1. Spirit Fanfics >
  2. Massagem de amigos >
  3. Finalmente - Parte 1

História Massagem de amigos - Capítulo 12


Escrita por:


Notas do Autor


Eu sei que vocês me odiaram pelo final do outro capítulo e peço desculpas por isso!
Dessa vez compensei e escrevi um hot GIGANTE em duas partes, mas podem ficar calmos que não vão ter que esperar para ler tudo...

Aproveitem!

Capítulo 12 - Finalmente - Parte 1


Fanfic / Fanfiction Massagem de amigos - Capítulo 12 - Finalmente - Parte 1

Luigi Gaspar não sabia muito bem como fazer, mas misturou sua vontade com o que tinha visto em filmes pornôs e tomou uma iniciativa. Aproximou lentamente seu rosto da cabeça do pau de Thomaz Costa e, sem desfazer contato com os olhos do garoto, deu uma lambida devagar. O corpo do ator se contraiu e ele sorriu, fazendo Luigi ficar mais confiante com o que deveria ser feito.

O jogador deu mais algumas lambidas e começou a chupar de fato. Quando envolveu a cabeça com seus lábios, ouviu Thomaz gemer alto e deu um sorriso, mas logo continuou a chupar. Luigi foi aos poucos conseguindo colocar mais daquela rola na boca, sempre acelerando um pouco e depois forçando mais lentamente. Não sabia o que esperava de chupar um pau, mas aquilo estava incrível.

Para Thomaz a experiência estava igualmente sensacional. Não sabia se era o trabalho bem feito, a emoção do primeiro boquete feito por um cara ou se era ver Luigi mamando sua rola, mas o tesão que o garoto sentia era absurdo! Ele esperava que o jogador não fosse tão bom quanto as meninas que o haviam chupado, mas Thomaz estava enganado. Com seu jeito atencioso e guloso, Luigi já tinha conquistado o coração de Thomaz. Ou melhor, o pau.

Depois de quase engasgar com aquela rola, Luigi parou de chupar e olhou para o amigo, que o encarava encantado.

- O que está achando? – perguntou o mais novo, inseguro.

- Do melhor boquete que eu já recebi? – perguntou Thomaz de volta com um sorriso – Perfeito

- Ah mano, cê deve estar falando isso só para me agradar hahahaha – respondeu Luigi – Você já deve ter recebido mamada muito melhor!

- Eu juro que nenhuma delas me fez gemer igual você – comentou o mais velho enquanto levantava seu tronco e dava um selinho nos lábios do amigo.

- Bom, então deixa eu te fazer gemer mais – provocou Luigi com um sorriso e empurrou Thomaz de volta na cama.

O garoto começou a chupar mais forte aqueles 18,5 centímetros de rola e tentando mexer mais a língua, trazendo sensações novas a Thomaz e fazendo-o gemer ainda mais alto seu nome. O mais velho colocou sua mão na cabeça do amigo para forçar sua boca na piroca e Luigi adorou a sensação.

O pau do ator começou a soltar o pré-gozo, aquela babinha transparente do pau, e Luigi ficou apaixonado pelo sabor. O gosto salgado já era um de seus favoritos e, quando comentou que Thomaz tinha um sabor delicioso, o mais velho disse para ele aproveitar.

Quando parou para retomar o fôlego, Luigi percebeu que não tinha aproveitado uma parte daquele instrumento todo: as bolas. Olhou o saco de Thomaz e logo lambeu uma bola de cada vez e ganhou um gemido diferente do ator. Luigi lambeu mais algumas vezes e colocou uma delas na boca, chupando lentamente e deslizando a língua pelo saco branco de Thomaz, que estava adorando.

- Caramba irmão, você faz o serviço completo mesmo – elogiou Thomaz impressionado e um pouco sem fôlego. Seu saco era um ponto bem sensível e poucos davam a devida atenção.

- Pô, amigo é para isso hahahaha – respondeu Luigi antes de dar uma lambida no comprimento todo e voltar para as bolas.

Decidiu ousar um pouco mais e passou a perna de Thomaz por cima de seu ombro, deixando a entradinha do garoto mais exposta. O mais velho logo imaginou o que podia vir pela frente, mas não acreditava que seu amigo seria tão ousado logo de cara. Luigi olhou para Thomaz foi lambendo as bolas, descendo e descendo até que lambeu o cuzinho do colega. Nesse momento, Thomaz fechou os olhos e sentiu um arrepio passar pelo seu corpo todo.

O jogador de futebol ficou feliz da vida e deu uma olhada no cu do amigo: era rosadinho e parecia muito apertado. Lentamente passou a língua em volta do buraco e colocou a língua bem no meio, forçando levemente.

- Não sabia que a gente já ia brincar com o cuzinho – disse Thomaz ofegante entre gemidos.

- E eu não sabia que você ia gostar tanto – comentou Luigi rindo.

- Cala a boca e volta para minha rola, putinha – provocou Thomaz com um sorriso safado.

- Vai se fuder, tio – respondeu Luigi brincando – Respeita quem te chupa hahahaha.

Mas logo voltou a chupar o pau de Thomaz, enquanto o garoto se sentava na cabeceira da cama e voltava a colocar a mão na cabeça de Luigi. O mais velho fez carinho na cabeça do jogador e desceu as mãos pelas costas do mesmo, chegando no elástico do short e invadindo aquele limite.

Thomaz já havia visto a bunda de Luigi, mas nunca tinha tocado nela com tanta delicadeza. Sentia a pele macia por baixo do short e deu um belo apertão, sentindo como era gostosa, mesmo que magra. O mais novo deu um gemido e empinou mais a bunda, fazendo com que Thomaz ficasse impressionado. A visão do amigo lhe chupando com a raba pra cima era incrível.

