História Mais Que Irmãos - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias Neymar, Philippe Coutinho
Personagens Philippe Coutinho
Visualizações 291
Palavras 1.606
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Esporte, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiiii 💖 Turubom??
Já sei, já sei, me atrasei. Mas queria dizer que é porque me faltou criatividade e também tempo. Não gosto de escrever qualquer coisa, então demorou um pouco... Sorry bb's 💖
Queria dedicar esse capítulo para a @isarici 💖 Desculpa linda, seu capítulo tá aí *-*
Espero que gostem <3

Boa leitura 💖

Capítulo 8 - Prazer Senhora Muller


Fanfic / Fanfiction Mais Que Irmãos - Capítulo 8 - Prazer Senhora Muller

No Capítulo Anterior

- Posso te contar um segredo? 

  - Pode, prometo não contar pra ninguém — levantei a mão, em sinal de juramento. Ela chegou bem perto do meu ouvido e sussurrou: 

  - Eu te amo — mordeu meu lóbulo logo depois. 

  - Eu te amo — disse derrubando ela na cama e iniciando um novo beijo. 




No Capítulo de Hoje


  Elena POV

 

  Estávamos deitados na minha cama. Minha cabeça no peito dele, sua mão me fazendo cafuné. Mal posso acreditar em tudo o que aconteceu. 

  - Eu ainda não tô acreditando no que você disse ao Matt — ele riu. 

  - Eu disse que você não ia sair com ele. 

  - Mas não precisava assustar o garoto daquele jeito! — falei levantando a cabeça para encará-lo. 

  - Eu não queria que ele tivesse pensamentos errados com você. Até mesmo porque você é minha! — disse alisando meu rosto. 

  - Eu sou sua? — perguntei e ele balançou a cabeça positivamente. 

  - Todinha minha — me beijou e eu sorri em meio ao beijo. Depois deitei novamente em seu peito — Que pena que eu eu volto aos treinos amanhã. Queria ficar mais tempo com você — massageava minha cintura por baixo da camisa. 

  - Ainda temos bastante tempo... Só eu que estou com fome? — ouvi seu riso. 

  - Também estou. Vamos comer alguma coisa — nos levantamos e fomos até a cozinha de mãos dadas. 

  - E a Vânia Philippe? — perguntei preocupada. 

  - Acho que ela já foi embora, mas amanhã assim que ela chegar, eu conto sobre a gente — sorri pra ele, mas estava meio tensa. 

  - O que vamos preparar? — adentramos a cozinha. 

  - Você nada, pode sentar aí! — me colocou sentada na bancada e me deu um selinho — Eu que vou cozinhar hoje — piscou indo até a geladeira. 

  - Não sabia que você cozinhava. 

  - Minha comida é maravilhosa — ri — É melhor do que a da Vânia, mas não conte isso a ela. 

  - Ok — enquanto ele colocava algo na panela, eu peguei meu celular e fiquei vendo meu Instagram. Até que vejo uma mensagem de Matt na tela. 

  "Ainda está brava comigo?" — sorrio e respondo. 

  "Não está tudo bem" — de repente tudo fica branco, até meu celular. Começo a tossir e olho pra frente. Coutinho me tacou farinha! 

  - PHILIPPE COUTINHO! — ele começa a gargalhar e eu me levanto, pegando farinha no pote e tacando nele, que para de rir na hora. 

  - Você tá louca? — meu Deus, ele tava parecendo um fantasma de tão branco. 

  - Louca por você meu amor — falo e ele vem em minha direção, me pegando pela cintura e levantando do chão. Acabo dando um gritinho. Engancho minhas pernas em sua cintura e começo a beijá-lo. Nossas línguas batalharam selvagemente. Ele me coloca sentada sobre a mesa e fica no meio das minhas pernas. 

  Não desgrudavamos nossas bocas nem por um segundo. 

  O beijo estava com gosto de farinha. 

  Coloquei a mão na barra da sua camisa e fui subindo inconsientimente. Ele me ajudou a tirá-la e a jogou no chão. 

  Suas mãos foram para o meu short, dezabotuando ele em questão de segundos, até que... 


  Ding Dong


  Paramos olhando um para o outro. 

  - Você tava esperando alguém? — me pergunta. 

  - Não — falo confusa. Ele revira os olhos, pega sua camisa no chão vestindo-a e indo em direção a sala. 

  Abotuei meu short e saí de cima da mesa. Bato a mão por todo meu corpo, tentando me livrar da farinha. Sigo em direção a sala. 

  Quem aparece na casa dos outros essa hora sem ser convidado?... 

  - Lolla? — escuto Coutinho dizendo após abrir a porta. O que essa mulher tá fazendo aqui? 

  - Oii meu amor — vejo o selinho dos dois. Uma sensação ruim me toma. Me sinto como se o Philippe nunca tivesse sido meu de verdade. Isso dói! 

  - O que você tá fazendo aqui? — ele pergunta. 

  - Nossa, que modos do seu namorado filha — escuto uma terceira pessoa dizendo, provavelmente de fora da casa. Uma mulher. 

  - Ah mamãe, ele não é assim não — Lollanaja diz sem graça olhando pra porta. Até que vejo uma mulher de cabelos brancos, com a pele enrugada e olhos também azuis passar pela porta — Meu amor, essa é a minha mãe! — vejo a cara de surpresa do meu irmão. Droga, droga! Mil vezes droga! Por que a mãe dela tá aqui? 

  - Oh... Er... Prazer Senhora Muller — Philippe estendeu a mão pra senhora, que pegou balançando. 

