História Love Duel - Leiftan - Capítulo 13


Escrita por:

Postado
Categorias Amor Doce, Eldarya
Personagens Leiftan
Tags Amor Doce, Castiel, Docete, Eldarya, Eldaryete, Ezarel, Kero, Leiftan, Miiko, Nathaniel, Nevra, Valkyon
Visualizações 152
Palavras 1.955
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Insinuação de sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Heeeey e depois de alguns meses eu criei vergonha na cara e dei as caras meninas do céu eu realmente to em uma enrascada eu fiquei totalmente sem criatividade não sabia o que fazer mas me incentivei com o tanto de favoritos a fanfic cresceu mesmo com o tempo que eu fiquei afastada eu queria pedir mil perdões pra vcs minhas bebês é que eu tive alguns problemas em off tive que me mudar e vou me mudar de novo eita é longa a história fiquei sem internet enfim... espero que me perdoem mas hoje eu finalmente consigo postar algo eu to bem atarefada cheia de fanfics pra fazer e depois do EP 17 na frança de Eldarya eu me motivei muito eu sempre tive o Leiftan como crush e imagino que vcs tbm querem ele enfim eu vou fazer outra fanfic dele também na vdd vou me comprometer com essa e com outra que vai ter haver com o fato dele ser um demônio e etc... enfim vai ter muita coisa e eu espero que vcs gostem logo eu colocarei o link aqui mas enquanto a minha vida ainda não vai pros trilhos aqui estou eu tentando continuar essa fanfic... chega de papo e VAMOS LÁ

Capítulo 13 - I and Family?


P.O.V Meline

Minhas pernas estavam doendo depois de chegar em casa de noite, nessa floresta corremos tanto perigo sorte que a Miiko achou um atalho antes de chegarmos enfrentamos algumas coisas porque aquela floresta é super perigosa foi bem dificil achar cristais posso dizer que ela estava certa em dizer que era uma "missão suicida" pela primeira vez na vida concordo com a Miiko mas eu nunca tive tanto medo como tive com aquela caverna imagine se desse tudo errado se a gente morresse? felizmente eu consegui matar uns black dog's tinha tanta aberração naquela floresta eu,Miiko,Valkyon,Nevra,Ezarel e Leiftan estamos bem arranhados a Ewelein já havia examinado a todos e pelo que eu vi estavam todos bem mas o que mais tinha feridas era o Ezarel vamos combinar que o forte dele não é lutar esse cara é viciado em alquimia mas eu estava empatada com ele também estava cheia de feridas — fiquei calada enquanto observava Ewelein me examinar

— E então estou bem? — digo vendo Ewelein cuidar das minhas feridas até meu rosto estava machucado espero não ficar com uma cicatriz...

— Eu não sei como vocês puderam ser tão irresponsáveis! — grita Ewelein espantada — Isso foi uma missão suicida — diz a elfa e eu reviro os olhos

— Olha Ewelein já bastou a bronca que a Miiko me deu meus ouvidos já estão doendo por favor me poupe de uma bronca agora — digo nervosa percebendo que Ewelein vai me responder a altura mas vemos Leiftan invadir a enfermaria

— Você não pode falar nada Meline você nos colocou nessa situação — diz Leiftan suspirando

— Ah é? Eu não pedi a sua ajuda você foi porque quis — rebato e ele me encara com seus olhos verdes e a Ewelein observava

— Eu fui pra que você não fosse morta — rebate ele com fúria 

— Eu não ligo se morrer ou viver eu não queria estar aqui — digo sem perceber mas eu já estava cheia eu precisava falar mesmo! os dois ficam calados me encarando

— Poderia ao menos continuar a fingir que gosta daqui — diz Leiftan e o observo confusa

— Qual é a sua Leiftan?? Eu não consigo te entender — digo

— Eu é que não consigo aqui você tem tudo e mesmo assim eu sei que você nos odeia e que quer ir embora — diz Leiftan

— Nos odeia?? Eu odeio a Miiko por não me deixar ir pra casa eu não tenho nada contra você pelo contrário você é quem eu mais confio aqui — digo

— Mesmo assim com todo ódio que você tem da Miiko não seja egoísta apesar de que eu acho que sou egoista com você... — Leiftan, Observo ele falar pausando a Ewelein fazia os curativos mas também observava — E então Ewelein eu vim aqui pra saber se todos estão bem a Miiko me pediu pra saber e falou pra você ir fazer o relatorio com a Ykhar — diz Leiftan mudando de assunto

