1. Spirit Fanfics >
  2. Minha Equação só dá Você >
  3. A Última parte de uma História num Orfanato

História Minha Equação só dá Você - Capítulo 49


Escrita por:


Notas do Autor


É... Eu sei,eu demorei,mas toda vez que eu pretendia postar capítulo era aula em tempo integral e eu sempre me esquecia,quer dizer eu me lembrava das aulas,mas quando eu lembrava do capítulo,eu ainda precisava terminar certa parte, aí era foda

O capítulo tá grande e o próximo é a viagem, gente vocês mal imaginam que só no carro vai acontecer tanta coisa ksksksksksks

Como é a última parte do capítulo do Renjun, muitas coisas vocês vão ficar sem entender,mas um anjo na vida de vocês vai ajudar

Fiquem no capítulo

Capítulo 49 - A Última parte de uma História num Orfanato


- Você não ajuda nem um pouco Minseok - eu disse o olhando


Está eu,ele e o Youngseung sentado no sofá esperando os meninos sair da sala da Sra. Kim para ela conversar com a gente


- A situação estava saindo do controle,e eu combinei com o Youngseung, desculpa...- Ele respondeu tristonho


- E você Youngseung,o que tem a dizer? - eu perguntei


- A situação saiu do controle,e ele combinou comigo que depois que ele gritasse "urgente" eu chamaria a senhora Kim e foi o que eu fiz - o Kim respondeu - Já estava na hora Renjun, isso já estava durando quase um ano


- É que vocês não entendem!!! - eu me levantei olhando pros dois - É a palavra deles contra as suas, Minseok todos eles tem mais razão que você, mesmo você sendo filho, vocês dois, nenhum de vocês tem razão aqui, vocês não entendem?


Eu comecei a chorar, porque essa realmente é a verdade


- Eles podem mentir,e a senhora Kim vai dá ouvidos a eles, esses são os fatos e Minseok não venha com:"Mas minha mãe...",para ela,eles tem razão, vocês dois não!! - eu dizia chorando - eles podem ferrar vocês e vocês dois não vão poder mais vim pra cá,e como eu fico? Sozinho!... essa é a verdade


Eu me sentei no chão começando a chorar abraçados com meu joelhos,o que seria de mim aqui sem o Minseok e o Youngseung,eu não quero isso, não quero mesmo


- Ei! Renjun! - alguém me chamou e eu olhei, é o Sr. Jeon - Você fez outras pessoas chorarem também


Ele apontou pro Minseok e o Youngseung que estavam chorando


- Não se preocupe,se depender de mim,o Youngseung não vai deixar você aqui sozinho,e a diretora Kim não faria isso de proibir para sempre do Minseok vim para cá,ela vai resolver a situação dos dois lados, não se preocupa - o mais velho explicou - e Renjun, você é o que tem mais razão na história toda, já que é você que vem se machucando todo esse tempo...antes de se acertar com os outros...se acerte com esses dois!


Eu me levantei e abracei os dois,eu tenho medo,sentir medo é estúpido,mas preocupante


- Desculpa por ter feito vocês dois chorarem, é que eu tenho medo de não ter mais vocês e sofrer mais do que eu já sofro - eu falei


- Tudo bem Renjun,eu chorei mais,pois meu pai me disse uma vez que se acontecesse alguma coisa que ele fosse proibido de me trazer por orfanato,eu levaria uma surra - Youngseung dedurou e o pai dele o olhou


- E desculpa Injunnie,eu deveria ter pensado mais,eu não sei o que vai ser de mim sem você por perto...- Minseok falou


- Não exagera Seok!! - eu falei e eu e o Youngseung rimos


Nesse momento ouvimos o barulho de passos, já é a nossa vez de irmos falar com a Sra. Kim...


Os meninos se sentaram no outro sofá sem falar nada, todos com a cara emburrada


O Sr. Jeon olhou para gente e entendemos que era para nós irmos para sala da Sra. Kim


Ao entrarmos nos sentamos e ela já fez a pergunta:


- Por que nunca me contou antes,Renjun?


- Ele não deixava—


- Renjun,Kim Minseok,eu disse Renjun - ela interrompeu o filho


- Eu tinha medo,eu tenho medo,eles tem um ódio por mim,e eu só não quero piorar as coisas...- eu respondi baixo


- Você deveria ter me contado Renjun,eu poderia ter ajudado você a ter se resolvido com eles...- ela dizia com um semblante triste - E vocês Youngseung e Minseok,por que nunca falaram nada?


- Eu perguntei desde do dia que começou,ele disse que não iria contar, então eu só cuidei dos machucados deles e ensinei o Jaemin a fazer curativos também - Young respondeu - o problema era do Renjun,foi uma escolha dele,eu só respeitei ela...


- Ele não deixou eu contar,ele não deixava nem defender ele...- Minseok respondeu também triste


- Eu também tenho medo senhora Kim,eu tenho medo dos meninos inventarem uma coisa e você proibir o Minseok e o Youngseung de vim para cá - eu confessei


- Meu Deus meninos...eu vou chamar os outros,eu acho que eles estão te devendo uma desculpa Renjun - ela saiu da sala


E eu olhei pros meninos, nós dois estamos nervosos e eu acho que o Jaehyun diria que estamos com o cu na mão,ou alguma coisa assim


Ela voltou com todo os meninos e aconteceu que eu menos esperava


- Desculpa Renjun~ - todos disseram em uníssono


- Eles estão realmente arrependidos Renjun e espero que vocês os perdoe - a mais velha disse


- Ah,eu os perdoou sim - eu falei envergonhado


- Agora eu preciso ter uma conversa particular com o Renjun, meninos todos para fora, não adianta se esconder Minseok - ela disse ao ver ele ir para atrás da estante que tem na sala


Todos saíram e ficou só eu e ela,eu estou nervoso, muito nervoso


- Já está na hora de lhe contar isso...os pais do Yuta querem te adotar...- ela falou e meus olhos brilharam,corri e abracei ela - Calma pequeno ainda estamos planejando tudo,mas se der tudo certo, você vai poder morar com seu irmão


Ela começou a fazer carinho nos meus cabelos,o tamanho da minha felicidade é tanta que vocês não tem nem ideia


[...]

