1. Spirit Fanfics >
  2. Lumax: um amor por acaso >
  3. Capítulo 63

História Lumax: um amor por acaso - Capítulo 63


Escrita por:


Notas do Autor


E vamos de HOT 🔥 nessa linda quinzena que eu tô 😝

Capítulo 63 - Capítulo 63


Era simplesmente horrível trabalhar em pleno dia que minha cabeça estava explodindo de dor, e meu corpo implorava para eu dar qualquer desculpa que fosse para conseguir voltar para casa.

Mais era quase irrelevante tentar a sorte. apenas por uma puta ressaca que eu estava, consequência da minha noitada na noite passada. Ainda mais em dia de semana, oque me destruíria muito mais.

As coisas na lanchonete estavam uma correria que só, já que todos aqui contavam as horas para a inauguração do tão esperado novo milk shake. Quer dizer nem todos ja que a única coisa que eu queria era voltar para casa, e dormir.

Troco o uniforme já que passamos o dia limpando e organizando os últimos detalhes, dona Carla achou melhor que antes dos clientes chegaram estivéssemos bem apresentados para um evento como este.

Dylan- nervosa?

Tomo um susto ao ouvir a voz de dylan que se encontrava sentado em um dos bancos a frente do balcão.

Nego com a cabeça eo mesmo ri da minha expressão, que Concerteza era de assustada.

Eu me sentia nervosa não pelo meu primeiro evento no bobs que estava prestes a acontecer. Mais sim por ele saber sobre o meu beijo com a kristin, que no final não resultou em nada! Apenas em fortalecer nossa amizade.

Antes mesmo do sino da porta de entrada tocar revelando os primeiros clientes a chegar, dylan sussurra algo em meu ouvido como "fica tranquila ruivinha, eu já sei, e não vou te envergonhar por isso". Me fazendo sorrir em agradecimento, antes do mesmo correr para atendê-los.

Não era uma noite qualquer no bobs onde se reunia muitas pessoas para lanchar, ou até mesmo jogar conversa fora.

Era muito mais que isso. E eu não estava entendo a proporção do quão especial aquele evento era, até o lugar se tornar pequeno para a cidade inteira de Hawkins que dançava comemorando a inauguração do novo milk shake.

Eleven e susie já haviam chegado a horas com suas famílias, mais eu estava tão atolada de trabalhos que mesmo tendo mais funcionários que o normal era quase impossível parar para dar um "oi".

Eleven- pensei que teria que te sequestrar para falar com você!

Fala eleven um tanto quanto inrritada, assim que me aproximo da mesa onde está, ela ,susie, Dustin, Mike e lucas?

Max- para de drama, você sabe que eu estou aqui somente a trabalho! - falo e a mesma revira os olhos para mim.

Susie- Agente entendi amiga! Não se preucupa.

Sorrio em agradecimento, e por um segundo sinto os olhos de Lucas vidrados sobre mim, me fazendo virar o rosto rapidamente para Mike e Eleven.

Max- vão querer oque?

Dustin- por enquanto nada! Só chamamos você aqui pra conversar mesmo.

Reviro os olhos e saio para atender as outras mesas.

Termino de atender uma das mesas que caí entre nós eram clientes insuportáveis.

Sigo para a cozinha para ver se eu posso ser útil para ajudar a preparar alguns pedidos, já que eram muitos. Mais nem precisei perguntar já que o lixo estava transbordando com embalagens, e muitas caixas de alimentos. Sem pensar duas vezes amarro o lixo e saio pele porta dos fundos, onde jogamos o lixo da cozinha.

Fecho a lata de lixo e tomo um susto ao ver lucas encostado na parede me encarando.

Max- Mais que merda lucas! Oque você ta fazendo aqui? - pergunto com a mão no peito tentando controlar minha respiração já que a mesma estava ofegante.

Lucas - vim ver você ué! - Dou de ombros como se fosse meio óbvio.

O encaro por longos segundos sem dizer nada.

Lucas me pegou de surpresa com um beijo que foi esquentando, agarrou minha cintura e levei minhas mãos até seus cabelos pretos.

Ele me sentou na grande lixeira preta que se encontrava atrás de mim, e ficou entre minhas pernas, ainda devorando minha boca quando eu gemi baixinho.

