1. Spirit Fanfics >
  2. My teacher - Imagine Jaehyun >
  3. Pregnant?

História My teacher - Imagine Jaehyun - Capítulo 26


Escrita por:


Capítulo 26 - Pregnant?


Fanfic / Fanfiction My teacher - Imagine Jaehyun - Capítulo 26 - Pregnant?

Cassie o.p


Tive que sair do hospital mais sem deixar que os meninos soubessem a onde eu iria. 


— Eu: Aqui estou, como pediu. — O sorriso do mais velho veio à tona assim que me viu 


— Chang: Eu adoro esse seu lado — Se aproximou e colocou uma mecha de cabelo atrás de minha orelha — Você ama ele tão intensamente que chega a ser irritante, é totalmente diferente de quando estava com o Doyoung 


— Eu: Não me faça perder tempo, fale logo. 


— Chang: Como eu havia dito a ele nos dois iremos nos casas, seu pai fez questão de marcar o dia — Fechei meus olhos assim que o vi tirar a camisa — Você não vai fazer nada contra nosso casamento vai 


A mão do mais velho apertou minha bochecha me fazendo olhar para ele contra a minha vontade


— Eu: Não, não irei. 


— Chang: Boa garota. Vá para casa tome um banho e tire esse sangue do seu corpo — E assim eu fiz


Havia se passado 1 mês desde que trouxemos Jaehyun para o hospital e nem um dia se quer ele mostrou sinais de melhora. 


Nesses dias Nayeon vem visitando nele e segundo ela os dois tem um assunto importante a tratar com ele. 


— Jack: Como está o seu professor? — Entrou na sala e sentou na cadeira a minha frente 


— Eu: Não tive notícias dele hoje. 


— Jack: Você se importa bastante com ele não é? — Apoiou a mão no queixo.


— Eu: É acho que tá na hora de você saber mesmo, já terminei o colegial mesmo então ele não era somente meu professor— O mais velho ergueu a sobrancelha— Ele é meu namorado ou ex agora, aish não sei.


— Jack: O que? Cassie ele tem 23 anos e você é muito nova


— Eu: Jack por favor — Revirei os olhos — Eu aceitaria ouvir em uma boa se eu tivesse 15,14 ou 13 anos até mesmo 16.


— Jack: Você gosta de uma encrenca. — Suspirou 


Eu até mesmo ia responder mais meu celular tocou 


~ Telefone: Tae ~ 


— T: Vem para o hospital, ele acordou. 


— Eu: Estou indo. 


....


— Eu: Diga ao papai que precisei sair 


— Jack: E enquanto ao Chang? Ele não é seu noivo agora? 


— Eu: Me resolvo com ele depois. 


Peguei minhas coisas indo para o elevador que logo chegou no térreo do edifício, fui até o estacionamento entrando no carro e dirigindo até o hospital. 


— Tae: Finalmente você chegou 


— Eu: Como ele está? — Tentei entrar no quarto mais ele me impediu 


— Tae: Tenho algo para te falar antes que você entre ai — O olhei — Nayeon está ai 


— Eu: O que? Como ela...


— Tae: Eu não sei como ela soube que ele acordou. 


Entrei no quarto vendo ela segurando a mão dele, os olhos do rapaz caíram sobre mim e ele logo soltou a mão dela. 


— Doyoung: Cassie tenha calma. — Ficou em minha frente — Vamos conversar 


— Eu: O que? — Me tirou do quarto — Doyoung o Tae já me disse 


— Doyoung: Não é sobre isso, ela tá grávida. 


— Eu: O que? — Comecei a ri — Que brincadeira de mal gosto Doyoung 


— Doyoung: Eu não estou brincando. 


Assim que ele parou de falar, Nayeon saiu do quarto sorrindo para mim. Eu até iria para cima dela, mas Doyoung me segurou. Passei as mãos nos meus cabelos e me agachei tentando não chorar, isso era possível? Eles tinham transando somente uma vez não foi? 


— Eu: Como ele pode ter feito isso comigo Doyoung — Ele apenas me abraçou — Vamos entre, tenho algo para falar. 


