História Impossível (Rizzy) Shadowhunters - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias Shadowhunters
Personagens Alexander "Alec" Lightwood, Clary Fairchild (Clary Fray), Isabelle Lightwood, Jace Herondale (Jace Wayland), Magnus Bane, Personagens Originais, Raphael Santiago, Simon Lewis
Tags Ação, Drama, Isabelle Lightwood, Raphael Santiago, Rizzy, Romance, Shadowhunters, Suspense
Visualizações 52
Palavras 1.572
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Luta, Magia, Misticismo, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Espero que gostem e desculpa pela demora e não desistam de mim.

Boa leitura Corações!!!!!!!

Capítulo 11 - "Não Cabe a Você Contar Isso"


Nos Capítulos Anteriores:

 

-Isso não é assunto meu.- Raphael responde entredentes, seus ombros pareceram ficar mais tensos que antes.

 

-Sabe que é, eu te entendo meu amigo.- Meliorn fala solidário, me olhando mais uma vez, em seguida para James e então sorriu consigo mesmo. -Pois bem, coloque isso.- o mesmo entregou uma pulseira ao Raphael, nas cores prata e verde. -Isso os guiará para o lugar correspondente a missão de vocês e isso também os trará de volta, então, não perca isso, ou ficarão presos para sempre em tal universo alternativo. Agora coloque isso e dêem as mãos antes de entrar no portal, para não correr os risco de se perderem um do outro.- Meliorn orienta, Raphael colocou a pulseira em seu pulso, completamente em silêncio, estendeu sua mão para que eu pegasse, sem nem ao menos me olhar, encarando apenas o portal a nossa frente, que começou a brilhar assim como a pulseira que ele usava. James deu a volta e pegou em minha mão, antes que eu pegasse na mão de Raphael, que lhe fuzilou com os olhos, o outro Shadowhunter ignorou completamente o mau humor do Vampiro, piscando e abrindo um sorriso torto para mim.

 

Busquei a mão de Raphael, sentindo um choque percorrer meu corpo devido aquele simples contato entre eu e ele, neste momento ele me olhou, nos olhos, como se tivesse sentido o mesmo que eu. A temperatura fria de sua mão contrastando perfeitamente com a minha morna.

 

Eu não conseguia entender o por que dele agir daquela forma tão rude, a raiva, chateação ou incômodo perto de mim. Definitivamente algo havia acontecido, do que Meliorn e ele falavam? Por quê essa mudança repentina de comportamento comigo? Estávamos bem, então tem que haver um motivo para que ele me trate assim e eu vou descobrir. Seu olhar desviou do meu mais uma vez e sua voz saiu dura.

 

-Preparados?- perguntou. Murmuramos um sim e passamos pelo portal, sem saber qual missão nos aguarda neste universo.

 

Pov Raphael Santiago

 

Atravessamos o portal, pude ver vários pequenos portais ao nosso redor, a pulseira brilhou um pouco e nesse momento um portal mais a frente brilhou também e então, tive a sensação de ser puxado por ele, como um super-ímã, tudo aconteceu muito rápido e então saímos em uma floresta parecida com a da Corte Seelie.

 

-Pensei que fossemos cair em um universo diferente, sinceramente, se fosse para ir pra um lugar exatamente igual ao que eu estava e fazer esse drama todo, eu preferia nem vir.- James comentou chutando uma pedra, pondo as mãos no bolso.

 

-Ótimo, já pode ir embora!- falei nervoso, eu não conseguia controlar a raiva perto desse indivíduo, principalmente depois do que eu fiquei sabendo. Tudo que aconteceu... eu me sinto perdido, com raiva, apesar de saber que não sou bom para Isabelle, eu nunca aceitaria que outro alguém fosse, ninguém vai ser e talvez quando percebemos que estamos prestes a perder a pessoa que se ama, isso nos deixa desse modo, desorientado, perdido e principalmente com o coração aos pedaços então o que resta é raiva, de não ter aproveitado meus momentos com ela. Olhei para Isabelle que está olhando tudo ao redor, eu não seria hipócrita em dizer que não percebia o quão confusa e o quão triste ela está devido a forma grosseira e fria que venho tratando-a, dói em minha alma, vê-la desse jeito e por minha culpa, as coisas não podem ser as mesmas entre eu e ela, não como antes. Fechei os olhos com força e as mãos em punhos, como uma forma de controlar a raiva e dei as costas para James, ouvindo sua risada baixa. Será difícil me controlar com esse shadowhunter por perto, afinal se não fosse por ele....

 

-Raphael, olha só, bem ali.- Isabelle me chama, me aproximei dela, para ver o que ela está apontando. A mata em volta, é uma perfeita cópia da floresta seelie, um pouco mais silenciosa e escura, na verdade bem mais escura, mas como vampiro isso não é um problema para mim. Olhei na direção que ela indicou, havia uma árvore não muito distante da gente, nela havia uma caixa branca fincada perfeitamente no tronco dela, apenas um pequeno lago que nos separava do que eu espero ser o mapa para ir embora daqui logo.

 

-Ótimo, deixa que eu vou ir pegar.- avisei dando alguns passos, Isabelle pegou em minha mão levemente.

