História Into It - Camren - Capítulo 20


Escrita por:

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Amor, Ariana Grande, Bullying, Camila Cabello, Camren, Drama, Lauren Jauregui, Romance
Visualizações 365
Palavras 1.580
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, LGBT, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Cheguei com a continuação, é um cap bem de leves só pra voltar mesmo, mas o próximo vai ser bem pesado 😂
Enfim, boa leitura.

Capítulo 20 - "Nós devíamos esquecer o que aconteceu"


Camila P.O.V

Estávamos indo pro ensaio e eu estava nervosa, por causa da música que eu iria apresentar e também porque não trocamos nenhuma palavra depois que entramos no carro.

— Então, você estava na casa da Hailee… está tudo bem com vocês? — pergunto e dou uma rápida olhada em Lauren.

— Sim, eu acho, estávamos conversando e ela me disse que a mãe dela está em cima por causa das coisas que ela faz

— Se eu fosse mãe dela eu também estaria, ela bebe, dirigi e fuma, isso tudo com 17 anos

— Tem razão, mas você faz isso também — ela diz rindo.

— Eu não tenho mãe e meu pai nem tem tempo pra perceber que eu bebo e fumo

— De qualquer jeito, ela disse que eles até conversaram em mudá-la de colégio — Lauren diz mexendo nos dedos e eu paro o carro na frente da garagem de Shawn.

— É uma decisão muito séria, mas pode ser o melhor pra ela

— Talvez

— Mesmo assim, vocês podem continuar conversando e se vendo — saímos do carro e fomos até a garagem. Apresentei a Lauren pra eles e Ashley deu em cima dela também, mas foi até engraçado. — Ash, sabia que Lauren também toca, compõem e canta? — falo e me ajeito na cadeira com o violão. Estava me divertindo com Lauren tentando se livrar da Ashley.

— E me diz, você é solteira? — Ashley estava quase grudada nela no sofá, enquanto Lauren se encolhia cada vez mais.

— Sim

— Não — Lauren fala ao mesmo tempo e nos olhamos. — Eu namoro uma garota, Hailee, Camila conhece — desvio o olhar e arrumo o microfone.

— Que seja, mostre a música, Camila — Shawn diz e os quatro se sentam no sofá.

"E eu desistiria da eternidade para te tocar

Pois eu sei que você me sente de alguma maneira

Você é a mais próxima do paraíso que sempre estarei

E eu não quero ir para casa agora

E tudo que posso sentir é este momento

E tudo que posso respirar é a sua vida

E mais cedo ou mais tarde isso se acaba

Eu só não quero ficar sem você essa noite

E eu não quero que o mundo me veja

Porque eu não acho que eles entenderiam

Quando tudo é feito para ser quebrado

Eu só quero que você saiba quem sou eu

E você não pode lutar contra as lágrimas que não virão

Ou o momento de verdade em suas mentiras

Quando tudo se parece como nos filmes

É, você sangra apenas para saber que está vivo

E eu não quero que o mundo me veja

Porque eu não acho que eles entenderiam

Quando tudo é feito para ser quebrado

Eu só quero que você saiba quem sou eu"

Termino e olho pra Lauren, ela parecia impressionada.

— Eu amei! — Shawn levanta e Ashley e Emaline fazem o mesmo.

— É o que precisávamos — Emaline diz e eu sorrio.

— Então vão tocar ela nos shows?

— Não, nós quatro vamos, você e eu vamos cantar juntas — Ashley fala e eu me levanto tocando em sua mão, em seguida vou até Lauren e lhe abraço.

— Parabéns, Camz

— Poderíamos até colocar no álbum — Emaline diz e Shawn concorda.

— Conversamos sobre isso depois, que tal comemorarmos? Tem planos, Camila?

— Sim

— Não — Lauren responde e nos olhamos de novo.

— Ótimo, então vamos sair pra comer — Ashley pega seu casaco e Shawn e Emaline vão se trocar.

— Pra que isso? Eu não quero sair com eles — falo me aproximando de Lauren.

— Por que não? Eles são legais até onde eu sei e eles agora são seus colegas de banda

— Eu não quero sair com a Ashley, você já viu a peça — falo sussurrando e ela ri.

— Eu vi e você fez questão de zoar com a minha cara, mas não esquenta, vai ser legal — Lauren fala e vai pro carro, eu bufo e a sigo.

— Lauren Michelle Jauregui, eu estou me segurando e você está me atiçando

— Como?

— Eu sou uma galinha e Ashley está simplesmente se jogando em mim, tudo bem, pelo o que eu vi ela dá em cima de todo mundo, mas você viu como ela é gata? Eu não sou de ferro — entro no carro e logo Ashley vem atrás.

— Você consegue — ela dá um tapinha em meu ombro e segura o riso. Como eu quero matar Lauren. Tudo bem, Ashley é gostosa, mas só quer se aproximar por interesse.

