História Minha Obsessão - Jikook - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Big Bang, EXO
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Jikook, Namjin
Visualizações 131
Palavras 1.632
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Saga, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá pessoal, dessa vez eu tentei me entregar completamente a esse capítulo. Então espero que vocês apreciem isso.
Se não for pedir muito, gostaria que vocês deixassem comentarios falando o que estão achando da história e o que precisa ser melhorado.
Espero que gostem e até o próximo

Capítulo 6 - O dia de me deixar envergonhado


Sua voz me fez gelar. Então quer dizer que ela viu tudo o que tinha acontecido lá fora?

Meu rosto ficou vermelho na hora, estava sem reação e extremamente envergonhado, tenho certeza que minhas bochechas estavam mais vermelhas que um pimentão.

-Omma! A senhora está desde quando? - Tentei lhe lançar meu olhar mais inocente possível.

- Desde a hora em que um carrão com um homem extremamente lindo estava parado a essa hora na porta da minha casa. - Ela diz. - Olha meu filho, você sabe que eu sempre respeitei sua opção sexual, mas não é certo você ficar a essa hora da noite se agarrando com um homem no meio da rua. Pelo menos faça ele pagar um motel. - Ela gesticulava com as mãos e dizia tudo em um tom normal. Ela se senta na poltrona e me encara.

- Não estavamos fazendo nada de mais, omma. Apenas estavamos conversando, a senhora que deve ter visto errado. - Eu estava suando frio. Sabia que ela nunca iria acreditar nisso.

- Agora você apalpar o piu piu do homem é uma coisa conversa? Desde quando Jimin. - Ai meu deus, sério que ela falou piu piu? Eu queria um buraco para enfiar minha cabeça.

- Eu não botei minha mão em lugar nenhum. Eu já disse que estava conversando, não fique imaginando besteiras. - Eu já me encaminhava para subir as escadas e finalmente ir para o meu quarto.

- Para onde o senhor pensa que vai? Ainda não terminamos nossa conversa, você ainda não me disse quem era aquele cara. - Minha omma se levantou e caminhou em minha direção, ainda em busca de respostas.

- Olha só omma, eu estou morrendo de sono. Prometo que amanhã a gente conversa. - Digo e começo a subir os degraus da escada.

- Mas filho você... - Não a deixo terminar.

- Amanhã omma, agora boa noite. - A deixo para trás com um bico emburrado em seus lábios.

Entrei em meu quarto e joguei minha mochila em algum canto. Me deito sobre a cama e solto um suspiro fundo. Fecho meus olhos e deixo meus pensamentos vagarem para as lembranças que tinham acabado de acontecer. 

Eu ainda podia sentir o cheiro de JungKook sobre meu corpo, suas mãos grandes apertando cada centimentro da minha pele, deixando um rastro de fogo sobre o local.

Me pego sorrindo que nem um bobalhado apaixonado ao lembrar de nosso momento. Dou dois tapas leves sobre meu rosto para voltar a realidade.

- Chega de pensar nele Jimin. Não o deixe tomar todo os seus pensamentos. - Falo para mim mesmo.

Me levanto e caminho até o banheiro, deixando meus pensamentos sobre JungKook para trás. Tiro minhas roupas e logo inicio meu banho, deixando a água levar tudo o que tinha acontecido no dia de hoje.

Assim que termino meu banho, visto uma cueca branca e me jogo na cama. Fecho os olhos e logo adormeço.

Acordo no dia seguinte com o despetardor tocando bem perto do meu ouvido. Me espreguiço com um enorme sorriso no rosto. Eu não faço a minina ideia de como acordei de bom humor. Bom, na realidade eu sei.

Me levanto e faço minha higiene matinal. Visto uma roupa qualquer e soco meu uniforme em minha mochila. A coloco sobre meu ombro e desço as escadas, indo em direção a cozinha.

- Bom dia família linda. - Dou um beijo na testa de minha omma e bagunço os cabelos de Yoongi.

- Tá animado hoje irmão. O que ouve? Você nunca acorda tão animado assim. - Yoongi me olhava de um jeito suspeito enquanto mordia seu pedaço de bolo.

- Não aconteceu nada de mais. Apenas acordei feliz hoje. - Sorrio e logo me sento, me servindo de um copo de suco e um pedaço de bolo.

- Yoongi, vai pegar sua mochila, já está na hora de ir pra escola. - Omma grita com Yoongi, assustando a criança.

- Aish omma, não precisa gritar. - A criança resmunga e logo vai pegar sua mochila, voltando logo em seguida. - Pronto omma, podemos ir.

- Vamos meu pequeno. - Yoongi logo sai de casa, minhã omma o segue, mas antes para na porta e volta seu olhar para mim. - Não pense que vai se ver livre da nossa conversa. - Após dizer isso, ela sai de casa, me deixando para trás.

Apenas minha omma para conseguir bagunçar meus pensamentos a essa hora da manhã.

Respiro fundo e logo termino de tomar meu café.

Me sento um pouco no sofá, afim de assistir um pouco de tv enquanto a hora de ir trabalhar não chega. Fico trocando os canais até ouvir a campainha ser tocada.

