História Just The Way You Are - Segunda temporada - Capítulo 12


Escrita por:

Postado
Categorias Supergirl
Personagens Alex Danvers, Cat Grant, Eliza Danvers, James "Jimmy" Olsen, J'onn J'onzz "John Jones" (Caçador de Marte), Kara Zor-El (Supergirl), Lena Luthor, Personagens Originais, Samantha Arias (Reign), Winslow "Winn" Schott Jr.
Tags Kara, Lenaluthor, Supercorp, Supergirl
Visualizações 74
Palavras 1.245
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Famí­lia, Ficção Científica, LGBT, Luta, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Violência, Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 12 - Capitulo 11 - Uma vida feliz


Eliza finalmente se mudar para cidade, ficou fora durante dois meses para pedir dispensa do hospital que trabalhava e para prepara as coisas para sua mudança. Resolveu manter a casa caso as filhas quisessem passar o final de semana longe do barulho da cidade grande. Ela olha para a sala onde os netos arrumavam seus livros na estante. — Obrigada pela ajuda, crianças.

Damon. — Não tem que agradecer vovó. Sorrir o rapaz voltando sua atenção a tarefa.

Ruby. — Ele tem razão vó! Essas caixas acabaram ainda tem?

Eliza. — Não! As outras caixas foram para os laboratórios do DEO. Que tal uma parada para o lanche! Em seguida ela vê dois borrões passando para cozinha. — Eles têm a quem puxar quando o assunto é comida.

Algumas horas depois

J’onn dar um cargo de chefe do laboratório para Eliza. Ele sabia que seria uma ótima aquisição para equipe. — Espero tudo esteja de acordo com o que queria. Fica apoiado na mesa ao lado da porta.

Eliza se vira para encara o chefe. — Está sim, tudo em seu devido lugar! As mudanças aqui foram ótimas.

J’onn. — Ainda falta melhorar alguns setores! Mais o governo já liberou a verba, bem só passei para verifica se estava bem instalada. Qual coisa sabe onde ficar minha sala.

Eliza. — Ok! Até mais então. Ela retorna sua atenção a análise do material genético que estudava.

Prisão máxima

Lillian ficava em uma área restrita e o único momento que via outras presas, era no banho de sol. No entanto, tinha regras ela não poderia conversa com ninguém. Então ela se sentar perto do murro e aproveita o momento fora daquela cela fria e solitária. Quando uma conversa lhe chama atenção.

Grupo de presas. — Viram que a Luthor casou?

Presa.2 — Li no jornal, pena que a foto estava borrada nem dava para ver direito a foto do casal.

Presa.3. — Minha irmã falou que foi uma cerimônia linda, além de ter sido casamento duplo. Ela trabalha no buffer que serviu o casamento.

Presa. 2- Nossa que legal, ela é casada com aquela loirinha não? A mais jovem de o grupo falar.

Presa.3. — Isso, aquela repórter gostosa! Pelo que li foi a irmã dela que casou no mesmo dia. Depois a conversa mudou para outro assunto.

Lillian fica surpresa o casamento da filha, pelo jeito tinha acontecido algum tempo. — Espero que seja feliz minha filha. Mesmo que jamais receba a visita da filha ou o perdão da morena, ela iria continuar a torcer para que Kara continuasse ao lado da Luthor mais nova.

Um tempo depois

Kara e Lena vão ao colégio com Damon para fazer a matrícula do rapaz. Foi difícil conseguir convencer a diretora a acredita na história que Lena resolveu conta a respeito da origem de Damon. — Mulher mala essa. Reclama a loira dentro do carro de volta para casa.

Lena. — Já era de espera essa reação! Não só por ele ser um Luthor, mais pelo fato de nunca ninguém ter ouvido fala que eu tinha engravidado. Aperta a mão da esposa.

Kara. — Mesmo assim amor! Espero que essa nova fase da vida do Damon seja melhor que foi a minha. Suspirar.

Lena. – Achei que tinha sido tranquila essa parte. Estranha a reação da loira.

