História Intended for a Psychopatch - Capítulo 15


Escrita por:

Postado
Categorias Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, One Direction, Zayn Malik
Personagens Zayn Malik
Tags Lennox, Lexy, Psycho, Zayn
Visualizações 57
Palavras 2.765
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção Adolescente, Mistério, Policial, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Necrofilia, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Sim, eu sei fiquei milhares de anos sem postar, mas acreditem foi por uma boa causa.
A fanfic acabou tomando um rumo que eu não queria, sabe-se lá porque.
Daí eu tive que reescrever grande parte dela, e aqui está o resultado, foram três capítulos apagados, mas agora está tudo conforme eu vi, do jeito que queria.

Quando disse que voltaria pra ficar eu não estava brincando, mas precisava concertar isso para que ficasse perfeito, me desculpem...

Esse capítulo tem musica, ouçam por favor :)

Capítulo 15 - "Z"


Fanfic / Fanfiction Intended for a Psychopatch - Capítulo 15 - "Z"


Vejo sentimento de vingança, pensamentos homicidas, 
uma dor que nem a escuridão pode apagar. 
Nem com todo amor do mundo, 
seu sangue frio sempre permanecerá correndo em suas veias.

 

Faziam duas semanas que Zayn havia viajado. Depois de ter certeza que Alexa estava sob controle com a segurança de Wood e seus homens, estava pronto para suas típicas viagens de negócios. Nesse tempo Lexy ficou amiga de uma garota chamada Nara, ela faria física junto com Alexa e acabaram por ficar nas mesmas salas, com o mesmo horário. Peter também era visto toda vez que ela visitava o campus, estavam mais próximos agora e as vezes até saiam para tomar um café quando o tempo permitia.

Harry havia mandado mais e-mails tentando explicar, como se fosse possível as coisas que fez, também contava de suas aventuras pela a Europa e que almejava revê-la. Jane ligava todos os dias, a data do casamento foi marcada para pouco depois das aulas de Alexa começarem o que tornava as coisas mais fáceis para ela. O plano era que ela fosse junto com Zayn uma semana antes do casamento para os preparativos.

- Não, vamos amanhã. – Lexy comentou enquanto terminava de fazer sua mala, colocou uma de suas mãos na cintura encarando a mala esperando lembrar de algo que provavelmente estava esquecendo.

- Excelente, então vou esperar você aqui na recepção, Josh vai estar olhando a questão do salão para o casamento. -respondeu animada- Você vai amar conhecer a Emilly, ela é a minha cara, mas consegue amar ainda mais moda!

- Seria possível? -resmungou desanimada, sentia falta da amiga e se sentia mal por outra pessoa estar tomando o lugar dela.

- Deixe de desânimo, você vai gostar dela.

- Tudo bem, mas só porque esse dia é especial para você. -Se rendeu sentando-se na cama.

- Excelente! Vou deixar você a vontade para terminar suas malas.

- Te vejo amanhã!

- Até lá! – um barulho parecido com um beijo se estalou e logo desligou.

- Ótimo. -Lexy resmungou para si mesma enquanto via a foto da amiga com Emilly próximas a Eiffel.

Era cerca de seis horas da noite, respirou fundo e levantou indo em direção ao banheiro para um banho quente, sentiu falta do seu cãozinho naquele dia, Zeus havia ido ao veterinário para uma consulta costumeira e voltaria amanhã bem cedo. Depois de limpa, se vestiu com uma calça de moletom e sua blusa favorita do Ramones, a blusa era de Harry, ela sabia, mas já estava na hora de superar aquilo, desde que não o visse mais, tudo estaria bem. Colocou um moletom por cima da blusa e calçou suas pantufas, prendeu o cabelo em um rabo de cavalo bagunçado.

Já passava da hora de ir comer algo, mas antes de ir verificou em seu celular em uma das janelas que nunca fechavam, o vídeo da segurança da casa de seu irmão, ele estava rindo com uma garota sentados no sofá, o que era visível pela janela aberta, Lexy sorriu antes de bloquear o aparelho.

Quando abriu a porta deu de cara com uma loira seminua indo em direção a escada para ir embora, foi assim que ela soube que o maldito Zayn Malik estava de volta.

- Me desculpe, eu me perco sempre aqui, onde é a saída? -perguntou com um risinho para Lexy.

- Siga a escada e vai ver a porta.

- Obrigado! – sorriu mais uma vez ao olhar para trás, provavelmente se lembrando de seu bem-feitor.