- Mãe,porque a gente veio? - um garoto com seus cabelos negros perguntou


- É mãe,a gente poderia ficar em casa - outro garoto só um pouco parecido com aquele perguntou,eles tinha suas sobrancelhas maiores que as do outro garoto


- O pai de vocês está trabalhando,e eu não ia deixar vocês destruírem a casa, agora se comportem enquanto eu converso com a diretora - a mulher disse para os dois,e do seu lado estava a Sra. Kim - Desculpa,tive gêmeos só para inaugurar e logo fechar a fábrica


- Ah, é assim mesmo - a Sra. Kim disse rindo e logo andou - pode me acompanhar...


A mulher se abaixou e falou para os filhos:


- Se comportem,se não vocês vão ver o que lhe esperam em casa


Ela saiu e os meninos ficaram sem reação,e eu só sabia ri


- Injun...por que você tá rindo? - Youngseung perguntou


- Você está no meu lado o tempo todo assistindo, é lógico que eu tô rindo da situação deles, você não ouviu? - foi minha vez de perguntar


- Não,eles estavam falando em outra língua, só na hora que a moça falou com a Tia Kim que eu entendi - o Kim respondeu


- Mas eu entendi tudo... Ah! Entendi,eles estavam falando em mandarim e eu nem percebi!! - eu falei - Vou lá falar com eles!!


- Você vai me deixar sozinho? O Minseok viajou - ele disse


- Ele deveria ter avisado e não se preocupa eu vou trazer ele para conhecer você - eu disse me afastando do mais novo


Me aproximei dos dois garotos,eu vou admitir que eu estou um pouco nervoso, já faz tempo que eu converso em mandarim com alguém


- Oi - os comprimentei


- Oi... pera você fala em mandarim? - os dois disseram juntos e eu ri


- Sim,meu nome é Huang Renjun e o de vocês? - eu perguntei


- O meu é Xiao Dejun - o de sobrancelhas maiores respondeu


- O meu é Wong Kunhang - o outro respondeu


- Temos uns apelidos bem diferenciados,vamos dizer assim,me chamam de Xiaojun - Dejun falou rindo


- Eu... Eu preciso falar mesmo? - Kunhang perguntou pro outro


- Diz logo insuportável!! - Dejun disse o empurrando


- Eu ganhei o apelido de Hendery, é estranho eu sei - ele disse com duas bochechas coradas


- É legal,eu gostei... Hendery - eu falei sentindo minhas bochechas esquentarem


- Valeu - ele agradeceu


- Mas o que estam fazendo aqui? - eu perguntei


- É que nossa mãe precisa resolver uns problemas aqui, nós chegamos tem pouco tempo,mas já temos nossos quartos decorados - Dejun disse animado - e nosso pai está trabalhando, então a gente teve que acompanhar nossa mãe,eu odeio isso, pois a gente ainda não é fluente em coreano


- Com a convivência vocês aprendem, comigo foi assim - eu falei rindo - Vocês dois são irmãos?


- Sim,somos gêmeos!! - Xiaojun respondeu


- Mas não somos iguais, dizendo mamãe eu tava numa bolsa e o Dejun em outra - Kunhang complementou


- Que legal - eu falei rindo - Mas qual o motivo de vocês terem sobrenomes diferentes?


- Ah,que eu saiba,o meu é em homenagem a minha avó materna - Hendery respondeu


- Com meu irmão mais velho também é assim,ele ficou com o sobrenome do vovô Dong, minha mãe dizia que era para eu ficar com o sobrenome da vovó Wong,mas meu pai não quis! - Eu contei com um bico nos lábios


- Mas parece que alguém ficou, não é mesmo!! - Dejun disse cutucando o Kunhang com o cotovelo


- Vamos brincar, aí vocês me contam mais - Falei puxando os dois para algum lugar


1 hora depois


- Oi meninos!! - a moça de mais cedo apareceu, falando em mandarim


- Oi mãe!! - disse Kunhang e Dejun ao mesmo tempo


Está eu,eles e o Youngseung brincando


- Então...- ela já tinha trocado a língua para coreano - Meu Deus como eu vou dizer isso? Renjun,eu sou sua tia, quando a notícia chegou para mim que minha irmã morreu eu fiquei extremamente chateada,e eu me perguntei sobre você e o Sicheng, quando eu descobri que você veio parar num orfanato,eu juro que eu só faltei infartar,eu vim direto para cá,eu fico muito feliz que a você esteja bem...


- Espera...tia Mi? - eu perguntei


- Eu mesma,a do porta retrato da montanha - ela respondeu,a me levantei e a abracei


Mamãe só contava as histórias delas juntas,e que se ela podesse voltar no tempo,viveria tudo de novo, só que mais intensamente


- Então Renjun...- A Sra. Kim se aproximou e eu me separei do abraço - Amanhã,eu e a sua tia vamos sair,e você vai poder morar com ela e seus primos


- Sério!? - eu perguntei de olhos arregalados


- Sim - ela respondeu sorrindo


- E eu vou gravar a reação do Minseok te procurando pelo orfanato quando chegar - Youngseung disse piscando


- Isso é maldade Young...mas de qualquer jeito vai ser engraçado - a própria Sra. Kim disse rindo,quem sou eu para não ri


[...]