Com as duas mãos, o ator abaixou o short e a cueca de Luigi, deixando aquela bunda de fora. Por mais que estivesse um pouco longe, já que o amigo estava no meio de suas pernas, Thomaz conseguiu reparar que Luigi tinha uma marquinha de sol e uma das curvas mais bonitas que já havia visto. Fez um carinho e deu um tapão naquele rabo, ganhando um gritinho do jogador e um misto de prazer e dor em sua cara. O mais velho deu mais alguns tapas e adorava sentir Luigi gemendo com a boca em seu pau, além de que amava se sentir no comando.

- Po, já que vai me bater, podia pelo menos dar um agrado né vei? – questionou Luigi, ficando de joelhos.

- É até justo, Lu... até porque você cuidou tão bem de mim – ponderou Thomaz – Como posso agradar?

Luigi ficou em pé em cima da cama, tirou o short e a cueca, liberando seu pênis duro na altura do rosto de Thomaz. O pau de pele morena clara media cerca de 17 centímetros, tinha pentelhos castanhos bem aparados e estava duro como uma pedra.

- Assim – disse Luigi se aproximando de Thomaz até seu pau quase encostar naqueles lábios carnudos.

O mais velho olhou do pau para os olhos do amigo e disse:

- Admito que estava ansioso para te fazer gemer assim.

E então colocou a cabeça na boca e começou a chupar lentamente.

Apesar de tentar parecer confiante, Thomaz não tinha a menor ideia de como se chupava um pau direito. Ele já tinha recebido algumas mamadas, inclusive essa espetacular de Luigi, mas a prática era muito diferente. Foi olhando nos olhos do amigo e lambeu a cabeça lentamente, sentindo aquele sabor diferente e apreciando a cara de Luigi, que estava com os olhos fechados e soltando gemidos baixos.

O jogador olhou para Thomaz e não conseguiu acreditar que aquela cena era real. Depois de semanas imaginando punhetas e boquetes no amigo, jamais achou que estaria em pé vendo o mesmo te chupar. Apesar de ser inexperiente, Thomaz estava fazendo tudo de uma forma lenta e sensacional, fazendo Luigi gemer mais e mais alto seu nome.

O mais velho decidiu chupar um pouco o grande saco do mais novo e ganhou novos gemidos. Thomaz lambeu lentamente cada uma das bolas e tentou colocar as duas na boca ao mesmo tempo, fazendo Luigi gritar “caralho Thomaz, que coisa boa porra!”. Thomaz parou o que estava fazendo com um sorriso no rosto e disse para Luigi que ficava feliz que ele estivesse gostando.

Quando Thomaz voltou a chupar aquela rola, Luigi colocou a mão na cabeça do mais velho e começou a controlar o ritmo do garoto. O jogador foi tranquilo no início, mas logo começo a foder a boca de Thomaz e gemer cada vez mais. Enquanto isso, o ator estava quase engasgando e deu uns tapinhas na barriga de Luigi para que ele pudesse respirar.

- Foi mal, mano – disse Luigi sem graça – Acabei me empolgando.

- Relaxa vei – respondeu Thomaz – Eu só preciso de um descanso de vez em quando... pelo menos sei a velocidade que ta gostando.

Então o ator continuou chupando a piroca de Luigi, mas dessa vez mais rápido do que estava fazendo antes. Tanto que em poucos minutos, Thomaz ouviu o jogador dizer “Ma-ma-mano, eu vou goza-aaaaaaaar” e o primeiro jato de porra atingiu sua boca. Como tinha se assustado, o mais velho logo tirou a boca da pica e viu vários jatos brancos de porra saírem do pênis de Luigi e sujar seu rosto e tanquinho.

- Puta que pariu Thomaz! – exclamou Luigi, ofegante – Foi a melhor gozada da minha vida!

- Percebi mesmo hahaha me sujou todo! – disse Thomaz

- Foi mal mano – falou o jogador, preocupado que o amigo ficasse bravo – Eu te ajudo a limpar.

- Relaxa Lu – soltou Thomaz – Se tá na chuva, é para se molhar hahahaha mas ainda preciso gozar...

- É mano, precisa ser justo – disse Luigi preocupado – Pior que tu merece gozar de um jeito muito especial depois disso...

- Porra velho, valeu – respondeu o mais velho rindo – Mas por que “pior que” eu mereço?

- Porque envolve o meu cu, né irmão? – disse Luigi rindo e se sentando na cama, enquanto Thomaz ficava feliz da vida com a iniciativa do amigo.

Então o jogador foi ao banheiro e pegou um rolo de papel higiênico para o mais velho se limpar. Ver aquele abdômen com sua porra escorrendo foi uma visão do paraíso para Luigi e seu pau logo começou a ganhar vida novamente. Thomaz reparou nisso, deu um sorriso e disse:

- Eu sei, também me deu o maior tesão.

E pegou o papel higiênico para se limpar. Quando Thomaz achou que estava limpo, Luigi apontou para a porra que estava em sua bochecha. Meio sem pensar e querendo provocar o amigo, Thomaz pegou o gozo com o dedo e colocou em sua boca, deixando Luigi chocado.

- Caralho mano, teu gosto é muito melhor do que eu podia imaginar – comentou Thomaz casualmente.

- Ce quer me matar assim, não é possível – respondeu o jogador de boca aberta.

Thomaz deu seu sorriso marcante, pegou em seu pau bem duro e disse:

- Não morre ainda não, estamos só começando...


Notas Finais


O que estão achando?
Aproveitem já para ler a parte 2 e não digam que nunca fiz nada por vocês kk


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...