Minha mente dizia que aquilo não seria bom para ambas as partes, mais meu corpo estava queimando junto com o seu. Como se estivéssemos em perfeita sintonia.

Lucas- nem comecei e já tá gemendo? - digo sarcástico.

Continuamos o beijo e ele me pegou nos braços.

Mike- OPA!

Lucas- CARALHO MIKE! - ele ficou com muita raiva porque Mike nos "interrompeu".

Eu tinha certeza que estava mais vermelha que um tomate, então tentei sair dos seus braços que me rodeavam.

Lucas- você não vai a lugar nenhum pequena.

Resolvi ficar quieta, eu não queria mesmo sair de perto dele, só estava com muita vergonha.

Mike- desculpa aí parceiros, eu só tava procurando.... nada deixa pra lá.

Lucas- vaza.

Lucas- vem comigo.

Max- Eu não sei lucas... - respondo com a cabeça baixa, um pouco insegura ainda.

Lucas- vem....

Max- tudo bem.

Peguei a mão dele e o mesmo me conduziu até o carro. O caminho todo foi em silêncio, mais não um silêncio confrangedor, um silêncio que significava tudo para ambas as partes.

Eu não sabia oque exatamente eu estava sentindo. mais uma coisa eu tinha certeza, eu precisava muito sentir ele dentro de mim outra vez.

Pov's Lucas. 


Peguei a mão dela e subimos as escadas. Abri a porta do quarto e depois tranquei. Comecei a beijar sua boca e depois desci os beijos para o pescoço.

Deito ela na cama, tiro minha blusa e volto a beija-lá. Estava com tanta saudade do cheiro dela, do corpo dela, estava com saudades de tudo nela.

Max- l- Lucas...

Ela fala enquanto eu beijava sua barriga, e descia até sua intimidade. Enquanto acariciava sua intimidade, grudo meus lábios nos dela. Desço novamente até sua vagina e deposito beijos.

Max- R-rápido... Lucas.... P-penetra..

Max diz com uma voz rouca de tesão.

Lembo lentamente sua intimidade enquanto Max acariciava meus cabelos. max goza e rapidamente ela inverti as posições, depositando beijos cuidadosos em meu peitoral, evitando o curativo do meu novo machucado. Ela desce as mãos até meu short e o tira, me deixando só de cueca, enquanto me beijava ferozmente ela passava as mãos em meu membro, novamente ela traça uma trilha de beijos até chegar em meu membro.

Ela enfia tudo na boca me deixando completamente louco. Max começa a ir rápido e sinto meu pau formigar de prazer.

Lucas- V-vou G‐gozar - Digo louco de prazer.

Inverto as posições, ficando por cima dela, lambo seus seios enquanto massageava o outro.

Max- P-penetra logo.

Max diz e eu a obedeço.

A penetro carinhosamente e começo o vai e vem lentamente. Max gemia alto me deixando mais louco do que eu já estava. EU estava sedento por seus lábios, sedento por ela.

Chupo seu pescoço enquanto a penetrava e novamente Max inverte as posições, ela me beija e quando falta o ar ela sussurra em meu ouvido.

Max- Eu dito o ritimo agora, e nem tente inverter as posições!

Max me beija novamente e passa as mãos em meu peitoral.

Ela senta em meu colo rebolando lentamente para em seguida começar a cavalgar rapidamente em mim. Ela rebolava e fazia o vai e vem cada vez mais rápido, enquanto eu brincava com os seus seios.

Quando ela cansa, eu volto a ficar por cima dela estocando lentamente enquanto ela grudada nossos lábios.

Lucas- V-vou gozar - Digo e em resposta Max rebola ainda mais em meu colo.

Max- M- mais rápido - Max diz e eu a obedeço.

Max goza e logo após me desmacho dentro dela.

Max deita ao meu lado ofegante, eu beijo sua testa e acaricio seus cabelos macios.

Lucas- senti sua falta... - susurro para a mesma.

Max - Eu também senti a sua. - Sorrio dando um selinho no mesmo.

Durmo e sonho com uma mini Max dormindo entre eu e meu amor, e um mini Lucas nos acordando para brincar. 


Notas Finais


Eu li reli, e reescrevi esse capítulo umas MIL VEZES então descupa se tiver algum erro... tô muito cansada😣😴


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...