Seis anos depois...


- Eu tenho trauma daquele dia!!! - Minseok exclamou - eu procurei em todos os lugares e o Youngseung só gravando


- Isso já tem seis anos Seok - eu falei


- Ele não se conforma! - Youngseung disse rindo e eu ri também


Estamos nós três afastados dos outros, sentados nas arquibancadas na escola onde sempre acontece os campeonatos entre as escolas


O Minseok, já está usando o uniforme do time,o Jeno e o Mark também,mas eles estão em outro canto com os outros


- É sério Renjun,eu acho que o primeiro xingamento que eu soltei foi naquele dia - ele disse sério - quando eu fui procurar na dispensa e o Young com a câmera atrás eu falei:"Porra Youngseung para de gravar!! Cadê o Injunnie!!?"


- Eu sinto uma pena...- eu falei debochando com a mão no peito


- Foi até bom,os meninos iam voltar a bater em você depois que a Sra. Kim fosse no mercado naquele dia - Youngseung falou


- Eu nunca mais vi eles, graças a Deus—


- Olha se não é o Minseok!!! - Um garoto apareceu na,tipo uma grade,da arquibancada - e o Youngseung também!!


- Oi Kwan... - os dois disseram sem ânimo


Eu arregalei os olhos,eu não sabia que ele tinha crescido tanto e mudou um pouco o rosto também


- Quem é esse pitoco aí? - ele perguntou se referindo a mim


- É só o Renjun,eu sei,as bochechas deles cresceram e ele tá bonitinho - Seok respondeu puxando minha bochecha direita e eu chutei sua canela


- Ah, até que não mudou muita coisa...- ele ficou me olhando de cima a baixo, mesmo eu estando sentado


Sem dizer nada ele foi embora,eu realmente estava pasmo


- Nunca mais eu falo nada,como isso aconteceu? - eu perguntei olhando prós dois


- Eles estudam em outra escola - Minseok disse como se fosse óbvio


- Esse é um campeonato entre escolas - Youngseung respondeu do mesmo jeito


- Que eu saiba o Kwan não jogava bola com os outros - eu falei


- Kwan é bom em tudo,mas hoje tem atletismo, então ele deve está aqui por isso - Young respondeu


- Se o Jaemin não estivesse na China, estaria aqui também...- eu falei suspirando


- Já tá com saudades do esposo!! - Minseok disse todo animado - se preocupa não,eu fico conversando com ele sobre você toda hora, mencionei que você engordou um pouquinho e as coxas engrossaram e a bunda tá aumentando,ele tá batendo várias punhetas


- Que horror Minseok,se for para falar de mim sobre isso, não comenta sobre isso comigo!! - eu exclamei,


- Você sabe que eu tô só brincando da parte da punheta,pois eu realmente não sei sobre isso!! - ele disse e eu ri


- É cada coisa... Eu tô gordo mesmo? - eu perguntei


- Eu vou deixar o Minseok responder,pois foi ele que te fez pensar nisso - Youngseung disse


- Não Injunnie, é que você está crescendo, aí ficou só um pouquinho, só um pouquinho fofo,mas você está lindo - Min respondeu e eu sorri


- E outra prova que você não está gordo, ainda não continua tendo nada na sua barriga - Young disse rindo


- Olha o bullying pela minha barriga lisa - eu falei


- Você não tá gordo!! Eu te aguento!! - ele falou e no mesmo momento ele me carregou no colo estilo noiva


- Minseok, cuidado!! - eu avisei


- Ele é seu burro de carga particular, não se preocupa,ele já é profissional - Young fez a piada


- Quer vim para minhas costas? - ele perguntou e eu assisti


Ele me pois no chão e eu fui para trás para pular nas suas costas,as vezes eu tenho medo de eu pular e ele cair,mas a gente já fez tanto isso


- Young,pega a câmera para tirar!! - Seok pediu e o Youngseung pegou a câmera e tirou a foto


- A gente já tem umas trezentas fotos assim - eu falei


- Mas não uma com eu correndo pela quadra...- ele comentou


- Minseok... não...- eu falei e ele sorriu travesso e saiu correndo pelas arquibancadas


Meu maior medo é que ele fica pulando o degraus da escada, só a metade do caminho já me deixou com o coração na mão


Quando chegamos na quadra, está os meninos "treinando" — pois eles só estão em um canto passando a bola um por outro,e tem os meninos que são goleiros que estam treinando —,e o Minseok não para de da voltas comigo pela quadra


Meu Deus é hoje que eu morro!!


- KIM MINSEOK!!! - essa foi a voz de anjo do Taeyong fazendo ele parar de correr


- Que foi? - ele perguntou,o mais novo só está com três pingos de suor e nem respirando ofegante está


Eu que eu tô ofegante,eu acho que é só pelo medo,do nada eu senti dois braços rodearem minha cintura me tirando das costas do Minseok


- Tudo bem Injun? - olhei para trás e vi que é o Jeno,com uma cara de preocupado


- Ah,tudo Nono...


