1. Spirit Fanfics >
  2. Lost In You (Shawn Mendes) >
  3. Capítulo 39

História Lost In You (Shawn Mendes) - Capítulo 39


Escrita por:


Capítulo 39 - Capítulo 39


– Você está enganada. – Jogo a almofada mais próxima na cara de minha amiga, que insiste em me contrariar.

– Alicia, apenas aceite a verdade. – Haysla diz em tom de deboche.

Estamos às duas, jogadas no sofá da sala, fazendo o que mais amamos, maratonando filmes.

– O Capitão América é melhor. Nada me convencerá do contrário. – Dou uma mordida na barra de chocolate que seguro.

– Homem de Ferro muito maior e melhor. Fim de papo. – Ela pontua e volta os olhos para a tela.

Teimosa.

Mas é claro que o Steve é melhor que o Tony.

No geral, eu e Haysla estamos sempre discordando nas coisas. Desde a mais simples, até a mais complexa.

Como por exemplo: Ela põe o papel higiênico no suporte por baixo e eu ponho por cima. Ela prefere chocolate preto e eu o branco. Ela gosta de Dr. House e eu amo Greys Anatomy. Ela é a favor da pena de morte e eu contra....

Acho que é por isso que nos damos tão bem. É interessante ter uma pessoa que não concorde com você em tudo.

E essas nossas discordâncias nos levam a longas conversas sobre o tema. O que sempre nos aproxima.

– CARAMBA, quem é esse bebê do seu lado? – Hays me arranca dos pensamentos.

Olho em volta de mim confusa, quando encontro somente almofadas.

– São almofadas besta. Esta precisando de óculos. – Rio de sua cara.

– E você de um neurologista. Retardada mental. – Ela joga seu celular pra mim. – Estou falando nessa foto aí.

Pego o aparelho e vejo que na tela está uma foto de toda a equipe da tour, tirada à algumas semanas atrás. Me localizo na imagem e vejo que ao meu lado direito está John e no esquerdo está Cameron.

– Você está falando de qual deles?

– Pergunto devolvendo o celular pra ela e pegando o meu próprio.

Entro no Instagram e o tbt, postado por Shawn, já é a primeira publicação que aparece. Deslizo o dedo sobre a tela e vejo surgir todos os perfis marcados na foto. Não preciso nem reparar muito pra ver que, mesmo estando presente no registro, John não foi marcado.

Suspiro. Essa discussão dos dois ainda vai longe.

– Óbvio que não estou falando do John. Apesar de ser muito bonito, ele te tratou mal outro dia. E você sabe que homem escroto comigo não rola. – Ela diz com uma carranca no rosto.

– Foi no calor do momento, amiga. Não acho que ele seja capaz de fazer novamente.

– Lindinha, aprende uma coisa... – Ela me olha e endireita a coluna. – Nunca bote sua mão no fogo por macho, eles não merecem.

Relaxo as costas no sofá. Haysla está certa.

– Mas e aí? Quem é o gato? – Ela questiona.

– Cameron Dallas, melhor amigo do Shawn. – Explico e ela dá um pulo animado. – O que foi doida?

– Amiga, se organizar direitinho todo mundo beija. Pensa, nós duas somos melhores amigas e eles também. – Ela sorri maliciosa e eu solto uma risada alta.

– Você não tava saindo com aquele Steve? – Questiono curiosa.

– Menina, nem te contei né? Foi uma coisa tão horrorosa que apaguei da mente. – Ela diz.

– Conta logo.

– Eu fui dar um "comprimentada" no amiguinho dele, sabe questão de educação e tals. – Ela levanta as sobrancelhas maliciosamente e eu rio. – Quando abaixei a calça, parecia que tinha uma coisa morta lá dentro, de tão fedido.

Abro a boca chocada. Que nojo.

– Credo amiga. Depois dessa você está precisando de um bom encontro mesmo. Vou organizar aqui pra você. – Aponto pro celular.

Abro o WhatsApp e entro na conversa de Shawn.


Me: Minha amiga está interessada no Cameron.

Me: Você acha que ele vai querer alguém? Digo, depois da Melanie e tudo mais.



O "digitando" aparece imediatamente na tela e fico na expectativa pela resposta.


Shawn: Com certeza quer.

Shawn: Vamos sair amanhã, eu levo ele e você leva ela.

