História I'm yours - Norminah (G!P) - Capítulo 9


Escrita por:

Postado
Categorias Fifth Harmony, Hayley Kiyoko, Kehlani Ashley Parrish, Little Mix, One Direction, Zendaya
Personagens Dinah Jane Hansen, Normani Hamilton
Tags Camren Norminah
Visualizações 99
Palavras 767
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, Ficção Adolescente, Fluffy, LGBT, Shoujo (Romântico), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


hey, hey, hey

Capítulo 9 - Capítulo 9.


A festa estava até boa, mas Normani não queria ficar ali. Normani só pensava em dormir. Por outro lado, Camila estava se divertindo até demais.

– Você está bem feliz para quem está presa em um amor não correspondido. – Afirma enquanto se senta do lado da amiga no sofá, puxando o copo de sua mão. 

– Eu estou querendo esquecer a Jauregui de vez. Agora ela namora o primo da Dinah. Aliás, vocês estão bem próximas, parece que ela se arrependeu e quer a Mani dela de volta. 

– Não pira. Antes da minha paixão, ela já era minha amiga.

– Se você diz...Você só não pode se arrepender depois. Sabe como ela é doida.

– Eu não quero falar disso.

– Tanto faz.

***

– Meninas? – A Hansen mais velha entra no quarto de suas filhas e as encontra deitadas (N/A: minha mãe, sempre).

Jilly resmungou algo e sua mãe continuou.

– Eu vou comprar um leite para o Seth. Vocês querem algumas coisa?

– Vai sozinha? – Pergunta.

– Com o Seth. – As meninas levantaram num pulo e começaram trocar de roupa.

Elas gostavam de fazer compras com a mãe, mesmo que fosse só um leite. Principalmente, quando Gordon não estava em casa.

Gordon trabalhava entregando encomendas por todo o mundo. Dinah até desconfiava do pai. Talvez existia uma mulher envolvida.

Gordon já foi cantor, não foi muito famoso, sua cidade era pequena. Jilly herdou esse dom do pai, talvez por isso, Dinah achava que ele gostava mais da Jilly.

(..)

– Aquela não é a mãe da Normani? – Jilly, aponta para a negra mais alta que vinha em sua direção.

– A mãe do Arin, também. Não é mãe? – Dinah, diz para provocar a irmã.

– Sim! Merda, eu esqueci...hum, eu só esqueci! – Entrega Seth para Jilly e ele faz carinha de choro.

– Oi, meninas! – As cumprimenta, logo Khalid aparece atrás dela.

– Oi! Dá um oi para a tia, Seth. – Jilly, levanta mãozinha do pequeno e acena. – Oi, Khalid!

– Oi, meninas! Achei que estivessem no aniversário da Leigh.

– Eu nem sabia que era aniversário dela. – Dinah diz. Jilly também nega.

– Por que não foi?

– Hum...eu vou ali, Khalid, paga pra mim? – Diz e sai antes mesmo de seu filho afirmar.

Logo Milika chega.

– A Normani até me pediu – Jilly aperta as coxas da irmã, bem discretamente. –, mas o Arin iria chegar tarde e alguém precisava fazer compras com a mamãe. – Dinah devolve o aperto e Jilly fica corada.

***

– Amor, eu estou indo embora. Tudo bem? – Pergunta à Zendaya.

– Você podia me levar embora.

– O quê? Eu achei que você iria dormir aqui. – Se levanta e procura Leigh com os olhos.

– Não precisa me levar, Normani! É só falar que não.

– Não é isso. Você mora muito longe da minha casa. Mas eu vou ligar para o Arin vir me buscar, e aí passamos na sua casa.

– Tudo bem.

(...)

Não passou nem dez minutos e Arin estava na frente da casa.

– Você é bem medrosa, maninha. – Bagunça o cabelo da mais nova.

– Não é isso, eu só não queria chegar em casa sozinha. – Segura a mão de Zendaya e elas seguem o Arin.

– Tá muito cedo para irmos embora, vamos em uma lanchonete, eu pago para o casal.

– Tudo bem. – Afirma, Zendaya.

***

– Mãe, eu não quero ficar em casa. – Dinah bufa entediada.

– Hoje é quarta-feira.

– E...? Eu só quero sair.

– Eu também. E o Seth também.

– Tudo bem, mas temos que voltar cedo. –Jilly confirma e Dinah fica meio confusa.

– Mas já está tarde. Já deve ser umas onze horas.

– Quer ficar sem sair? – A menina nega.– Foi o que eu pensei.

(...)

Foram até a praça da cidade e tiraram várias fotos. Depois decidiram que iriam comer alguma coisa.

Infelizmente, a maioria das lanchonetes estavam fechadas.

Foram em uma que era muito longe da casa delas, mas, para Milika, se seus filhos estivessem felizes, não importava o lugar, ou quanto tempo duraria.

Ao entrar, Dinah se sentou em uma mesa perto da porta, pra evitar ver pessoas. Para a sua sorte, Jilly não reclamou, já que a irmã sempre discordava de tudo o que Dinah falava.

Milika foi fazer os pedidos e as meninas ficaram com Seth.

Dinah escutou algumas vozes, e se perguntou se estava ficando louca.

Era Normani. Ela conhecia a sua voz. Logo a vê rindo de algo.

Quando os olhares se cruzam, as duas engolem seco. Jilly se virou para trás e encontrou Arin a olhando confuso.

Zendaya olha para onde os irmão estão olhando e revira os olhos.

Dinah rapidamente se vira e finge arrumar algo na roupa de Seth, que se encontrava em cima da mesa, segurado pela irmã.


Notas Finais


talvez eu tenha me atrasado jdkkd


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...