História Imagine com BTS - Capítulo 30


Escrita por: e JungyMi

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, J-hope Suga, Jimin, Jin, Jungkook, Nanjoom
Visualizações 400
Palavras 867
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Crossover, Fantasia, Ficção, Romance e Novela

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Sem revisar porque eu tô com sono

Capítulo 30 - Give a chance to love (Imagine RM) 04


| Imagine Kim Namjoon (Rap Monster) |

4.

- Tem um lugar que eu quero te levar ainda hoje.

- Sério? Pra onde? – pergunto visivelmente empolgada.

Estávamos na varanda do quarto de hotel e admiravam os encantados o céu cheio de estrelas enquanto conversávamos sobre assuntos loucos e aleatórios.

Os olhos de Tae se desprendem dos meus e vagam até a paisagem a nossa frente: a praia. Ali estava minha resposta.

Depois de muito insistir acabei descobrindo que estamos em Busan e que ficaríamos por ali até a tarde do dia de amanhã.

- Agora? – pergunto e vejo Taehyung assentir sorrindo.

Nos levantamos e tomamos o caminho até a praia. Caminhamos descalços pela areia enquanto sentíamos a água bater, vez ou outra, entre os nossos dedos do pé.

- Será que a água tá muito gelada? – ouvi Tae se perguntar, admirando as ondas enquanto se aproximavam.

- Veja por si só – o empurrei fazendo com que a água fria entrasse em contato com os pés de meu amigo, que se virou na minha direção com um olhar medonho e um sorriso brincalhão. – Nem vem, Taehyungie.

Ele andava em minha direção enquanto eu dava alguns passos para trás, esse menino não vai se atrever me jogar nessa água gelada.

- Agora você vai provar do próprio veneno! – disse, eu apenas ri; nervosa.

Começamos a correr e eu estava em vantagem, apenas ouvia a risada do Kim alguns centímetros atrás de mim e quando acho que o meu amigo já havia desistido da ideia o mesmo me agarra pela cintura, erguendo-me e fazendo com que meus pés mão estejam mais sobre o chão.

Eu protestava, ainda rindo de nervoso, para que ele parasse de imediato, mas foi inevitável, Taehyung ameaçou me jogar naquela água fria e escura.

- Taehyung tenha piedade da sua amiga e não me jogue na água! – eu suplicava sorrindo e foi aí que indivíduo me jogou, fechei os olhos com força já imaginando sentir o impacto das ondas no meu corpo, mas eu continuei ali nos braços do Kim enquanto ele ria como um louco.

Abri meus olhos aos poucos, sentindo a textura fria da areia nos meus pés. Caprichei em meu olhar intimidador e fiquei cara a cara com Taehyung.

- Eu quase me molhei!

- Eu não faria isso – sorrio ao me largar, só assim eu percebi que estávamos muito próximos.

- O passeio mau começou e eu já estou feliz. – digo, admirando o deus grego que se encontrava na minha frente.

- Ah é mesmo? Por que?

- Você me alegra – sorri boba – E me faz esquecer dos problemas.

- Será que eu consigo fazer você esquecer você sabe quem?

Meu coração bateu forte dentro do peito, ao lembrar quem e ‘você sabe quem’.

- Talvez – falo. – Mas, você realmente me deixa muito feliz, TaeTae.

Os olhos do Kim se mantinham nos meus, seus lábios sustentavam um belo sorriso.

- É muito bom ouvir isso – Taehyung diz e me abraça fazendo com que eu fique confortável na aconchego dos seus braços. – Sabia que tem como todo esse passeio melhorar?

- Tem? – ele assente – Como?

- Assim.

Uma das mãos do Kim foram até a pontinha de meu queixo, erguendo-o e fazendo com que eu o olhasse nos olhos. De início eu não estava raciocinando bem, a felicidade me deixava minha mente mais lenta e lerda. A outra mãos de Taehyung se encaixou em minha cintura enquanto a que inicialmente estava em meu queixo foi para a minha nuca se ajeitando entre meus fios de cabelo.

Como um raio as coisas aconteceram, Kim Taehyung me puxou para um beijo, que de início era apenas um selinho, mas foi se aprofundando cada vez mais. Eu estava sem reação, tanto que mantinha meus olhos abertos e arregalados enquanto o Kim me beijava.

O meu melhor amigo estava me beijando de forma lenta, carinhosa e totalmente gostosa. Os lábios de Tae eram macios e tinham um gosto doce. Não demorou muito para que eu me entregasse, sem pensar.

Foi aí que eu voltei. Eu estou beijando Kim Taehyung, que é meu melhor amigo e eu não tenho intenção nenhuma de começar um relacionamento ou, pelo menos, corresponder qualquer sentimento.

Puta que pariu!

Me afastei lentamente, para que o Kim não notasse o meu nervosismo. Ele até tentou iniciar outro beijo, mas eu fui mais rápida e consegui desviar de seus lábios.

- O que você acha de ir buscar uma toalha para tomar um banho? – sugeri.

- Pra que a toalha? – Questionou-me

- Você não vai querer entrar no hotel molhado, vai?

Observo Kim Taehyung se afastar aos poucos de mim e nesse momento eu quase desabei na areia. Estava fora de mim.

Saio caminhando pela praia, enquanto meus cabelos balançam no ritmo que o vento bate nos mesmos.

A intenção de Taehyung era me ajudar, mas ele apenas me confundiu ainda mais.

Por mais que já faça um tempo que eu e Namjoon terminamos eu ainda sonho acorda com mesmo e, obviamente, ainda tenho sentimentos pele mesmo...

Por falar em Namjoon, não é ele ali? Lá no quiosque ó, sentado em uma das mesas acompanhado da Luna?

Foi aí que eu percebi que estava fodida.


Notas Finais


Espero que estejam gostando, comentem se querem continuação.

Jami <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...