- Puta que pariu, só porque eu estava tendo meu momento legal com o Injunnie,o Jeno estragada - Minseok reclamou e eu olhei mortalmente pra ele - nem me olhe assim Renjun, você pode ter seu momento com o crush toda hora


Se o Jeno ainda não estivesse me segurando,eu juro que eu dava outro chute no Minseok


- Relacionamentos de adolescentes vocês resolvem depois,o Minseok já fez um belo de um aquecimento pela quadra,vai marcar pênalti com o Younghee - Taeyong mandou - Se você acertar vinte eu te pago qualquer coisa com McDonald's


O Kim saiu correndo para fazer o desafio e eu ri


- Então Renjun você vai assistir o jogo, não vai? - Jeno me pergunta envergonhado


- Mas é claro Nono!! - Eu respondi sorrindo - é você e o Mark que estão jogando,e o Minseok também, é impossível eu não assistir...eu só não vou ficar junto com os meninos, já que o Donghyuck sempre dá a sua sumida,o Jisung fica no canto lendo fanfic junto com a Yeri e o Lucas e o Jungwoo precisam sempre fazer a mesma coisa


- Okay...- ele disse sorrindo fofo e me abraçando - torça por mim e não pro Minseok!!!


- NÃO ESCUTE ELE RENJUN!! - o Minseok berrou,e eu arregalei os olhos


- Se você fizer gol,eu serei o primeiro a gritar comemorando - eu sussurrei e ele sorriu como sempre,a diferença é que ele estava vermelho


- Espero isso em Injun!! - ele disse e foi em direção ao Jaehyun


Eu vou no banheiro, é triste quando dá a vontade no meio do jogo,eu perdi o gol do Minseok semana passada e ficou me lembrando a semana inteira no meio da aula


Entrei no banheiro,logo entrando numa cabine e fazendo minhas necessidades,sair da cabine e fui em direção a pia lavar a mão


Nesse momento chega um menino alto de cabelos negros e pálido, quando menos espero ele me prensa na parede,me assusto e olho bem para o seu rosto


Ele me parece familiar...


- Já reconheceu chinesinho? - ele pergunta virando a cabeça pro lado


- Espera... Minsung? O que é agora? - eu perguntei ficando com raiva


- Calma baixinho, só queria perguntar se você queria ficar comigo sabe?...- Ele falou descendo a mão até minha bunda - Você mudou muito


- Primeiramente,não Minsung!! Segundo tira a mão daí!! Terceiro eu cresci, é lógico que eu mudei!! - eu exclamei - você só cresceu mesmo,a cabeça não mudou nada!!


- Bem nervosinho você,sabia? Você é bem teimoso - ele disse apertando minha nádega esquerda


- Sério Minsung,vai embora!! Eu não quero ficar com você!! - Eu falei tentando empurrar ele,mas ele não saía do lugar


- Tem certeza que você não quer? - ele perguntou me olhando curioso


- Não Minsung!! Vai embora!! - eu disse


- Injun!! - Alguém me chamou e o Minsung se afastou de mim entrando em uma cabine


O Youngseung entrou no banheiro,me olhou confuso e me perguntou:


- Você não vai assistir o jogo não? Já vai começar


- Então vamos logo!! - eu falei empurrando ele para fora do banheiro,mas por algum motivo ele estava olhando fixamente para o chão


Eu só quero sair daquele banheiro o mais rápido possível e nunca mais me esbarrar com o Minsung novamente


[...]


- Vai lá encher pra mim Injunnie!! - Minseok disse me entregando a garrafa de água dele vazia pra mim


- Enche a minha também Injunnie? Por favor...- Jeno pediu fazendo bico e me entregando a garrafa


- O Renjun,quebra esse galho para mim,eu te dou um selinho de agradecimento!! - Mark disse passando o braço nos meus ombros e me entregando a garrafa


- Só para comentar,o Jeno foi o único que eu faria se eu tivesse coragem de negar para vocês dois - eu falei apontando para o canadense e para o Kim - mas eu amo muito vocês, então eu vou fazer um caminho todo só para chegar no bebedouro e encher essas três garrafas!!


Eu falei saindo andando em direção ao caminho inteiro que eu iria ter que fazer,mas deu para escutar o Mark dizer:


- Por que ele tem que sair rebolando?


Vou fingir que eu não escutei


É que na escola que acontecem os jogos eles fecham o caminho mais fácil de ir pro bebedouro e com o povo tem preguiça de andar tudo isso,eles trazem umas três garrafas ou mais


Porém os três ali não fizeram isso e quem vai ter que encher sou eu!!!


Depois de tanto andar até chegar no bebedouro, começo a encher as garrafas,eu acho que se o Jaemin estivesse aqui,ele me acompanharia


Conversaria para passar mais o tempo e faria piadas para eu ri,eu queria que ele estivesse aqui...


Quando eu termino de encher as três garrafas alguém puxa meu braço e me prensa na parede


E já é de se esperar,ele não cansa não?


- Então pequeno? - Minsung perguntou


- Se você não fosse surdo,teria escutado o não a uma semana atrás - eu respondi


- Que eu saiba, não sou eu que tenho problema no ouvido - ele retrucou e minhas bochechas esquentaram de raiva


- Mesmo eu tendo esse problema,eu consigo escutar e interpretar um não!!! - falei


- Por que você fala demais,em? - ele me perguntou e eu fiquei calado - bom garoto... obedece bem...


Revirei os olhos,por que eu preciso aguentar isso?


- Vai embora Minsung!! - eu exclamei


- Sério mesmo que você não vai aceitar a proposta? - ele perguntou e eu levantei a sombrancelha - Já parou para perceber que seu pobre "Seok" tá ficando machucadinho ultimamente? Bem que você poderia perguntar a ele...


Eu neguei, fingindo que eu não tinha reparado nos machucados só Minseok,eu já tinha reparado sim,mas ele sempre mudava de assunto


- Veja com ele... depois me diga o que decidiu...- ele falou por último indo embora finalmente


Fiquei pensando,olha só o que o Minseok foi me meter? Ou ele tá fazendo isso por mim? Ai meu Deus!!


