O q...que?_ respondo surpresa. 

_ A pergunta que esta se fazendo em pensamento ._ me olha.

_B-Bom... Você... levou um fora? 

_ O que ? _ sorri.

_ Porque se foi isso não devia se preocupar , é um homem muito atraente logo vai....por que esta rindo ? não é isso?

_ Não , mas muito obrigado..._ baixa a cabeça _ na verdade isso acontece uma vez por ano desde do ensino médio.  Sempre que vou visitar meu pai lembro do passado e sinto nojo da profissão na qual me formei.

_ Seu pai...

_ Ele morreu , ou devo dizer que o mataram.

_ E-Eu sinto muito , não sabia.

_ Tudo bem , não foi culpa sua mas dos médicos , os mesmos que se gabam por ter habilidades que outras pessoas não tem , por trem uma profissão de prestigio , o mesmo que troca um paciente em estado grave por outro que é VIP e tem mais condições..._ fala pensativo.

_ Seu pai morreu por imprudência médica ? isso... isso.

_ Sim..._ suspira _ Por isso me tornei um , queria fazer o certo e mostrar o melhor de mim mas...isso me faz sentir culpado as vezes.

_ Não vamos procurar culpados , não sei o quão e o tamanho de sua dor mas se serve de consolo eu também não tenho pai .

_ Não?_ me olha _ Você é filha de chocadeira ? _ sorri.

_ È quase isso...é uma longa história.

_ Depois de beber como um condenado perdi todo o sono que tinha.

_ Okay então contenha as lágrimas , vou contar minha história._ sorrio.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...