 

-Não, pode deixar, eu que vou!- James logo tomou a frente, falando convencido, revirei os olhos para aquilo, a sensação da mão quentinha de Isabelle na minha é muito boa, como pude não perceber que gosto tanto dela assim, independente de quem eu sou ou de quem ela é, eu a amo e já a perdi antes mesmo de conseguir tê-la. No fundo, eu sei que manter isso em segredo é o melhor, pois apesar de amar ela, eu não posso dar o que ela precisa, por ser quem sou e dar esperanças, falar o quanto amo a mulher a minha frente, seria o suficiente para fazê-la lutar por nós e isso não é o que eu quero para ela. Seu aperto se tornou mais forte em minha mão, então finalmente a encarei nos olhos.

 

-O que aconteceu? Por que está assim? Por que está ajudando a Rainha?- ela perguntou, com a voz calma e baixa, pondo sua outra mão, no meu braço. Ela é a mulher mais linda que eu já vi.

-Isabelle…- falei em um tom terno, inclinando levemente minha cabeça para o lado e tocando sua bochecha, fazendo um carinho leve com o polegar. -Me desculpe por agir desse jeito, prometo não me comportar assim, eu tive alguns problemas e eu só não soube lidar... com certa informação, mas prometo…- Me aproximei um pouco mais dela, sentindo o cheiro do seu perfume invadir minhas narinas e peguei em suas duas mãos aproximando-as do meu peito. -... não fazer algo sequer parecido com isso.- me desculpo, beijando suas mãos, realmente arrependido afinal, eu não sei quando vou poder estar tão próximo dela assim novamente, então por que não aproveitar isso? Ela sorriu e assentiu com a cabeça, o sorriso lindo o olhar profundo e sincero, eu sorri de volta, como pude agir daquela forma com ela? Me praguejei mentalmente.

 

-Mas por que agiu daquele modo?- ela perguntou em meio a sua alegria e a minha, a tensão havia se desfeito naquele momento o clima ficou bem melhor entre a gente.

 

-Bem Shadowhunter é uma longa história, eu não quero falar sobre isso, não tem haver com você, foi algo que aconteceu com o clã, não se preocupe.- Menti, eu não queria falar que o motivo era unicamente ela. Ela não pareceu ter engolido, mas deu de ombros.

 

-Raphael eu queria saber sobre o que Meliorn fal…- Isabelle começou mas logo foi interrompida por James.

 

-Já peguei a caixa.- Anunciou sacudindo o objeto em suas mãos, é uma caixa toda de madeira marrom, com algumas formas entalhadas, mas não havia nenhuma abertura. -Do que estavam falando antes de eu chegar?-  ele perguntou curioso, tomei a caixa de suas mãos, e analisei ela, procurando um modo de abrir.

 

-Não é da sua conta.- falei ríspido, mas sem olhá-lo, dando minha total atenção para a caixa, senti os olhos de Isabelle em mim, mas ignorei isso também, não queria que aquele assunto se estendesse, mas…

 

-Sobre o que Meliorn estava falando com o Raphael, James!- ela respondeu em tom de repreensão para mim. Dei de ombros, eu só queria que aquele assunto morresse.

 

-Ótimo, já sabe sobre o que, agora me ajudem a abrir essa caixa.- mandei, tentando me manter calmo, James encostou-se em uma árvore, apoiando um pé e cruzando os braços, seu olhar de superioridade, eu sabia o que ele estava prestes a fazer.

 

-Eu sei sobre o que os dois estavam falando…- ele cantarolou. Lancei um olhar de repreensão a ele, fechando minhas mãos em punhos, a outra mão que está a caixa, aperta o objeto com força.

 

-Sobre o que?- Isabelle pergunta curiosa, com as sobrancelhas franzidas, alternando o olhar entre James e eu.

 

O Shadowhunter se aproximou de Isabelle e eu larguei a caixa no chão de qualquer jeito ficando de frente para ele, meus olhos em fendas o desafiando e o dele do mesmo jeito.

 

-Por quê não quer contar a ela Raphael, sabe que isso é um fato que não vai mudar e quem melhor que eu para contar.- ele começa.

 

-Você sabe muito bem que essa decisão de contar ou não, não cabe a você!- retruquei entre-dentes. Senti a mão de Isabelle em meu peito e ela fez o mesmo com James.

 

-E cabe a quem? A você Raphael?- ele perguntou de volta, quase gritando.

 

-CONTAR O QUE?!- ela gritou com raiva, olhando para nós dois e logo uma quarta voz se fez ouvir no ambiente.

 

-Contar que você está noiva e vai se casar Izzy!- Todos nós olhamos em direção a pessoa, Alec, surgiu do nada com Clary logo atrás. -Nossa mãe e nosso pai, deram sua mão para James, ele não veio só para treinar com a gente, veio para Nova York conhecer sua futura esposa. E querendo ou não, você terá que aceitar.-

 

Isabelle se manteve parada, talvez digerindo a informação, olhei para ela.

 

-Era isso que eu não queria contar.- falei derrotado, sentindo meu peito afundar no estômago, eu estou prestes a perder Minha Isabelle.

 


Notas Finais


E então? Gostaram? Comentem e me digam o que acharam desse babado kkkkkkk

Beijos e perdoem meus erros, não revisei.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...