1. Spirit Fanfics >
  2. Namorado Virtual >
  3. Os Pais do Jin Ling

História Namorado Virtual - Capítulo 7


Escrita por: YumiOtarmy

Notas do Autor


Sim eu vou explicar sobre como aconteceu o Divórcio da Yanli e o Zixuan e também como aconteceu o caso dele com o Huaigok, espero que aproveitem (Sim é assim que é o Huaigok na minha cabeça) boa leitura^^

Capítulo 7 - Os Pais do Jin Ling


Fanfic / Fanfiction Namorado Virtual - Capítulo 7 - Os Pais do Jin Ling

P. O. V Jin Zixuan:Hey, meu nome é Jin Zixuan, sou atualmente divorciado e tenho hm filho de 5 anos que só viu a mãe algumas vezes.. 

Não é como se tivéssemos brigado ou coisa parecida, minha esposa na verdade estava apaixonada por uma mulher mas ficou com tanto medo da sociedade a julgar que casou comigo e teve nosso filho. 

Eu amava ela mas eu sabia que ele não correspondia então quando nosso filho tinha 3 anos eu sugeri um divórcio tranquilo com um casamento garantido pra ela e essa mulher. 

Lembro como se fosse ontem, ela me abraçando e agradecendo milhões de vezes enquanto chorava no meu ombro, disse a ela que poderia ver o Jin Ling quantas vezes quisesse até porque ela o amava demais ele e não queria abandona-lo. 

Depois que nos divorciamos consegui ver uma coisa nela que só pude ver quando nosso filho nasceu, um sorriso verdadeiro e apaixonado... 

O casamento dela foi o mais lindo que pude ver em anos, ela não tirava o sorriso do rosto e eu pude finalmente ser feliz com a felicidade verdadeira dela. 

Ela visitava muitas poucas vezes o Jin Ling por falta de tempo e também porque o Jiang Cheng (irmão mais novo dela) ficou muito furioso por ela ter trocado a família por "Uma Qualquer".

Não nego que me senti muito sozinho depois do divórcio mas eu não tentei arrumar ninguém, tinha medo que alguém tratasse mal meu filho então fiquei sozinho por algum tempo. 

Só que um dia eu... Conheci alguém no meu trabalho. 

—Sr. Jin. 

—Sim? 

—Acabou de chegar o seu novo secretário. 

—Ok, mande-o entrar. 

Eu trabalho em uma grande empresa da minha família e por eu ser bem rico acabo atraindo a atenção de muita gente, todas as minhas secretárias tentaram me seduzir mas é claro que eu não ligava e sempre as demitia. 

Acabei escolhendo contratar um secretário homem porque pensei que não ia ter esse tipo de problema de novo. 

—Aqui senhor. 

—Muito bem pode sair. 

—Muito prazer Sr. Jin, meu nome é Hyun Huaigok e sou seu novo secretário. 

—. . . Senhorita, falei que fosse um homem e não uma mulher. 

Ela me olhou de uma forma tão irritada que senti que fosse arrancar minha alma fora. 

—Meu senhor não quero ser desrespeitoso... Mas vai tomar no seu cú. 

—Como é?? 

—Você é cego por acaso?? Não ta vendo que eu sou a porra de um homem?? Ou quer que eu tire minha calça pra provar??? 

Nesse momento senti minhas bochechas ardendo, ia até pedir desculpas por essa confusão mas meu orgulho não deixou. 

—Q-que seja, vá trabalhar! 

—Vá trabalhar... Se fuder... 

Huaigok era um bom trabalhador, era esforçado e super gentil com os outros funcionários e claro que eu não pude evitar de ter um pouco de interesse nele... Mas... 

—Que é pau no cú?? 

Desde o primeiro dia de trabalho ele me trata desse jeito, sei que eu fui rude de chamar ele de mulher mas não precisa disso tudo. 

Mas eu não vou negar que eu gosto desse jeito dele, ele é a primeira pessoa que me trata tão mal assim mesmo que eu seja seu chefe e isso desperta mais o meu interesse nele. 

