1. Spirit Fanfics >
  2. Meu Talismã - Naruhina >
  3. Banho no lago evoluído.

História Meu Talismã - Naruhina - Capítulo 45


Escrita por: Srt_Sabaku-_-

Notas do Autor


Olá, mocinhas(o) bonitas(o)!

Cheguei com mais um capítulo de paz e amor, literalmente. Vocês lembram da primeira vez que eles tomaram banho no lago? Quis refazer novamente, dessa vez com eles sendo namorados e vamos ver a diferença. Eles se "odiavam" agora estão se amando.

Quis fazer sobre aquilo deles se morderem e tals, mas eu não gostei muito do resultado, gostei do capítulo pq eles evoluíram desde àquela vez. Espero que gostem.✋❤️

Vamos lá.

Boa leitura!👉👈

Capítulo 45 - Banho no lago evoluído.


Fanfic / Fanfiction Meu Talismã - Naruhina - Capítulo 45 - Banho no lago evoluído.

Não sabia a hora, mas estava exausta por conta da caminhada de mais cedo e seu corpo clamava por um descanso. Não apenas isso, seu corpo clamava por um banho e felizmente pararam para passar a noite perto do rio. Como ela estava grávida, estavam a tratando como se fosse uma inválida, enquanto cada um dos amigos fazia alguma coisa, seu dever era ficar sentadinha até tudo estar pronto e isso estava começando a deixá-la incomodada, afinal uma gravidez não a impedia de ir pegar água ou de ir atrás de lenha para fazer a fogueira. No entanto, não adiantava muito reclamar, quando eram três pessoas contra uma e isso era extremamente frustrante, apesar de estar feliz por eles se preocuparem com a sua saúde.

Olhou tudo em volta, viu que estavam em uma clareira, havia árvores em volta e se seguisse a trilha perto de uma árvore de cerejeira, iria chegar no rio, este que ela estava ansiando tomar um banho para sentir o corpo relaxar. Suspirou quando outra vez dividiram as tarefas, a deixando de fora novamente e daquela vez Hinata quis chorar. Por conta da gravidez estava mais sensível do que o normal, também sentia-se muito sonolenta e estava sentindo fome a quase todo momento. Sobre isso ela não chegou a falar com o Naruto, fazia uma semana que eles estavam viajando, e já fazia dois dias desde que bebeu o sangue dele pela última vez. Sentia fome, mas não sentia aquele incômodo em seu interior e o chá que a Sakura preparava era o suficiente para deixá-la bem.

— Você tomou banho? — Kakashi perguntou para Sakura quando ela apareceu ali com as garrafas cheias de água e de banho tomado. 

— Tomei, como a minha tarefa era pegar água, eu levei as minhas coisas e tomei banho. — Deu de ombros, o rapaz revirou os olhos e ficou emburrado. — Nem vem, você já consegue tomar banho sozinho.

— Mas eu não alcanço as bandagens das minhas costas. — Proferiu em um lamento, Hinata sorriu com a cena dos dois e permaneceu quietinha no lugar. — Eu vou fazer merda.

— Meu Deus, às vezes eu acho que você não consegue mais viver sem mim. — Ele deu de ombros, enquanto fazia uma expressão de "tanto faz" e era incrível como ele ainda tinha coragem de fazer essas coisas, quando estava óbvio sua verdadeira resposta diante aquele comentário. — O Naruto estava vindo, eu encontrei com ele, então vamos logo dar banho em você e quando ele chegar os dois vão tomar banho.

— Mas aí a Hinata vai ficar sozinha... — Apontou para Hinata, eles falando daquele jeito até parecia que ela era um bebê e não tinha opinião própria. — Acho melhor esperar o Naruto voltar.

— Vão logo, eu vou ficar bem. — Disse, se prontificando diante a situação, afinal ainda sabia falar, então tinha seus direitos de se sentir uma mulher adulta e independente. — Vai logo, Kakashi. Quando ele voltar com as lenhas, você é o responsável por fazer o fogo.