Ainda nesses pensamentos peguei as três garrafas cheias e fui andando de volta para quadra


Os meninos ainda estão no mesmo lugar me esperando,olhei para o Minseok,ele tinha seu lábio cortado,uma marca roxa em seu braço esquerdo e um band-aid cotovelo do braço direito,como eu não não desconfiei disso antes?


- Valeurenjun - nem escutei direito só senti os lábios do Mark junto com os meus,foi rápido,mas eu levei um susto que fui direto ao chão


- O selinho do Mark é poderoso,leva um ao chão!! - Youngseung comentou me ajudando a levantar, quando ele apareceu?


- Gente era para ser só um selinho - O Mark comentou com os olhos arregalados


- É que hoje eu tô meio avoado, desculpa - eu falei


- O jogo de vocês já vai começar, vamos logo - chegou Taeyong puxando a orelha do Jeno e do Mark


- Eu gosto de não ter nada relacionado com vocês - Minseok disse no meu ouvido e eu ri


Logo o Kim foi atrás do Taeyong,bem que ele poderia ter me contado sobre isso...


- Vamos Renjun,temos que assistir!! - Youngseung me puxou e eu fui mais ele


[...]


Já tem um tempinho que eu aceitei o acordo do Minsung, agora eu estou no lugar onde eu menos queria está


Onde eu nunca mais queria voltar,pro orfanato, acabei de sair da escola, motivo para eu está aqui,eu preciso muito falar com o Minseok as sós e a merda do grêmio não deixa


Toquei a campainha e quem atendeu foi a Sra. Kim


- Renjun que surpresa!!! - ela disse com um sorriso estampado no rosto


- Ah Sra. Kim,eu vim ver o Minseok - eu falei adentrando no jardim da frente do orfanato


- Ele está lá no fundo,mas entre para ver o Jeon na cozinha!! - ela disse e eu fiz


Eu entrei junto com a mais velha, está os meninos na sala, todos estão com celular,e também tem umas crianças pequenas que estão mais eles


Num sofá está uma menina bem pequenininha brincando no sofá,me assusto quando outro garoto — pequeno também — acerta o brinquedo na cabeça dela,a mesma não chora e nem nada,ela só continua com a expressão triste


- Chen!! Eu já falei para você não fazer isso!! - A Sra. Kim o repreendeu


- NÃO, NÃO MESMO ESSE NÃO É... - um garoto que estava no celular começou a gritar e logo olhou para, quando ele viu que eu estava olhando para ele,o mesmo ficou sem graça


- Oi Baekhyeon - o comprimentei sério


- Oi Renjun - Baekhyeon já respondeu constrangido


Olhei pro Minsung que só levantou a sobrancelha para mim, nesse momento eu quero xingar ele com todas as minhas forças mas eu tô aqui, tentando manter a calma


- Renjun? - Minseok apareceu na porta da cozinha,ele ainda estava com o uniforme da escola


- Ah,eu preciso falar com você!! - eu disse


- Por favor,fala que não é nada do grêmio,se for já pode embora que eu vou me matar lá no fundo - ele disse e eu não me segurei e ri


- MINSEOK!!! - a mãe dele o repreendeu


- Ah desculpa, não façam isso crianças - ele disse para as crianças menores que estão na sala - vamos Renjun!!


Eu fiquei na frente dele,o o mais novo colocou as mãos nos meus ombros e o estranho é que ele ficava olhando para trás


- Boa tarde senhor Jeon!!! - eu comprimentei o cozinheiro assim que eu o vi


- Quanto tempo Renjun!!! - ele disse com um sorriso no rosto - Por que você não vem aqui mais vezes,eu só vejo você pelas fotos que o Youngseung mostra


- Tipo a de ontem!! - Minseok disse e eu o olhei sério


- Mentira que vocês mostraram a foto de ontem para ele,eu tava todo acabado!! - eu exclamei


- A foto estava fofa - o Sr. Jeon disse sorrindo - você ainda vai crescer mais—


- Ele? Crescer mais? Em que universo isso senhor Jeon? - Minseok perguntou e eu deu um tapa nele - eu sei, não precisa agredir,mas eu acho que eu tenho mais chance de crescer do que você


- Vocês dois ainda vão mudar muito, escutem as minhas palavras!! - o mais velho disse rindo


- Vamos? - o Kim perguntou e eu assenti


Quando chegamos perto da casa na árvore,ele já não estava com a expressão brincalhona que ele tem,o mesmo estava sério,eu nunca tinha visto ele assim, mesmo com muitos anos de convivência


- Por que você tá aqui? Você mesmo não falou que quando você saísse nunca mais voltaria? Eu pensei que não gostasse deles? - ele começou a perguntar sem parar - E por que eles estavam olhando para sua bunda?... Iguinora essa pergunta,todo mundo já olha mesmo


Eu corei,de uma conversa que eu quero ter com ele,o assunto já virou a minha bunda,e o mais novo não está falando brincando como sempre,ai meu Deus isso é muito constrangedor!!!


Ele se sentou escorando as costas na árvore,onde fica a casa na árvore — eu tenho certeza que se eu falar essa oração em voz alta,vai sair muito confusa —,eu me aproximei e sentei também


- Eu pensei que você tivesse parado de passar a tarde aqui depois que entrou no fundamental - eu comentei


- Parar,parar,eu nunca parei,pois os trabalhos em duplas por exemplo,que eu sempre faço com o Youngseung...