Normalmente quando ele vem no meu escritório ele fala de maneira grossa mas eu acho fofo e vivo encarando ele enquanto fala, quando ele ta revisando papelada eu fico de longe o observando (me sinto um pouco stalker por causa disso). 

Enfim, posso até ter um interesse leve nele, mas não planejo me relacionar com ele por causa do meu filho. 

P. O. V Hyun Huaigok:Meu chefe é louco... Além de me confundir com uma mulher, ele me olha que nem um retardado e fica me stalkeando quando eu to trabalhando (ele acha que eu não vejo mas eu vejo sim). 

Eu só tô aqui por que preciso de um trabalho e um salário se não minha mãe me deserda, se não já teria ido embora e nunca mais voltado. 

Esse cara... Eu juro que da vontade de xingar ele de mil palavrões em várias línguas... 

—Com licença... 

—Hum? 

Parece maldição, uma criança igualzinha ao meu chefe, o mundo me odeia. 

—Eu me perdi do meu pai... Você pode me ajudar? 

—Seu pai? Qual o nome dele? 

—Papai né. 

—Er... Ok vou procurar ele, vem cá. 

Foda-se se é igual ao meu chefe, ele é fofinho demais!!!! Me lembra quando eu trabalhei meio perído no jardim de infância... 

Peguei ele no colo e elee agarrou com força, EU QUERO APERTAR ESSAS BOCHECHINHAS E BEIJAR ESSAS MÃOZINHAS PEQUENININHAS!!!!! 

Tentei pedir informações mas ninguém sabia quem era o pai da criança e eu já tava quase desistindo, mas então pensei em ir no meu chefe como última opção (vou me arrepender certeza). 

Quando cheguei em seu escritório ele tava andando de um lado pro outro desesperado no telefone e o garotinho no meu colo sorriu pra ele. 

—Papai!!!! 

Ele me olhou e veio correndo na minha direção, pegou o garoto no colo e o abraçou com força. 

—Jin Ling meu filho não faça isso com o seu pai, sabe como eu fiquei desesperado???? Seu tio quebraria minhas pernas se você sumisse!! 

—Ele é... Seu filho?? 

—Hum? Ah sim, esse é o Jin Ling meu único filho, foi você que achou ele? 

—É ele tava perdido por aí. 

—Muito obrigado Huaigok, eu não sei o que eu faria se perdesse meu filho. 

—Sem problemas, eu amo crianças é passar um tempinho com esse garotinho no colo foi maravilhoso. 

—Titio é muito legal!! 

—Obrigado fofurinha!! 

Olhei pro meu chefe que carregava uma expressão diferente do usual, ele tinha um sorriso doce e gentil, talvez a pose de pai seja muito melhor que a de chefe... Não!! O que eu to pensando??? Esse cara é doido!! 

—E-enfim... Vou saindo então. 

—Ah claro, obrigado de novo Sr. Hyun. 

—Ta que seja. 

Droga!!! Por que o meu coração tá batendo desse jeito?? Pode parar ai mesmo desgraça, não permito isso!!! 


Hoje o dia ta horrível, cheguei atrasado, fiz meu trabalho todo errado e agora ta chovendo, tem como esse dia piorar?? 

—Sr. Hyun? 

—Hum? Ah, é o pau no cú. 

—Sabe que eu não me ofendo quando você me xinga né?

—Que se foda... 

—. . . Ta chovendo muito hoje, sorte a minha que a minha casa é aqui perto... 

—. . . 

—Quer ficar por lá enquanto a chuva não passa? 

—Por que acha que eu aceitaria? 

—Nenhum de nós tem  guarda-chuva e se você sair na chuva desse jeito vai pegar um resfriado. 

—Não quero incomodar. 

—Não vai. 

—Mesmo ass-... 

Ele pegou minha mão e me puxou correndo na chuva, esse cara não escuta as pessoas??? 


Sua casa era bem simples pra quem é chefe de uma empresa, móveis simples, brinquedos espalhados e algumas fotos de quem eu suponho que seja a mãe do Jin Ling. 

—O nome dela é Jiang Yanli, somos divorciados a mais de 2 anos. 

—Não perguntei. 