— É mesmo. — O mesmo falou, levantando rapidamente de onde estava, logo caminhou um pouco para perto da trilha e esperou por Sakura, esta que estava pegando a mochila dele junto a malinha de primeiros socorros. — Vai ficar bem mesmo?

— Vou sim. — Sorriu, olhando para o céu. Ainda estava claro, apesar do sol não estar mais visível. — Vão na paz.

— Qualquer coisa é só gritar. — A melhor amiga disse, caminhando até estar ao lado de Kakashi. — Não vamos demorar.

— Tá bom. 

Ambos sumiram na trilha após alguns passos, Hinata suspirou e se colocou de pé, na intenção de deixar suas coisas prontas para quando Naruto voltasse. Estava com tanta vontade de tomar banho, e foi a última a ter esse privilégio, quer dizer, ela ainda não tinha tido, já que ainda estava ali à espera da sua vez. Separou uma muda de roupa, pegou sua toalha e os produtos necessários para utilizar durante o banho. Sorriu sozinha quando encarou o produto em suas mãos, pois não era mais o mesmo que ela costumava usar quando conheceu aqueles rapazes e quando começou a viajar com eles. Fazia algum tempo que havia deixado de ter um cheiro de produto infantil, já que deixou de comprar e agora usava outros produtos, tanto para o cabelo quanto para o corpo. Será que Naruto sentia falta do cheiro dela? 

Ele gostava do cheiro de produto infantil que exalava do seu corpo, disso ela tinha certeza, até porque ele mesmo chegou a comentar sobre isso várias vezes e se pudesse voltar a usar —  ela podia se quisesse —, não tinha mais vontade. Não que não gostava, mas agora seu único objetivo, era sentir esse cheiro novamente quando estivesse com o seu bebê nos braços e o cheirinho de produto infantil iria ser apenas dele. Seu coração acelerava só de imaginar o seu bebê, afinal não conseguia formar uma imagem dele ou dela em sua mente, mas se via ansiando muito por isso e só de pensar que faltava alguns meses, a fazia ter um colapso de ansiedade. Isso não era saudável, então era bom aprender a ser paciente ou iria se prejudicar e prejudicar o bebê.

Levantou a cabeça quando ouviu passos se aproximando, logo viu Naruto surgir do meio das árvores com os braços cheios de lenha e sem nenhuma delicadeza, o mesmo as jogou no chão. Seu trabalho daquele dia tinha acabado de ser cumprido, agora era a vez do Kakashi, já que este ficou responsável por fazer o fogo, Hinata outra vez não fez nada e apesar de não gostar nada disso, não tinha coragem de reclamar quando eles só estavam preocupados com ela. Abriu um sorriso quando o olhar dele caiu sobre ela, e era impossível não se sentir uma boba apaixonada sempre que ele sorria de volta. Estava tão lindo daquele jeito, dava até uma vontade de agarrá-lo ali mesmo e não era brincadeira. Naruto estava suado, a sua camiseta estava grudando em seu corpo, assim como os seus cabelos, estes que caíam em sua testa.

— Está mordendo o lábio por que, em? — Ele perguntou em um tom divertido, Hinata arregalou os olhos e Naruto gargalhou. — Tenho medo de saber o que você está pensando.

— Nada demais… Oras. — Disse incerta, o fazendo rir ainda mais e ele não demorou a se aproximar. — Você vai tomar banho comigo ou eu vou primeiro?

— Eu vou com você, lógico. — Pegou a garrafa de água que estava perto, bebendo um pouco do líquido que estava ali, em seguida olhou para ela. — Cadê os dois?

— A Sakura foi ajudar o Kakashi com a bandagem das costas dele. — Suspirou alto quando ele se sentou ao seu lado, o mesmo acabou rindo ao perceber que ela ficou um pouco tensa e prendeu a respiração. Naruto estava muito gostoso, puta merda!

— O que você tem, amor? — Não continha mais um tom divertido em sua voz, agora estava sério e chegava a ser desconcertante. — Parece tensa.

