História I Need U - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jung Hoseok (J-Hope), Min Yoongi (Suga)
Tags Novela
Visualizações 123
Palavras 732
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 5 - Garota exemplar


Fanfic / Fanfiction I Need U - Capítulo 5 - Garota exemplar

Ser amigo dela era bom de uma certa maneira,porque assim eu poderia estar sempre por perto,mas preciso confessar que eu queria mais do que isso.Sò que tentava não deixar essa vontade tão aparente assim por dois motivos:o primeiro porque eu ainda não tinha total certeza de que ela pudesse estar apaixonada por mim;e o segundo por eu tinha medo que ela viesse a se afastar de mim por causa disso,sabendo quais eram as minhas reais intenções com ela.

Tentando aproveitar ao máximo sua presença ao meu lado e fazer desses momentos os melhores da minha vida(eu buscava ser um bom amigo;era sempre atencioso,amoroso,gentil, companheiro,fiel e confiável)

Stelar era uma garota diferente das outras em todos os sentidos.Ela era popular,todos gostavam dela,ela era querida por todos ao seu redor.E sendo assim,as vezes,eu tinha que disputar sua atenção com os outros.Mas ela sempre tinha tempo pra todo mundo  e nunca deixava ninguém fora de sua vista,mesmo estando rodeada de gente.

Ela morava com um grupo de amigas em uma república no centro de Seul(ainda muito cedo ela perdeu os pais em um acidente de carro,desde então ficou morando num lar adotivo,mas cerca de um ano decidiu sair de casa e viver sua própria vida)Ela trabalhava meio período na parte da tarde, estudava na parte da manhã e ainda conseguia tempo pra fazer serviços comunitários em uma ONG que ajudava crianças abandonadas.Realmente ela era uma garota especial, extraordinária, guerreira e isso me fazia amá-la ainda mais.

Stelar tinha a mesma idade que eu (ou seja, dezessete anos)mas no quesito juízo,ela ganhava de mim em todos os sentidos.Ela era uma garota exemplar apesar da pouca idade,e pelo fato de morar sem os pais ou qualquer outro responsável legal maior de dezoito anos.Ela não tinha o costume de beber,fumar ou ficar experimentando drogas por aí; raramente ia em festas ou perdia noites de sono em baladas;no seu grupo de amigas era taxada como antiquada (mas ela pouco se importava com isso),Stelar era amante da natureza, fã dos prazeres bons e raros da vida;sempre aproveitava os melhores momentos que a vida lhe proporcionava;dava o melhor de si pra tudo e por todos;sempre se envolvia em causas humanitárias e se dispunha em ajudar quem parecia perdido(que as vezes eu pensava que ela estava fazendo isso comigo, sendo minha amiga)Ela era feliz,era sonhadora (tinha a vontade de mudar o mundo com seus atos de bondade e compaixão)Sempre sorridente,alegre,bem humorada, nunca parecia ter um dia ruim na vida(pra ela todo dia era um dia feliz),e mesmo quando tudo parecia estar de pernas pra cima(ela ainda encontrava um motivo pra sorrir,pra ver um lado bom disso,uma luz no fim do túnel e ainda ser confiante)

Quando eu estava perto dela, convivendo ao seu lado,eu percebia que eu era o oposto dela, diferente em todos os sentidos,todo errado e caminhando em caminhos tortuosos.Ela nunca me condenou por eu ser assim(se bem que no começo da nossa amizade,eu ocultei boa parte de quem eu realmente era de verdade,evitando seu afastamento de mim)Mas já seus amigos me condenavam todos os dias,me julgavam com seus olhares acusadores(como se eles nunca tivessem errado antes na vida);viviam dizendo pra ela bem na minha cara que nosa amizade era um erro,um engano e que isso só a levaria pro buraco;que ela não merecia ter ao seu lado um cara como eu e que eu só iria lhe fazer sofrer(mas ela sempre me defendia diante deles e dizia que nunca iria se afastar de mim,apesar de saber que eu não era nem um santo...e isso me deixava feliz)E isso me fazia continuar a disfarçar quem eu realmente era diante dela e de todos(e eu me arrependo disso, amargamente)E por um bom tempo,eu fui quem eu não era e praticamente menti sobre boa parte de mim e das minhas qualidades como ser humano(e foi aí que eu falhei feio nessa história toda)Eu deveria ter lhe  dito a verdade sobre mim,mesmo que isso lhe mostrasse quem eu era de fato(um cara sem rumo, viciado em álcool,ex usuário de drogas,que deixou os pais pra trás,um fracassado,um mentiroso,um depressivo,um arrogante,um possessivo,um ciumento e egoísta)Mas eu já havia pintado um cara perfeito diante dela e de seus amigos. Agora não dava pra desfazer isso e o jeito mesmo foi continuar com essa mentira (o pior  disso tudo,seria quando eu não conseguisse mais sustentar essa fachada de bom moço e deixasse minha máscara cair)

E foi o que aconteceu nos capítulos seguintes...

Continua...





















Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...