1. Spirit Fanfics >
  2. Magic Animals 2: Contínuous - GOT7(Mark Centric!) MarkBumSon >
  3. Descobertos!.

História Magic Animals 2: Contínuous - GOT7(Mark Centric!) MarkBumSon - Capítulo 11


Escrita por:


Notas do Autor


Voltei com mais um capítulo...
E esse tem revelações ou não?! Kkkkkk

Espero que gostem...
Boa leitura...

Capítulo 11 - Descobertos!.


    Para Mark, era estranho ter falado com alguém, aquém considerava estranho. Parecia que, algo estava errado, só que ao mesmo tempo parecia certo, era como se precisasse daquilo para entender algo. O Tuan nunca foi uma pessoa boa para a enigmas, não que não conseguisse, mas sim, porque não tinha paciência. Mas também, quem tinha?!.

■■■

Aquele dia parecia nunca ter fim. Estavam na penúltima aula, mas mesmo assim, era como se a cada minuto que passava, cinco voltavam para trás, e Mark já estava ficando cansado daquilo. Queria ir para casa, queria encontrar seus namorados e esquecer daquela interação estranha, porém, necessária?. E quando finalmente ouviu o sinal do fim das aulas tocar, o rosado foi o primeiro a sair correndo – literalmente – daquela sala. Isso sim era vontade de ir embora, sequer esperou o amigo.

Enquanto ainda corria para fora da D. Black, por um segundo, Mark ouviu ser chamado e parou no lugar para ver se ouvia aquilo novamente, virou para trás para conferir ser não era alguém, mas nada. Ia voltar a andar, mas novamente teve seu nome chamando. Mas, dessa vez um pouco mais forte, e também parecia que a voz vinha se aproximando de si, um arrepio na espinha de Mark o pegou de surpresa. - O engraçado era que, em momentos como aquele Rouxi simplesmente sumia - . Tudo piorou quando sentiu uma mão em seu ombro, iria gritar de medo, mas não o fez. Resolveu se virar e ver quem era, tinha que ser corajoso pelo menos uma vez em sua vida.

Para o alívio do rosado, quando se virou deu de cara com um ser vivo, e não com um fantasma ou monstro que achou que podia ser. Era um homem alto, magro e de cabelos vermelhos, era muito bonito também, Mark tinha que admitir. Mas, o que ainda confundia a cabeça do Tuan, era como ele sabia quem era si, sendo que ele sequer sabia quem aquele ser era.

■■■

- Desculpe -me ter aparecido assim de repente. Eu sei que devo ter-lhe causado um pouco de medo, não era k minha intensão acredite. - Desculpou-se o homem, que agora encontrava-se sentando a frente do Tuan.

Depois que aquele susto inicial passou, Mark convidou o outro para irem à uma sorveteria que tinha perto dali, já que o outro alegou ter algo importante para conversar consigo. E o engraçado, foi que, foi só falar em comida que Rouxi simplesmente apareceu todo manhoso, e uma pequena discussão entre os dois começou. E quando Mark deu de conta do que fazia, olhou para o ruivo envergonhado, e se desculpou. Mas, aquilo não pareceu incomodar o ruivo, pelo contrário, ele os olhava com admiração?.

Agora, estando ali, um de frente ao outro com Rouxi de “castigo”, Mark se perguntava onde estava o companheiro daquele homem, será que ele não tinha? Era algo um pouco incomum nos dias atuais. E claro, curioso como o Tuan era, não perdeu a oportunidade de perguntar. Bem entrão mesmo.

- Oh, não se preocupe. Eu tenho um amigo mágico também. Só quer ele está com o meu namorado. – Respondeu o ruivo sorrindo para Mark.

- Ah sim, entendo. Mas, sobre o que queria conversar? Você parecia bem sério quando falou sobre isso. – Completou Mark, que estava bem curioso com tudo aquilo. Nem parecia aquele que estava com medo de ser sequestrado e morto à caminho da sorveteria.

- Você pode até estranhar um pouco, sobre o que vou te dizer, mas peço que escute até o final, certo! – Pediu o ruivo sério. Mark engoliu em seco, mas concordou com aquilo.

■■■

Naquele dia, JaeBum saiu mais cedo do escritório. Mas diferente dos outros dias, não foi direto para a casa de Jackson, ele teria que passar em sua própria casa para falar com seu pai. Como já era esperado por si, seu pai o ligou momentos depois do ocorrido com Kojiro, e estava um pouco raivosos – coisa que em nada afetou o mais novo – e como JaeBum tinha respeito por sei pai ainda, iria o ver, como o mais velho havia lhe pedido para fazer. E agora estava ali, estacionando em frente à grande mansão, onde a muito tempo não ia para passar muito tempo. Desde que havia se mudado praticamente para a casa de Jack junto com Mark, não tinha mais muito interesse em está na sua própria.

Como sempre foi recepcionado por uma empregada, que o informou que sei pai já o esperava em seu escritório. E claro que rapidamente JB seguiu caminho até o local indicado. Diferente da última vez em que foi até aquele escritório e ouviu aquela conversa entre seu pai e seu amigo, desta vez o escritório estava silencioso, e logo bateu na porta pedindo permissão para entra, o que foi rapidamente dada.

- Olá papai. O que o senhor quer falar comigo? Se bem que, eu meio que já sei sobre o que é. – Falou JB assim, que entro na sala e sentou -se a frente de seu progenitor.

- Pois bem, se já sabe me poupa trabalho. Então me diga, porque você deu em cima do jovem Hatoro, sendo que ele não queria, e você ficou insistindo, até que ele saísse desesperado de sua sala. – Perguntou curto e direto. E como JaeBum já esperava, à estória estava completamente distorcida, e com tudo contra si. Se não estivesse preparado, destacaria em apuros.

■■■

Mark ia voltando para sua casa a pé, junto com Rouxi em seu ombro. Desde que havia saído da sorveteria e tinha se despedido do homem ruivo, o Tuan vinha pesando no que foi conversado. Em primeiro momento, o rosado ficou desacreditado naquilo que o outro dizia, parecia uma piada. Mas também, quem levaria a sério a história de que era um guardião e que teria que se preparar para defender o povo novamente de um herdeiro de um rei tirando, que governou por anos?. Claro que Mark não levaria, mas no momento em que viu como Rouxi se interessou naquele assunto, e tomou partido, percebeu que sim, aquela história poderia ser mais real do que uma simples piada.

Mark logo chegou em casa, em sua própria casa, e não na de “vivia” diariamente. Entrou na mesmo com seu companheiro, este que logo voou para o quarto do rosado. Mark foi até a cozinha e cumprimentou seus pais, que atuaram emburrados por seu filho tê-los trocar o por dois marmanjos. Que segundo a senhora Tuan, eram dois marmanjos delícias, o que deixou o marido indignado. Logo foi para seu quarto e quando chegou lá, já foi logo questionado a Rouxi, sobre aquele assunto.

    Porque, os mistérios estavam começando à serem descobertos!.


Notas Finais


Então neh...
Quem será esse homem misterioso?! Kkkk

E o que será que Rouxi está escondendo?!

Bem...
Até prevê...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...