Entramos no quarto 

 

— Jae: Cassie. 


— Eu: Antes que diga algo, eu preciso falar com todos vocês. Eu vim aqui para dizer que eu não verei mais nenhum de vocês 


— Yuta: O que? 


— Johnny: Porque tá falando isso? 


— Eu: Tae eu já contei a você então, agora resta contar a vocês, irei me casar na semana que vem. 


— Jaehyun: Você só pode tá brincando, eu apanhei por você e você tá fazendo isso! 


— Eu: Justamente foi por mim, então a única coisa que eu posso fazer para que isso não aconteça mais é aceitando me casar. Tenham um boa tarde e Jaehyun— O olhei — Espero que goste de ter um filho com ela 


Me retirei do quarto e logo do hospital, mais alguém segurou meu pulso 


— Doyoung: Você não pode fazer isso! Jaehyun quase morreu 


— Eu: Eu não estou fazendo porque eu quero! É por ele, vai ser sempre por ele! — Meus olhos lagrimejaram— Eu o amo Doyoung, eu daria minha vida, minha liberdade por ele. E é isso que estou fazendo agora. 


O moreno a minha frente ficou calada, eu havia falado que amo Jaehyun na frente de outra pessoa que tem sentimentos por mim. 


A que ponto eu fui tão insensível? Apertei meus olhos me retirando dali e indo para casa. 


Eu tinha que arrumar um jeito de eliminar Chang, era apenas por minha causa, ele se tornou obcecado. 


Mal eu havia chegado já iria sair, talvez meu plano seja um pouco agressivo mas era preciso. 


— Eu: Unnie! — Gritei ao ver ela subindo as escadas da frente de sua casa 


— Jessi: Oh Cassie! — Fui até ela e abracei — Vamos, vamos entrar. Você acabou de melhorar meu dia 


— Eu: Obrigada — Agradeci quando ela me deu espaço para entrar 


—  Jessi: Como está seu irmão 


— Eu: Está bem, mais poderia esta melhor ainda se tivesse você, seria melhor ele não ter traído você com a Nayeon. — A mais velha sorriu — A questão é que eu estou preciso da sua ajuda. 


— Jessi: Com o que? — Sentou-se na poltrona da frente a minha 


— Eu: Eu preciso de explosivos. 


— Jessi: O que? Você enlouqueceu? 


— Eu: Eu preciso eliminar alguém, é o único jeito de fazerem pensar que o explosivo será pra mim. 


— Jessi: Quem é? — Passei as mãos por meus cabelos.


— Eu: Chang-woo. 


— Jessi: Esse idiota ainda continua com aquilo? 


— Eu: Dessa vez foi pior.


— Jessi: Conte-me, sabe que estou aqui. 


— Eu: Unnie eu estou apaixonada, mas não é pelo Doyoung. Dessa vez é por um cara extremamente especial — Contei a ela 


— Jessi: Yah você realmente é intensa, se apaixonou pelo próprio professor— Riu — Nayeon realmente gosta de atrapalhar a vida dos outros. 


— Eu: Você perdeu, eu dei uma bela surra nela. 


— Jessi: Aish — Bateu na minha cabeça — Era para ter me chamado 


— Eu: Na próxima. E então? 


— Jessi: Irei consegui, tome cuidado. Você sabe que se ativar ela errado você morre na hora. 


— Eu: Eu sei. Quando consegue me ligue — Ela assentiu — Obrigada unnie


—  Jessi: Eu quero que você seja feliz, já que eu não fui. E irei fazer outra coisa para você. Vá ao hospital visitar ele, enquanto Chang não apareça. 


— Eu: Tem roupa para me empresta? Acho que Chang colocou um gps no meu carro. 


— Jessi: Vá com o meu — Entregou-me a chave 


— Eu: Aqui está. — Entreguei a chave do meu carro a ela. 


— Jessi: Arrumarei um moletom para você. 


Ela foi buscar o moletom, coloquei o capuz e me despedi dela e fiz o que a mais velha disse, aproveitei que ele estava só e entrei no carro.


.......







Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...