História Imagine Jungkook - Meu bebê - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Blackpink, EXO, Seventeen
Personagens Boo Seungkwan, Byun Baek-hyun (Baekhyun), Do Kyung-soo (D.O), Hansol "Vernon" Chwe, Hong Jisoo "Joshua", Huang Zitao (Tao), Jang Doyoon, Jennie, Jeon Jungkook (Jungkook), Jeon Wonwoo, Jisoo, Jung Hoseok (J-Hope), Junghan "Jeonghan", Kim Jong-dae (Chen), Kim Jong-in (Kai), Kim Jun-myeon (Suho), Kim Mingyu, Kim Min-seok (Xiumin), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Lee Chan "Dino", Lee Jihun "Woozi", Lee Seokmin "DK", Lisa, Lu Han (Luhan), Min Yoongi (Suga), Oh Se-hun (Sehun), Park Chan-yeol (Chanyeol), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, Rosé, Seungcheol "S.Coups", Shin Dongjin, Soonyoung "Hoshi", Wen Junhui "JUN", Wu Yifan (Kris Wu), Xu Ming Hao "THE8", Yao MingMing, Zhang Yixing (Lay)
Visualizações 46
Palavras 2.312
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura amores 💙

Capítulo 3 - A primeira vez


Fanfic / Fanfiction Imagine Jungkook - Meu bebê - Capítulo 3 - A primeira vez

Eu já fiz 15 anos e Jung Kook 17, faz quase um ano que nós namoramos, minha família recuperou nossa casa, as vendas da minha mãe estão indo muito bem, e meu pai, tem a própria empresa agora, minha irmã se formou na faculdade e agora é uma psicóloga de verdade, ela vai se casar. Eu me apaixono cada vez mais pelo Jung Kook, e ele me deu uma ótima notícia, ele vai debutar com um grupo de K Pop! Já está tudo combinado, vão ser o Bangtan Boys, ele disse que vai usar seu nome de real, disse que os meninos do grupo são legais e que é o mais novo entre eles

Ma: Bong Bong!

- Sim?

Ma: Me ajuda a decidir entre esses dois penteados?

- Claro! Deixa eu ver

Um era preso com flores e o outro solto apenas com a franja presa

Ma: E aí?

- Qual você prefere?

Ma: O solto

- Eu também

Ma: Ele é muito bonito atrás

- Ah, eu adorei! Vai ficar lindo em você

Malia tem traços coreanos mas é mais americana, mais que eu pelo menos, os olhos dela são escuros e a pele dela é branca, mas seu corpo e o formato do rosto são diferentes

- Malia, você é maravilhosa

Disse olhando pra ela que estava com aquele sorriso enorme no rosto

Ma: Você é mais

- Não sou nada

Ma: É claro que é! Você tem os olhos claros

- E daí? Seu corpo é mais bonito

Ma: Não, eu tenho tentado entrar no padrão coreano.. Mas eu não consigo

- E nem precisa, você é linda do seu jeito

Ma: As duas são! Mas você continua sendo mais

Disse se levantando e saindo do quarto sem me deixar responder

- Eu.. Malia!

Meu celular toca

Jk: Oi, meu amor!

- Oi, tudo bem?

Digo animada por ouvir a voz dele depois de três dias, ele tem trabalhado muito pra colaborar com a empresa

Jk: Sim, só tô um pouco cansado.. E vc?

- Eu imagino.. Eu tô bem

Jk: Eu quero te ver hj, vamos sair?

- Eu tenho que pedir pros meu pais, mas provavelmente vão deixar

Jk: Ta bom então, me manda mensagem pra confirmar, tô com saudade

- Eu tbm to!

Jk: Beijo

Ele faz barulho de beijo

- Beijinho

Ele desliga

Realmente, sinto muita saudade dele, não faz tanto tempo mas eu não consigo ficar sem ele, é melhor eu falar com meus pais logo, eu desço as escadas, omma estava com minha irmã

- Omma.. Linda do meu coração..

Eu chego de fininho e abraço ela por trás

Omma: Lá vem bomba!

- Ah omma! Não é nada disso

Omma: O que foi Bong So?