— Nada não. — Um sorriso nervoso brotou em seus lábios e o namorado negou com a cabeça, enquanto estreitava os belos olhos azuis. — Será que vão demorar muito?

— Por que? — Perguntou baixinho, Hinata começou a ter sua respiração acelerada e apertou o frasco de shampoo com força em suas mãos. Como é que ele conseguia mexer com o corpo dela daquele jeito sem de fato tocá-la? — Está com pressa para ir tomar banho?

— Aham, estou agoniada. — Não era mentira, mas a sua agonia era por causa da presença dele. — Eu espero que eles não demorem.

— Também espero. — Disse em um sussurro, Hinata fechou os olhos e abaixou a cabeça. — Você está muito sensível, meu amor.

— Ah, me deixa… — Respondeu e sua voz acabou saindo abafada.

Ficaram um tempo em silêncio, não muito tempo depois o casal voltou e após uma curta conversa, ambos seguiram em direção ao rio assim que Naruto pegou as coisas dele. Estava um pouco nervosa, não sabia exatamente o porquê, mas sentia suas pernas bambas, até porque o loiro não estava ajudando nada quando olhava para ela como se fosse devorá-la a qualquer momento e isso parecia ser algo agradável em sua mente. Acabou mordendo o lábio inferior com força quando cenas obscenas vieram em sua mente e se ele não tomasse nenhuma iniciativa ou dissesse que eles não poderiam fazer nada enquanto estivessem ali, era capaz dela agarrá-lo à força. Fazia tanto tempo que não faziam nada, Naruto estava sempre preocupado com o fato dela ainda não estar em condições, mas ela já estava se sentindo bem e só desejava fazer um amor bem gostosinho com ele.

Era pedir muito?

Não, não era, mas fazer o que.

Ele tirou a roupa, em seguida entrou na água, a deixando para trás, já que ela ainda tirava as próprias roupas e diferente dele, não ficou pelada. De roupas íntimas entrou na água, sentindo o corpo agradecer por aquilo e era tão bom. Naruto estava tomando banho mais para o fundo e Hinata resolveu deixar para colocá-lo contra a parede quando estivesse limpinha, igualmente ele, afinal estava pensando em colocar algo que planejaram juntos uma certa noite em prática. Então assim que tirou a espuma de shampoo do cabelo e o resquício de sabonete do corpo, nadou até ele, vendo o mesmo dar um sorrisinho cínico. Pelo jeito, ela não era a única que estava esperando uma iniciativa e aquilo foi o bastante para lhe incentivar ainda mais.

— Eu tô com fome. — Disse baixinho, passando os braços em volta do pescoço dele, enquanto abraçava a cintura alheia com suas pernas e Naruto sorriu ainda mais.

— É? Eu também. — A segurou pela bunda, deixando um beijo rápido em seus lábios e Hinata mesmo na água sentia que ia pegar fogo. — Vamos comer?

— Vamos. 

O beijou novamente, dessa vez um ósculo com o intuito de ser longo, se possível com o intuito de fazer o ar faltar em seus pulmões e ela conseguiu que fosse assim, enquanto sentia as mãos dele apertar a carne da sua bunda com certa possessão. A boca dele desceu para a pele do seu pescoço, ao mesmo tempo Naruto caminhava com ela dentro d'água para ficaram um pouco mais no raso e tê-lo com a boca em seu pescoço, a fazia desejar ser mordida por ele, apenas para saber como era a sensação de ser mordida de verdade no pescoço. Se afastando, olhou nos olhos dele e aquela troca de olhar era uma resposta de que tinham permissão para se morderem. Sendo um bom cavalheiro, o namorado a deixou fazer isso primeiro e Hinata não pensou duas vezes antes de ir. 

