História Instinct - Capítulo 44


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Animal, Hopemin, Hoseok, Jimin, Minhope, Minjoon, Namjoon, Nammin, Sope, Sugamin, Yoongi, Yoonmin, Yoonseok
Visualizações 23
Palavras 840
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, FemmeSlash, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Fluffy, LGBT, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Musical (Songfic), Policial, Romance e Novela, Saga, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa Leitura!

Capítulo 44 - Capítulo 44


Fanfic / Fanfiction Instinct - Capítulo 44 - Capítulo 44

Eu achava que estava por cima, quando virei as costas para Yoongi aquele dia e simplesmente o deixei pensando o que quisesse. Mas para minha infeliz sorte, não foi apenas isso o que aconteceu.  

Ele pareceu ter ficado apenas intrigado e curioso, e depois daquele dia, o vi diversas vezes passando pelo caminho que eu seguia para a casa de Namjoon, sem falar nas vezes em que o vi conversando com professores e diretores, amigavelmente, de forma comum, longe das vezes em que o via apenas tomando bronca de alguns deles.  

Mesmo assim, ele não falou mais comigo o que me deixou muito tranquilo, apenas seguindo minha rotina de estudos, concentrado em concluir a faculdade apenas e em finalmente ver minha mãe no meado do ano.  

Eu consegui voltar com o emprego no mesmo local que trabalhei antes de tudo acontecer. Tudo o que apenas ignorei descobrir. Porque, eu não sei se seria uma boa ideia mexer com coisas que aparentemente foram deixadas para trás por todos.  

Namjoon seguiu sua vida, Hoseok, nunca mais o vi desde aquele dia na Universidade com Yoongi, que eu me lembre... E eu, tenho, que prestar a atenção nas minhas responsabilidades, não posso simplesmente ficar preso a algo que nem sei se é real ou se realmente são alucinações.  

E graças a minha mente, quase toda no lugar, eu consegui maravilhosas notas, apesar de me matar estudando e trabalhando. Também desisti da ideia de me mudar, pois, seriam mais gastos, e pensando bem, eu já estava perto de acabar a faculdade e voltar para casa. Seria melhor continuar como estava.  

             

                                                           §§ 

 

Era a última semana de aula, até minhas tão esperadas férias, e antes que eu sequer pensasse em comprar minhas passagens, fui intimado por minha madrinha a antes de ir, jantar em sua casa e pegar uma lembrança que havia comprado para que eu levasse a minha mãe.  

Sem escolhas, apenas fui, torcendo para que estivesse apenas ela em casa. E para minha felicidade, fomos só nos dois, um jantar delicioso e muita conversa boa jogada fora.  

Isso, até eu a esperar, enquanto subia as escadas afobada, para pegar o tal presente de minha mãe, e me liberar enfim para casa. Porém, antes que eu a chamasse pela demora, fui surpreendido por Yoongi, entrando porta a dentro, trocando olhares surpresos comigo, antes de eu olhar para qualquer outra coisa e não o encarar mais.  

- Boa noite. - Ele disse baixo, quase sem emoção em sua voz. Continuei me mantendo firme em apenas não o olhar, mas fui educado em o responder.  

- Boa noite.   

- Achei! - Minha madrinha gritou, do alto da escada, descendo apressada.  

- Desse jeito a senhora vai acabar caindo mãe. - Ouvi Yoongi dizer, e ironicamente falando, quase chorei de emoção, quando a vi realmente quase cair, assim que o escutou.  

Sorridente, ela caminhou até ele, onde primeiro deixou um beijo em sua bochecha, para depois olhar para mim vitoriosa, e me entregar o presente. 

- Diga a sua mãe que estou morrendo de saudades. - Ela disse, enquanto fingi não ver a cara de curiosidade que Yoongi fez, assim quem a ouviu. - Obrigado por vir e saiba que vou sentir saudades. - Ela completou, enquanto em abraçava apertado.  

- Também vou sentir falta de você, madrinha. - A respondi com o mesmo carinho. E, eu sei que não era pra tanto, seriam apenas algumas semanas de férias. Mas eu confesso que estava amando a cara de espanto de Yoongi com nossa despedida.   

Depois de tudo, eu me afastei dela, tendo a coragem de olhar dentro dos olhos dele, com a feição mais indiferente possível, antes de me despedir.  

- Adeus, Yoongi.  

Dei graças por minha madrinha não ter escutado, pois já caminhava para a escada -, ou provavelmente me corrigiria -, e apenas dei as costas, caminhando sozinho para casa, rindo internamente da cara confusa que ele ainda estava.  

Minha intenção era apenas torturar sua mente, pensando que eu jamais voltaria ou algo assim, enquanto estivesse fora. Ele ainda não pagou tudo o que me fez e me pareceu algo a altura a se fazer. - E até fique surpreso em caminhar metade do caminho feliz por ele não ter me seguido depois disso.  

Mas tive minhas esperanças mortas quando o barulho da moto veio surgindo ao longe daquela estrada vazia, até diminuir, quando se aproximou de mim, e me encarou ainda confuso, antes de perguntar o que tentou engolir minutos atrás.  

- Você vai embora? 

- Você veio até aqui me perguntar isso? Eu não acredito... - Resmunguei, fingindo estar surpreso de verdade.  

- Não. Eu vim aqui te levar para casa. - Ele respondeu, desligando a moto e descendo dela para me encarar dentro dos olhos, enquanto eu apenas desviei o olhar. - E não minta mais para mim fingindo estar com Namjoon, porque já descobri que ele foi embora.  

- Quem disse isso pra você?! - Eu perguntei ignorante, o encarnado com raiva por se intrometer na minha vida.  

- Ele mesmo.  



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...