Shawn: Aí podemos curtir enquanto eles se curtem.



Sorrio. Ele não perde uma oportunidade.

Eu também não.


Me: Onde?



Shawn: Naquela balada que fomos uma vez.

Shawn: Eu te pego que horas?


O resto da vida.


Me: Às 21. 



– Pronto gata, seu date é amanhã às 21:00. – Pisco pra ela e recebo um olhar surpreso.

– Porra, quer mandar currículo pra Fórmula 1 não? Que rapidez. – Ela sorri. – Vou pegar sorvete pra você, como forma de agradecimento.

É só o tempo de ver seu vulto correndo pra cozinha, que meu telefone começa a tocar. O nome de minha genitora aparece e eu deslizo o dedo sobre a tela.

– Fala velha. – Digo apenas para irritar. Ela odeia ser chamada assim.

– Velha é seu futuro, ridícula. – Ela rebate e posso ouvir ao fundo a marcante gargalhada do papai.

Ele está acostumado, pois essa é forma que nós temos de expressar o amor que sentimos uma pela outra.

– Vou ser uma velha cheia de botox. – Digo e ouço sua risada.

As vezes me impressiono com a minha capacidade de falar merda.

– Vai fazer a boca da Anitta, minha filha? Será que vai agradar o Shawn? – Ela alfineta.

Reviro os olhos. Estava demorando.

– Mãe, você viaja demais. – Desconverso. – Mas e aí? Qual o motivo da ligação repentina?

Apoio o telefone no ombro e pego o controle da televisão. Fuço nos canais por um tempo e acabo achando um filme que eu e Haysla amamos, apesar de ser podre.

– Hays, está passando O Albergue.

– Grito pra ela e volto minha atenção ao celular.

– Exatamente por isso, Alicia... viagem. – Minha mãe reponde num tom misterioso.

Me endireito sofá e sinto um frio percorrer minha coluna.

– Vai viajar pra onde? Minas? Porto Alegre? Recife?

– Não, vai ser uma viagem internacional dessa vez. – Ela responde e o desespero me domina. – Estou indo te ver.

Não é que eu não queira ela aqui, mas eu sei o quão doida ela pode ser e isso me preocupa. Ainda mais agora que ela tem um jantar marcado com Dona Karen.

Tudo culpa da cabra berrante.

Ai, as vezes a vontade de esganar Shawn Mendes é grande.

Mas depois passa.

– Jura? Mas você nem gosta de frio. – Respondo após alguns segundos de silêncio.

– Menina, eu comprei vários casacos chiques, não vejo a hora de usar. – Ela fala.

Dou um tapa em minha testa quando ouço a animação em sua voz.

Mesmo que um dos motivos principais da viagem seja se intrometer na minha vida amorosa, ela está feliz por vir aqui. Então eu ficarei feliz por ela.

Com medo também, mas feliz.

Passamos quase meia hora na ligação, onde descobri que ela chegará daqui oito dias e virá totalmente sozinha.

Papai não conseguiu se livrar do trabalho, mas prometeu que vai fazer o máximo pra vir em breve.

Desde que me mudei de país, eles nunca tiveram a oportunidade de me visitar, então fico animada pra turistar pelas ruas de Toronto com ela.

Vai ser um bom tempo entre mãe e filha.

– A tia vem pra cá? – Hays pergunta enquanto faz carinho em Theo, que está preguiçosamente roncando no canto do sofá.

– Vem passar uma semana. – Solto um suspiro.

– Vai ser legal ter ela aqui. – Ela sorri.

– Ela está empolgada, comprou vários casacos. –Rio e vejo ela dar um pulo do sofá, parecendo lembrar de algo.

– Amiga, a gente tem que ir as compras amanhã.

– Comprar o que, doida?

– Um lookinho sexy pra arrasarmos amanhã. – Ela bate palma animada.

Reviro os olhos tão profundamente que tenho até medo de ter ficado vesga.

– Porque tem que ser sexy e não apenas um vestido normal?

– Certo, você já seduziu o Shawn e não precisa de roupa sexy. – Ela revira os olhos. – Mas eu preciso, então vamos as compras. Prepare as pernas pra caminhada. – Ela levanta e sai, me deixando sem direito de resposta.

Já vou separar o remédio pra dor muscular. Só Deus sabe o tanto que vou ter que andar.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...