Alexa revirou os olhos e depois desceu para a cozinha, a senhora Wood não estava, o que a fez agradecer mentalmente por isso. Pegou um pouco de vinho que estava na geladeira e procurou alguma coisa para mastigar, encontrou um pedaço de queijo e sorriu com aquilo lembrando do último filme que assistiu com seu irmão, alguns franceses ricos comendo queijo e tomando vinho.

 Se arrastou para o lado de fora da casa observando as estrelas, se sentou em uma poltrona próxima pensando.

- Falo com você depois. -A voz fria e rouca de Zayn soou próxima a ela que congelou no mesmo instante.

Ouviu seus passos se aproximarem e o coração dela acelerou como nunca, tanto tempo longe do monstro e ele estava ali agora.

- Senti falta das boas-vindas. -Ele disse se aproximando enquanto encarava a floresta na frente deles, estava apenas com uma calça de moletom preta, o cabelo bagunçado recém molhado e os lábios inchados, em sua mão um cigarro aceso.

- O-oi. -ela tentou falar com a voz falha, ele riu. Sentia falta do causava naquela garota.

- Soube que fez novas amizades enquanto eu estive fora, espero que as coisas não estejam saindo do caminho em que devem estar. -tragou seu cigarro e ela ficou em silêncio- Não está, não é mesmo? – se virou para encara-la e ela assentiu rapidamente- Ótimo. -abriu um sorriso.

- Jane vai estar nos esperando...

- Amanhã. -ele completou acenando com a cabeça- Esteja pronta às cinco e meia, não se atrase.

- Tudo bem. -respondeu baixo, mesmo sabendo que teriam de estar lá as seis, não queria argumentar com ele absolutamente nada.

- Excelente. -ele abriu um sorriso satisfeito e deixou o local.

Por um momento ela pode respirar fundo, ele estava de volta o que a deixava com tanto medo que não podia dormir sem se sentir observada. Aquilo tinha que parar, ao ver seu irmão na tela de seu celular, se lembrou de tudo que havia sofrido nas mãos daquele doente sentiu um nó em sua garganta e percebeu como aquilo estava sendo injusto. Respirou fundo e num surto de coragem olhou para trás garantindo que Zayn já havia-se ido, discou para a polícia.

- Qual a emergência? -a mulher resmungou do outro lado cansada enquanto mexia seu café.

- Socorro por favor! – Falou baixo já começando a chorar sentindo a esperança fluindo.

- Senhora, qual a emergência? – A oficial saltou da cadeira preparando para anotar a localização.

- Ele me bateu e me prendeu, está usando meu irmão de refém, eu não sei mais e... -começou a soluçar.

- Senhora não pare de falar, onde você está? Pode me dizer o local? Algum ponto de referência?

- E-eu... -começou a dizer quando sentiu o familiar cheiro de nicotina entrar por suas narinas, ele estava ali, ela sabia.

- Senhora, ainda está ai? -a mulher perguntou preocupada- Continue na linha, vamos rastrear a ligação.

Mas já era tarde, a ligação estava encerrada e ela tentou limpar rápido as lágrimas para que ele não percebesse.

(Ouçam com a música)

- De pé. -ele ordenou e por um instante lhe faltou chão, o desespero era tão grande que ela pensou em fugir pela imensa floresta em sua frente, sua pele se arrepiou e suas pernas já não a obedeciam mais.

- Não é o que parece... -ela tentou se explicar sentindo uma lágrima teimosa cair, no mesmo instante conheceu a mão dele bater em seu rosto tão forte que a fez perder o fôlego. Ele a pegou pela blusa levantando-a.

- Eu disse, de pé. -repetiu, seus olhos estavam negros de ódio e seus nervos rígidos a ponto de suas veias estarem quase saltando de seus braços.

- Zayn por favor eu não queria... -tentou falar já soluçando.

- Por favor? -ele riu pegando o cabelo dela e ela gritou de dor- Eu não queria fazer isso Lexy. -começou a andar e ela tentava o acompanhar tentando diminuir a dor que sentia agora- Estava realmente achando que não seria necessário, mas... Você me fez mudar de ideia. -abriu um sorriso macabro nos lábios.

- Por favor. -ela murmurou enquanto colocava as duas mãos em seu cabelo tentando deixar a dor menos intensa.

- Ah vamos Lexy! Você não queria se livrar de mim? -falou animado- Tenho um presente para você.

Jogou-a dentro do velho quarto com o chão manchado de sangue, as paredes metálicas estavam mais obscuras naquele dia, uma bandeja prata com alguns instrumentos cirúrgicos estava em um canto e no teto algemas penduradas.

