1. Spirit Fanfics >
  2. Letters - Jikook (ABO) reescrevendo >
  3. Segunda carta.

História Letters - Jikook (ABO) reescrevendo - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Oioi, voltei.

Bom, eu não costumo postar capítulos direto, porém me encontro inspirada e com internet.

Se eu demorar pra postar é por causa da falta de criatividade ou simplesmente porque a Internet caiu.

Bjo, bjo boa leitura 🥀💕

Capítulo 2 - Segunda carta.


Jeon JungKook


– nossa! Parece que temos um Sherlock Holmes no recinto! Parabéns Kim Namjoon, você resolveu o indecifrável – o ômega esbravejou me fazendo rir; Min Yoongi não é flor que se cheire. Namjoon por sua vez apenas largou a carta sob a mesa fazendo o Jeon pegou a mesma com agilidade como se aquilo fosse a coisa mais preciosa do mundo – o que não era mentira.


então diga, meu caro Dr.Watson, o que podemos fazer para achar este ômega mistérioso? – Namjoon ditou com ironia. Olhei para o ômega ao nosso lado que havia levado um pedaço de cenoura a sua boca o usando como uma espécie de charuto tendo em seu rosto uma feição pensativa.


– eu acho que devíamos procurar pelos cheiro dele Holmes, mas antes o Jeon tem que escrever uma carta pra ele também, se ele quiser é claro.


– mas como eu vou entregar pra ele hyung? – sua feição pensadora se desfaz e ele bate em minha cabeça e sua feição volta a demonstrar tédio.


– deixa a carta presa no seu armário, e se ele for por outra carta lá, ele irá ver seu idiota. – exclamou mordendo um pedaço da cenoura.


– mas eu não sei como ele é, o que eu vou dizer Yoongi? 


– que tal: "oi, eu gostei da sua carta! Será que poderia me passar seu número?" – dessa vez quem falou foi o alfa que permanecia nos observando a todo momento.


– nossa, não Namjoon! Vocês não sabem mesmo como falar com um ômega né? Ainda mais um que escreve dessa forma tão delicada. Tem que ser gentil, meigo, educado e em momento algum invada seu espaço pessoal ou faça uma pergunta constrangedora. – o ômega disse nos encarando enquanto nós dava uma lição de; como conquistar o crush.


– O que você sabe de como conquistar alguém Yoongi, vive encalhado. – Namjoon disse jogando uma uva no garoto; essa que foi devolvido bem no seu olho.


– simples, eu gostaria de ser tratado desta forma e acho que este ômega também gostaria; ele parece ser alguém legal, não o tratem como um qualquer. – ditou cruzando os braços e fazendo um bico.


– estou começando a suspeitar que você é o ômega da carta Min Yoongi – acusei o garoto vendo sua feição de espanto e logo em seguida uma feição de nojo – ah vamos! Eu sou jeitosinho hyung.


– prefiro está cenoura, sabem porque? – negamos – ela me trata bem. – ele se levanta se dirigindo ao pátio central; provavelmente iria para a quadra. E mais uma vez Min Yoongi dá uma de suas crises hormonais, é isso que dar ser amigo de dois alfas, apesar de qualquer coisa Min Yoongi é um ômega sensível; por mais marrento que pareça.


Assim que o ômega sumiu de nossas vistas o sinal tocou e eu me levantei indo em direção a sala sendo seguido por Namjoon.


– olha JungKook, eu acho melhor a gente ouvir o Yoongi, parece que não mas ele deve saber melhor do que a gente do que tá falando – ele ditou pondo a mão sob meu ombro como se fosse um consolo – seja você mesmo, mas seja carinhoso com a palavras! Este ômega não merece ser tratado com indiferença.


Ele ditou antes de sair correndo para sua aula me deixando só; agora eu tenho que ir para a quadra, tenho treino de basquete e agora eu tenho que me preparar mentalmente para poder encarar; Jung Hoseok. O Alfa era um tremendo perigo nas quadras, ágil, forte e o melhor; ele era friamente calculista – "mas onde isso se encaixa no basquete?" Vocês me perguntam: simplesmente em tudo.


