História Inesperado - Capítulo 3


Escrita por:

Visualizações 495
Palavras 451
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: LGBT, Romance e Novela
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 3 - Capítulo 3 - Camarim


Fanfic / Fanfiction Inesperado - Capítulo 3 - Capítulo 3 - Camarim

Por Manoela :
Cara, como final da novela é cansativo, quantas cenas para gravar em um tempo curtissímo de tempo, parece que estamos brigando com o relógio. Cheguei cedo no Projac, e não tenho previsão de sair! Que droga, tou cansada, mas estou tão feliz.

Hoje só encontrei a Gi pela manhã, e estamos nos chamando de Mozão, é engraçado isso, mas eu acho que esse apelido pegou. Ainda não conversamos sobre a nossa cena do beijo, estou apreensiva com ela, afinal, não sei como a Gi se sente sobre isso, nem sei como eu me sinto sobre isso.

Entrei correndo no camarim das meninas, tinha que me trocar para gravar mais uma sequencia, com o Marcelo Antony.

Giovanna estava com o celular na mão, concentrada lendo seu texto.

- Desculpa, não queria te atrapalhar, tenho 5 minutos para me trocar, Lica vai ter uma briga daquelas com o Edgar.

Gi: Magina, eu estava distraida, nossa também já estou atrasada, o carro ja deve estar me esperando, preciso me trocar.
Giovanna andou até sua mochila, onde pegou uma camisa, e quando ia tirar sua blusa do uniforme do cólegio grupo, percebeu que eu estava olhando, e se virou de costa.

Fiquei meio constrangida, peguei meu celular e comece e mexer, abrir um monte de app disnecessário, e tentava espirar discretamente alguma coisa.

Ela tirou a blusa rapidamente, parece que realmente estava com pressa. Consegui ver que ela estava só de sutiã. Caramba Manoela, para de olhar!!!

- Manu, me ajuda aqui, acho que o fecho emperrou- Gi me chamou.

- É claro! - Fui até ela, que estava de costas para mim, conseguia ver seu esforço para conseguir desabotoar aquele negócio... Eu acho que minhas mãos estavam tremendo, sentia como se tivesse suando frio. Respirei fundo, minha mão primeiro tocou as dela, fazendo com que ela parece de tentar abrir. Então senti a sua pele tão macia, e tão cheirosa, que estranho, minha vontade era que aquele fecho não abrisse tão cedo, e que eu pudesse ficar ali, explorando aquelas costas... Mas, rapidamente ele se abriu, foi bem mais fácil do que eu imaginava. Então Gi se virou para mim, e com um sorriso me agradeço: Obrigada Manu!

Eu acho que eu fiquei vermelha nessa hora, dei um sorrisinho: DE NADA!

Então rapidamente Gi pegou uma dessas camisas que ela usa, vestiu, guardou a roupa no armário, me deu uma beijo na bochecha e se foi.

E eu fiquei ali, parada, sem entender nada, era como se eu quisesse congelar aquele momento em que ela se vira pra mim, pra ter pra sempre em minha memória.

MANOELA O QUE ESTÁ ACONTECENDO COM VOCÊ?

Ouço alguem me chamar, era hora de gravar...


Notas Finais


ultimo capitulo de hoje, quero saber o que vocês estão achando, e se devo continuar a escrever?
E por favor, quem gostar me ajuda a divulgar :) Obrigadinha!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...