História .Mágico - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Neo Culture Technology (NCT)
Personagens Chenle, Mark
Visualizações 24
Palavras 252
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fluffy, Lemon, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Estava aqui pensando no couple que eu faço e pensei, porque não? E percebi que não existem fics desse couple no total eu achei 4 então quis adicionar mais uma '^'

espero que gostem e desculpem pelos erros dessa analfabeta.

Capítulo 1 - Ele


Mark era bobo, um bobo apaixonado por certo baixinho de 1,65, que tinha os cabelos da cor lilás e era conhecido pelas crianças do parque como o menino pinóquio.

Antes não acreditava nessa tal baboseira que chamam de magia, não gostava de trabalhar ali, isso era fato, mas foi só ele aparecer substituindo o cargo do menino de madeira que o canadense acreditou na magia que são as borboletas em seu estômago. 

Todas as magias pareciam estar escondidas em cada detalhe do baixinho, os olhinhos pequenos, as gordurinhas que haviam na barriga que Mark amava morder e apertar, a boca vermelhinha que se formava em um bico quando ele estava irritado, a paixão que os dois tinham por brownie, tudo.

Mas nada se comparava ao seu sorriso, aquele que parecia ser o feitiço mais poderoso causava muitos efeitos colaterais, pernas bambas, coração disparado, respiração ofegante,  vontade incontrolável de sorrir e morder o dono dele, de fazer loucuras como o beijar na frente de uma multidão de jovens, ficar na fila das crianças que querem tirar foto apenas para convida-lo para um encontro, estarem apenas cobertos pelos lençóis trocando beijos quentes quando devia estar trabalhando,  gastar o dinheiro suado nos restaurantes caros do parque apenas para vê lo sorrir ainda mais.

E ele não se arrependia, porque a primeira vez que viu Chenle triste, foi como se a magia deixasse de existir e sem ela, já não seria mais a mesma coisa, não seria verdadeiramente feliz se não fosse do seu lado, com o seu sorriso.


Notas Finais


ficou ruim mas foi isso gente ;-;


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...