  - Prazer Senhor Coutinho — a tal mulher sorriu — Será que posso perguntar o porque de você estar coberto de farinha? — Philippe se olha e começa a rir. 

  - É que... 

  - Elena!! — Lollanaja me olha, se dando conta de minha presença. Todos olharam pra mim. Ele com uma cara preocupada, como se pedisse "desculpa" apenas com o olhar. 

  - Olá — sorri fraco. Que situação! 

  - Você também está com farinha? — perguntou-me. 

  - Ah sim, um pequeno acidente na cozinha — respondi. 

  Um silêncio constrangedor tomou conta do local. 

  - Er... Entrem! — Coutinho disse finalmente. As duas entraram na casa e ele fechou a porta — A que devo a honra da sua visita? — tentou não ser grosso. 

  - Viemos jantar — sua namorada respondeu sorridente, fazendo carinho em seu rosto. 

  Eu estava quase explodindo! Naquele momento eu era um vulcão prestes a entrar em erupção. 

  - Eu vou subir pra tomar um banho — disse ganhando a atenção de todos. Fui caminhando até a escada e escuto Philippe: 

  - Vocês se importam de ficar sozinhas um pouco? Também estou precisando de um banho — ouvi uma risada fraca e terminei de subir a escada. Quando chego em frente ao meu quarto, sinto alguém segurando meu braço. 

  - O que você quer Philippe? — disse seca e de cara fechada. 

  - Você tá brava comigo? — Que tipo de pergunta é essa? 

  - Eu não vou me dar o trabalho de responder! — soltei meu braço e entrei no meu quarto, mas quando fui fechar a porta, Philippe a segurou.  

  - Por favor, vamô conversar! Eu não sabia que elas iam vim... Quer dizer eu sabia, mas... 

  - Vê se me erra garoto! Vai lá, com a sua NAMORADA! — fiz força e consegui fechar a porta, depois tranquei. 

  Antes dele começar a implorar pra eu abrir a maldita porta, peguei minha toalha e fui para o banheiro. Tomei o banho mais demorado da minha vida, acho que fiquei uma hora e meia, só descansando na banheira. Uma coisa que eu sinceramente não queria era ter chorado, mas mesmo assim aconteceu. 

  Desde a época em que o Philippe foi embora eu não choro por ele. Fiz essa promessa pra mim mesma, e acabei de quebra-la. Vesti qualquer roupa de pijama e me deitei na cama. Tinha perdido totalmente a fome. Fechei meus olhos vermelhos e ainda com lágrimas, tentando pegar no sono. 


******


  Abri meus olhos. Olhei para o despertador que marcava 07:00am. Me levantei sonolenta e espriguicei-me. Fiz um coque e escovei meus dentes. Coloquei uma calça jeans escura e minha camisa da Supreme preta, calcei meu All-star e peguei minha bolsa. Desci as escadas e fui até a cozinha para tomar café. 

  - Bom dia Elena — diz a... Lollanaja? Estava sentada junto a sua mãe na mesa. Ela dormiu aqui? 

  - Bom... — respondo sem vontade. Peguei uma maça, resolvi não comer lá. 

  - Não vai esperar seu irmão? Ele já estava descendo quando eu me levantei da cama — falou passando manteiga em uma torrada e levando até a boca. Vadia. 

  - Não, estou atrasada — disse e saí sem falar mais nada. 

  Não acredito nisso... Philippe dormiu com a vadia da Lolla!! 



  Lolla POV


 - Filha, filha... — mamãe ria — Você dormiu no mesmo quarto que eu ontem, e não me lembro de ter visto o Philippe lá — lhe dou um sorriso quase maléfico. 

  - É verdade. Até tentei dormir com o Philippe, mas ele não deixou — lembrei de eu quase implorando pra dormir com ele, mas fui praticamente expulsa.

  - E o que você pretende contando isso pra quela garota? — mamãe me pergunta. 

  - Quero me livrar dela — falei com ódio, o que eu realmente tinha — Minha relação com o Philippe estava melhorando, até aquela pirralha chegar. 

  - E como você sabe que é mesmo culpa dela? — tomou um gole do seu suco. 

  - Porque ele sempre me falou dela. Como foi difícil deixá-la e como ele a amava — fiz cara de enjoo — Contava-me as histórias dos dois e as lembranças que ele tinha dela. Mas foi só ela chegar nessa maldita cidade que Philippe mudou completamente comigo... 

  - Bom dia — Philippe surgiu na porta da cozinha me fazendo dar um pulo da cadeira. 

  - B-bom dia — eu e minha mãe respondemos, mas só eu gaguejei. Será que ele ouviu algo? — Escutando a nossa conversa não é? — falei tentando não parecer preocupada. 

  - Estavam fofocando sobre mim? — gelei com sua pergunta. 

  - Claro que não meu filho, temos coisas muito mais importantes para fofocar — mamãe disse e ele riu. Ótimo. 

  - Preciso falar com você Lolla — disse tomando um copo de suco inteiro logo depois. 

  - Agora? 

  - Sim — fudeu. 

  Me levantei, sendo seguida por ele. Sentamos no sofá. 

  - Sobre o quer conversar? — perguntei esboçando um sorriso preocupado. 

  - Eu quero terminar


Notas Finais


Finalmente o Philippe tomou uma iniciativa, mas precisou perder a Elena primeiro neh...
Oq vocês acharam galeraa? Comentem porfavorzinho 💖
Vou tentar não demorar tanto pra postar o próximo cap. tá galera kkk :)

Até o próximooo capítulooo 💖 Bjão 💖


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...