Ma: Fala logo antes que ela não deixe

- Posso sair com Jung Kook hj?

Omma: Ah, era isso? É claro

- Ah obrigada, te amo

Eu beijo a bochecha dela

Depois de algumas horas meu pai chega em casa, e eu é claro que vou correndo pedir permissão pra ele também

- Appa!!

Appa: Oi princesa, tudo bem?

- Sim, e com o senhor?

Appa: Também filha

- Appa.. Eu posso sair com o Jung Kook hj?

Appa: Pode sim

Ele sorri

Appa: Eu gosto desse menino

Eu sorrio também

- Que bom!

Eu vou pro meu quarto me arrumar, eu tomo banho e coloco uma calça jeans preta rasgada no joelho e um moletom azul com as mangas brancas, e um all star branco de cano longo, deixo o cabelo solto, depois de uns minutos ele chega e omma me chama

Ao ver ele eu corro pra abraça-lo

- Eu senti muita saudade!

Jk: Eu também 

Ele sorri olhando pra mim de cima a baixo

Jk: Você tá linda..

- Você também, como sempre

Ele ri

Jk: Por enquanto você é a linda por aqui, tá?

Eu rio

Omma: Bom passeio pros dois, juízo hein! E filha, amanhã vamos montar a árvore de Natal, então volta cedo

- Mas omma, tá muito cedo pra isso!

Omma: Melhor montar mais cedo, se não depois eu desisto

- Tá bom então, tchau

Omma: Tchau!

Ela olha pra Jung Kook 

Omma: Cedo, ok?

Ele pisca pra ela e ela fecha a porta

- Cedo quanto?

Jk: Eu trago você amanhã cedo amor, relaxa

Ele segura minha mão e me puxa com ele até sua moto, eu detesto andar de moto, não só pq não acho seguro, mas pq ele corre muito

- Espera aí, amanhã?

Jk: Aham

Ele coloca o capacete em mim, eu agacho no chão com a intenção de fazer birra mas caio no chão com o peso na minha cabeça, ele começa a rir de mim

- Ya! Não ria de mim

Jk: Vem cá

Ele diz ainda rindo, ele se abaixa e me pega no colo, logo depois me coloca na moto

- Minha mãe vai matar você se me trouxer tarde, você sabe, não é?

Jk: Mas eu não vou te trazer tarde, vai estar cedinho, vamos

Ele liga a moto e acelera sem avisar, eu agarro a cintura dele pra não sair voando da moto

Jk: Se segura amor!

- Só agora que você avisa!!

Eu dou um tapa nas costas dele

Jk: Ai!

Ele fala rindo, eu não falei mais nada pq ele nem escutaria com o barulho do vento, eu queria perguntar onde a gente estava indo mas deixei pra lá, depois de uns 10 minutos chegamos em uma pizzaria, ele para a moto e me ajuda a descer

Jk: Vão sentir inveja de mim

- Oq? Quem?

Jk: Todos, você é tão linda..

Ele se abaixa até seus lábios tocarem os meus, ele leva as mãos até meu pescoço e desce uma delas até minha cintura apertando a região, um beijo de saudade, eu coloco minhas mãos no seus ombros ficando na ponta dos pés, somos separados pela falta de ar, nós nos abraçamos

Jk: Quero ficar assim pra sempre

- Mas você não tá com fome?

Jk: E verdade

Ele me solta e sai correndo pra pizzaria, eu corro atrás dele e pulo em suas costas fazendo ele me carregar até a porta do lugar

Jk: Como é que você conseguiu pular tão alto?

- Segredo

Nós rimos e eu desço dele entrando na pizzaria, o garçom nos atende e pedimos uma pizza de muçarela, durante o tempo de espera conversamos sobre várias coisas aleatórias mas principalmente sobre a futura carreira dele

Jk: Eu to muito ansioso pra debutar nesse grupo

- Eu sei.. Da pra ver

A pizza chega, eu comi uma fatia e meia, ele comeu o resto, depois disso pedimos refrigerante e a conta, ele pagou e saímos do lugar

- Onde vamos agora? Tá cedo ainda..

Jk: Vamos pra minha casa?

- Mas seus pais não vão se encomodar?