- Tire a blusa de frio e me espere encostada na parede. -ordenou enquanto destruía o aparelho celular dela, entregou a um dos seguranças murmurando algo no ouvido do mesmo enquanto olhava para Alexa.

Saiu do quarto e o homem grande vestido de terno ficou na porta para segurança, outro veio e tomou o aparelho da mão desse indo embora.

- Tire. -o homem falou firme apontando para a blusa dela, Lexy abraçou o próprio corpo negando aquela ação- Ou será pior para você. -ele murmurou.

Com uma decisão sábia ela o fez, em meio a soluços deixou a peça no chão se abraçando com medo do que viria.

Zayn chegou no quarto e o homem na porta se foi, ele caminhou em direção a ela que pensou seriamente em resistir a ele e fugir, mas o medo a impedia até de falar. Ele a pegou pelo braço forte arrancando um gemido da mesma e a prendeu nas algemas suspendendo seus braços no ar.

- Ele me prendeu... -Zayn imitou a voz dela com um choro falso próximo a seus ouvido- Está presa agora Lexy. -abriu um sorriso que a fez arrepiar.

- Por favor... -implorou mais uma vez, seu rosto estava todo molhado pelas lágrimas, o cabelo bagunçado pelas mãos dele e o desespero exalava de seu corpo.

- Shhh. -ele murmurou no ouvido dela- Só eu falo. -a olhou psicótico e ela calou-se na mesma hora, fechou os olhos já sentindo um tapa ou coisa parecida que viria, mas nada aconteceu.

Quando abriu os olhos ele não estava mais ali, respirou fundo aliviada, as lágrimas ainda caiam do seu rosto, tentou se desprender das algemas o mais rápido que pode, até o ver passar pela porta.

Zayn estava sorrindo como um maníaco, passou a mão pelos cabelos segurando um ferrete na outra mão, o instrumento continha um “Z” estampado nele e sua cor alaranjado avermelhada denunciava a temperatura do ferro.

- Não... -ela tentou se afastar enquanto encarava o instrumento desesperada- Não, não...

- Pra te lembrar que você é minha. -abriu mais um sorriso antes de marcar o pulso dela com sua assinatura como um animal.

A garota gritou de dor, mas não suportou a mesma desmaiando em seguida, seu pulso tinha uma marca não muito grande agora, o sangue escorria passando por seu braço sujando-a. Ele olhou sua obra satisfeito.

- Sua vadia imunda, vou te ensinar a não ter medo de mim. -murmurou largando o ferro próximo a ela e deu as costas- Desamarre e coloque-a no quarto, não quero vê-la até amanhã. -ordenou antes de sair.

(Fim na música.)

 

Era exatamente cinco e meia quando ela o esperava na sala, em seu pulso uma pulseira não muito chamativa predominava tampando a imensa cicatriz recente que se formava, estava destruída e agora traumatizada, ela sabia disso.

- Pontual. -ele apareceu ao pé da escada vestido com uma calça social, sapato e blusa também, um casaco preto sobre a blusa branca, óculos escuros e o cabelo arrumado.

Ela não respondeu apenas assentiu com a cabeça.

- Se anime Lexy, você vai conhecer a cidade do amor. -riu debochado se aproximou dela segurando sua mão, encarou-a por um tempo e sorriu- Gostei da pulseira.

Guiou-a até o exterior onde um carro os levou para o Heathrow,

Seguindo Zayn culminaram em uma pista grande, parado bem ao meio estava um jatinho branco, Alek, o rapaz responsável por leva-la a faculdade quando Zayn não estava passou por eles avisando à Zayn que as malas estavam todas a bordo. Dois homens vestidos elegantemente com um uniforme aeronáutico estavam ao lado direito da porta do avião, ao lado esquerdo uma aeromoça bonita sorria profissionalmente.

Um dos homens entrou primeiro esperando na entrada da aeronave.

- Como vão as coisas Vlad? -Zayn sorriu ao passar por um dos homens lá em baixo, cedeu espaço para que Lexy subisse enquanto ele conversava algo com o homem.

- Bem-vinda a bordo do Queen of Hearts senhorita Lennox, sou o comandante Morrison e irei conduzi-los nessa viagem.

Ela apenas acenou com a cabeça tentando não ser mal-educada.

Olhou ao redor boquiaberta com o que via, sabia que Zayn tinha dinheiro, mas nunca imaginou que fosse tanto.

- Sente-se. – Zayn passou pela porta ordenando para ela.