— Ah sim claro estão todos bem felizmente o Ezarel não pegou nenhuma infecção ele foi o mais ferido e a segunda mais ferida foi a metida a corajosa — diz Ewelein me apontando e reviro os olhos — Os Black dog's fizeram um estrago em vocês ainda bem que estão bem só vou recitar que fiquem de cama Ezarel e Meline os dois não tem nenhuma condição de fazer missões e nem nada esses ferimentos ainda podem causar uma infecção — diz Ewelein e Leiftan me encara

— Parece que eu vou ter que ficar de babá a Miiko me falou pra vigiar quem estivesse mais ferido — Leiftan

— Não preciso de baba não tenho 2 anos — digo

— Mas age como uma criança de 2 anos — rebate

— Aff antes você estava tão doce o que acontece pra estar tão rude agora? — digo

— Eu começo a ver que você assim como uma grande solucionadora de problemas também arruma vários problemas Meline se eu fosse você começava a me comportar porque eu não vou mais passar a mão na sua cabeça eu cansei de ser bobo — diz Leiftan

— Bobo??? Você tá é louco isso sim — grito e Ewelein suspira nervosa

— Chega se vocês dois quiserem brigar briguem lá fora! Eu tenho muita gente pra examinar hoje — diz Ewelein e me levanto da maca saindo da enfermaria ignorando enquanto Leiftan me segue ele puxa meu braço

— O que é agora?? — digo

— Tá eu exagerei um pouco na enfermaria mas eu só quero que você pare de causar problemas Meline — diz Leiftan me encarando e reviro os olhos

— Eu não causo nenhum problema — digo

— Ah não? você viu o estado em que todos nós chegamos? — diz Leiftan e suspiro

— Eles quiseram me acompanhar por opção eu não coloquei uma arma na cabeça deles obrigando eles a vir comigo — digo

— A sua insistência em voltar pra casa pode matar todos nós — diz Leiftan

— Tá querendo me fazer desistir de voltar pra casa? Leiftan você deveria me entender eu tenho uma familia assim como você tem a sua! E a Miiko está me impedindo de ir embora — digo

— Ela te impede porque abrir um portal pra você ir pra casa nos causaria grandes prejuizos — diz Leiftan

— Pare de tentar me convencer! Ninguém está na minha pele ninguém consegue entender a dor que é ficar longe de todos que se ama — digo sentindo uma pontada no peito

— Eu sei como é porque eu sinto essa dor todos os dias por ter perdido o meu pai olha... eu posso te ajudar a voltar pra casa mas só se você parar de arrumar confusão — diz Leiftan se aproximando

— Eu posso tentar mas como você faria isso? — digo e Leiftan me olha com seus olhos esverdeados 

— Eu vou dar um jeito sempre tem jeito pra tudo eu acho — diz Leiftan suspirando fazendo pausa — Mas Meline você...

— Tem algo que você quer me falar? — interrompo ele

— Meline você por acaso desistiria de voltar pra casa se... — diz Leiftan fazendo pausa e começando a ficar vermelho 

— Se? — digo

— Se você se apaixonasse perdidamente por alguém viveria a sua vida com a pessoa que ama? Eu tenho certeza que sua familia não te julgaria afinal você faz isso por amor sem falar que um dia você teria que ir embora da casa dos seus pais porque vai formar uma familia um dia — diz Leiftan e observei ele falar atentamente, Até que as palavras dele fazem sentido mas... Eu não sei o que fazer isso é... 

— Eu não sei o que faria Leiftan isso é a mesma coisa que me colocar entre a cruz e a espada do mesmo jeito a minha vida teria uma história trágica — digo

— trágica? — diz Leiftan

— Imagine eu não saber nada da minha familia ficar longe deles pra sempre nunca mais poder ver meus pais nem poder dar um adeus,abraço ou ao menos um último beijo de despedida e também seria ruim ter minha familia de volta e ter a dor de deitar na cama e não ter o grande amor da minha vida ao meu lado — digo e Leiftan me observa

— Eu consigo te entender mas você já não se sente assim? — diz Leiftan

— O que quer dizer com isso? — digo e vejo Leiftan se aproximar mais nossos rostos estão quase colados