—Mas parece que queria. 

—. . . 

—Vem, vou te dar um cobertor e um pouco de chá. 

—Não gosto de chá. 

—Chocolate quente então. 


Ele me emprestou suas roupas e nos cobriu com uma coberta enorme, me contou sobre seu casamento e divórcio, também me disse que não entra em relacionamentos por se preocupar muito com seu filho (e eu achando que ele era mulherengo) até que ele não é tão ruim assim... 

—Então... Por que você fica me stalkeando? 

—Ah... Você notou?? 

—Impossível não notar. 

—Desculpa por isso, desculpa também ter te confundido com uma mulher. 

—Sem problema. 

—Bom pra falar a verdade, tive um certo interesse em você.. 

—Em mim? 

—Sim, você é diferente das pessoas a minha volta, você me trata com desrespeito mesmo que eu seja seu chefe e sua grosseria é bem interessante. 

—Você é masoquista? 

—Claro que não! É só que... Você é o primeiro que não me trata como se eu fosse o centro do universo. 

—Porque você não é. 

—Eu sei... Mas e você? 

—Eu? 

—Tem algum interesse em mim? Mesmo que seja mínimo? 

—Não ta se achando demais? O que vai mudar se eu tiver ou não? Disse que não ia entrar em relacionamentos pelo seu filho. 

—Sim mas... O Jin Ling gosta de você, sinto que não teria problema, mas isso depende de você... 

—E se eu disser que tenho um pouco de interesse em você? 

—Talvez você me deixe bem feliz... 

Nossas respirações estavam próximas, seus lábios se aproximando mas eu não desviei e sim o puxei para mais perto e o fazendo me beijar. 

Seu beijo era doce, calmo, era uma sensação muito boa, meu coração estava batendo muito forte e consegui sentir o seu batendo em sintonia com o meu. 

Assim que nos separamos pude olhar em seus olhos, eles me olhavam com amor, luxúria, gentileza e um pouco de preocupação. 


Depois disso senti como se alguma coisa tivesse mudado entre nós, ele era mais gentil, mas amoroso e sempre que estávamos sozinhos ele me abraçava como se eu fosse fugir a qualquer momento mas eu nunca fugia. 

Não nego que amei essa parte dele e sinto que... Acabei me apaixonando demais... 

Um dia cheguei no trabalho e vi ele com... A ex esposa dele, eles estavam conversando como se fossem bons amigos mas não pude evitar de ficar um pouco enciumado. 

Quando ela estava indo embora olhou pra mim e se aproximou. 

—Você é Hyun Huaigok não é? 

—Ah... Sim sou eu.. 

Ela sorriu gentilmente pra mim é me abraçou, achei estranho claro mas não reclamei. 

—Obrigada por ficar com Zixuan e por favor... Cuide bem do meu filho. 

—. . . 

Ela saiu e eu fiquei mais confuso do que o normal mas eu só voltei a trabalhar como se nada tivesse acontecido, no final do dia Zixuan estava me esperando para ir na casa dele, normalmente vamos quando o Jin Ling não ta mas hoje não é um desses dias. 

—O Jin Ling ta em casa? 

—Sim, hoje eu vou te apresentar como meu parceiro. 

—Como é??? Você vai realmente falar isso???? 

—Huaigok, eu quero ter um futuro com você e o Jin Ling, quero que ele te reconheça como parte da nossa pequena família... 

—. . . Idiota, quando você fica romântico me assusta. 

—Eu sei disso. 


Quando o Zixuan me apresentou ao Jin Ling como parceiro dele, ele veio direto me abraçar, ele me aceitou tão abertamente que não pude evitar de chorar no pequeno ombro daquele garotinho. 

Agora eu tenho uma responsabilidade maior, um pequeno enteado que eu tenho que cuidar e proteger e um homem que eu amo e ele me ama de volta, Deus obrigado por me dar essa vida... Prometo valoriza-la enquanto viver... 

Continua... 


Notas Finais


Ai velho que fofinho, to apaixonada real mano esses dois são uma graça, se quiserem também faço uma da Yanli e da Wen Qing, até a próxima^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...