Lexy caminhou até uma das poltronas luxuosas naquela parte e se sentou, ele veio em seguida sentando em sua frente.

- Estamos prontos Dwayne. -Zayn disse olhando para Lexy que mal conseguia o olhar.

- Sim senhor. -ele respondeu- Chegada prevista para 18:00h, destino Paris, França.

Lexy esperou o avião sair do chão e quando ele o fez ela sentiu a sensação de liberdade que não a rodeava por um tempo, aquele frio na barriga quase esquecido por ela. Zayn por outro lado se distraía com algo em sua revista.

Depois de serem servidos com uma bebida cara que Lexy não sabia o nome finalmente Paris podia ser avistada, a Torre Eiffel majestosa como nunca denunciava sua cidade de origem. Logo pousaram em uma pista particular onde um Rolls Royce Phantom os esperava do lado exterior.

Zayn voltou da cabine de controle parando ao lado de Alexa que se virou para ele incomodada.

- Nós estamos juntos há algum tempo, somos perdidamente apaixonados e você não imagina uma vida sem mim. -ele disse ao se aproximar dela- Caso você falhe, aproveite bastante, porque esse pode ser o último lugar que você venha a ver antes de eu acabar com você. -disse como quem não quer nada.

- Você já não fez isso?

- Acredite. -ele riu- Eu ainda nem comecei.

Quando passou pela porta da aeronave ela respirou fundo, era agora ou nunca. A vida de Jhonatan e a sua própria vida estava nas mãos da atuação dela. Destruída emocionalmente, fisicamente e mentalmente nas mãos daquele demônio com um sorriso galanteador.

Foram guiados até o carro, Zayn abriu a porta traseira para ela e entrou depois.

- Le Bristol Paris os aguarda. -o motorista informou o local antes de dar a partida. Um arrepio percorreu a espinha de Lexy quando ela se deu conta de que estava em Paris indo para o casamento de Jane que seria em breve, iria finalmente rever seus amigos e aquilo estava quase a matando de felicidade, finalmente algo bom.

A cidade estava movimentada com seu pôr do sol que deixava seus últimos raios no horizonte, as pessoas caminhavam de mãos dadas felizes com a vida que tinham, crianças perseguiam pássaros, cachorros latiam, era tudo ainda mais bonito do que ela esperava. Logo as luzes da cidade começavam a acender, Lexy não sabia onde estava ao certo, mas ainda não estavam em Paris. Exausta pelo voo acabou por pegar no sono involuntariamente, um cochilo de quinze minutos foi o suficiente para revitalizar suas forças que se quer existam.

Quando abriu os olhos a cidade em que estavam era bem mais movimentada que a anterior, luzes por todo lado davam um ar mágico ao lugar, a Torre Eiffel, estava toda acesa em seu auge, tão alta que não se podia ver o fim. Lexy abriu um sorriso tão largo que parecia uma criança, esse era sem dúvida o lugar mais lindo que ela já vira e sem que ela percebesse por um segundo conseguiu espantar todo o sentimento ruim que a tomara.

O carro foi parando e logo estavam diante do Le Bristol Paris, o motorista abriu a porta para ela que saiu logo dando de cara com Jane.

- LEXY! -Ela veio correndo na direção da amiga dando-a um abraço incrivelmente apertado, sem que percebessem ambas estavam deixando lágrimas caírem por ambos os rostos, mas nada importava agora, a saudade era tão grande que apertava no peito e se desfazia em milhares de faíscas com aquele abraço.

- Que saudade! -Lexy falou ainda com os olhos fechados aproveitando a força do abraço.

- Eu sei! – A amiga riu soltando-a finalmente- Você vai amar o lugar, preparei tudo para a chegada de vocês, acenou para Zayn com a cabeça que fez o mesmo.

Lexy se virou para o hall de entrada do hotel animada, finalmente aquele pesadelo pararia por um tempo, mas seu sorriso logo se desfez, seu coração parou, suas mãos congelaram no instante que aqueles olhos perfuraram os dela, as tão familiares esmeraldas de Harry Styles transmitiam um olhar saudoso que congelou ao vê-la ali diante dele, com as mãos no bolso ele observava a cena da garota dos seus sonhos de volta para ele.

- O que ele está fazendo aqui? -ela murmurou incrédula sentindo o ódio crescer dentro dela.

 


Notas Finais


Música: https://www.youtube.com/watch?v=ScP5Nv-EhZI

Eu sei, as coisas mudaram de rumo, mas era necessário. Espero que continuem acompanhando e me desculpe mais uma vez...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...