Basquete também se resume a matemática pois nós precisamos calcular sempre nossos passos para conseguir fazer pontos, claro que temos as marcações no chão que ajudam e muito, mas também dependemos de formatar a imagem da quadra na nossa mente; Hoseok como um aluno excelente em matemática e dono de um porte impecável de uma saúde excelente. Resumindo: um jogador perfeito. Claro que – não querendo me gabar – eu também sou um jogador exemplar e consegui vários títulos para a nossa escola; mas Hoseok ainda me supera.


hey! Jeon, finalmente, onde estava garoto? – vejo o Alfa sorridente vindo em minha direção. Esqueci de mencionar que ele também é dotado de um sorriso belíssimo, mas quem se importa? Isso só o deixa ainda mais atraente.


– estava sendo aconselhado pelo Namjoon-hyung e levando bronca do Yoongi-hyung. – dito indo junto ao garoto em direção ao vestiário.


– conselho JungKook? Conselho de que?


– ah hyung, outra hora eu conto. Agora vamos jogar, hoje eu te massacro!


.

.

.


Park Jimin


O ômega estava só no enorme estúdio, o único som que tinha no ambiente era a música clássica e as sapatilhas batendo contra o piso de madeira; novamente ele havia ficado no estúdio até tarde em busca de evitar seu pai. Sem as importar se iria comer ou não ele só não queria ver o velho e saberia que ele não estaria em casa depois das 18:00 pois ele sempre vai encontrar aquela vadia.


Assim que vejo o relógio marcar 17:47 pego minhas coisas e me dirijo a saída me perdendo nos pensamentos ao imaginar o sorriso do Jeon. Aquele garoto me fazia ter uma enorme vontade de gritar para o mundo meus sentimentos para o mundo e dizer que aquele Alfa me deixa todo bobo, porém eu não posso. Suspiro andando pelas ruas que eram iluminadas pelas poucas luzes que estavam se acendendo devido ao fim de tarde, sempre amei caminhar nestes tempos assim, eles me acalmam não só a mim como também ao meu lobo, dá uma certa sensação de liberdade depois de tanto tempo preso.


Agora nós podemos ir pra onde a gente quiser - claro que seja dentro da cidade; ainda não posso sair. Depois de um tempo caminhando chego na porta de casa e o carro do velho não estava na garagem. Novamente suspirei passando as mãos em meus fios e assim que entrei em casa vi minha mãe sentanda no sofá com a mão em seu rosto, ela nem sequer olhou pra mim mas eu sabia bem o que havia acontecido. Fui até a mulher a abraçando e deixando um beijo em sua nuca antes de ir em direção ao meu quarto já com as lágrimas se formando em meus olhos, eu só queria tirar minha mãe desta casa e dar a ela a vida de rainha que ela merece, mas sinto que por causa dessa deficiência tosca nunca vou conseguir fazer isso.


Pego meu caderno e meu estojo tirando de lá uma caneta, agora acho que vou escrever pro meu alfa.


Ah Jeon, está tudo tão ruim está noite.....


No dia seguinte~


Eu estava atrasado? Não dessa vez! Ontem eu fui dormir cedo e consegui levantar bem disposto. Me vesti adequadamente com uma calça jeans escuro e uma blusa branca, botei um convers all star e peguei um casaco fino juntamente de uma touca preta, botei a carta na bolsa e desci as escadas pegando uma maçã e indo direto para a escola.


Não me importo de chegar cedo ou de ficar lá sozinho; gosto de apreciar o silêncio.


Assim que cheguei ao colégio me surpreendi ao ver um papel colado no armário do Jeon, tive medo de ser um pedido para não lhe enviar mais as cartas, porém me surpreendi ao ver que era uma resposta.


Peguei a carta em meu bolso escrevendo no fim dela "ps: irei ler sua carta agora, obrigado por responder"


Peguei a carta e corri em direção a sala. Assim que adentrei a mesma fechei a porta me escorando na mesma começando a ler.



Você realmente me vê, não só meu corpo, você admira meu ser.

Pessoas como você são raras, isso é admirável, suas palavras delicadas me encantaram de uma forma que meu lobo uivou em alegria.

Não sou bom com belas palavras como você, não sei lhe descrever pois eu não te conheço bem; me permite lhe conhecer? Você está disposto a isso?

Permite deixar eu me encantar ainda mais por este ômega mistérioso?


Ass: J.JK


Estava tão inerte que nem percebi que havia pessoas na sala de aula....me xinguei mil vezes ao ver quem era.


– Park, está tudo bem? – indagou o Min me encarando, meu deus o que eu faço agora?










Notas Finais


Espero que tenham gostado, até a próxima 🥀💕


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...