Me levanto calmamente para atender, até que ouço ser tocada mais uma vez.

- Calma! - Grito. - Já estou indo.

Paro em frente a porta e a abro. Quando vejo a figura que estava parado em frente a minha porta, meu queixo cai. Nninguém mais, ninguém menos que JungKook que estava parado em minha frente, ostentando seu tão prepotente sorrisinho.

- Bom dia estressadinho. - JungKook deposita um selinho em meus lábios e logo em seguida entra em minha casa como se fosse algo super normal.

Fico ainda parado na porta por alguns segundos para tentar assimilar o que estava acontecendo. Quando finalmente minha ficha cai, eu fecho a porta e me viro para o mais velho.

- O que você está fazendo aqui? - Digo assim que o vejo se sentar no sofá de uma maneira muito confortável.

- Ué, vim te buscar para a gente sair. - Ele dizia de uma maneira obvia. 

- Não irei poder sair com você agora. Eu tenho trabalho hoje, ou você se esqueceu? - Me sento ao seu lado.

- Não me esqueci. Só que eu já falei com Hoseok e você não vai trabalhar hoje. Tem o dia de folga. Hoje você é completamente meu. - Fico envergado ao sentir a malicia em sua voz.

- Como assim folga? Eu não sabia que você e Hoseok eram tão próximos assim. - Pronto, Jimin ciumento contra ataca.

- Eu e Hoseok somos apenas amigos. - Ele se explica. - E além do mas, ele me deve alguns favores. - JungKook se inclina e beija meu pescoço lentamente, me deixando completamente arrepiado. - Agora você vai subir, trocar de roupa e ficar ainda mais gostoso para mim. - Ele sussurrava baixo em meu ouvido.

- Ok, eu já estou indo. - Me levanto meio mole, devido aos efeitos que suas ações causam em meu corpo.

Entro em meu quarto e abro o guarda roupa, logo começo minha busca por alguma roupa que me deixasse pelo menos aos pés de JungKook.

Escolho então uma roupa que usei no aniversário de uma prima. Que consistia em uma calça jens preta e uma blusa social na cor branca. Calço meu velho par de tênis e me olho no espelho. Sorrio ao ver o resultado.

Assim que terminei de me vestir, volto caminhando em passos lentos até a sala, onde JungKook estava a minha espera. Assim que o mesmo me vê, ele se levanta e vem em minha direção.

- Você está lindo, meu anjo. - Ele envolve seus braços em torno da minha cintura e sorrir. Logo sela nossos lábios e damos início a um calmo e delicado beijo, desfrutando apenas dos lábios um do outro.

- Vamos indo. - Ele diz assim que nos separados. - Quero aproveitar cada minuto do tempo ao seu lado.

- Tudo bem, vamos. - Respondo completamente bobo diante suas palavras.

Peguei meu celular e as chaves da porta. Saimos de minha casa e tranco a porta atrás de mim. Fomos andando em direção ao seu carro, que era completamente diferente do da noite anterior.

- Você tem quantos carros? - Digo assim que entro no seu carro extremamente luxuoso.

- Tenho muitos, mas uso cada um de acordo com o meu humor. - Ele diz assim que dá partida no carro, fazendo o motor potente roncar.

- Eu nunca lhe perguntei. Mas, com o que você trabalha? Parece ter bastante dinheiro para gastar. - Pergunto e o sinto colocar sua mão sobre minha coxa, acariciando suavemente o local.

- Eu possuo uma empresa petrolífera e algumas ações na bolsa de valores. - Ele dizia como algo normal. - Não é nada de mais. 

- Ahh, entendi. - Foi a única coisa que consegui dizer, devido a sua mão passeando livremente sobre minha perna.

JungKook continuou com sua mão me acariciando, até levar sua mão bem próximo de minha virilha, me deixando completamente tenso diante ao seu toque.

- Calma meu anjo, eu só irei fazer você relaxar. - Ele sorrir malicioso, sem tirar os olhos da estrada.

Por um momento eu me deixei levar. Eu estava com JungKook, e queria voltar a sentir seus toques sobre meu corpo.

- Agora eu quero que você abra sua calça, meu anjo. - Arregalei os olhos e ele tentou me tranquilizar. - Você ira gostar baby, não se preocupe.

- Estamos dentro do carro, JungKook. Qualquer pessoa que passar irá poder nos olhar. - Eu estava receoso, mas por dentro meu corpo estava pegando fogo e doido para fazer o que ele mandava.

- Apenas faça o que eu estou mandando, Jimin. - Ele diz em um tom autoritário. Fitei seus olhos escuros, e me arrepiei por um momento.

Resolvi o obedecer. Abri os botões da minha calça e a desci lentamente, a parando na altura dos meus joelhos. Ficando apenas com uma cueca branca.

Fiquei rubro na hora em que ví seu olhar malicioso fitar meu corpo.

- Você não sabe o prazer que eu tenho de te ter todo entregue assim para mim. 


Notas Finais


Até o próximo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...