- É mesmo, vocês sempre ficam juntos em trabalhos!! - eu falei


- Os professores devem achar que a gente se odeia, não é possível,em todos os trabalhos em duplas,em três ano seguidos eu só caía com o Youngseung - ele disse soltando um sorriso - o senhor Jeon até estranhou e pensou que a gente já estava mentindo


- É né... três anos...- eu ri


- Mas depois desses anos,eu venho para cá,em mês em mês, até que...a primeira menina começou a morar aqui - ele disse e eu lembrei da menina da sala - ela é muito inocente e acaba sendo enganada por eles,e eu estou tentando passar o máximo de tempo aqui para cuidar dela,eu já ensinei a ela a usar o elevador de comida...


Ele contava tudo com uma expressão triste, é impossível não odiar os garotos daqui, isso é um fato. O mais novo continuou


- A Minhee quis se aproximar deles, só que eles são sem paciência, então acabam empurrando ela e a machucando, eu comentei com minha mãe,pelo menos para fazer eles pararem - ele fechou os olhos e logo os abriu de novo, agora escorria uma lágrima - mas eles perceberam que eu estava sendo afetado por isso, então eu fiz uma troca,de eu por ela


- Por isso que você aparecia machucado na escola...- eu comentei num sussurro


- Não vamos entrar em detalhes, não gosto de entrar nesse assunto - suspirou


- Mas você já tentou falar com sua mãe - perguntei


- Três vezes,mas mesmo que ela brigue com eles,os castigue tirando os celulares,eles continuam - respondeu - É difícil ver ela sendo machucada Renjun,ela só tem quatro anos e já perdeu o primeiro dente de leite por causa de um soco,e os meninos mais novos estão pegando exemplo com eles e fazendo o mesmo


Minseok chorava, isso me quebrava o coração, é difícil para ele,eu entendo


- Ela vai ser adotada logo,se você já a cativou desse jeito, qualquer outro casal pode cativar ela também - eu comentei - não se preocupe ela ainda é nova, ainda tem mais chances


- Muita influência de pequeno príncipe você...e eu pensando que você era xonado em sonho de uma noite de verão - o Kim disse sorrindo,eu gosto quando ele sorri - é você tem razão,eu gosto dela,eu gosto muito dela,mas prefiro que ela seja adotada e nunca mais me veja do que ficar aqui sofrendo


- Na minha época... você queria que eu fosse adotado? - eu perguntei


- No início,eu não queria por nada que você saísse de perto de mim, depois de um tempo eu queria que um certo casal adotasse você,o daquele dia que você apanhou muito!! - ele lembrou - mas eu parei e pensei, você tem um irmão, não "poderia" ser adotado


Ele fez aspas com os dedos,eu poderia até ser adotado,mas a Sra. Kim evitava, já que tinha o Sicheng


- Sabia que você sempre foi um fofo Minseok,a Minhee tem sorte de está sendo cuidada por você - eu disse sorrindo e ele sorriu também


Quando eu menos esperei,ele juntou nossos lábios,eu me assustei,mas eu cedi,o beijo não tem um sentimento forte, é só um beijo,um simples beijo


Mas também, não é igual os beijos de desgosto que eu estou sendo obrigado a dá no Minsung


- Desculpa - ele disse se separando


- Tudo bem, não se preocupa - eu disse


- Se o Jaemin descobrir,eu tô a sete palmos do chão - o Kim falou quase rindo


- Ele nem se importa, também, nunca mais entrou em contato comigo depois que foi pra China...- eu suspirei triste, realmente eu sinto falta do Jaemin


- Deve ser que ele não está podendo,mas ele nunca deixou de ligar para você ou te esqueceu - Minseok disse pegando no meu nariz e o apertando leve


- MIN OPPA!!! - a menina da sala gritou se aproximando da gente e abraçando o Kim


- Oi Minhee, já falou com o Renjun? - ele perguntou e ela negou com a cabeça,a mesma me olhou,meio com medo - Fale com ele,se apresente!!


Ela começou a me olhar com olhos curiosos,seus cabelos de chiquinha são fofos, logo ela começou a falar


- Sou Minhee, prazer em te conhecer!! - ela estendeu a mão para mim


- Olá,sou Huang Renjun, também é um prazer te conhecer - eu estendi a mão e a comprimentei - eu sou chinês


- Sério!? - a menor arregalou os olhos surpresa e eu ri - diz alguma em mandarim


- Nǐ hěn piàoliang - foi a primeira coisa que veio na minha cabeça,no caso é só "você é linda"


- O que você falou? - Minhee perguntou com os olhinhos


- Eu só falei que você é bonita!! - respondi tocando no seu nariz


- Agradeça a ele pelo o elogio - Minseok disse para mais nova


- Obrigada Renjun oppa - ela disse com as bochechinhas vermelhas


- De nada!! - eu sorri e me virei para o garoto - Você já está parecendo um pai! Minseok você só tem quinze anos


- Minha mãe também fala isso, quando eu começo a cuidar dela - o Kim disse olhando para mais nova - no fundo,no fundo ela fica feliz por ver eu sendo responsável


- Eu também fico feliz em ver você crescendo Seok~ - eu disse e as bochechas deles coraram,fofo,voltei a olhar para a menina - então me conte,o que você e o Minseok ficam fazendo


- Ah,a gente brinca,pinta no papel, quando eu obedeço ele eu ganho doce!! - ela disse feliz


- Eu nunca ganhei doce - eu olhei para ele


- Realmente, você nunca ganhou doce... - ele disse calmo - Você roubava na dispensa junto com o Youngseung quando eu viajava!!!