Jk: Meus pais não estão em casa

- Ah..

Eu fico nervosa em pensar em ficar sozinha com ele de noite na casa dele e acabo corando com a minha ideia

Jk: Se você.. Se você não quiser ir a gente pode fazer outra coisa..

Ele parece nervoso também

- Não.. Tudo bem

Meu Deus! Pq eu disse isso? Eu não pensei direito, não é possível! Do Bong So, você é burra

Jk: Ah.. Tudo bem então... então vamos!

Eu conheço ele, quando ele fica nervoso ele gagueja e fica com calor, assim que eu penso nisso ele começa a se abanar

- É.. Ta, então tá..

Nós vamos até a casa dele, nós entramos e ele ligou a TV

Jk: Quer ver o que?

- Não sei amor.. Pode escolher

Jk: Hmm, já sei!

Ele entra na Netflix e coloca em um filme de terror

- Não! Pode tirar!

Jk: Aaah, mas pq?

- Eu não gosto Jung Kook

Falo com cara de brava

Jk: Mas eu gosto

- Então vou embora!

Eu caminho até a porta de saída, sinto ele segurar meu punho quando já estava quase chegando nela, ele me puxa pra ele

- Ya!

Jk: Você não vai embora

Ele diz sério e me prende na parede

- Jung Kook! 

Ele tira a jaqueta e depois a camiseta, eu tapo os olhos

Jk: Pq está fazendo isso? Eu tô com calor!

Eu nunca vi ele sem camiseta

- Eu nunca te vi assim

Jk: Não é tão ruim assim..

Ele segura minhas mãos pra que eu as tire de frente do rosto mas eu fecho os olhos

Jk: É sério?

Ele ri, mas eu realmente estou envergonhada

- É!

Ele leva minhas mãos até tocarem sua pele macia eu pudia perceber que estava no seu ombro, de repente eu sinto necessidade de abrir os olhos

- Omo!

Eu me assusto a ver um abdômen definido bem na minha cara

- O que é isso Jung Kook? Desde quando é assim?

Jk: Desde quando eu tinha 13 anos!

Ele ri da minha reação ao ouvir o que ele diz

- É mentira! Não é possível

Jk: É claro que é! Quer tocar?

- Ah, é claro que não

Assim que eu termino de falar minhas mãos descem até a área musculosa, eu coro automaticamente, não conseguia tirar os olhos dele, ele sorri 

Jk: Vem, vamos assistir TV

Ele me leva até o sofá 

- Eu não quero assistir isso..

Digo olhando pra TV com a cara fechada

Jk: Ta bom!

Ele tira do filme e deita no sofá me puxando pra trás

Jk: Vem..

Ele me faz deitar no peito dele, por um minuto eu me senti relaxada, sua mão tocou minha cabeça alisando meu cabelo 

- Eu te amo

As palavras saem da minha boca com um sopro, como se eu estivesse falando algo que estava entalado na minha garganta faz tempo

Jk: Eu também te amo

Eu levanto os meus olhos até encontrarem os dele, nosso lábios se tocam novamente e iniciamos um beijo calmo que foi ficando cada vez mais feroz ele foi se inclinando até ficar em cima de mim, minhas mãos deslizavam em suas costas nua, as dele pela minha cintura, seus lábios descem até meu pescoço depositando selinhos e chupões no local, eu deixo um gemido baixo escapar, ele para e olha pra mim

Jk: Está com calor?

Eu assenti com a cabeça, ele me ajuda a tirar meu moletom, eu fico só de sutiã

Jk: Linda..

Eu coro, ele beija minha bochecha e me da um selinho

- Jung Kook, eu acho que eu quero...

Jk: Eu também..

Ele volta a beijar meu pescoço descendo até minha clavícula, quando eu vi estávamos só de roupa íntima 

Jk: Você tem certeza?