Terminamos de comer e estávamos conversando, infelizmente Ashley sentou no meu lado direito e ficou alisando minha perna com a sua, o que não é nada bom.

— Você quer petit gateau? O daqui é ótimo — ela diz e eu vou mais pra esquerda, ao lado de Emaline.

— Não, não quero, acredito que ninguém quer sobremesa, certo?! —

— Na verdade eu quero — Lauren fala e eu lhe fuzilo com os olhos, ela se assusta e engole a saliva. — Ou não, é, eu não quero

— Ótimo, vou pagar a conta — me levanto o mais rápido possível e vou pro caixa. Pago a conta e me assusto com a Ashley ao meu lado.

— O que vai fazer amanhã de noite? Eu estou livre, poderíamos sair, conversar mais, falar sobre música, sobre o estúdio do seu pai — estava pensando em uma resposta, mas Emaline respondeu por mim.

— Ela não está livre, tem um compromisso amanhã, não é? Você contou pra mim

— Ah sim, claro, eu estou ocupada mesmo — falo olhando pra Emaline enquanto Ashley via uma mensagem no celular e sussurro "valeu".

— É meu pai, ele chegou, tchau meninas!

— Tchau — falamos e eu coloco a mão nos bolsos da calça, não sabia o que dizer no momento.

— Agora é a parte que você me agradece mesmo e diz que eu salvei sua noite de amanhã - ela diz sorrindo e eu assenti.

— Obrigada, você me salvou de uma

— Ashley é minha amiga, mas pro seu bem não se envolva com ela

— Eu não vou

— Deve ser chato isso, as pessoas tentando se aproximar só por causa do seu pai

— É, as vezes acontece, mas eu já estou acostumada — falo e ela me dá um papel.

— Enfim, eu te salvei e agora você me deve no mínimo uma bebida

— Vamos conversar sobre o meu pai? — pergunto brincando e ela apenas nega com sua cabeça. — Ótimo, agora eu sei o que eu vou fazer amanhã, eu te busco as 20 — Shawn se aproxima e eles se despedem, vou pro carro e espero Lauren sair do banheiro.

— Gostei deles — ela fala entrando no carro e eu o ligo.

— É

— Sobre eu dizer que a Hailee é minha namorada, eu só queria me livrar da Ashley

— Hum, eu acho que você deve apresentá-la assim, sempre

— Você acha? É que ainda não estamos namorando

— Por que não?

— Eu não pedi

— Então peça!

— Acha mesmo que eu devia? — ela pergunta e eu afirmo, mesmo não querendo. Lauren devia namorar e esquecer o que quase aconteceu entre a gente, nós devíamos esquecer o que aconteceu e Hailee pode ajudá-la. — Eu gostei da sua música, ela é linda

— Obrigada

— Alguém te inspirou?

— Você sabe, a gente não conta quem foi a musa — sorrio e volto a prestar atenção na rua.

— Ashley é doidinha, mas gostei dela e Shawn é na dele, mas gostei também

— Ashley me convidou pra sair

— Tá zoando? Kk

— Não, mas Emaline me salvou e Ash é gente boa, mas só está interessada em mim por causa do meu pai

— Falando em Emaline, eu não gostei dela

— Por que não?

— Eu não sei, mas eu não gostei! — Lauren fala e eu mudo o caminho de sua casa. — Aonde está indo?

— Vamos em qualquer lugar, eu preciso beber, nós precisamos

...

— Então isso é a nossa comemoração particular? — Lauren fala pedindo uma cerveja e eu uísque.

— Não, eu só queria beber mesmo

— Eu percebi, uísque… por quê?

— Vou sair com a Emaline amanhã e estou saindo com a Demi já, o quão cafajeste eu sou?

— Considerando que você já me beijou e deve ter beijado outras, bem, você é bastante canalha, bastante mesmo

— Eu… eu não queria nada sério, mas eu sem querer falei que lhe daria uma chance e agora a Demi acha que estamos tendo algo, tipo, namorando — falo e o uísque chega e eu o bebo.

— Então fala pra ela, fala que não quer algo sério

— Queria, mas eu me importo com ela e ela vai ficar arrasada, quer dizer… eu não sei — suspiro frustada.

— Bem, vai ser pior se você sair com essa garota e não contar pra Demi

— Eu falo o quê?

— Que gosta dela, mas que quer sair com outras pessoas também, diz que é você e não ela — Lauren diz e eu rio.

— Ah não, que clichê

— Eu sei, mas funciona — Lauren piscou e bebeu a cerveja.

— Você é uma péssima amiga pra dar conselho

— Eu não cuido direito nem da minha vida, imagina dar conselho pra sua… mas e aquele papo de não vou sair com colegas da banda?

— Eu nunca disse isso — falo rindo e ela nega com a cabeça.

— Ata viu — Lauren fala e pega seu celular.


— O que foi? 


— Minha mãe pediu pra você entrar comigo quando for me levar 




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...