- Ninguém manda ele viajar, né Minhee? - perguntei


- É!! - ela respondeu


- Agora vocês estão se juntando contra mim? - Minseok perguntou


- É a verdade Seok!! - eu falei


- Você vai amanhã? - ele mudou o assunto


- Lógico...- falei com se fosse óbvio


- Me prometa uma coisa Huang Renjun...que você não se você não vai se meter com os meninos e que se algum deles fizer alguma coisa que você,me avise! - Minseok disse sério,no fundo dos meus olhos...pena que eu não posso prometer


Antes que eu pudesse dizer alguma coisa, Minhee falou:


- Você estão muito sério!!! Vamos brincar!!


Minseok se levantou e a carregou no colo, começando a joga-la para cima e a pegando de novo


- Kim Minseok!! - eu exclamei e ele me olhou quase deixando a menina cair - Você vai matar a menina!!!


Brincamos a tarde inteira,foi divertido demais, ainda bem que eu não prometi nada como o Minseok...


[...]


O campeonato já está perto de acabar graças a Deus,eu não aguento mais ter que ficar beijando o Minsung todo final de semana


- M-minsung - eu falei ofegante e me afastando do beijo


- Renjun você fica sem ar muito rápido!! - ele falou, não sou eu que treino para ter fôlego,eu tive vontade de dizer - se você está com medo, você sabe que ninguém vai entrar aqui, já temos dias fazendo isso...


Infelizmente, pensei


O tempo que eu recupero o meu fôlego,ele fica apertando minhas nádegas, durante o beijo também, isso me deixa incomodado,pra caralho...mas está tudo bem


- Pronto? Já podemos de novo? - ele perguntou,e juntou nossos lábios de novo


Não entendo o porquê ele pergunta,ele nunca me deixa responder mesmo


Não sei quanto tempo durou,mas teve uma hora que ele se separou do beijo e entrou numa cabine e a fechou, fiquei sem entender,mas logo vi o Youngseung entrando no banheiro


- Renjun! Por que você está demorando tanto? - ele perguntou olhando nos meus olhos,mas logo desviou o olhar pro chão


- Ah! Eu só vim no banheiro agora,eu tava resolvendo umas coisas lá na frente - eu menti


- Okay então...eu vou para quadra,daqui a pouco o jogo vai começar - o Kim disse saindo


Ufa, essa foi por pouco


- Bela desculpa pitoco - Minsung disse saindo da cabine e se aproximando cada vez mais de mim


Eu me sentia uma presa sendo observada pelo predador,eu vou adimitir que eu tenho um pouco de medo do Minsung, já que ele é muito mais velho que eu e está no último ano


- O que você acha de fazermos algo a mais? - ele perguntou tão próximo de mim que eu conseguia ouvir sua respiração


- A-algo a-a mais c-c-como? - eu perguntei gaguejando,que merda!


- E que você está pensando Junie? - ele perguntou e antes que eu pudesse o empurrar ele segurou meus braços


Eu tentei me debater,mas ele é mais forte,droga!!


Eu fiquei com uma vontade imensa de chorar,mas eu já estou me demostrando fraco,eu não posso chorar


Antes que qualquer outra coisa acontecendo a porta do banheiro se abriu revelando o Jeno,o Mark,o Youngseung e a Yeri


O Jeno afastou o Minsung de mim,e o Mark e a Yeri foi em direção ao Lee para impedir alguma briga


- Jeno calma...- Mark pediu


- Lee Jeno tudo que menos queremos agora é uma briga - Yeri falou


- Esse é o banheiro masculino Yeri - Foi a única coisa que o Jeno falou


- Ninguém vem aqui e por acaso tem algum menino mijando? - a garota foi sincera


- Você está bem? - o Youngseung perguntou pra mim


- Acho que sim... como você descobriu? - eu perguntei


- Toda vez que eu encontrava você aqui, sempre tinha na mesma pegada de chuteira, você não usa chuteira,mas eu também pensei que pudesse ser qualquer outra pessoa, até...- ele deu uma pausa e logo continuou - que eu descobri que ninguém que joga usa esse banheiro,todos os meninos que jogam, até mesmo os reservas usam o banheiro atrás da quadra...foi até fácil!


- Você está assistindo muita série policial - eu falei, minhas bochechas devem está coradas provavelmente, já que é muito vergonhoso ver o Mark, Jeno e o Minsung quase saindo no tapa


- O que tá acontecendo? - alguém chegou no banheiro perguntando, é o Minseok,o mais novo olhou ao redor e logo entendeu - Renjun,eu pedi para você não se meter e você nunca me escuta


Por um lado eu entendo o Minseok,por outro, minhas lágrimas começaram a descer quando viu ele


- Seok—

- Não me chama de "Seok" Renjun!! Eu só peço uma simples coisa,o que custa um:"Por favor, não se meta" e um:"Por favor me fale se acontecer algo"? - ele perguntou e eu continuei calado - Porra Renjun,eu queria que você confiasse em mim e me ouvisse,mas nem isso você faz!!


Ele saiu, batendo a porta e logo os professores da coordenação chegaram, quando eu só queria ser invisível,mas merda acontece na minha vida


[...]


Já fez 1 mês desde do acontecimento do banheiro,e o Minseok nunca mais falou comigo


Nunca mais vi o Minsung — graças a Deus — depois daquele dia a escola dele foi desclassificada,pois perdeu um jogo que era muito importante


Eu não entendo,mas eu tô me sentindo triste cada vez mais,sem vontade de levantar da cama para vim a escola,tem vontade de chorar sem motivo, não vejo sentindo mais em piadas sem graça e com graça, e também não percebo quando estou com fome ou não


Me pesei na balança e perdi 8 kilos,eu sei isso é muito,mas eu também não vejo sentindo nesse muito,minhas bochechas diminuiram,bom, não?


