1. Spirit Fanfics >
  2. In Danger. ( YenYul, 2Kim ) >
  3. 2Kim - Uma noite mágica e merecida.

História In Danger. ( YenYul, 2Kim ) - Capítulo 44


Escrita por:


Notas do Autor


Gente, queria me desculpar pela ausência e demora dos Hot's nessa Fanfic, eu ando focando em tanta coisa nela que acabo esquecendo desse pequeno detalhe hihi... Então esse capítulo é mais focado em Hot mesmo, e entendam como um pedido de desculpa por não ter tido muito disso dentro da história em si.

(Ah, e provavelmente a Fanfic irá se encerrar fechada com 60 capítulos, se meus cálculos estiverem certos.)

Boa leitura.

Capítulo 44 - 2Kim - Uma noite mágica e merecida.


Fanfic / Fanfiction In Danger. ( YenYul, 2Kim ) - Capítulo 44 - 2Kim - Uma noite mágica e merecida.

POV CHAEWON


        Após  todos  os acontecimentos, obviamente iria direto pra casa para resolver um pequeno problema com minha mãe, queria confirmar se essa história que o Maldito me contou é  verdade, ele tinha afirmado que minha mãe é lésbica, obviamente  não confiei muito, mas não custava nada ir tirar essa dúvida, e foi exatamente o que eu fiz quando cheguei em casa... 

 


Mãe - Filha, que bom que chegou, acabei de preparar uma janta maravilhosa. - Disse sorrindo. 


Chaewon - Não estou com fome mãe,  mas queria falar sobre algo muito sério com a senhora... 


Mãe - O que é? - Perguntou confusa. 


Chaewon - Vou te fazer uma pergunta, e  quero que a senhora seja muito sincera com a resposta,  ok? 


Mãe - Ok...


Chaewon - A senhora  é lésbica? 


Mãe - Que tipo de  pergunta é  essa? - Não deixou de esconder o desconforto dela. 


Chaewon - Fala a verdade! 


Mãe - Não fale comigo nesse tom! - Gritou.


Chaewon - Eu não acredito que você me proibiu de ficar com a Minju sendo que também gosta de mulher... Sua egoísta! 


Mãe - Como ousa falar assim comigo? - Arregalou os olhos. 


Chaewon - Não  sou mais a garotinha inocente que aceita todas as injustiças relacionadas a mim, eu cresci mãe, e vou continuar crescendo sabe... Só que bem  longe de você.


Mãe - O que quer dizer com isso? 


Chaewon - Adeus. 

 


        Me retirei da minha casa e já mandei mensagem pra Minju, ela respondeu dizendo que deu tudo certo com o pai dela, e que estava vindo  de encontro comigo pra me buscar. 


            Depois de um tempo, a encontrei na rua e nos abraçamos, seguidamente demos um beijo. 

 


Chaewon - Deu tudo certo, finalmente me libertei de algo que me consumia... - Sorrio. 


Minju - Eu também, meu pai ficou feliz em me rever, e mais uma coisa... 


Chaewon - Não  vai me dizer que ele é  um gay homofóbico. - Debocho da minha própria desgraça. 


Minju - Não. - Riu. - Ele quer te  conhecer! 


Chaewon - Sério? Aí, mas não sei se estou pronta... - Abaixo a cabeça.  


Minju - Nem vem,  a senhorita vai e é  agora. - Pegou  na minha mão e me puxou 

 

 

MEIA HORA DEPOIS


       Conheci o pai da Minju, deu tudo certo, ele super apoiou a gente, achei ele super gente boa, e ele ainda deixou eu subir no quarto da filha dele, sem maldade, que avanço na nossa relação... Agora estávamos sentadas na cama dela conversando. 

 


Minju - Que loucura tudo isso, né? 


Chaewon - Sim, é  tanta loucura que nada mais me surpreende. 


Minju - Você também acha que as meninas deviam deixar essa desconfiança em relação a Sihyeon de lado? 


Chaewon - Sim... Se ela for mal mesmo, não acho bom provocarmos ela. 


Minju - Concordo plenamente com você. 


Chaewon - Bom, mas não vamos falar mais delas, essa história toda já me cansou. 


Minju - Realmente, acho que devemos focar em outra coisa... - Mudou a expressão. 


Chaewon - Tipo  o que? 


Minju - Em nós duas! - Passou a mão na minha perna de forma que até arrepiou. 


Chaewon  - T... Tem certeza? - Fiquei nervosa.  


Minju - Claro, já faz tempo  que devíamos ter feito isso, não vejo hora melhor. - Fez uma expressão de safadeza. - Inclusive já tranquei a porta. 


Chaewon - Tudo bem... 

