História Melhor Amigo — Imagine Park Jimin - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin
Tags Bts, Hentai, Imagine, Nevoradorafics, Parkjimin, Você
Visualizações 389
Palavras 1.190
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ecchi, Festa, Ficção, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi, oi. Então, demorei mas tô aqui.
Quem diria, duas att no mesmo dia. As férias vão me fazer bem, né? Ajjsjnsaj
Enfim, espero que compreendam o que tá se passando na história e desculpem a demora. Amo vocês.

Capítulo 5 - Então esse é o babaca que te magoou tanto?;


— Bom dia. — Yoongi falou baixinho, ao pé do meu ouvido.

— Bom dia… — respondi com um sorriso de lado e senti suas mãos fazerem um carinho em minha barriga — Que cheiro é esse? — puxei o ar para as narinas, sentindo o aroma de café e torradas passeando pela casa inteira.

— Eu meio que… Cavuquei sua cozinha atrás de algo pra gente comer. Espero que não se importe. — riu.

— Tudo bem.

— Agora vai tomar um banho pra gente tomar café juntos e depois nós vamos sair. — beijou minha bochecha e saiu do quarto, deixando-me boba sobre a cama.

Nem que eu vivesse 100 vidas, mereceria Min Yoongi e o anjo que ele vem sendo para mim. Sinto muita repulsa de mim mesma por simplesmente não conseguir corresponder à esses sentimentos.

Me levantei de forma preguiçosa e caminhei até o banheiro. Me espreguicei e encarei o reflexo no espelho. Haviam algumas marcas que Yoongi fez em mim, mas, havia uma diferente. Deslizei meus dedos em meu pescoço e vi a marca da mordida que o próprio Jimin deixou em minha pele. Maldito. Mesmo quando não deve, me faz lembrar de si.

Balancei a cabeça negativamente e retirei a lingerie. Entrei no chuveiro frio e abaixei a cabeça encarando meus próprios pés. Ultimamente, a situação tá tão séria que não estou sabendo resolver. Aliás, nada resolve esse problema que eu chamo de Park Jimin. Queria não sentir o que sinto, queria poder simplesmente ignorar isso e seguir em frente, entretanto, ele conseguiu levar embora minha vontade de prosseguir.

Terminei meu banho e fechei o registro. Puxei uma toalha para cobrir meu corpo e saí em direção ao quarto. Sei lá eu onde Yoongi quer me levar, sendo assim, não sabia bem o que vestir. Optei por algo mais casual, como calça jeans, um tênis e uma camiseta. Abri minha caixinha de jóias e comecei a procurar um colar para colocar. Não achava nada.

Dedilhando entre os cordões e pedrinhas, achei o colar que Jimin me deu quando completei quinze anos. Era tão bonito… Decidi usá-lo, mas apenas por estética. Encarei meu reflexo no espelho e estava pronta.

Yoongi estava na cozinha, ele batucava com a colher na xícara, e quando me viu, sorriu.

— Porra, cê tá muito gata. — riu baixo e me chamou para sentar à mesa.

— Não exagere. — ri e me sentei de frente para o mesmo.

Peguei uma torrada e passei manteiga, mordendo um pedaço em seguida.

— Eu gosto de ser sincero. Sabe disso. — piscou para mim — Aliás, escolheu a roupa certa 'pro rolê de hoje.

— É muito engraçado conversar com você fora do escritório. Você fala muita gíria. — ri.

— É costume, foi mal. — se abriu todo sobre a cadeira e mandou-me um beijo no ar — Aliás, hoje é sábado, então não sou obrigado a falar palavras difíceis. Tô de folga.

— Deixa disso.

Nossas risadas juntas eram boas. Nossa conversa era envolvente. Me sentia bem ali, até a campainha tocar. Franzi o cenho e me levantei.

— Estava esperando alguém? — questionou, vindo atrás de mim.

— Não.

Girei a maçaneta com cuidado e abri a porta. Fiquei perplexa ao encarar Jimin ali, parado com um buquê de flores em mãos, enquanto me olhava com um sorriso de canto.

— S/N, eu…

— O que ele tá fazendo aqui? — Yoongi cruzou os braços, enquanto analisava Jimin de cima a baixo.

— Eu quem pergunto, o que ele tá fazendo aqui? — foi a vez de Jimin perguntar, entrando no apartamento sem sequer permissão.