Nesse momento eu estou na aula de biologia,com a Profª. Qian escrevendo alguma coisa no quadro


Minha atenção é mudada quando Hwang Hyunjin,me futuca e logo me entrega um bilhete


- Me pediram para lhe entregar - sussurrou com suas bochechas vermelhas


Eu peguei o bilhete e abrir,e logo reconheci a letra,nele dizia:


Quer namorar comigo?

(   ) Sim :3

(   ) Não :(


Olhei para janela e lá estava ele, Mark Lee em pé sorrindo pra mim


O Youngseung até comentou que achava que o Lee gostava de mim, deveria escutar o Kim mais vezes


Eu não queria recusar,bem que eu poderia dá uma chance pra ele...ou não? Qual é o sentido disso?


Foda-se a gente só vive uma vez


Marquei e entreguei para o Hyunjin entregar ao Mark,mas antes de parar na mão do Lee,a professora agarrou


- O que temos aqui!! - ela disse abrindo e lendo - por isso que eu tava estranhando Mark Lee na janela


Me escondi dentro do meu moletom amarelo,era só o que me faltava! A Profª Qian ler o bilhete


- Eu posso ler em voz alta? - a mais velha perguntou pro Lee


Diz não Mark,diz não!!


- Pode ...?- ele respondeu confuso,porra Mark!!


- Tem quem do clube de jornalismo? Quatro pessoas, notícia de primeira mão - a professora começou - ano que vem meu filho que vai começar a dá aula


- Isso todo mundo já sabe!!! - exclamou a Hyunjin


- Okay, brincadeira...Huang Renjun e Mark Lee, estão oficialmente namorando!!! - ela quase gritou


- MENTIRA!!? - duas vozes exclamaram,tinha que ser logo essas duas? Lee Jeno e Kim Minseok


- Aqui,podem ler se quiserem!! - a chinesa disse


Eu ouvi o baralho de cadeiras arrastando e pés correndo, não,eu não vou tirar minha cabeça do moletom pra ver!!


- Como eles conseguem ser tão rápidos? - Hyunjin perguntou indignado


- Você que tem preguiça de correr!! - seungmin o pirraçou - tá sendo engraçado o Mark pulando


- Eu não levei um fora!! - Mark disse com uma voz fofa...fofo!


- É verdade...- Minseok comentou cabisbaixo - só ele tem essa caneta amarela


- Eu nunca vi os olhos do Jeno arregalados,eles são tão pequenos naturalmente...- Youngseung comentou


- É que ele é idiota e só fica sorrindo - Donghyuck disse entrando na sala


- Demorou tanto por que,meu bom moço? - A professora perguntou de uma forma engraçada - Lee Jeno aonde você vai?


Levantei minha cabeça do moletom e o Jeno estava de frente pro Mark sussurrando algo em seu ouvido


- Meu Deus, Renjun parece um tomatinho - Heejin comentou e minhas bochechas esquentaram mais ainda


- Respondendo sua pergunta, encontrei o Hwiyoung no bebedouro - respondeu Donghyuck


Jeno se afastou do Mark e voltou a se sentar na cadeira irritado,e eu acho que meu rosto já passou por todas as cores do arco-íris


- Eu não queria ser o padre,mas Renjun, não vai beijar o noivo? - a professora perguntou,desde quando ela para a aula para alguém se beijar? É amanhã que o mundo acaba


- Vai logo!! - Youngseung disse fazendo cosségas atrás de mim, fazendo eu levantar


- Youngseung!! - eu exclamei e percebi que todo mundo da sala olhava pra mim


Eu já estava em pé mesmo,fui em direção a porta e fiquei de frente pro Lee,ele sorriu,e perguntou num sussurro:


- Você quer mesmo fazer isso?


- Já estou aqui mesmo!! - eu respondi


Me aproximei do mais velho,que agarrou minha cintura fazendo eu me aproximar ainda mais,e nos beijamos


O beijo foi calmo e bom,eu realmente estava meio receioso em beijar o Mark,os beijos com o Minsung, não eram nenhum pouco bons


[...]


Presente


Acordei assustado!! Não gosto nenhum pouco de sonhar com o passado, mesmo que algumas partes sejam boas,eu me lembro da parte horrosa que acontecia depois


Ainda bem que acordei na parte que o Mark me pediu em namoro a três anos atrás,odeio o dia depois daquilo,foi o dia que eu me cortei pela primeira vez


Não gosto de me lembrar, parece que a dor volta toda de novo


Foi bom me lembrar do dia que o Mark me pediu em namoro,durou um ano,mas foi muito bom como ele me ajudou a superar aos poucos minha depressão


Mas por que eu minhas lágrimas, não param de cair? Lembrar de momentos consideravelmente bons, não foi legal?


Não, não foi


Eu jurei para mim mesmo que eu não tiraria,o estilete da última gaveta outra vez,mas não vejo outra escolha


Olhei para o relógio,3h17 da manhã, dá tempo até eu começar a arrumar minhas coisas para a viagem...



Notas Finais


7 mil palavras mais ou menos,eu sei foi grande pra caralho, parabéns se você chegou até aqui,comentem se quiserem, isso me deixa muito feliz, sério mesmo

Meu caso é igual o do Youngseung na primeira parte que ele diz:"meu pai me disse uma vez que se acontecesse alguma coisa que ele fosse proibido de me levar por orfanato,eu levaria uma surra"
Esse muito meu caso

Se vocês ficaram em dúvidas, comentem elas aqui,eu não falei que o anjo da vida de vocês já ser hoje

Me falem motivos para ficar em casa e não para pular a janela e comprar doce na esquina kskskskkssk

Tem a amanhã,que vai ter capítulo novo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...