 


       Começamos a nos beijar com uma certa intensidade, logo subi no colo dela e esfreguei minhas pernas na costa dela enquanto nos aproximavamos mais durante o beijo. 


       Logo em seguida a Minju tirou minha blusa e me deixou apenas de sutiã, começando a massagear todas as partes do meu corpo e desferindo longos beijos excitantes  em meu pescoço.


         Enquanto ela beijava meu pescoço, eu não escondia meus gemidos, porque de fato aquilo era muito bom. 


       Assim que encerrou o ato, ela tirou meu sutiã e abocanhou meu peito esquerdo, que era meu ponto fraco, logo comecei a sentir mais prazer, depois ela mudou o peito, indo pro direito. 


         Alguns segundos depois, ela abriu o zíper do meu shorts e começou a massagear minha parte íntima por cima da calcinha, o que era uma preliminar muito boa, pois deixou muito mais animada pro que viria em seguida. 

 

Chaewon - I...Isso... 

 

 


Minju - Gostou, né? Mas ainda não acabou. - Sussurrou em meu ouvido, me deixando arrepiada novamente. 


       Ela tirou meu shorts, logo em seguida minha calcinha, a Minju olhou pra mim e mordeu o lábio inferior enquanto fazia uma expressão de safadeza, logo em seguida colocou seus dois dedos de uma vez na minha parte íntima, fazendo vários movimentos intensos com os dedos. 

 


Minju - Está gostando? - Sussurrou no meu ouvido mais uma vez enquanto fazia o ato. 


Chaewon  - M... muito. - Disse entre gemidos. 


Minju - Pois bem, vamos intensificar... 

 


       Ela acelerou os movimentos,  e enquanto isso começou a beijar meu pescoço, o chupando em seguida, mas não a ponto de deixar marca, o que achei covardia, porque aquilo estava gostoso demais, e ela ainda começou  a chupar meu pescoço, delícia... 


        Depois de algum tempo, os movimentos dela começaram a ficar cada vez mais rápidos, o que resultou em minha pessoa começar a atingir o ápice do que podia aguentar. 

 


Chaewon - E...Eu... vou... G... 


Minju - Bom saber... - Fez os movimentos mais devagar. 

 


       O ritmo dela ajudou a aguentar mais um pouquinho, mas o tempinho acabou quando eu acabei gozando após um tempo, e  acabei deitando na  cama ofegante,  Minju fez o mesmo. 

 


Chaewon - Você é muito boa nisso. - Olho pra ela enquanto  falo com a respiração um pouco  acelerada. 


Minju - Obrigada, você  também. - Me olhou. 


Chaewon - Eu te amo muito,  desculpa por... 


Minju - Eu também te amo. - Me cortou. - Mas não vamos focar no passado, agora vamos pensar no presente e no futuro, curtir cada momento juntas, o que acha? - Sorriu. 


Chaewon - Acho perfeito! 

 

 

Encerramos com um beijo. 

 

POV CHAEWON OFF

 

POV AUTOR

 

ALGUNS MINUTOS DEPOIS DO MOMENTO DA MINJU E CHAEWON... 


         Yuri, Yena, Nako e Hitomi estavam reunidas na casa da Eunbi ainda, conversando sobre o quanto não confiam na Sihyeon, até que... 


         Sihyeon surgiu no local em que elas estavam, no caso, a sala da Eunbi,  assustando todas elas. 

 


Eunbi - Como você entrou aqui? - Perguntou assustada. 


Sihyeon - Sério que ainda pergunta? Bom, só vou  falar apenas uma coisa para vocês cinco, então prestem atenção...
Quando ela disse isso, as meninas ficaram quietas. 


Sihyeon - Só falta 3 meses pra você se formar Eunbi, e o último ano  das meninas também, e no primeiro dia de aula eu vou voltar, e acho bom todas vocês pararem de criar teorias sobre mim. 


Sihyeon - Yena vai ir estudar na mesma escola que a Yuri, e vão poder ficar juntas graças a mim que dei meus pulos, ao mesmo tempo Minju e Chaewon estão felizes juntas, e  eu posso acabar com isso em apenas 10 segundos. 


Sihyeon - Chaeyeon é a responsável pela morte da Mia, se eu quisesse matar ela, já teria feito. 


Sihyeon - Então se querem que tudo continue nos eixos, é  bom ficarem cada uma na sua, ou eu acabo com a relação da Minju e da Chaewon, também tiro a vida da Chaeyeon, e levo a Sakura de brinde. 


Sihyeon - Tenham uma boa noite! 

 

 

Desapareceu.

 

POV AUTOR OFF

 

CONTINUA...


 















Notas Finais


Espero que tenham gostado :))

E comentem a vontade, isso sempre me incentiva a continuar, obrigada <33


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...