História My Best Friend :) (TaeGi) - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Mais uma história dark <3


Boa leitura!!

Capítulo 1 - The Promisse (01)


(Daegu, Coreia do Sul - 23:57 PM)

Yoongi, sua irmã e seus pais chegaram na casa deles. A casa estava arrumada, bem do jeito que estava quando foram à Ilsan. Yoongi estava estressado, o sono lhe deixava de mal-humor. Ele subiu correndo, puxando sua mala preta escada à cima. Ele deixou a mala no canto de seu quarto. Respirou fundo, sentindo o seu cheiro favorito. Seu quarto era a sua galáxia, era o único lugar em que ele se sentia seguro. As quatro paredes pintadas de azul-marinho. O teto com estampa de galáxia. Sua mesa de computador, acompanhada por um notebook da Apple e seu celular. A sacada que dava de cara com o jardim da casa. E seu lugar predileto, sua grande e confortável cama. Ele tirou depressa seu converse preto, então se jogou na cama.

YG - Ah...- suspirou, se acomodando na cama, então fechando os olhos.- Como senti falta disso.- sussurrou à si mesmo.

NY - Papai e mamãe estão te chamando para comer.- sua irmã entrou, sem nem bater.

YG - Nayeon! - gritou.- Sua demônia! Já disse para bater antes de entrar!

NY - Seu ignorante! - ela gritou, seguindo o tom de voz do irmão mais velho.- Só vim te chamar para comer e você me trata assim, seu idiota!

YG - Sai do meu quarto! - ele se levantou, então expulsou a garota do lugar.- Que inferno! - deitou-se novamente.

Nayeon tinha seus 15 anos, já Yoongi tinha 17. Yoongi estava bastante feliz, ele teria mais alguns meses até finalmente se formar. Bem, ele se formaria se passasse nas provas finais. Ele pegou seu celular, então o ligou. Seus avós moravam em uma fazenda, então não teria porquê levar o aparelho. Bem, nem se quisesse ele ia poder levar, seus pais não deixariam de jeito algum. 

Tae Já chegou? (22:34)

- Cheguei agora (00:07)

A porta do quarto abriu. Yoongi nem se virou para olhar, provavelmente era Nayeon novamente. Seus olhos foram cobertos por grandes dedos. Ele conhecia bem aquele cheiro. Era o cheiro do perfume de Taehyung. E os anéis que ele sempre usava, Yoongi conseguia sentir o gelado deles. Um sorriso brotou nos lábios, antes desanimados, dele. Yunki levou suas mãos até às mãos que cobriam seus olhos, logo se virando para olhar o garoto mais alto. Ambos riram, exalando uma felicidade muito grande. Kim puxou Yoongi, o abraçando. Ele sabia que o mais baixo odiava ser abraçado, mas ele sempre o abraçava.

YG - Por que está aqui tão tarde? - se soltou do abraço apertado.

TH - Não está feliz em ver o seu amigo lindo? - sorriu.- Vim te ver, estava com saudades.

YG - Eu também estava com saudades...- disse baixo. Como sempre, odiava demonstrar seus sentimentos.- Que bom que veio! Durma aqui hoje, amanhã vamos juntos à escola.

TH - Oba! Claro que durmo aqui.- ambos sorriram.

NY - O-Oi, Taehyung.- sorriu, desajeitada.

TH - E aí, Nay.

Nayeon sempre demonstrou gostar de Taehyung. Kim nunca deu atenção à garota, ela era muito nova para ele. Os três foram para o primeiro andar da casa, então comeram e conversaram. Taehyung e Yoongi voltaram para o quarto do mais baixo, após comerem. A senhora Min os acompanhou.

JV - Taehyung, precisa de mais alguma coisa? - Jenvi, mãe de Yoongi, perguntou sorrindo.

TH - Não, senhora Min.- ele sorriu.- Estou bem, obrigado.

JV - Não agradeça, querido.- ela sorriu.- Bem, lembre-se que você está em casa, faça o que quiser.

TH - Está bem.- ele sorriu novamente.

Finalmente sozinhos, os garotos correram para o sofá do quarto, então ligaram o playstation.

TH - E se nós não conseguirmos ir à escola amanhã?

YG - Vamos matar aula.- sorriu travesso.

TH - E se sua mãe descobrir?

YG - Não vai. Eu posso dar um jeito no celular dela e do meu pai.