— Você sabe o que eu quero dizer eu sei que sente algo por mim mesmo que seja bem pequeno — diz Leiftan juntando nossos narizes e sinto seu hálito fresco de repente sinto um arrepio com seu olhar tão fixo ao meu seus dedos de repente tocavam o meu pescoço eu não podia resistir a ele... aquilo parecia uma tortura eu não aguentei e selei nossos lábios por mim mesma a lingua dele pedia passagem e eu cedia calmamente nosso beijo era tão calmo e intenso que eu tinha necessidade de querer mais mas quando perdi o fôlego meus lábios se separaram dos deles ainda dificil de respirar vi ele me encarar com um olhar questionador — E então parece que você está entre a cruz e a espada terá que escolher entre mim e a sua familia Meline você não pode mais fugir disso — diz Leiftan sério novamente ele estava querendo o que? Não parecia aquele amigo que queria me acalmar Leiftan estava tão provocador hoje eu senti meu sangue ferver claro! Eu não iria ceder e nem vou depois da ousadia das palavras dele eu lhe dei um tapa e vi o olhar de fúria dele — É assim? você quer mesmo continuar com esse joguinho?

— Eu não vou trocar a minha familia por você ! Nem que eu estivesse morrendo de amores eu não fico em Eldarya — grito nervosa — Pra mim chega eu vou dar um jeito de ir embora desse inferno sozinha — grito entrando no meu quarto e batendo a porta na cara de Leiftan, Mesmo sabendo que estava esmagando o coração de Leiftan, a situação saiu fora do controle o plano era fazer ele se apaixonar por mim e me ajudar a voltar pra casa mas eu não consigo fugir eu não consigo me conter mesmo que eu quisesse enganar a ele sinto que enganaria a mim mesma, Vou até a janela, Ah mascarado eu precisava tanto de você aqui...

P.O.V Miiko

Vi Meline e Leiftan discutirem e na hora que ela beijou ele praticamente percebi que Leiftan havia seduzido a ela mas a que ponto o Leiftan chega por ela isso me da uma raiva apesar de saber que não sou correspondida eu não posso desistir do Leiftan, A Meline vai partir o coração dele na verdade ela já partiu mas isso é minha chance de conquistar a ele, Ela é uma egoista quando perceber que perdeu ele pra mim vai ser tarde demais eu vou lutar pelo amor do Leiftan ele será meu — penso observando ele socar a parede de raiva e reviro os olhos

— Já acabou esse teatro de vocês dois? — digo e Leiftan me encara

— Teatro? Ela é uma rebelde — diz Leiftan furioso

— Pois é verdade ela é mesmo uma rebelde mas mesmo assim você continua a correr atrás dela não cansa de ser rejeitado Leiftan? — digo

— Sei que ela corresponde os meus sentimentos eu sinto isso quando nos... — Leiftan tenta completar e me encara com pena ele parecia querer evitar de partir meu coração

— Pode dizer você sente isso quando se beijam mas parece que ela não está disposta a tudo por você! Mas eu... Eu estou! Leiftan somos amigos desde os 8 anos você praticamente cresceu comigo é meu confidente sabe tudo sobre mim e eu sobre você! ela chegou aqui não faz nem 1 ano você não pode estar apaixonado por ela, Não vou negar Meline é bem util ela tem nos ajudado mas... Não deixe essa humana faery infantil tirar a sua sanidade você está ficando descontrolado — digo e pude ver que ele parecia magoado abaixando a cabeça toco em seu rosto — Me dá uma chance eu prometo que vou te fazer esquecer ela — digo e ele havia suspirado se afastando de mim

— Não dá de qualquer modo você sairia magoada eu acho que não tem como arrancar o que eu estou sentindo aqui — diz Leiftan apontando seu coração 

— Mesmo assim não vou desistir de você nem que eu duele com ela pelo seu amor o pior é que tenho certeza que ela já desistiu de você — digo vendo Leiftan me encarar mesmo magoado ele parecia furioso e eu só sentia pena ele já havia sofrido tanto não merecia sofrer mais mas era necessário eu esfregar na cara dele que ela só rejeita ele

— Miiko eu não quero mais falar sobre isso eu vou dormir boa noite — diz Leiftan entrando no quarto

— Pensa no que eu te disse — grito enquanto ele tranca a porta em seguida vou para os meus aposentos, Eu preciso dar um jeito do Leiftan ter olhos só pra mim mas... como eu poderia seduzir ele?


Notas Finais


Eitaaaaaaaaaaaa capitulo pegando fogoooo logo eu continuo não desistam de mim bye bye intenseddobrev


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...