— Jimin, cê não tem nada haver com isso…

— Então esse é o babaca que te magoou tanto, S/N? — vi Yoongi cerrar os punhos e trancar o maxilar.

— Yoongi, não, por fav-

— Você não sabe nem a metade da nossa história, cara. Por que tá se envolvendo? — Jimin riu, colocou o buquê sobre a pequena mesa de centro e arregaçou as mangas.

— A única coisa que sei sobre você, é que tu é um babaca de primeira linha. Não vai querer mesmo brigar comigo, vai?

— Não tô afim de sujar as minhas mãos com pouca coisa.

— Calem a boca vocês dois, ninguém vai brigar na minha casa! — praticamente berrei, empurrando o peito de Jimin, que se desequilibrou um pouco — Jimin, o que veio fazer aqui?

O vi virar-se para mim e abaixar um pouco a cabeça, com um olhar de arrependimento latente. Tentei ignorar aquilo, afinal, já estava acostumada com esse jeito falso de Jimin. Sei que ele vai usar de tudo para ter meu perdão, mas não posso ceder. Não tão facilmente.

Procurei focar apenas em mim naquele momento. No que era melhor para mim.

— Eu vim tentar conversar com você, S/N… Queria te explicar o que aconteceu de verdade!

— Ah, conta outr-

— Chega, Yoongi. Deixa ele falar. — toquei suavemente sua mão e ele acenou de cabeça.

— Obrigado. Bom, me separei da Mary. Eu só quero mais uma chance com você, uma chance de fazer tudo diferente. Porquê eu te amo e você sabe disso. Nunca neguei e sempre deixei claro esse sentimento! — soprou ao vento, como se fosse uma informação simples de se processar.

— Se me ama tanto assim, por que foi embora? — mordi a parte interna da bochecha.

Qualquer tipo de modos foi esquecido por mim naquele momento. Minha vontade era de meter uma palmada no rosto angelical de Jimin. Ou, pelo menos, encontrar alguma forma de descontar tudo o que ele me fez sentir.

— Porque não podia abandoná-la grávida! — quase gritou, fazendo minhas pernas vacilarem. Jimin tem um filho?

— Por que nunca me contou? Jimin, eu teria entendido! Talvez tivesse sofrido menos! — fechei meus olhos, deixando ad lágrimas rolarem de leve.

— Não achei que fosse viável para nós dois naquele momento, S/N. — falou num fio de voz — O filho não era meu. Descobri isso recentemente, por isso não vi problema em me divorciar. Entretanto, me apeguei muito ao menino, e continuo cuidando como se fosse meu filho. Inclusive, ele tem meu sobrenome. — sorriu orgulhoso — Mas você… Porra, você não sai um minuto da minha cabeça!

Fechei os olhos por um instante e balancei a cabeça negativamente, encarando meus pés. Precisava pensar.

— Certo, Jimin. Eu entendi tudo o que disse. Mas agora, preciso pensar sobre isso. Quero que vão embora, por favor.

— Mas… — Yoongi tocou meu braço, mas eu o afastei.

— Apenas vão, preciso desse espaço. — sussurrei.

— Tudo bem. — o pálido se aproximou de mim e deixou um beijo lento e delicado em minha bochecha esquerda. Sorri em resposta e recebi um pigarrear ciumento de Jimin. — Qualquer coisa, não hesite em me chamar.

— Obrigada. — sorri e o mesmo passou pela porta com suas chaves em mãos, dando uma última encarada em Jimin antes de sair.

— Fica esperto.

Jimin não disse nada, apenas segurou minhas mãos e beijou as mesmas.

— Pensa bem, ok? — assenti — Até mais, S/N.

O loiro se foi também, deixando minha cabeça uma bagunça de sentimentos. Que merda é essa?

Existe apenas uma pessoa nessa Terra que consegue me aconselhar nesse momento: mamãe.


Notas Finais


E aí... Vocês são #TeamJimin ou #TeamYoongi?
Se leram até aqui, comentem "batata roxa" akskjayaha
Amo vocês s2

Outra história que podem gostar:
https://spiritfanfics.com/historia/primavera-fria-long-fic-yoongi--bts-7469447

Entrem no grupo de leitorxs:
https://chat.whatsapp.com/8bsBDtft7ymD4rNrh7rQ7M


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...