- Sim

Eu não tive dúvidas, eu o amo demais, ele sorri carinhosamente e me beija, minha língua acaricia a sua, ele se levanta me segurando em seu colo e sobe as escadas sem fazer muito esforço, ele me deita em sua cama ficando sobre mim, podia sentir o seu desejo de me satisfazer e se satisfazer e eu sentia o mesmo. Sinto sua respiração no meu pescoço subindo até minha boca novamente, suas mãos se perdem entre minhas pernas, eu deixo outro gemido escapar quando ele finalmente toca minha intimidade, ele massageia a área me fazendo arfar, eu já estava molhada. Seus lábios descem até meu peito, ele tira meu sutiã, minha mãos cobrem a região, logo depois ele as tira de lá

Jk: Você é linda..

Seu olhar cheio de paixão me convenceu e ele seguiu, ele toca delicadamente meus seios e os massageia, novamente eu sinto desejo e dessa vez deixo os gemidos saírem, para que eu não perdesse o controle. Seus beijos vão do meu abdômen até minha intimidade já desesperada pela sua atenção

- Oppa..

Eu digo em um suspiro eu não sou acostumada a chamá-lo assim, ele olha pra mim preocupado

Jk: Tudo bem?

Eu concordei, ele sorri ao perceber que era por puro desejo

Jk: Se você não se sentir bem me avisa, certo?

- Uhum

Ele tira minha calcinha, eu fico envergonhada no momento mas passa quando sinto ele beijar a região sensível, meus gemidos já não estavam mais sobre meus controles, sua língua quente brincava com meu clitóris, eu não estava aguentando mais, eu ia chegar ao meu máximo, eu seguro seu rosto o puxando pra perto de mim

- Eu quero você dentro de mim

Jk: Como quiser, amor

Ele faz uma pausa entre as palavras, ele penetra um dedo em minha intimidade meu corpo se arrepia por inteiro, eu me assusto com seu ato sentindo um pouco de dor, mas logo passa, ele coloca outro dedo e inicia movimentos de vai e vem, meu quadril o acompanhava, eu sinto um líquido quente escorrer pelas minhas pernas entre seus dedos um gemido alto escapa de mim, ele os tira de mim e em seguida tira sua box preta ficando totalmente exposto pra mim, eu subo em cima dele e toco seu membro ereto, começo a masturba-lo com as mãos, seus gemidos roucos eram realmente excitantes, sua veias começam a engrossar mais ainda então ele me põe em baixo dele novamente

Jk: Eu quero gozar dentro de você

Ele abre a gaveta do lado da cama e pega uma camisinha, ele a coloca e volta a olhar pra mim, ele segura minhas mãos e sorri pra mim

Jk: Se você sentir dor aperta minha mão, tá bom?

- Tá...

Ele penetra seu membro em mim lentamente, eu aperto suas mãos sentindo muita dor na hora, meus olhos enchem de lágrimas e outro gemido rouco vem dele e um de dor de mim, rapidamente essa dor passa e ele começa os movimentos que são acompanhados pelo meu quadril, ele acelera fazendo meus gemidos acompanharem sua velocidades, eu solto suas mãos mostrando não estar mais com dor e levo as minhas até seus ombros arranhando delicadamente a área. Depois de muitos gemidos de prazer finalmente chegamos ao nosso ápice, novamente aquele líquido quente escorre pelas minhas pernas e ele retira seu membro de dentro de mim dando um gemido alto assim como eu, ele joga a camisinha fora e deita do meu lado, ele me abraça, eu não pensei em mais nada, só em nós dois e na experiência incrível que nós passamos, já está muito tarde, omma provavelmente vai me matar amanhã mas não importa, eu o amo demais

Jk: Boa noite meu amor

- Boa noite

Ele beija minha cabeça e eu escondo o rosto no seu peito um pouco suado, mas uma dúvida surgi em minha cabeça, Jung Kook não era virgem?

- Amor..?

Ele olha pra mim

Jk: Que foi?

- Você não era..

Jk: Era

Ele me interrompe já sabendo minha pergunta

- Mas como..?

Jk: Eu improvisei

Ele sorri inocente e eu arregalo os olhos

Jk: Vamos dormir ou eu vou ser obrigado a te levar pra casa

Eu fecho os olhos e volto meu rosto em seu peito, depois de alguns minutos eu finalmente dormi de verdade.. Eu te amo Jeon Jung Kook..


















Notas Finais


Até o próximo!! Bjo💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...