História Little problem - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Camila Cabello, Fifth Harmony, Lauren Jauregui
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Visualizações 31
Palavras 837
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishounen, Crossover, Drama (Tragédia), Fluffy, Romance e Novela, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Parte dois desse capítulo amanhã

Sorry pelos erros ortográficos

E boa leitura ^_^

Capítulo 6 - We will


Point of view Lauren Jauregui

Meu dia preferido da semana havia chegado

Domingo!

Eu estava na frente do espelho ajeitando a jaqueta preta. Estava frio e Natasha havia acordado com vontade de comer Donuts. Como estava frio, eu havia deixado Natasha na casa de Dinah, no andar de cima. 

Desci até o estacionamento e avistei o Mustang preto. Era o carro de Dinah e eu particularmente tinha uma paixão secreta por ele. Entrei no carro e parti para o Starbucks mais próximo. 

O trânsito estava um caos. A cada sinal vermelho e uma buzinada exagerada atrás de mim, me deixavam cada vez mais estressada. Parei em frente ao estabelecimento, que por sinal estava vazio.

Pelo menos isso

Entrei pelas portas e senti o ar quente dos aquecedores me aquecendo.

-- bom dia, o que vai querer?- uma loira me perguntou.

-- bom dia, eu quero uma caixa de Donuts de chocolate e morango e um cappuccino duplo, por favor- fiz meu pedido e senti os olhos da mulher sobre mim.

Me afastei do balcão e procurei uma mesa vazia para sentar. 

Suspirei e cruzei as mãos sobre a mesa. Minha atenção que antes estava sobre o guardanapo em cima da mesa, foi para a porta do estabelecimento.

A pessoa que eu queria esquecer e nunca mais ver, entrou e caminhou até o balcão. Eu me senti travar na cadeira e meu corpo por alguns segundos, paralisou. 

Minha única reação foi levantar e sai daquele lugar. 

Eu me sentia sufocada e meu estômago dava voltas.

Eu caminhava apressada pelas calçadas e quando dei por mim, meu corpo havia se chocado com outro alguém.

A queda foi inevitável.

-- meu Deus, me desculpa-

Essa voz...

Eu olhei para frente e vi ela se levantando e limpando seu sobretudo rosa bebê.

Se eu falasse que ela estava linda, seria um algum tipo de erro? 

Pois que se dane, ela estava mais linda que o normal.

-- Lauren?- ela pareceu surpresa ao me ver ali sentada no chão.

-- o destino nos juntando de formas inesperadas, não é mesmo?- perguntei humorada e ela assentiu sorrindo.

Estendeu uma das mãos e me ajudo a levantar.

-- o que você está fazendo perdida nesse frio na rua?- ela perguntou e eu a analisei por um curto período de tempo.

Cabelos longos e ondulados

Bochechas coradas, que a deixavam mais viva.

E lábios bem desenhados com um gloss. 

Seus olhos amendoados, agora me fitavam esperando uma resposta. 

Droga!

Eu preciso parar de fazer isso.

-- eu vim no Starbucks, Natasha queria Donuts- dei de ombros e ela pareceu satisfeita com a resposta.

-- você quer sair comigo hoje?- ela me perguntou e eu fiquei sem saber o que responder.

-- sair com você?- perguntei e me senti otária por ter perguntado isso.

-- sim, como amigas, é claro- ela falo rápido e eu sorri.

-- eu não sei, eu tenho Natasha..- falei e isso não pareceu atrapalhar em nada a sua pergunta.

-- não tem importância, leve ela também- ela falo sorrindo. Ela realmente havia gostado da minha pestinha.

-- vai, por favor- ela fez um biquinho adorável e eu suspirei.

-- tudo bem, eu vou- falei por fim e ela pareceu ficar animada.

-- passo na sua casa às oito-

(...)

Estava perto do horário em que Camila combinou e eu estava nervosa. Parecia mais uma adolescente e isso é vergonhoso.

Natasha havia dormido e eu estava mais desesperada por esse motivo.

-- Lauren?- ouvi Dinah me chamar, mas eu estava nervosa demais pra responder.

-- merda Lauren, me responde!- Dinah me segurou pelos ombros e me balançou.

-- eu estou nervosa- falei e revirou os olhos em sinal de puro tédio.

-- Lauren, vocês são vão sair- ela falo normalmente.

-- eu sei, mas eu estou nervosa e é meu direito- eu falei e me olhei no espelho. 

Eu havia optado por um vestido preto no meio das minhas coxas. Por cima eu coloquei uma jaqueta bege claro e nos pés um salto fechado, também preto. 

Eu não gostava de me vestir assim, estava acostumada sempre a calça e cortunos. 

Mas Dinah havia me obrigado.

Ajeitei minha franja e meu desespero aumento quando eu ouvi o interfone tocar.

Ela estava lá embaixo e eu estava praticamente entrando em um colapso nervoso.

-- ei, relaxe e se divirta- Dinah sorriu e seu olhar me acalmo.

Ela era praticamente como uma irmã pra mim.

Me despedi de Dinah e foi para a portaria. 

Um Civic Vectra cinza escuro estava parada a alguns metros de mim. Ela saiu do carro e veio até a mim.

Ela estava linda.

Uma saia lápis e uma brusa de seda clara. Nós pés, um salto alto preto com o solado vermelho. Seus cabelos estavam soltos e ondulados e seu rosto latino estava coberto por uma maquiagem simples que realçava mais seus olhos castanhos. 

-- você está linda- ela falo olhando para o meus olhos e eu sorri com isso.

-- você também está linda- falei em um tom baixo e ela pareceu ficar desconfortável.

-- vamos? 



Notas Finais


^_^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...