Primeiro beijou o local, passando a língua na região lentamente, o fazendo suspirar e em seguida mordeu, sugando o sangue sem pressa, afinal queria saborear aquele momento, acabou gemendo quando ele enfiou a mão para dentro da sua calcinha. Ela precisava tê-lo, então se afastou, deixaria para comer quando a noite caísse e naquele momento só queria senti-lo em seu interior, enquanto ele se alimentava do sangue dela. Com esses pensamentos, saiu do colo dele, tirando a calcinha e entendendo o que ela queria, o mesmo a puxou novamente para perto, com cuidado a penetrou. Jogou a cabeça para trás ao senti-lo, aquela sensação era sempre muito boa, e vê-lo tão excitado acabava a deixando com mais fogo. Voltou a beijá-lo, enquanto sentia Naruto se mover em seu interior com maestria.

— Me- me morde. — Pediu, o namorado segurou em sua bunda, fazendo-a ficar mais perto e consequentemente ele foi mais fundo. — Ah, mor- morde.

— Vou morder, amor… — Disse baixinho, sua voz saiu rouca e excitada. 

Indo para o seu pescoço, o mesmo chupou o local, mantendo cuidado para não deixar nenhuma marca ali, em seguida passou as presas lentamente e aquilo a fez gemer, principalmente por estar sentindo-o lá embaixo. Quando sentiu a mordida, apertou os olhos com força, sentindo algo indescritível com aquele ato e ela não tinha capacidade ou palavras para expressar. Era muito bom, ardeu um pouquinho, mas causava uma excitação do inferno e agradecia por tê-lo em seu interior, caso contrário iria ficar louca. Parou de chupá-la um tempo, mudando-a de posição, não muito diferente da atual e após um tempo assim, Naruto a levou para o seco, onde a deitou no chão, a penetrando em seguida. Ficaram outra vez durante um tempo fazendo amor naquela posição e quando estava prestes a gozar, a levou novamente para água. 

Ele outra vez a mordeu, sentindo o seu sangue ser sugado novamente, Hinata rebolou com vontade para ter mais daquele prazer, também para tentar achar alívio e Naruto gemeu arrastado quando ela arranhou suas costas, em seguida o mesmo gozou. Por senti-lo em seu pescoço, por senti-lo em seu interior e por senti-lo despejar o líquido quente ali, acabou chegando em seu ápice após várias estocadas fortes.

— Caralho, você é muito gostosa. Literalmente! — Ele disse ofegante, lambendo os lábios e ela sorriu. Era um elogio e tanto! — Eu tinha esquecido como o seu sangue é gostoso e diferente de todos.

— Sei... — Provocou, o namorado sorriu e depositou um beijo na ponta do seu nariz. — Ah, você também é muito gostoso. Literalmente!

— Você quase nem tomou. — Ele passou as mãos em seu rosto, tirando o cabelo que insistia em cair na região. — Não estava com tanta fome? 

— Eu ainda estou, mas estava muito excitada e eu não conseguia me concentrar. — Admitiu, ao mesmo tempo omitiu o verdadeiro motivo, este que era esperar os amigos dormirem para poder pedir e ambos fazerem amor novamente. — Posso aguentar até mais tarde.

— Se ainda está com fome, você vai comer agora mesmo. — Proferiu sério, olhando no fundo dos seus olhos, por um momento ela teve a certeza de que ele leu seus pensamentos, principalmente quando deu um sorriso sacana, e continuou: — Quer usar isso como desculpa 'pra me deixar excitado mais tarde e a gente fazer amor de novo, não é?

— Eu? — Colocou a mão sobre o peito, claramente ofendida, mas o seu sorriso nervoso não deixava-a mentir. — Nem pensei em algo assim.

— Você me deixa excitado até quando não tem intenção, Hina… — Sussurrou, ela sentiu o coração ficar quentinho com aquela confissão sexual e acabou sorrindo. — Se alimente logo, mais tarde a gente vai fazer amor de novo quando eles dormirem.

— Ah, já que insiste, quem sou eu 'pra negar!?! — Segurou no rosto dele com as duas mãos.

— Sua safada.

— Somente com você, lembra? — Sorrindo, ele concordou e então tombou a cabeça para o lado, dando a ela a liberdade de mordê-lo.


Notas Finais


Ihaaaaaaa, o próximo capítulo teremos Hiashiiiiiii e um Naruto desesperado na frente do sogro hehehe


Até amanhã!👉👉👉


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...