Kara. — Nem sempre foi um mar de rosas! No início Alex e eu não nos dávamos bem, além da falta que sentia dos meus pais, eu era a esquisita do colegio ai era um prato cheio para valentões implicarem comigo. Kara foi contando um pouco do início da usa vida na terra. Lena ficou realmente surpresa com o relato da loira, nunca imaginou que Alex e Kara um dia não se suportavam. A relação delas hoje me dia é tão forte e linda que é difícil de acreditar. — Assim como você, o Damon não estará sozinho ele tem uma família grande para lhe dá apoio. Elas se beijam e entram no prédio.

Naquela noite o jantar seria na cobertura Luthor Danvers. Então ambas assim que entraram em casa foi direto para cozinha preparar o jantar para o batalhão que viria. A farra da família foi até altas horas da madrugada e logo pela manhã só se via gente correndo de um lado a outro para irem para seus devidos empregos.

Clark fica todo eufórico ao saber que teria uma menina. Não aguenta e ligar para kara assim que saiu do hospital. — Kara!

Kara. — Oi! Clark! Tudo com você e a Lois? Fica meio preocupada, já que o primo não era de ligar muito.

Clark. — Não poderia estar melhor! Liguei para dizer que serei pai de uma menina. Nem acredito Kara! Não seremos só nós três! Agora a casa Al terá mais um descente além de nós e do Damon. Ele tinha a voz embargada pela emoção.

Kara fica feliz com á noticia. — Meus parabéns para Clark! Isso mesmo, nossa casa não morrera quanto partimos, nossos filhos levaram o nosso legado. Obrigada por considera o Damon como sendo membro da casa Al.

Clark. — Mais é claro que ele é um Al! De coração ele é, para ser filho não precisa ser de sangue. Bem, vou indo a Lois está me chamando se cuida e vou adorar recebe-los na fazenda.

Kara. — Até mais então! Mande meus parabéns para Lois. Ela então volta à atenção para reportagem que escrevia.

Parque

Alex esperava a irmã com duas caixas de rosquinhas, elas ainda mantinham o habito de se encontraram para conversa um pouco sobre suas vidas fora do DEO. — Aqui peguei nos seus sabores favoritos. Passa a caixa para loira sentando ao seu lado.

Kara. — Obrigada. Beija a bochecha da irmã. — Clark ligou hoje de manhã, avisando que será pai de uma menina. Começa a comer.

Alex.- Que noticia boa! Depois ligo para eles dando os parabéns. Sabe ainda não consigo acreditar no trabalho que a Samantha e a Lena tiveram para manter tudo em segredo do casamento duplo. Comenta.

Kara. — Nem me fale! Ainda para surreal esse momento tão incrível das nossas vidas! Nem nos meus sonhos imaginaram que íamos casar no mesmo dia. Ri boba.

Alex acompanha a loira no riso. — Realmente demais! Elas continuaram a conversar sobre o atual momento da vida delas. Em certo momento Kara acaba entrando no assunto Lillian. — Fiquei chocada com a rendição dela para o DEO.

Alex. — Foi um choque para todos! Mais inicialmente todos pensaram que era mais um troque. No entanto, isso mudou no momento que ela entregou uma lista completa com cada nome e endereço dos funcionários da CADEMUS. Além dos seus colaboradores.

Kara pondera e resolve conta sobre a Lillian da terra 18. — Algo próximo a isso aconteceu com a Lillian da terra 18. Na verdade, ela se sacrificou para salva a vida das filhas da Lena e quase morreu enfrentando o Lex.

Alex fica de boca aberta com a informação. — Realmente Lillian seja em qual terra, seja sempre nos surpreende. — Lena não gosta de menciona a mãe, por fim paramos de falar no assunto perto dela. Ela já enfrentava tanta coisa difícil. Comentar um pouco sobre o momento que Lillian se entregou ao DEO.

Kara acabar as rosquinhas e encara o por do sol. — Me pergunto se Lena um dia perdoaria Lillian, como a Lena da terra 18 fez. olhar para irmã.

Alex. — Não sei kara! Lena passou por tanta coisa ruim com a mãe, é algo imprevisível.

Kara. — Você tem razão! Vamos para casa. Cada uma pega o carro e segue para seus respectivos lares e famílias.

 


Notas Finais


:(


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...