História I hate ü, I love ü - Capítulo 51


Escrita por: ~

Visualizações 53
Palavras 633
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Mistério, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Necrofilia, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Maratonaaaaaa
3/4

Capítulo 51 - Chefe de favela ?


Fanfic / Fanfiction I hate ü, I love ü - Capítulo 51 - Chefe de favela ?

Helena POV/51/
  Tem duas semanas que eu e o G voltamos..
   Duas semanas que o Cameron apareceu namorando a Gabriela..
   Duas semanas cuidando de um bebê..
Eu- Pega a mamadeira aí pra mim, Aaron!!- gritei da cozinha e ele estava na sala-
Aaron- A rosa ?
Eu- É!- ele me entregou e eu a coloquei para mamar-
   Bom, nasceu uma menina, uma menina linda. Joana o nome. Quem deu foi eu. 
    Ela é loirinha.. olhos claros.. parece uma bonequinha.
Aaron- Cadê o G?
Eu- Sei não.
Aaron- Sabe onde está o Cameron? 
Eu- Acho que está na casa dele, se não, voltou para o México.
Aaron- pensa nele ?
Eu- a verdade ou a mentira ?
Aaron- mentira 
Eu- claro que não! Ele é passado.. 
Aaron- pesado!!-rimos- sinto muito, maninha..
Eu- pelo que ?
Aaron- por ter deixado você ir sozinha comprar aquela moto pro Hayes... 
Eu- Aaron, eu amo... isso não é ruim.. eu só amo a pessoa errada. Mas já acabou. - a bebe começou a chorar e a baba a pegou no colo/ meu celular começou a tocar-
Tel**
Eu- Carpenter!
Xx- Precisamos de você aqui. 
Eu- Filipe, o que tá acontecendo?
Xx- a polícia Ta invadindo as favelas a procura do nosso chefe, mal sabem eles que ele morreu. Precisamos de você, para assumir o controle.
Eu- Droga. Tô indo!
Tel**
Eu- Aaron, meu amorzinho, tenho que voltar para o Brasil. Liga pro G!- ele assentiu-
    Subi para fazer as malas da Joana.
•••
Tel**
G- O que aconteceu, Lena?
Eu- Estão precisando de mim no Brasil.
G- Faz o seguinte, pega a Joana e leva ela com você! Não vai dar para eu ir, mas pode deixar que todo final de semana eu vou estar lá! Ok?
Eu- Ok. G?
G- Oi?
Eu- Te amamos!
G- Também amo vocês!
Tel**
   Peguei meu carro, coloquei minhas coisas nele e botei a Joana na cadeirinha.
   E fui rumo ao Brasil, esse povo não sabe resolver nada sozinho! Credo.
•••••
  Cheguei no Rio e fui pegar o meu carro.
  Entrei no mesmo e liguei para o Filipe.
Tel**
Eu- Vou passar na imobiliária e hoje a noite vou aí!
Filipe- Sim, senhora.
Tel**
 •••
  Consegui arrumar uma casa boa, em um bairro rico, de última hora.
   Arrumei tudo que tinha que arrumar e liguei para o Aaron.
Tel**
Aaron- Carpenter.
Eu- Outra Carpenter!- ele riu-
Aaron- chegaram bem ?
Eu- Sim. Olha, vou precisar da Lola aqui. Manda ela pegar o próximo voo pra cá.
Aaron- Tá bom. Toma cuidado, tá ?
Eu- Sim, senhor.- sorri- 
Tel**
Eu- É, Joana. Somos só nós duas agora.
•••
Filipe- é sua?- perguntou se referindo a Joana-
Eu- É.
Filipe- Pai de sorte que ela tem.- ri- 
Eu- Eu sei. Vamos? -Ele assentiu- Lola- ela me olhou- Qualquer coisa me liga!
Lola- Relaxa, Lena!- rimos- 
•••
  Cheguei no pico da favela por um túnel por baixo da terra.
Filipe- Pessoal, essa é Ray. Nossa nova chefe.- todos abaixaram as armas como forma de respeito- então chefe? O que vamos fazer com os militares que estão subindo?
Eu- Tem uma ilha? Da favela?- um homem  trouxe a ilha pra mim- temos 5 casas que são as mais altas. 2 quase na rua, 1 no meio e 2 aqui perto. Então vamos fazer o seguinte, quero 7 homens nas 2 primeiras, três da A e 4 na B. Quero 3 informantes na do meio. E quero os melhores fuzileiros nas duas últimas.  Nas duas últimas eu quero 11 homens distribuídos em volta dessas casas esses 11 homens estão proibidos de usar armas de fogo, somente facas. Fiquem próximos a becos.Entendido ? Se eles conseguirem chegar nas duas últimas, matem, mas sem ninguém perceber. Só usem armas se for de extrema necessidade.
Filipe- Vamos lá pessoal. 

 


Notas Finais


Só falta 1


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...