1. Spirit Fanfics >
  2. Lights Up >
  3. Capítulo 1

História Lights Up - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Olá, meus amores!

📌 Gostaria de dizer que a fic é de minha autoria. As personalidades dos personagens e o enredo foram totalmente criado por mim.

📌Plagio é crime!!!

📌Eu escrevo e posto, então não tera data certa para ser postada, mas tento fazer o mais rapido possível.

📌A fic tera uma segunda temporada sim! ❤

📌Os personagens sao baseados em Harry Styles (Harry), Kylie Jenner (Isabella), Kendall Jenner (Lorie), Justin Bieber (Justin).

📌 Eu peguei características das irmãs Jenner como inspiração porém elas não são totalmente identicas as Jenner...

Por fim! Espero que voces gostem e curtam bastante a fic.

Boa leitura!

•Bjs Rai

Capítulo 1 - Capítulo 1


ISABELLA POV


E foi assim chorando pela perda do meu pai, que senti a responsabilidade de tudo aquilo que ele criou cair sobre mim.

Me chamo Isabella Grey, tenho 23 anos, e hoje choro com tristeza profunda pela tragédia que aconteceu sem ao menos eu me preparar. Meu herói Edward Grey, mas conhecido como meu papai, me deixou nessa vida difícil e agora posso dizer, sozinha.

Desde os meus 15 anos fui treinada e instruída pelos negócios da família. Somos  mais conhecidos pelo trabalho, que envolve crimes e coisas ilícitas, e chamados pelas pessoas de mafiosos, mesmo eu não gostando muito desse termo.

Estou aqui tomando coragem de sair por essa porta e ver a realidade de que ele se foi, e que não irá mais voltar… Mas ao mesmo tempo agradeço a Deus por ele ter ido de uma forma natural nada de ruim o aconteceu apenas chegou o seu momento para partir, e entao ele poderá ter um funeral lindo e digno de respeito.

Tomo coragem e dando uma última verificada no meu vestido coloco meu chapéu e meus óculos e saio porta a fora do meu quarto. Todos os seguranças e amigos meu e de meu pai estão no final da escada me esperando, assim que a desço eles vem me cumprimentar e desejar as condolências. Agradecendo a todos peço licença e vou falar com Loire minha melhor amiga e também irmã.

Loire foi abandonada em uma valeta do lado de nossa casa com apenas 2 anos de idade, meu pai imediatamente a pegou e criou como se fosse sua própria filha, mas nunca deixou de te dizer a verdade o que nos orgulha por que a sinceridade sempre foi o seu forte, e também foi o que manteu essa família tao unida.

Loire nao se envolve muito no trabalho, mesmo ela sendo devidamente treinada e atenta a tudo, ela prefere ficar mais na retaguarda, como a mesma diz esse trabalho foi feito pra mim, que eu me identifico muito mais, e que a mesma prefere ficar em segundo plano mesmo e que não tem problema nenhum nisso.

Vou até ela é imediatamente a mesma cai no choro, eu a abraço e não consigo segurar as lágrimas silenciosas que escorrem por meu rosto.

-Loire não fique assim, ele está em paz! Independente do seu trabalho ele foi um homem bom, e fez tudo que podia para todos aqueles que o amava.- Eu digo tentando consolar a mim mesmo também.

Ela apenas soluça, e enchuga as lágrimas me dando um sorriso de canto.

Dou um tapinha no seu ombro mostrando todo o meu apoio e vou de encontro ao Taylor nosso chefe de segurança.

- Meus pêsames Sra. Grey. - e então o mesmo me estica um buque de rosas negras, estico minhas mãos para o mesmo agradecendo silenciosamente.

Taylor é o homem que mais confio nesse trabalho, ele sempre se mostrou fiel ao meu pai e a sua família, apartir de hoje o mesmo passa a ser meu braço direito e ele sabe que precisarei de sua ajuda mais que tudo agora.

- Obrigado Taylor, por tudo que vem feito por essa família! - dou um sorriso de canto para o mesmo, deixando um pouco a tristeza imensa de lado. -Queria confirmar se está tudo certo para irmos?

- Sim, os carros estão pronto em fila no aguardo de sua ordem.

- Ok, leve Loire para o carro principal que eu já vou de encontro a vocês.

Taylor confirma, e sai em direção a Loire, e informa o pessoal que já vamos a caminho do funeral.

Assim que me deixam sozinha olho ao redor e suspiro deixando as lágrimas escorrerem silenciosamente, vou até o escritório de meu pai e procuro a caixinha que mamãe deixou com ele assim que descobriu que estava doente, antes de vir a falecer.

Ela está apoiada no canto interno da mesa dele do lado de um quadro aonde está nós quatro sorrindo em uma viagem ao Brasil que fizemos. Essa é a lembrança mais linda que temos de nós quatro reunidos. Abro a caixinha pegando o colar com uma foto de minha mãe e de meu pai e embaixo a carta que mamãe deixou para ele um pouco antes de partir. Diversas vezes peguei meu pai a lendo e chorando.

Abraço a carta junto ao peito pego o colar e amarro em volta de meu pescoço sentindo as emoções tomarem conta de mim. Sei que papai gostaria que eu levasse a carta junto a ele.

Olho para o escritório uma última vez, tomando coragem e partindo. Chegando no carro Taylor abre a porta para mim e eu subo encontrando Loire ja devidamente acomodada. Seguro sua mão demonstrando apoio e então o carro da a partida.


Notas Finais


Pessoal, peço desculpas caso tenha algum erro, e também que me informe nos comentários se estão gostando ou não! Vou ver se posto um capítulo por semana ❤


• Bjs Rai


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...