TH - Você é um diabinho! - ele riu.

YG - Eu sei! - riu, acompanhando Taehyung.

...

(Algumas horas antes)

Taehyung estava em sua casa, esperando a mensagem de Yoongi chegar. Já estava impaciente de tanto esperar. O que mais o irritava, era o barulho de batidas que vinham do porão. Ele se levantou, jogando o celular no sofá, com raiva. Ele desceu até o porão, irritado. Jennie estava lá.

TH - Será que dá para fazer menos barulho?

Não obteve resposta de sua irmã mais velha. Ele revirou os olhos. Foi até à garota e retirou a fita de sua boca. As mãos da garota tremiam. As lágrimas desciam de seus grandes olhos. Seu rosto estava pálido.

JN - F-Fome...- sua voz saiu baixa.- E-Estou com fome, e... com d-dor.

TH - Dor?

JN - C-Cólica...- sussurrou.

Ela se moveu, dando vista à uma pequena poça de sangue.

TH - Esqueci que você é uma mulher.- revirou os olhos.

Ele agarrou o rosto gordinho de Jennie, a fazendo olhá-lo.

TH - Vou te dar uma vida de rainha, irmã. Mas...- apertou mais o rosto dela.- Se você pensar em me passar a perna, vou acabar com você. Entendeu?

JN - E-Entendi... E-Eu entendi.

TH - Boa garota! - soltou seu rosto.- Vou te trancar no banheiro, você vai tomar um longo banho e se limpar. Se tentar fugir, vou descobrir e te matar.

JN - E-Está bem...

TH - Vem.

Ele puxou a garota até o banheiro no segundo andar da casa. Pegou uma toalha limpa e entregou à ela. Também pegou algumas roupas dele, uma camisa branca longa e um short.

TH - Vou até à lojinha do senhor San. Comprarei um pacote de absorvente e sanduíches para você.

Antes de ele sair do banheiro, ela agarrou levemente o pulso dele.

JN - T-Taehyung... Por que você os machucou? - ela abaixou a cabeça.

TH - Por que machuquei o papai e a mamãe? 

Flashbacks do acidente que eles tiverem vieram à sua mente. Taehyung havia sabotado o freio do carro da família, isso provocou um acidente grave, matando o seu pai e sua mãe.

TH - Eles descobriram sobre mim. Assim como você. Mas... Jennie, eu te amo! Você é minha irmã mais velha. Nunca te machucaria.- um sorriso maníaco se formou em seus lábios.- A não ser que você me irrite demais.

A garota estava com um medo enorme do garoto que estava em sua frente.

TH - Vou comprar o seu absorvente e seus sanduíches. Quer alguma bebida? - pareceu amigável novamente.

JN - Q-Qualquer uma está bom.

TH - Certo. Comporte-se.

Ele saiu dali, trancando a porta. 

(Agora)

Taehyung suspirou, soltando uma risada. Havia sido derrotado por Yoongi, pela quinta vez.

YG - Quer uma revanche?

TH - Revanche? Eu com certeza serei derrotado de novo.

YG - Você desiste fácil, em! - ele riu.

TH - Qualquer um desistiria se jogasse com você.

YG - Eu sei que sou um ótimo jogador.- se gabou.

TH - Metido.- sussurrou.- São 05:30... Vamos dormir? 

YG - Sim. Também estou com sono.

Ambos se deitaram na cama de Min. Conversaram um pouco, antes de pegarem no sono.

(Há alguns anos atrás)

Yoongi e Taehyung estavam na barraca de Kim. Era o aniversário de 11 anos de Min, então ele iria dormir na casa do seu melhor amigo. Min estava segurando seu ursinho de pelúcia, Shooky. Taehyung segurava Tata, sua pelúcia favorita. Ambos conversavam euforicamente, enquanto soltavam risadas infantis.

TH - Yoonie, vamos fazer uma promessa?

YG - Qual promessa, Tae?

TH - Nós vamos ficar juntos para sempre!

YG - Ok, Tae! Eu prometo.

TH - Eu também prometo!

YG - Será que só falar vai fazer essa promessa durar?

TH - Será que devemos nos beijar para selar essa promessa?

YG - Sim!

Ambos deram um rápido selinho, logo se distanciando bruscamente. Eles limparam as bocas, reclamando um "eca".

Continua...


Notas Finais


Gostaram? ^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...