História My almost perfect uncle. (Namjoon) - Capítulo 10


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Kim Namjoon (RM)
Tags Appa, Eu_taegeuk, Filha, Kim Namjoon, Namjoon, Pai, Sobrinha, Tio
Visualizações 46
Palavras 728
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Me desculpa por ficar tanto tempo sem postar, eu realmente estou muito ocupada esses dias.
Não é um capítulo longo... Infelizmente.
Espero que vocês gostem e até mais.

Capítulo 10 - Capítulo Sete


Fanfic / Fanfiction My almost perfect uncle. (Namjoon) - Capítulo 10 - Capítulo Sete

 

- Ela o que?!

Ela sumiu, Namjoon. - Quando eu cheguei ela não estava mais lá, eu achei que ela estivesse aqui com você. - A mais nova começou a roer as unhas.

Por que você não deixou ela aqui comigo? - O maior puxou o cabelo para trás.

- E se algo de ruim estiver acontecido com ela Nam?

- Nada aconteceu com ela, ela está bem. - Namjoon falou preferindo acreditar em suas próprias palavras do que pensar no pior.

- Namjoon eu não quero ter que lidar mais com ela, eu deixo ela com você.

Namjoon:On.

- Se você tivesse deixado ela comigo e nunca mais ter a vindo buscar, eu cuidaria dela como se ela fosse minha própria filha, mas você voltou, então por favor faça diferente, cuide dela. -Namjoon olhou para sua irmã.

- O oppa sumiu Nam, eu não sei o que fazer eu não posso ser feliz sem o Oppa.

- A Namie não está aqui e você está preocupada com esse cara? E se ele tiver levado a Namie?

- O oppa nunca faria isso, ele gosta da Namie. 

- Então por que seu Oppa desapareceu e a Namie, também?

- Deve ter sido o acaso. - Eu puxei meu cabelo pra trás. - Desde quando ela sumiu?

- Quando eu acordei hoje de manhã, nem ela nem o Oppa estavam em casa e a porta estava aberta.

- Você já ligou pra ele?

- Já, mas ele não atende. 

- Eu vou no Hospital e você vai na delegacia, se você vê a Namie, você me liga entendeu? - Ela acenou com a cabeça. Enquanto eu peguei meu carro e fui para o Hospital.

...

- Com licença, por acaso chegou alguma menina de um metro e trinta, com um cabelo curto, ela tem seis anos e-

- Olha Senhor, entrou uma criança aqui hoje de manhã sim. Ela está naquela área das crianças, bem assustada e com um machucado bem feio no joelho, o nome dela é Kim Namie eu acho, bate com essa menina?

- Sim, obrigada. - Falo indo até a direção da área das crianças.

E quando eu abro a porta lá está minha pequena sentada com o joelho enfaixado.

- Vem Namie, vamos pra casa. - Ela me olha assustada. - Eu não vou com você para lugar nem um. - Eu me aproximo da maca em que ela está sentada, ela desce e sai correndo pela porta e então eu corro atrás dela. Depois de uns cinco minutos correndo atrás dela eu consigo segurar ela.

- Me solta! - Ela se debateu e pelo o que eu contei uns três tapas, eu levei. - Não, não, não. - Eu abraçei ela com força, enquanto levantava com ela no colo. - Você mentiu pra mim - Ela continuava tentando me bater.

- Para! - Eu enfiei a cabeça dela no meu pescoço enquanto abraçava. - Você disse que a gente ia ficar junto, Namjoon. - Ela soluçou e abraçou meu pescoço. - Eu sei, eu sei. Eu cometi um erro, me desculpa - Meus olhos lacrimejaram, enquanto eu massageava as costas dela. - Você disse que não ia me deixar.- Ela me apertou. - Eu sei, me desculpa.

- Eu fiquei muito triste, eu senti sua falta.- Meu ombro já se encontrava molhado a esse altura do campeonato. - Eu também senti a sua.

 A coloquei no chão e envolvi seu rosto com minhas mãos. - Eu tô aqui, certo? - Ela balançou a cabeça positivamente. -  Por que você me deixou lá? 

Autora:On.

- Eu achei que era o certo a se fazer.. Mas não ter você comigo me machuca. - A maior estendeu as mãozinhas e acariciou o rosto do mais velho, que sorriu em resposta.

- Papai está sorrindo. - O mais velho murmurrou um hum rum antes de ser abraçado mais uma vez.

...

Entraram dentro do hospital o mais velho assinou a alta da menor.

- Ela não atende. - Namie estava com com a cabeça deitada no ombro do maior. - O que aconteceu pra você ter vindo pra cá?

- Eu não gosto dele. - Ela falou e enfiou a cabeça no pescoço do maior. - Não se preocupa, eu estou aqui com você. - O mais velho sussurrou e deu um beijo na testa da mesma.

 

 

 


Notas Finais


Se quiserem me fazer alguma pergunta: https://curiouscat.me/LouIvina
Comentem, beijos, fiquem com Deus e até mais.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...